segunda-feira, 15 de maio de 2017

LAM e companhias moçambicanas saem da lista negra da UE


A LAM – Linhas Aéreas de Moçambique e todas as companhias aéreas registadas e com Certificado de Operador Aéreo (COA) de Moçambique foram retiradas da lista negra da União Europeia.
A decisão foi tomada na última reunião da Comissão de Segurança Aérea da União Europeia (ASC) realizada em Bruxelas, entre os passados dias 25 e 27 de abril passado, e agora sancionada pela União Europeia.
As medidas tomadas entrarão em vigor logo que a nova lista seja publicada no Jornal Oficial das Comunidades Europeias, o que deve estar a acontecer por estes dias.
A integração de uma companhia aérea ou das companhias de um determinado país na lista negra da União Europeia significa a não permissão de sobrevoo ou de pouso em qualquer parte do território dos países que são membros da União Europeia.
A partir de agora, os aviões das Linhas Aéreas Moçambicanas podem voar, sem restrições no espaço aéreo europeu.

LAM Já pode voar no espaço europeu


Companhias aéreas registadas em Moçambique tem acesso ao espaço europeu
Todas as companhias aéreas registadas em Moçambique, incluindo a LAM, já podem voar no espaço aéreo europeu, segundo actualização o feita no dia 27 do mês passado e hoje tornada pública pelo Comité de Segurança Aérea da União Europeia.

 Em actualização

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.