segunda-feira, 26 de junho de 2017

Queda de preço de material de construção alivia sector da habitação


Crise no mercado imobiliário influencia queda de preços de material de construção
Foi um desaperto de contas para quem parou a sua obra por causa do subida do preço de material de construção. Já lá se vai um ano que Felisberto Cossa parou de investir no sonho de casa própria. Quando em 2016 a moeda nacional sofreu uma desvalorização face ao dólar, que chegou a custar 80 meticais, o senhor Felisberto viu-se obrigado a parar a sua obra.
Um ano depois, quando a conjuntura económica do país começa a mostrar mudanças, o metical começa a ganhar robustez no mercado, a esperança de continuar a obra parece estar viva, embora Felisberto Cossa ainda sinta um aperto nas contas.
"Eu parei a obra em 2016, porque as coisas não estavam fáceis. Os materiais de construção estavam muito caros. Já este ano, com a queda dos preços pretendo continuar a obra, mas gostaria que baixassem um pouco mais",  disse.
Os preços de material de construção reduziram ligeiramente nos últimos dois meses. Materiais como chapas de zinco, varrões e cimento registaram uma redução dos preços na cidade de Maputo. O cimento de construção é o produto que mais aliviou o poder compra, pois em 2016 o saco de 50 quilogramas de cimento nacional chegou a custar 450 meticais, facto que fez com que maior parte das pessoas parasse as suas obras. Actualmente, já é possível comprar cimento a partir de 330 meticais. Os preços variam de 330 a 390 meticais.
Proprietários de ferragens e estaleiros na cidade de Maputo já se ressentem da adesão de clientes devido a queda dos preços.
"Os preços estão a baixar, olhando principalmente para o cimento e o ferro, que são muito procurados. Os clientes já começam a voltar", disse Dionísio Chirindza, proprietário de ferragem.
Na verdade, não são só os preços de material de construção que estão a baixar. Os produtos alimentares no Mercado Grossista do Zimpeto também estão a registar uma queda de preços.
Crise no mercado imobiliário influenciou queda de preços
O economista e professor universitário Faizal Karsane diz que a crescente valorização do metical e a crise no mercado imobiliário são os factores que estão a ditar a descida dos preços dos materiais de construção.
A queda na taxa de câmbio verificada nos finais do ano passado teve um um grande impacto para a economia nacional, sobretudo no sector da construção. "Se compramos esses materiais de construção em função da variação cambial é óbvio que se a taxa de de câmbio cai ligeiramente nos últimos seis meses, o custo das importações diminui", afirma.
O académico refere que a crise no mercado imobiliário constitui um factor para a queda de preços, impulsionada pela fraca compra de imóveis nos últimos dois anos. O ritmo de construção que o país registou nos anos passados sofreu devido a desvalorização do metical face ao dólar.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.