quinta-feira, 13 de julho de 2017

“Não pode tratar as pessoas desta maneira”

Cardeal dispensado ataca Papa Francisco: 

409
5
Gerhard Müller foi afastado da liderança da Congregação para a Doutrina da Fé no início do mês. Em entrevista a um jornal alemão, diz que não pode "aceitar esta maneira de fazer as coisas".
Getty Images
O cardeal Gerhard Müller, que no início do mês foi afastado pelo Papa Francisco da liderança da Congregação para a Doutrina da Fé — um dos cargos mais importantes do Vaticano –, atacou esta semana a decisão do líder da Igreja Católica, afirmando que não pode “aceitar esta maneira de fazer as coisas”.
Numa entrevista ao jornal alemão Passauer Neue Presse, Müller afirmou que, “enquanto bispo, [o Papa] não pode tratar as pessoas desta maneira“. Müller afirma que Francisco “não deu uma razão” para não renovar o mandato do cardeal. “Tal como não tinha dado nenhuma razão para dispensar três elementos altamente competentes da Congregação para a Doutrina da Fé”, acrescentou.
Gerhard Müller terminou este mês o seu mandato de cinco anos à frente daquele que é um dos mais importantes órgãos da Cúria Romana. Mas, aos 69 anos, o cardeal alemão ainda tinha condições para continuar à frente da congregação por mais um mandato, como seria de esperar — a idade aconselhada para a reforma dos bispos é de 75 anos.
Este dado é agravado pelo facto de o Papa Francisco ter escolhido, para sucessor de Müller, o cardeal jesuíta espanhol Luis Ladaria, de 73 anos, que acabará o mandato já com 78, três anos depois da idade aconselhada para a reforma.
Apesar de o Vaticano ter oficialmente recusado dar explicações — a decisão foi anunciada num breve comunicado de um parágrafo e o diretor de comunicação da Santa Sé limitou-se a afirmar que a decisão foi tomada num encontro privado entre o cardeal e o Papa — a suspeita é a de que Müller tenha saído em rutura com Francisco.
O cardeal alemão, próximo de Bento XVI, era um dos teólogos mais conservadores dentro da Cúria. Um dos pontos mais fraturantes entre o cardeal e o Papa Francisco é a questão dos católicos divorciados que querem casar novamente. Para Gerhard Müller, “o sacramento do matrimónio é indissolúvel por vontade de Deus”: “Ninguém pode mudar isso. Uma possibilidade é voltar para o esposo legítimo ou então desistir das relações que não são válidas. A questão está apenas em perceber se as condições para aquele matrimónio estavam reunidas, de acordo com os preceitos da Igreja. O casamento civil não é exatamente igual ao sacramento do matrimónio. Seguramente que há muitas pessoas que não conseguem entender isto”.
Terá sido na sequência destas divergências que Francisco preferiu colocar um bispo mais progressista à frente do órgão responsável por emanar indicações relativas à doutrina católica.
Müller foi mais longe nas críticas ao Papa Francisco, afirmando que “a doutrina social da Igreja também deve ser aplicada na forma como os funcionários são tratados aqui no Vaticano”. Uma posição que vai na linha das críticas que têm sido feitas ao longo dos anos, de que os direitos dos trabalhadores não são inteiramente respeitados n0 Vaticano.
Em entrevista ao Observador, por ocasião da visita do Papa Francisco a Portugal, Müller já tinha falado das diferenças em relação a Francisco: “As circunstâncias da vida e formação da razão e as experiências [de Francisco] são muito diferentes das de alguém oriundo da Alemanha, com uma vida académica, virada para o nível académico que existe na teologia alemã há vários séculos. O Papa Francisco tem uma espiritualidade que lhe vem dos Jesuítas, enquanto a do Papa Bento XVI lhe chega mais de Santo Agostinho, São Boaventura e da tradição da teologia existencial. Seguramente que a realidade do Papa Francisco, vindo de um contexto latino-americano, é muito diferente da história e da cultura europeias. No entanto, somos a mesma Igreja e a fé não divide as pessoas. É a base da unidade”.

O cardeal Gerhard Müller, afastado de um dos cargos mais importantes do Vaticano, diz que não pode “aceitar esta maneira de fazer as coisas”.

Gerhard Müller foi afastado da liderança da Congregação para a Doutrina da Fé no início do mês. Em entrevista a um jornal alemão, diz que não pode "aceitar esta…
OBSERVADOR.PT









GostoMostrar mais reaçõesComentarPartilhar

Comentários

Escreve um comentário...


Henrique Dias Observador a inventar...O Cardeal acabou o mandato, ponto. O Papa vai nomear outro Cardeal,ponto. Como é possível dizer que foi afastado? Fake news.

GostoMostrar mais reações · Responder · 15 · 22 hManage
Fábio Queirós "O Papa Francisco não renovou o mandato do Cardeal Müller enquanto líder da Congregação para a Doutrina da Fé." 

Não é falso dizer que se afastou uma pessoa que podia ser reconduzida para novo mandato. Não é fake news, é falta de dicionário

GostoMostrar mais reações · Responder · 4 · 22 hManage
Miguel Teixeira Como é q o Observador está a inventar se está nas próprias declaraçoes do cardeal... A paranóia anda tão generalizada que agora chamam fake news a qualquer noticia...

GostoMostrar mais reações · Responder · 7 · 22 hManage
Henrique Dias Eu vejo o que OBservador "postou " no FB = "O cardeal Gerhard Müller, afastado de um dos cargos mais importantes" isto é Fake News, pois não lhe foi interrompido o mandato, algo que a noticia tenta inferir... Quando os Media gostam mais de mandar bitaites e deixar insuações (porque vendem mais) do que ser isentos sobre fatos...

GostoMostrar mais reações · Responder · 22 hManage
Fábio Queirós Henrique Dias ou seja, só lê as gordas... boa, ainda se mostra mais inteligente 😂😂😂

GostoMostrar mais reações · Responder · 2 · 22 hManage
Graciete Dias O Papa não precisa de lhe explicar as razões.As últimas notícias são justificações suficientes.

GostoMostrar mais reações · Responder · 21 hManage
Miguel Teixeira Mas quais insinuações quais quê. Se é o próprio cardeal a queixar-se de ser afastado (ou não lhe renovarem, o que vai dar ao mesmo...) sem lhe darem razôes. Lá porque não gostamos de um noticia não quer dizer que seja fake news.

GostoMostrar mais reações · Responder · 1 · 21 hManage
Sérgio André Apenas as bestas pedófilas é que defendem pedófilos!

GostoMostrar mais reações · Responder · 13 hManage
Nuno Colaço O Papa "despede" quem quer sem passar cartão a ninguém, simplesmente porque...é o Papa. Ponto.

GostoMostrar mais reações · Responder · 11 hManage

Escreve uma resposta...




Maria Madalena Freitas Estão mal habituados. O Papa Francisco sabe o que faz, com ele não há instalados. Fiquei admirada foi com a recondução do Bispo do Funchal que é um banana instalado não faz nada e quem manda na diocese são os padres incompetentes até as igrejas fechadas como a Sé do Funchal uma vergonha aquela diocese.

GostoMostrar mais reações · Responder · 4 · 21 hManage
Artur Pereira Acabou-se a mama há muitos que apesar de serem muito inteligentes falta-lhes humildade não seguem o k Jesús disse e quando se tenta renovar caí o Carmo e a trindade, tenham vergonha.

GostoMostrar mais reações · Responder · 1 · 21 hManage
Manuel Matias O Papa Francisco sabe bem k tem de fazer uma limpeza na cúria romana 
... Ele já tornou isso público ... Só k não é tarefa fácil ... Pena k uma instituição com tantos séculos de existência ... Esteja a ser posta em causa ... Por aqueles k são de facto o governo da lgreja de Roma ...!!!

GostoMostrar mais reações · Responder · 20 hManage
João Santos Estão habituados à mama, depois vem alguém decente meter ordem na casa e contestam muito ahhaha, típico!

GostoMostrar mais reações · Responder · 10 · 22 hManage
Luís Cadinha Não foi num dos apartamentos de um alto secretário desta congregação que a polícia do vaticano interrompeu na semana passada ou na anterior uma orgia gay quando ia à procura de drogas?

GostoMostrar mais reações · Responder · 1 · 22 hManage
Artur Monteiro Mais um bandido no Vaticano....haja força do Francisco para ir limpando o lixo todo...

GostoMostrar mais reações · Responder · 2 · 21 hManage
Guilherme de Souza-Girão Eu creio que tudo se resume a poucas palavras . quer a noticia seja verdadeira ou falsa, e tendo em conta a verdadeira acusção já feita na Austrália - TUDO ISTO NÃO SE DEVIA PASSAR NA IGREJA CATÓLICA. TUDO ISTO NÃO SE DEVIA PASSAR NO VATICANO. Só serve para desprestigiar a instituição e pôr mesmo em dúvida se a Igreja dos homens é MESMO A IGREJA DE CRISTO...

GostoMostrar mais reações · Responder · 1 · 21 hManage
Sofia Gouveia E cito:"que os direitos dos trabalhadores não são inteiramente respeitados no Vaticano". Trabalhador??looolll

GostoMostrar mais reações · Responder · 1 · 17 hManage
Walid Maciel Chaves Saad Este palerma pensa talvez que o Vaticano é uma democracia.Vai trabalhar bandido!

GostoMostrar mais reações · Responder · 21 hManage
José Manuel Meira Fernandes O melhor é fazer uma manif. e entregar as espadas, quero dizer as batinas.Lá como cá, zangam-se as comadres.....

GostoMostrar mais reações · Responder · 22 hManage
Miguel Faria Ferreira Esta notícia é totalmente falsa, desmentida pelo Cardeal Muller. Cuidado com as fontes, se querem fazer transparecer uma seriedade que não há.

GostoMostrar mais reações · Responder · 2 · 11 hManage
Carlos Alberto Viegas Rodrigues Pouco humilde para "cristao" que diz ser!
Tanto se serve Cristo no alto do poder , como simples sacerdote!

GostoMostrar mais reações · Responder · 1 · 22 hManage
Tony Vasconcelos Campos Afinal há defensores do Observador...
Ou então foram "contratados"...

GostoMostrar mais reações · Responder · 1 · 17 hManage
Luis Ramos O herege continua a sua obra de sanear os verdadeiros clérigos católicos e instalar os ecumenistas no lugar...e assim destruir a verdadeira fé...

GostoMostrar mais reações · Responder · 20 hManage
Maria Alves A MALDADE E RAIVA É ABUNDANTE ... ... TAMBÉM DENTRO DO VATICANO...!!! Eu não gostaria de estar na pele do Papa Francisco

GostoMostrar mais reações · Responder · 21 hManage
Mia Santos Os cargos não são vitalícios senhor cardeal!

GostoMostrar mais reações · Responder · 15 hManage
Margarida Brites Manda o papa!

GostoMostrar mais reações · Responder · 1 · 21 hManage
Cristina Simoes Sena Boa decisao papa

GostoMostrar mais reações · Responder · 1 · 22 hManage
Cesaltina Eliseu Pode e deve

GostoMostrar mais reações · Responder · 1 · 20 hManage
Carlos Machado Longa vida ao Papa Francisco...

GostoMostrar mais reações · Responder · 2 · 21 hManage
Jaime Estorninho Para o observador noticiar é seguramente de direita!😁

GostoMostrar mais reações · Responder · 21 hManage
Anabela Martins Gosto dos jesuitas

GostoMostrar mais reações · Responder · 16 hManage
Joao Cruz Se calhar ate pode ... e deve.

GostoMostrar mais reações · Responder · 1 · 22 hManage
Alegria Leite da Silva Com o Cardeal Raymond Burke ainda foi pior...

GostoMostrar mais reações · Responder · 1 · 21 hManage
Diogo Tempero Nuno Brito...uma injustiça

GostoMostrar mais reações · Responder · 1 · 20 hManage


GostoMostrar mais reações · Responder · 22 hManage
Jorge Manuel Bernardino Domingues Presumo que, se calhar, também queria umas festas no nariz !?!...

GostoMostrar mais reações · Responder · 22 hManage
Sérgio André Vai chibar as orgias do papa Francisco?

GostoMostrar mais reações · Responder · 13 hManage
Francisca Costa Abençoado papa!

GostoMostrar mais reações · Responder · 3 hManage
Jorge Fernandes GRANDE FRANCISCO GRANDE HOMEM GRANDE SER HUMANO....

GostoMostrar mais reações · Responder · 21 hManage
Maria Otilia Lemos "Parece"... que a maneira dele fazer... é pior!!!

GostoMostrar mais reações · Responder · 21 hManage
32 de 40

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.