sexta-feira, 23 de junho de 2017

Nyusi acredita novos embaixadores


Irão pretende reabrir sua embaixada, em Moçambique, encerrada há mais de duas décadas
O Presidente da República, Filipe Nyusi, acreditou, hoje, cinco novos embaixadores para representar as diplomacias do Irão, Japão, Tanzânia, Tunísia e Sri Lanka em Moçambique.
Dos embaixadores acreditados, o destaque vai para o Irão, que perspectiva a reabertura da sua embaixada, encerrada há mais de duas décadas.
Os novos embaixadores do Japão e da Tanzânia, velhos parceiros políticos e económicos de Moçambique, foram os primeiros a ser acreditados. Toshio Ikeda e Rajab Omar chegam com a missão de reforçar uma parceria bem consolidada.
Para abrir uma nova etapa de cooperação bilateral, Filipe Nyusi, acreditou Narjes Dridi, como embaixador da Tunísia, Mohsen Ghomi, Weerawardena Dharmasena, do Irão, como o Alto-comissário do Sri Lanka.
No caso do Irão, país sob sanções da ONU (por desrespeito aos acordos nucleares), em rota de colisão com parceiros ocidentais de Moçambique, e que pretende reabrir a sua embaixada em Maputo, Oldemiro Balói diz que o país sabe separar os processos.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.