domingo, 18 de junho de 2017

Demitiram-se seis especialistas que aconselhavam Trump sobre luta contra a Sida


Seis membros de uma comissão oficialmente encarregada de aconselhar o Presidente norte-americano sobre a luta contra a sida apresentaram a demissão devido ao "desinteresse" de Donald Trump na questão.
Olivier Douliery / POOL/EPA
Seis membros de uma comissão oficialmente encarregada de aconselhar o Presidente norte-americano sobre a luta contra a Sida anunciaram ter apresentado a demissão devido ao “desinteresse” de Donald Trump na questão.
Os seis especialistas — Scott Schoettes, Lucy Bradley-Springer, Gina Brown, Ulysses Burley, Michelle Ogle e Grissel Granados — afirmam, numa carta publicada na revista Newsweek, que o Governo de Trump “não tem estratégia de luta contra a atual epidemia de HIV/Sida”.
Segundo os signatários da carta, o executivo não solicita “qualquer informação” sobre o assunto junto dos elementos da comissão consultiva, cuja designação em inglês é Presidential Advisory Council on HIV/Aids e que pode contar com até 25 membros.
“O que é ainda mais preocupante — prosseguem — é que o Governo defende leis que vão prejudicar as pessoas infetadas com HIV e interromper ou fazer retroceder avanços importantes alcançados na luta contra a doença”.
“Não podemos ignorar os muitos sinais enviados pelo Governo de Trump que evidenciam que ele não leva a sério a atual epidemia e as necessidades das pessoas infetadas com o HIV”, acrescentaram.
Só 40% das pessoas que vivem com HIV nos Estados Unidos têm acesso a tratamentos indispensáveis para a sua sobrevivência, recordam os seis especialistas.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.