sexta-feira, 23 de junho de 2017

Morreu antigo presidente do Botswana


Antigo presidente do Botswana morreu aos 91 anos
O antigo presidente do Botswana, Ketumile Masire, segundo chefe de Estado do país após a independência e mediador em vários conflitos no continente africano, como Moçambique, morreu aos 91 anos, indicou hoje fonte oficial, citada pela Lusa.
"Morreu na clínica Bokamoso (nordeste de Gaborone), rodeado pela família, às 22:10 de quinta-feira. Agradecemos a todos pelas orações e mensagens de apoio neste momento difícil", indicou Fraser Tlhoiwe, secretária pessoal do antigo presidente, num comunicado.
Masire fora hospitalizado na quarta-feira para uma intervenção cirúrgica, desconhecendo-se mais pormenores, após o que ficou internado nos cuidados intensivos.
Ketumile Masire foi eleito para a presidência do Botswana em 1980, após a morte do "pai" da independência do país, Seretse Khama, e foi sucessivamente reeleito, até que, em 1998.
Os anos da sua presidência foram marcados por um período particularmente forte de crescimento económico, sendo considerado como um dos principais arquitetos da estabilidade que o país sempre viveu.
Masire desempenhou um papel de pacificador na região, ao envolver-se nas negociações de paz em Moçambique entre o exército moçambicano e a Renamo, que culminaram, em 1992, com o fim de 16 anos de guerra civil.
Após abandonar a presidência do Botswana, envolveu-se também na resolução de várias crises políticas, como no Quénia e Lesoto.
Ketumile Masire presidiu ainda ao painel de "personalidades eminentes" encarregado de investigar as circunstâncias que rodearam o genocídio no Ruanda, em 1994.
Botswana é governado desde a independência, em 1966, pelo Partido Democrático (BDP, na sigla inglesa), força política que foi liderada por Masire.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.