quarta-feira, 28 de junho de 2017

Ataque lançado a partir de helicóptero contra Supremo Tribunal

Venezuela. 

Um helicóptero disparou e lançou explosivos contra a sede do Supremo Tribunal venezuelano quando Maduro falava aos jornalistas. Maduro diz que capturou os que "realizaram este ataque terrorista".
Alguns relatos indicaram que o helicóptero, de cor azul, transportava um 'banner' antigovernamental
MIGUEL GUTIERREZ/EPA
Autor
  • Agência Lusa
Um helicóptero disparou e lançou, na terça-feira, explosivos contra a sede do Supremo Tribunal venezuelano, em Caracas, numa ação que o Presidente da Venezuela considerou ser um “ataque terrorista”.
Ativei todas as forças armadas para defender a ordem. Capturámos rapidamente o helicóptero e aqueles que realizaram este ataque terrorista”, declarou Nicolas Maduro.
O incidente ocorreu quando Maduro falava aos jornalistas, reunidos no palácio presidencial de Miraflores, numa cerimónia transmitida em direto pela televisão estatal.
O Presidente venezuelano afirmou que foi aberto fogo contra o tribunal a partir de um helicóptero, tendo sido lançada pelo menos uma granada, que não explodiu. Um jornalista da agência de notícias norte-americana Associated Press (AP) disse ter ouvido tiros, enquanto um helicóptero sobrevoava o centro da capital, mas não conseguiu confirmar a proveniência dos disparos.
Alguns relatos indicaram que o helicóptero, de cor azul, transportava um ‘banner’ antigovernamental e era alegadamente pilotado por um polícia que se autodeclarou em rebelião, num vídeo publicado nas redes sociais.
A agência noticiosa espanhola Efe disse tratar-se de um inspetor da polícia científica, que identificou como Oscar Perez.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.