domingo, 14 de maio de 2017

Partido de Angela Merkel consolida favoritismo para legislativas em eleições regionais


1
A União Democrata Cristã (CDU) consolidou o favoritismo para as legislativas de setembro, ao obter 34,5% dos votos nas eleições regionais na Renânia do Norte-Vestefália, segundo projeções.
CLEMENS BILAN/EPA
Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre
A União Democrata Cristã (CDU), partido no poder na Alemanha, consolidou hoje o favoritismo para as legislativas de setembro, ao obter 34,5% dos votos nas eleições regionais na Renânia do Norte-Vestefália, segundo projeções.
O partido presidido pela chanceler alemã, Angela Merkel, venceu por mais quatro pontos percentuais o Partido Social-Democrata (SPD), que regista o pior resultado da sua história na região da Renânia do Norte-Vestefália, de acordo com projeções divulgadas pelas estações públicas de televisão ARD e ZDF às 16:30 TMG (17:30 em Lisboa).
Mais de 13 milhões de alemães foram hoje chamados a votar na Renânia do Norte-Vestefália, a região mais populosa da Alemanha e ‘bastião’ do SPD, para eleger o novo parlamento local.
A confirmar-se a derrota do SPD na Renânia do Norte-Vestefália, será a terceira para o partido, em 2017, depois das obtidas nas regiões de Sarre e Schleswig-Holstein.
O presidente do SPD e ex-presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, que se distanciou de Angela Merkel nas sondagens, necessita de um êxito eleitoral pera relançar a sua campanha para as legislativas de 24 de setembro.
Ao votar na cidade de Würselen, Schulz admitiu que o resultado das eleições regionais de hoje terá impacto nas suas hipóteses de impedir Angela Merkel, no poder desde 2005, de conseguir um quarto mandato.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.