quinta-feira, 15 de junho de 2017

FRUSTRADA A POLITICA DA PISCICULTURA

FRUSTRADA A POLITICA DA PISCICULTURA
Informacoes do MAD indicam que as estrategias da criacao de peixe em cativeiros, esta cada vez mais ficando moribunda devido a varios factores.
E de acordo com a fonte, aqui a dor de cabeca para os criadores reside em dois:
1-- Nao ha sustentabilidade nessas iniciativas economicas. Ou seja o governo simplesmente incentiva a pratica mas nao traca os planos B ou C para superar certas dificuldades advindas da actividade.
Todos desafios sao empurrados e largados para o criador numa altura em que a actividade e tao sencivel, dispendiosa e invulgar, no caso do nosso pais.
2-- Ha muitas "quebras" de lucros, ou a piscicultura nao e uma actividade rentavel, que para alem do factor acima explanado, o roubo noctirno dos peixes tem sido o maior entrave na actividade.
Como sabeis, as grandes represas, tanques de criacao devem ficar isoladas em locais pantanosos e sem iluminacao ou guarnicao, entao os amigos do alheio tanto locais como longincuos se fazem as piscinas e com suas redes recolhem todos peixes no silencio da noite, deixando transtornos ao criador/investidor.
Chegado a hora de pesca oficial para o comercio, as redes lancadas entretanto tanques sao vasculhadas ja vazios. Etc.
Alguns tentaram contratar guardas, mas sem sucessos, pelo facto de que torna impossivel notar de imediato o roubo de peixe vivo em pisciculturas e sem instalacao de um satelite para computar o numero. Pois no fim e chegado o tempo da colheita e sendo fraca tambem podiam alegar da baixa reproducao e sem necessariamente acusar o guarda, mesmo sendo conivente no roubo. 
Mas, uma fonte da escola de pesca na Matola, garantiu que em muitos tanques e areas de criacao nao existem guardas para efeito. E acrescentou que aliado a estes roubos esta a pobreza absoluta e baixas rendas familiares, pois se o nivel de vida social estivesse standariizado, estas e outras actividades prosperariam porque ninguem oucaria em roubar algo.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.