segunda-feira, 24 de julho de 2017

O fim do Paint: após 32 anos, Microsoft removerá programa do Windows


Do UOL, em São Paulo
Imprimir Comunicar erro
  • Reprodução
    Extremamente simples, o Microsoft Paint era útil na hora de fazer pequenas edições em imagens; a partir do segundo semestre, Windows 10 terá apenas o Paint 3D Extremamente simples, o Microsoft Paint era útil na hora de fazer pequenas edições em imagens; a partir do segundo semestre, Windows 10 terá apenas o Paint 3D
Presente desde a primeira versão do Windows, lançada em 1985, o aplicativo Paint está em seus últimos dias. Isso porque a Microsoft anunciou que a próxima atualização do Windows 10, prevista para ser lançada no segundo semestre deste ano, removerá o aplicativo do sistema operacional.
Lançado como Paintbrush, o aplicativo foi um dos pioneiros entre os softwares de desenho e edição de imagens, apesar de sua extrema simplicidade.
Essa característica, porém, fazia com que ele fosse bastante utilizado em edições pontuais de imagens, não exigindo um conhecimento muito aprofundado quanto outros programas do tipo, como o Adobe Photoshop. Ainda assim, ele acabou perdendo um pouco de espaço com o advento de ferramentas online para esse tipo de atividade, que mantém a facilidade de uso ao mesmo tempo que trazem mais recursos.

Reprodução
Tela do programa Paintbrush no Windows 3.11
Em seu lugar, a Microsoft manterá o Paint 3D na lista de aplicativos do Windows 10. Trata-se de uma versão do programa que permite também criar e editar imagens tridimensionais.
Além do Paint, figuram entre as aplicações que vão ser removidas do Windows 10: Outlook Express, o app Reader e a lista de leitura.

Reprodução
Interface do Microsoft Paint no Windows 10

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.