sexta-feira, 23 de junho de 2017

Zandamela lançou o alerta vermelho sobre os bancos pequenos


Zandamela diz que os pequenos bancos estão com problemas de liquidez e faz soar o alerta no mercado
Governador do Banco de Moçambique disse que os pequenos bancos estão com problemas de liquidez, fazendo soar o alerta no mercado. Isto pode conduzir à corrida aos depósitos, tal como ocorreu no princípio do ano
Riscos de uso do Fundo de Pensões
O governador do Banco de Moçambique disse que o fundo de pensões gerido pela Kuhanha é pujante e que a operação foi montada para nada falhar. Rogério Zandamela vê um risco modesto no negócio e vinca que foi a melhor opção, face à iminência do descalabro do sistema financeiro.
O que falta explicar?
O governador do Banco de Moçambique deu a entender que o buraco no banco é grande, o que torna qualquer investimento arriscado ou pelo menos com um período de recuperação de longo prazo. Isso levanta dúvidas sobre a viabilidade de um fundo de pensões investir, uma vez que as políticas de investimento para tais fundos são muito cautelosas. A questão é: o Banco de Moçambique observou as limitações impostas pelo Regulamento de Gestão de Fundo de Pensões? Se sim, quais foram os rácios entre o valor investido no Moza Banco e o valor total do fundo de pensões?

Bancos pequenos sem liquidez
Na conferência de imprensa de segunda-feira, o governador do Banco de Moçambique disse que os pequenos bancos comerciais enfrentam problemas de liquidez e que os maiores estão a operar com normalidade.  
Que leitura a este pronunciamento?
Ao fazer estas afirmações, Rogério Zandamela dividiu o sector em bancos grandes e estáveis e bancos pequenos com dificuldades de liquidez. E foi mesmo ao ponto de citar nomes de bancos.
Num ambiente de concorrência, a autoridade monetária pode ter influenciado o mercado com adjectivos negativos, criando o risco de uma corrida dos depositantes. Lembre-se que um cenário igual ocorreu este ano, quando após a liquidação do Nosso Banco e intervenção no Moza Banco, o regulador disse que vários bancos enfrentavam problemas de liquidez. Houve uma corrida aos depósitos, suportada pela injecção de emergência de capital pelos pequenos bancos.

Falta de instrumentos
Rogério Zandamela disse que não tinha os instrumentos necessários para intervencionar o Moza Banco e que os accionistas têm mais poder que o regulador, quando a opção é a recapitalização dos bancos. Já há alguns meses, o governador afirmou que o Banco de Moçambique está atrasado mais de 20 anos.   
Que leitura a este pronunciamento?
Falou dos problemas do sector e que encontrou a casa muito desorganizada, sem explicar ou referir o sentido de mudanças que pretende implementar. Era de esperar mudanças profundas na gestão, para fazer face à tanta desorganização. O governador do Banco de Moçambique ainda não apresentou propostas de mudança de legislação e de reformas internas necessárias para elaborar os instrumentos de actuação necessários na gestão prudencial da banca.

O País
1 h · 
Zandamela diz que os pequenos bancos estão com problemas de liquidez e faz soar o alerta no mercado.
Os temas que fazem a actualidade Moçambicana e Internacional em várias áreas de interesse. Os destaques do dia.
OPAIS.SAPO.MZ
Comentários
Matin Sabin
Matin Sabin Começo a pensar que recebeu telefonema de Nyusi a dizer: 
1. Nyusi.....kriiiiiii.....kriiii"Zanda, tazai? 
2. Zandamela: "Estou na linha chefe, pode falar.
1. Nyusi: O que achaste da minha fala - Moçambique esta de volta?
2. Zandamela: Foi excelente colocação, meu chefe.
1. Nyusi: Entao, diga também que a crise ja passou".
3: Telefone de Zandamela: Tuuu, tuuuu, tuuu... a linha caiu.

Agora lhe veio a lucidez, afinal a crise nao passou nem Moçambique esta de volta. :)
GostoMostrar mais reações
 · Responder · 4 min
Júlio Tavares Alfredo
Júlio Tavares Alfredo Mas então...A CRISE ACABOU OU NÃO ACABOU?Hum,isto já me cheira a esturro.Não tarda,todo mundo estará como Cliente do Moza e Único.Parece me que o Sr. Zandamela vai fazer dois papeis,um de Juíz e outro de...Bandido,pois,pode estar a fazer bluff para os incautos fecharem as suas contas nesses bancos e passarem se para os Bancos do KUHANHA!
GostoMostrar mais reações
 · Responder · 
2
 · 1 h
Jose Banze
Jose Banze Afinal a crise acabou ou não acabou? Zandamela já entrou no discurso da Frelimo...
GostoMostrar mais reações
 · Responder · 1 h
Chamane Calide
Chamane Calide Muito arrogante este Governador. Trata-nos com desprezo.
GostoMostrar mais reações
 · Responder · 28 min
Gilead Joy Angulete
Gilead Joy Angulete Zandamela, mostrando W.
GostoMostrar mais reações
 · Responder · 12 min
Genito Francisco Auonauaia
Genito Francisco Auonauaia Como assim se a crise já acabou
GostoMostrar mais reações
 · Responder · 1 h
Domingos Jemu
Domingos Jemu AFINAL A CRISE ACABOU OU ERA PARA APARECER E CHAMAR AUDIENCIA.
GostoMostrar mais reações
 · Responder · 38 min

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.