segunda-feira, 3 de julho de 2017

NYUSI VOLTA A MENTIR AO POVO E A COMUNIDADE INTERNACIONAIS SOBRE A RETIRADA DAS TROPAS DA GORONGOSA

BREAKING! 


O presidente da frelimo Filipe Nyusi não honrou o seu compromisso de retirar as tropas governamentais a volta da Serra da Gorongosa até ao dia 30 de Junho último, conforme havia acordado com o líder da renamo, Afonso Dhlakama. As últimas declarações públicas do Nyusi em relação a este assunto, que foram ontem corroboradas pelo seu "ministro" da defesa Nthumuke, dando conta da conclusão da retirada de 8 posições na Gorongosa, são totalmente falsas. 
Para começar, dizer que desde que Afonso Dhlakama deu a trégua sem data limite no mês de Maio, nenhum militar da frelimo saiu da Gorongosa, muito pelo contrário, foram para lá destacados centenas de agentes do sise a paisana e deram uniforme da PRM e das FIR a comandos especiais das FADM e GOE para disfarçar. Realmente algumas posições foram desmontadas mas apenas mudaram para outros locais ao redor da serra da Gorongoza. 
Por exemplo, a posição da zona de Lourenço foi desmontada e os militares se juntaram se seus colegas da posição de Kanda. Idem aspas para a posição de Nhariloza, também conhecida por Tomé, que foi mudada para Nhauranga, a escassos quilómetros da serra da Gorongoza. Quer dizer, apenas mudou de extremo mas continua a ilharga da serra, tal como a de Kanda.
As posições de Misiwa, Nhamadjiua e Mapanga-panga foram removidas mas os seus efectivos foram distribuídos para as posições vizinhas ao redor da serra. Pior ainda, na posição de Nhamadjiua, também conhecida por base Mazembe, a frelimo posicionou 30 comandos especiais das FADM e GOE mas que envergam uniformes das PRM e FIR, sob alegação de que querem montar uma esquadra policial (!), enquanto já existe o posto policial na sede em Vunduzi. 
Portanto, como se pode ver, a dita retirada das tropas governamentais ao serviço da frelimo na Gorongoza propalada pelo Nyusi e seu sequaz e primo N'thumuke é conversa fiada e mentira grosseira para enganar o povo e a comunidade internacional. Ninguém saiu da Gorongosa. É importante referir que em toda região da Gorongosa existem no total 26 posições das forças da frelimo com cerca de 1500-2000 homens no total. 
E julgamos serem muito perigosas as declarações proferidas sábado ultimo pelo senhor N'thumuke, ao dizer até que ao momento nenhum guerrilheiro da renamo já entregou armas. Afinal de contas, o Nyusi combinou com Dhlakama "desarmar" a renamo, ou retirar as suas tropas da região da Gorongosa? Que brincadeira é essa? Ou o N'thumuke fez essas declarações sob efeito de "Nipa" (bebida alcoólica tradicioinal)? A frelimo está a brincar com coisas muito sérias. 
O pior foi o que o homem do "terceiro tiro" Alberto Chipande disse no passado dia 25/6, que passamos a citar:
"A iniciativa de Dhlakama (de dar a trégua sem prazos) é muito louvável e já que é assim, então não há necessidade para se negociar porque já não vai haver mais a guerra". Francamente meus senhores, com este tipo de dementes como dirigentes, Moçambique está perdido. E vejam o alinhamento do discurso belicista e provocatório do Ntumuke e Chipande, ambos naturais de Mueda, tal como o Nyusi. 
Julgamos que as atitudes do Nyusi e seus sequazes e mentores, podem acabar com a paz que tanto almejamos a qualquer momento. A frelimo não pode esquecer se que esta a sair de uma grande derrota militar e que os milhares de militares seus que cercam Dhlakama em Gorongosa já não querem saber da guerra e vão desertar em massa logo que as escaramuças reiniciem. Estão cansados de morrer como ratos e serem enterrados como cães em valas comuns. Os chefes da frelimo que vivem 'numa wella' nas cidades já se esqueceram disso mas os jovens militares no terreno não. 
Se a frelimo pensa que pode continuar a brincar com a renamo e o povo nas negociações a confiar nos seus esquadrões de morte, está muito mal enganada. Se a frelimo pensa que está a ganhar tempo para baralhar o processo eleitoral, também está muito mal enganada. De qualquer forma, ninguém sabe quais são as reais intenções do Nyusi ao insistir em manter as tropas na Gorongosa, depois de garantir ao Dhlakama e ao povo moçambicano. Quer dizer, a paz que vivemos é fruto da bondade de Dhlakama mas o Nyusi está a pedir a guerra. O Nyusi quer fazer um jogo muito perigoso e vai se dar mal.
Porque o conflito ora em trégua foi iniciado pela frelimo, ao fazer uma gigantesca fraude eleitoral e, depois de descumprir o acordo havido em Fevereiro de 2015 em Maputo entre Dhlakama e Nyusi, atacou o candidato vencedor Afonso Dhlakama em emboscadas na província de Manica, tendo este se refugiado para a sede histórica do seu movimento situado no posto administrativo de Vunduzi, vulgo Satungira, distrito de Gorongosa. 
Dhlakama ainda fez uma última tentativa de diálogo na Beira mas a frelimo cercou a sua residência com tropas e blindados e só um milagre salvou o líder da renamo. Felizmente, a frelimo foi derrotada militarmente e Dhlakama já estava em posição para desencadear ofensivas militares em larga escala mas a frelimo pediu para a negociar e a trégua. É por que só podia ser Dhlakama a dar a trégua, porque foi a frelimo a provocar e levou boas porradas.
Portanto, o mais de um milhar de tropas da frelimo que cercam a serra da Gorongoza é justamente para matar ou capturar o lider da renamo isto porque a frelimo não quer negociar com o verdadeiro vencedor das eleições de 2014, a frelimo está assim a governar a força porque não ganhou as eleições. É isso que todos, incluindo a comunidade internacional, devem saber. A continuação do "cerco" a Dhlakama em Gorongosa é o sinal claro e inequívoco de que a qualquer momento os tiros vão voltar a soar em Moçambique. 
A frelimo mantém as suas tropas na Gorongosa porque tem medo do grande poder político de Afonso Dhlakama. A frelimo prefere a guerra porque quer evitar ser julgada pelos seus muitos crimes lesa-pátria. Atenção que o cerco à Gorongosa é apenas simbólico, porque se os rangers quisessem, até à vila da Gorongosa teria sido assaltada e ocupada. A frelimo não tem, nunca teve e nunca terá capacidade militar para enfrentar a renamo.
Unay Cambuma apela a frelimo a abraçar a paz e agarre a mão que está sendo estendida por Dhlakama. Dhlakama tem feito esforços desesperados para acalmar os seus membros e conter os seus cada vez mais impacientes militares que exigem reacções violentas. De nossas fontes fidedignas ligadas à ala militar da renamo, soubemos que a maioria dos comandos rangers pretende retaliar as provocações das forças da frelimo sem pedir autorização ao seu lider, porque Dhlakama sempre defende o diálogo como única solução viável para a resolução de problemas e que as armas são apenas para a defesa da vida. 
Na verdade, os militares da renamo estão agastados não só com as constantes violações e provocações da frelimo mas sobretudo com as lenga-lengas no diálogo e querem resolver as coisas por via armada. Resta nos saber até quando Dhlakama vai conseguir segurar os seus radicais.

Unay Cambuma
Mostrar mais reações
10 comentários
Comentários
Fernando Gil Onde andam os jornalistas deste país? É uma vergonha que nenhum se faça ao local e averigue "in loco".

Mostrar mais reações


1
22 min

Fato Albino Pessoal filipe Nhussi nao ě presidente ső naboca dele ě presidente no papel nao ě nada

Mostrar mais reações

Zina Ngorinenhi Thomas Nao vale pena levar apeito o k nyusi fala ,esse txoti nao tem poder no partido frelimo apena é uma figura do presidente.

Mostrar mais reações


1
3 h

Vasil Maite Silvestre A guerra poderá voltar A qualquer instante vejo canções de paz reativada nas TV

Mostrar mais reações


1
3 h

Maria Armando O Nyusi, nunca vai retirar soldados em volta de Gorongosa,muda de posições para adormecer o boi e para Inglês ver. Nós sabemos disso e por isso mais uma razão para o Presidente Dhlakama, compreender que a Frelimo anda a brincar com ele e com a Renamo, a melhor solução é prosseguir com os combates.

Mostrar mais reações

Ezequiel Simbarove Muito obrigado pela informação de não retirada das forças ch/ cambuma .estou muito sactisfeito . Sempre nas minhas opinioĕs . O satanas para perder o lugar santa no ceu houve guerra entre Micael ,o grande anjo do ceu com o seu grupo . O satanas foi derrotado tambem com o seu grupo. É isso k aconteceu no ceu . Vejamos num lugar santo foi preciso a guerre ! Que tal é aqui na terra ? O lugar cheio dos impios ?vamos imaginar isso com muito atensão ; A frelimo é atetica satanas so com a guerra da revolução afastar nos lugares é possivel . No dialogo esquece , tambem seria possivel o jesus a conveser o satanas pelo dialogo porque como jesus podia colocar o satanas na mesa de dialogo para convecer com as paravras . Mas tentou até disgotou palavras é por isso houve a guerra no ceu para afastar os impios no lugar santa. É afastar a ftelimo em moçambique com os seu recaios . Deixar o nosso pais santa . Presidente Dhlakama compre aquilo k podes comprir como pr . Depois dá ordem cremos afastar os gajos com a revolução militar näo tem nada ai

Mostrar mais reações

Zé Ft Jey Musica Kkkkkk sabem porque é k eles fazem isso?.... Os dirigentes moçambicanos são organizados mais k a própria população .logo eles estão unidos sabem o que fazem , enquanto cada um moçambicano fica num só cantinho lamentar enquanto eles fazem grupinhos de reuniões e lá falam de como dominar a população e veja hoje oqui a contesse somos alvos de a ceitar qualquer coisinha e despertamos muito tarde
Já foram retiradas todas as forças de defesa e segurança, ou seja, todas 8 posições que se encontravam nos arredores de Gorongosa. "Chafa kwako " (agora é sua vez)
Comentários
Huntelais Adelino Vinho A vez de Afondo Dlakama sair do lugar estratégico e seguro?
Buene Boaventura Paulo Até que ele confirme, só depois é que mandamos a factura, não é Sr. Doutor? Ele não me pareceu gago na última comunicação...

7
1/7 às 13:42
Nelson Junior Jura?...e as forcas invisiveis da seguranca e defesa?...essas sises, cims...tambem ja sairam?

7
1/7 às 13:42
Egidio Vaz Olha, lá está uma comissão conjunta para verificar.
Victor Chele Está a ficar apertada a cena para o velho........!
Nelson Junior Devemos dar parabens ao Nyusi de ter sabido lidar com o "ditador e omnipotente"Afonso...........Agora, ele ( o Nyusi) deve ter a humildade e a coragem de falar ao povo Mocambicano sobre o destino dos dinheiros de Atum...dinheiros esses destinados ao ministerio de defesa, porem a defesa nunca comprou o tal "armamento".....ele era o ministro de defesa...este povo merece mais respeito, mais honestidade e mais seriedade...o povo mocambicano eh bondoso e cheio de compaixao...pode perdoar ao Nyusi mas exige em saber a verdade.....

2
1/7 às 15:16
Egidio Vaz O facto de ter-se dito que o dinheiro era para defesa implica ele ter recebido de facto?
Nelson Junior Claro que nao!...mas eh possivel que haja malandrinhos..os tais espertinhos, que usaram o ministerio de defesa pra roubare tantissimo dinheiro...ate eh possivel que ele realmente tenha sido "aldrabado" pelos esses espertinhos...ninguem e ninguem diz que o Nyusi roubou dinheiroes mas ele eh o presidente..tem o poder de"vasculhar" tudo....a mafia internacional em conjunto com certos corruptos mocambicanos "dribilaram" o estado mocambicano...ja nao soubemos estupidos como eles pensam...houve jogadas sujas mafiosas

1
1/7 às 15:25
Nelson Junior Carissimo Egidio, nao eh necessario ser um especialista em "international affairs", mas essa uniao de empresas libanesas, francesas com bancos russos e suicos cheira muito muito muito mal, pois nao eh novidade de que os russos e os suicos sao professores em roubalheiras internacionais...a gente sabe
Nelson Junior ps!...nao esquecer que esses libaneses tem o "PhD"...em mafia internacional...sabe-se que estiveram envolvidos na morte do velho Kabila...sabe- se de que os franceses tem o habito de fazer business com "praticas" sujas...sabe-se de que os suicos sao os patroes de lavagem de dinheiros roubados...
Nelson Badaga Vamos admitir que eles queriam que o kota Djaka senta-se no ramo seco.
Gabriel Nori Francisco Será que ele consegue viver fora da Gorongosa

1
1/7 às 14:05
Carlos De Sousa Tivir Se a comissão conjunta que está a verificar se a retirada realmente efetovou-se ainda não veio confirmar esse facto, o que lhe faz ter tanta certeza?

2
1/7 às 14:05
Egidio Vaz Isto é demais. Quem está a dizer é uma voz autorizada. Escute a Rádio, ele a falar

5
1/7 às 14:07
Alfredo Raul Aié? Ainda estavam lá?
Lombe Lombe Altamente!
Cheu Domingos Afinal foi antes? Aquele discurso do dia 25 de Junho era mentira?

1
1/7 às 14:15
Adriano Amone Muxanga Que fale alguém da comissão que está no terreno

1
1/7 às 14:24
Gilberto Jonathan Chirindza Internautas estejamos calmos... se isso aconteceu é muito bom, mas que fiquemos a espera que o líder da Renamo confirme.. agora a saída dele da Gorongosa aguardemos pela dinâmica do grupo k está a lidar com assuntos militares... como sabeis já sofreu várias tentativas de assassinato então deve haver vários itens a considerar para sua segurança

9
1/7 às 14:29
Tomo Valeriano Valeu o grito do RIDER...Que venham outras fases deste processo. PAZ EFECTIVA, PRECISA-SE.
Manuel Maleve Afinal não foram retirados até no dia 26 do mês passado? 
Vale ser tarde que nunca.
Agora vamos esperar pela confirmação do líder. 

Quanto a saída do líder , vamos esperar pelo desenrolar do trabalho da comissão criadada.
Vamos com calma para evitar os erros do passado. Quermos uma paz duradoura e não aquela em assina-se a correr.
Bem haja os ambos

1
1/7 às 14:40Editado
Egidio Vaz O líder vai sair a rua para ver se estão lá deverá esperar pelos seus emissários?
Manuel Maleve Nao consigo responder Ilustre. 
Mas deve se cautelar a sua saída para evitar situações que justifiquem o seu regresso para a toca.

5
1/7 às 14:57
Lit Safrao O ser humano é um animal muito perigoso dai a necessidade de muita cautela no processo das negociações para se evitar o erro do passado e não obstante enquanto não haver uma garantia genuíno de trabalhar juntos Frelimo e a Renamo para o desenvolvimento desse País que implicaria na partilha e tolerância política a Paz sempre será uma miragem!
Sidonio Bras Que se construa o seu Palácio lá. Não há necessidade de ele sair de lá. ..

6
1/7 às 14:47
Adriana Dos Santos Homem sem vergonha.
Que nojo!!!
Fernando Muloiua Mas também se o líder quiser pode continuar a morar lá nem? Cada um é livre de viver onde bem lhe apetecer e onde se sente bem.

9
1/7 às 14:49
Sérgio Fernando As evidencias do SISTEMA... Ja nao confio nos dirigentes deste pais. Nao ha seriedade. Faltam escrúpulos. E outros aspectos maliciosos, cuja intenção eh de obter lucros a partir do sofrimento de outros seres humanos.

3
1/7 às 15:03
Salvador Traquino Boa notícia essa mano Egidio Vaz. Moçambique está de volta.
Nelson Junior Iremos ter coragem e admitir que nenhum Mocambique esta de volta?.....percebo que seja um "slogan" pra levantar a moral dos pobres e dos miseraveis, mas Mocambique na esta de volta, pois pra se-lo seria necessario ver a taxa de desemprego a descer, a taxa dos juros tambem a descer e acima de tudo que Mocambique tivesse uma taxa muito muito pequena de inflacao....e isto nao acontece: esta tudo estagnado.....ja fomos enganados pelo Samora, afirmando ele que viviamos numa republica popular...mas na realidade viviamos numa autentica ditadura......
Jose Waite Tantas propostas ou pretensoes dele sair de la onde esta porque? Afinal Mocambique e vasto e pode-se viver onde alguem se sentir a vontade. Eu particularmente nao vejo necessidades!

3
1/7 às 15:35
Antonio Romao Cossa Eu nao concordo. Ele sempre deu ordens às forças de defesa pra se retirarem mas eles nunca aceitaram sair de la. Vou acreditar no dia k Dlhakama irà confirmar isso. Pouco acredito no presidente

5
1/7 às 15:55
Osvaldo Mainde Kkkkkkkkkkkkkk
Andre Mahanzule Selvagem é selvagem se boiar ainda carrega o selva consigo para outra parte da pérola. Viva a Paz.
Zé Joel Saudações
Ematum Falido Afinal qual é a preocupação dele sair? O terreno k ele ocupa não está fora do mapa geográfico de Moz

1
1/7 às 16:40
Leonel F. Matlombe Um mocambicano é livre de viver onde lhe convem. Contudo, nao é aceitavel que viva numa base militar.
Edson Nhanombe Moçambicano tem cabeça dura. Só acredita vendo. Os que não acreditam podem ir confirmar in loco.

1
1/7 às 17:11
Celio Conjo Há informação de q ja foram retiradas as forças de defesa e segurança. nisso não certeza.
Francisco Pacheco Chigogoro Nao confio e nem acredito no que o ministro da defesa disse.

1
1/7 às 18:50
Ricardino Jorge Ricardo Agora está cada vez mais difícil, ninguém acredita em ninguém, tudo por falsidades que nos habituaram todos os dias.

3
1/7 às 19:06
Edio Matola O que me espanta nesta publicação, é me aperceber da facilidade com que as pessoas são facilmente manipulaveis e induzidas a uma direcção! Egidio Vaz, qual é a relação directa entre a retirada as FDS das 8 posições, e a saida do Dlakama ou seja la o que for que sujira que ele faça? Podia escrever um texto muito longo, mas prefiro parar por aqui!
Cardoso Henriques Folsa emformacao.o povo quer paz por favor na faça piadas
Lit Safrao O Estado moçambicano já nos provou várias vezes com dito e não dito dai a necessidade da Renamo se preparar para vários cenário porque a história tem nos mostrado que a Frelimo não está preparado para uma convivência razoável com a oposição!
Lit Safrao Porque a paz não depende da retirada ou não das forças de segurança algures de Moçambique mas sim de um reconhecimento mútuo de trabalhar juntos Frelimo e Renamo em todas esfera Política, económica e social.
Marques Jose Marques Respeito e confio no nosso PR.
Benjamim Muaprato Com todo respeito, antes de publicar, devia fazer o cruzamento das informacoes. Posso acreditar que nao tem nenhum familiar/conhecido nesses arredores...
4 h ta mal isso
NÓS OS INTERNAUTAS AVIZAMOS AO LIDER DA RENAMO SOBRE HIPOCRISIA DOS RADICAIS DA ALA FRELIMISTA!!!
Ora viva caros respeitados amigos moçambicanos e de moçambique!
Não passa muito tempo quando advertimos a ala militar da resistência nacional moçambicana, de nunca depor as armas ou então nunca estarem desprecavidos porque afinal é um simples truque dos sanguinários do povo, eis que não tardou o resultado lêa antentamente as palavras de Ntumuke ministro atual da defesa nacional.
"parar com a guerra não foi a nossa intenção( da frelimo) foi a iniciativa unilateral dele (Dhlakama), nós ainda estavamos e estamos com vontade e disposição de lutar, lutar e lutar, Então ele não venha aqui a reclamar sobre nossas posições que estou em pontos estrátegicos e inrremoviveis como a de mazembe e outros pontos intocaveis"
Foram as palavras agressivas e de guerra contra a boa fé de Afonso Dhlakama.
Por :Afonso Chicuare
Comentários
Zina Ngorinenhi Thomas Nao faltaram apêlos para os resistentes si precaverem .
1
1 h
Lucas Guejwe Forssa irmaos libertando opovo
1 h
Ampanga Chombo É isso mesmo mano não da FRELIMO mas da RENAMO que ja tinha rendido pelos os seus membros e simpatizantes que tam acabar eu senpre falo armas até no Maputo dhlakama fora da liderança na renamo temos os grandes comandos actvo
59 min
Kuwuka Ka Kokwe Nhachengo Não a di que só podemos voltar para o mato isso foi uma ofença
26 min
Carvalho Junior Havemos d oq irá acontecer.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.