terça-feira, 20 de junho de 2017

Governo proíbe importação de produtos não fortificados


MIC proíbe, também, a entrada de embalagens para estes produtos que não apresentem o selo de fortificação
O Ministério da Indústria e Comércio interditou a importação de produtos não fortificados. a informação foi revelada, ontem, pela inspectora-geral da INAE, durante o briefing quinzenal da instituição. Os produtos que devem apresentar o selo de fortificação são a farinha de trigo, milho, óleo alimentar, sal e açúcar.
O MIC proibiu, também, a entrada de embalagens para estes produtos que não apresentem o selo de fortificação. O ministério irá permitir que os comerciantes vendam o produto que está no armazém. Depois do seu término, eles serão obrigados a comprar os produtos recomendados.
“O que está no mercado nacional continuará a ser vendido, até que o stock acabe. As indústrias já receberam o premix, estão já a fortificar os produtos, mas eles têm embalagens que não apresentam o símbolo de fortificação. A INAE e os parceiros estão a fazer o levantamento de todas as indústrias, de modo a verificar as quantidades dos produtos existentes, para que seja adquirido o logotipo de fortificação”, explicou a inspectora-geral.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.