domingo, 4 de junho de 2017

A UNITA, finalmente demonstra que pode formar governo pela primeira vez - Orlando Fonseca


Orlando - A UNITA, finalmente demonstra aos Angolanos/Africa e ao mundo, que pode formar governo pela primeira vez, depois de Agosto em Angola,40 anos depois da Independência do pais do Sudoeste de Africa
Fonte: Club-k.net
A sobrevivência, do movimento Popular de libertação de Angola (MPLA),da UNITA,CASA CE,PRS,Bloco Democrático,FNLA,PDP ANA, e de todas as forças vivas em Angola,representa a condição Sine Quanon,para a manutenção do presente embrião da democracia existente em Angola,que certamente nos conduzira ao verdadeiro/necessário exercício democrático no nosso pais,ao mesmo tempo transformar Angola um pais civilizado, onde as cores partidárias nunca mais sejam uma das principais causas, para "morreremos de graça" na nossa própria terra.

Para o efeito,o ensaio, que vimos ontem em Angola, daquilo que serão uma serie de manifestações, marcadamente pacificas, a realizar em todas as cidades da nossa terra,convocadas pela principal força politica da oposição, a União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA),manifestações essas, que so seriam suprimidas, sempre e quando a comissão nacional eleitoral de Angola, CNE,regresse a razão, como sendo um verdadeiro orgão marcadamente independente/parcial, para conduzir o processo eleitoral em Angola.

Na verdade,como Deus tem um plano para Angola, e como consequencia o Criador, tem escutado as nossas diárias orações pelo nosso pais e pelos seus lideres,eis que a nossa policia Nacional em Angola,finalmente começa a colaborar,de maneira cívica,tendo as autoridades Angolanas, agora eventualmente entendido a voz de Deus/povo,com vista a evitar os fantasmas da Líbia,Tunisia,Costa do Marfim,Irak,Síria e outras partes do terceiro mundo, onde as tiranias foram suprimidas de maneira marcadamente violenta.

Para todos os efeitos,não e demais reconhecermos aqui, que os lideres Angolanos, de todos os partidos politicos,incluindo os do MPLA,começam a reconhecer finalmente, que o nosso caso em Angola,sempre e quando nos atermos as leis já existentes, na constituição Angolana, particularmente no que tange a parcialidade dos processos eleitorais em Angola, a partir de agora,na verdade não haverá mais razão alguma, para que os Angolanos,continuemos morrer na nossa própria terra, como se fossemos autenticos selvagens, por causa da politica.

Tendo em conta, que seja quem for quem vier ganhar as eleições em Angola,presentemente a nossa terra, já não teria mais condições , para o nascimento de outra ditadura,do tipo da família dos Santos.

Porque,na verdade nem os Angolanos/Africa e, muito menos os países civilizados com os seus interesses em Angola,particularmente os EUA/União Europeia,entre outros, pessoalmente gostaria de acreditar, que já não admitiriam mais, outra ditadura de animo leve na "Pérola da Africa Sub-Sariana"Angola.

Por isso,aqueles como a CASA CE,FNLA,e PRS que desavisada/inocente,ou infantilmente, procuraram sabotar estas manifestações pacificas,marcadamente do interesse nacional Angolano,incluindo do próprio MPLA,a muito sequestrado particularmente pela Isabel dos Santos,que agora começa a (ficar com todas as riquezas de Angola),incluindo a Sonangol,quando a filha de Santos,parece ser muito pior que seu pai JES, porem, essa seria matéria que prometo deixar para outro artigo.

Contudo,Abel Chivukuvuku,Lucas M,bengui N,gonga,ou novo o líder do PRS,podem haver hipotecado gravemente, o seu futuro politico em Angola, sempre e quando,estes(lideres da oposição a Santos),não estejam a tempo de corrigir o seu estúpido/ brutal erro, de implicitamente apoiarem aqueles, que costumam ter o habito, de comprar relógios de pulso, por (apenas 500 mil Euros),ao mesmo tempo, que os filhos de JES, se zombam dos pobres, que nascem com fome em Angola, logo morrem como fome,ou sucumbem nos hospitais Angolanos,por falta de quase tudo,ou daqueles que no Sul de Angola, morrem com seca etc etc.

Na verdade o presente (absentismo por doença),que conduziu o brutal debilitar do ditador, Jose Eduardo dos Santos (JES),de cujo o paradeiro os Angolanos desconhecem,tendo em conta que Santos, ainda não foi visto de forma clara,publica/oficialmente,a caminhar com seu próprio pé,quando sua eventual(aparição), hoje se resume em algumas imagens, vistas na TV detida pelos filhos de JES, que se confundem com puras imagens antigas,incluindo outras inventadas/falsas,(que visam apenas fazer pressão para que Santos venha a publico),imagens essas, que simulam a sua eventual morte, que temos recebido particularmente do facebook,Wat Sap,Viber, etc etc.

Tal absentismo de Santos,na minha opinião ajudou e muito, para a presente contenção das autoridades Angolanas,em continuarem agir com violência contra pacíficos manifestantes,tal como no passado recente, particularmente por parte da soldadesca do ministério do interior, tendo os serviços secretos Angolanos,agora percebido que Santos,finalmente pertence ao passado.

Este comportamento cívico, da Policia Angolana,que os Angolanos e o mundo inteiro observamos ontem, antes e durante, estas primeiras manifestações pacificas, com centenas de milhares de Angolanos presentes nas ruas, das cidades da nossa terra, tal comportamento cívico da policia,demonstra que so JES, tem sido o principal factor da divisão mortes,corrupção endémica, suspeitas de financiamento ao terrorismo interno/internacional,gritante,ausência do espírito liderança,prostituição,ou em ultima instancia o verdadeiro" chefe do poder executivo culpado", do actual hecatombe Angolano.
Razão pela qual Angola, pode agora iniciar, o terminar desta eterna/penosa transição, de maneira marcadamente ordeira/ pacifica, rumo a criação da eventual futura vanguarda da democracia, ou emergente potencia regional, agora adormecida, no continente negro,que se chama Angola.
Para todos os efeitos, temos que elogiar/parabenizar o ministério do interior da Republica de Angola,ao mesmo tempo que pedimos as forças Armadas Angolanas (FAA) e todos os orgãos de defesa e segurança Angolanos,a partir de agora, que assumam as suas responsabilidades.

Que aqueles,como as FAA/Policia etc, que detém a armas legalmente em Angola, aprendam a colocar o interesse nacional, sempre acima dos interesses de qualquer partido politico em Angola, e, muito menos de quaisquer pessoas singulares da nossa terra, incluindo a família dos Santos.

Porque Angola e a nossa terra,Angola e os pais dos bons e dos maus, incluindo os MPLA,da UNITA,PRS,FNLA,Bloco Democrático,CASA CE,dos amigos de Angola e de todos aqueles, que olham para a nossa terra,como sendo seu segundo pais etc etc.

Por essa razão ,não e crime,ser-se do MPLA,da UNITA CASA CE,ou de qualquer outro partido politico,igreja, ou qualquer outra organização,sempre e quando permitida por leis Angolanas na nossa terra.

Angola, poder haver dado o seu primeiro passo, rumo a uma verdadeira reconciliação, entre todos os seus filhos e filhas,onde seja quem for que venha a ganhar as eleições futuras na nossa terra, nunca promova caça as bruxas,porque Angola e muito grande, onde todos cabemos e, para o efeito todos incluindo os do MPLA,devemos estar preparados, para recebermos o perdão dos outros, ou nos perdoarmos uns em relação aos outros.

Para o efeito,uma futura criação de eventual comissão de verdade e reconciliação nacional, que nunca seria um tribunal, para julgamento de quem quer que seja, se não um verdadeiro acto de oração para Deus,por Angola e seus filhos, poderia ser uma opção a seguir na nossa terra, para o sanar das almas, de todos os seus filhos e filhas, com vista a se produzirem certidões de óbitos, a favor de todas as famílias que perderam os seus ente queridos, etc,durante os mais variados conflitos tidos em Angola, para que uma santa/eterna sepultura, seja dada para aqueles que caíram,porque me parece que so desta forma Angola sossegaria.

Para o efeito, o Bispo Anglicano, da Cidade do Cabo/Africa do Sul Desmont Tutu, que ainda esta vivo, poderia usar a sua vasta esperiencia reconciliatória, adquirida com o seu magnânimo acto, produzido pelo respeitado, finado homem, do perdão único do planeta, Nelson Mandela.
Feliz e aquela Nação de cujo Deus e o senhor
Que vivam as manifestações pacificas, para um processo de eleitoral justo para todos em Angola.
Que viva a Democracia nascente em Angola
Que Deus nos abençoe e guarde a nossa terra.

Por Orlando Fonseca
Activista/analista Politicos
Coral Springs/Sul da Florida
USA

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.