terça-feira, 20 de junho de 2017

Detidos 3 membros de grupo muçulmano que promove desinformação em Cabo Delgado


A Polícia da República de Moçambique (PRM), em Cabo Delgado, deteve três indivíduos nacionais acusados de pertencerem a um grupo de muçulmanos que, alegadamente, promove desinformação sobre várias questões sociais, na província.
O Conselho Islâmico de Moçambique já se distanciou destas acções.
Segundo a Polícia, os três cidadãos, membros da seita religiosa Al Shabab, foram detidos semana passada no posto administrativo de Mucojo, distrito de Macomia.
 “Estes três cidadãos, vêm criando uma desinformação, apelando a população que não tenha consideração com a existência do Governo, apelando ao desrespeito às autoridades, a não aderência às escolas e ao uso de objectos contundentes de auto-protecção, como facas e outros instrumentos”- referiu a fonte da PRM.
Entretanto, o Conselho Islâmico de Moçambique, na voz do Sheik Mzé Anssuat, já  reagiu à detenção e às acções de Al Shabab em Macomia.
“Este grupo, não passa de movimento político que esteja a reivindicar perante o Governo, usando uma certa via para poder ganhar a comunidade, como se fossem princípios islâmicos quando na realidade não são.
Esta é a segunda detenção de supostos cabecilhas da seita religiosa Al Shabab, sendo que a primeira, ocorreu no mês passado no distrito de Quissanga.
RM/Cabo Delgado – 20.06.2017

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.