segunda-feira, 15 de maio de 2017

Nós e a Kroll

Nós e a Kroll
No actual trajecto penoso do endividamento oculto há uma percepção colectiva que vem alimentando um equívoco: o de olharmos para a Kroll com desconfiança. Isso é um grande erro.
No regabofe da dívida atuneira e afins, a Kroll aparece para nos ajudar a perceber quem orquestrou e partilhou do banquete e quem se sentou na mesa de honra. A Kroll não participou da jantarada. Por isso, devia ser olhada com simpatia. Até porque seu atraso recente teve a ver com sua preocupação em aprofundar um capítulo essencial do relatório: onde foi o dinheiro?
É preciso que se compreenda que a qualidade e profundidade do seu relatório não depende dela: depende dos Termos de Referência (TORs). E estes foram sancionados pela Frelimo. Aliás, os TORs foram acordados pelo Governo, a Suécia e o FMI em segredo e longe do parlamento.
Mas até é provável que a Kroll tenha tentado ir mais longe, furando as balizas delimitadas pelos TORs mas,, se for o caso, isso vai ser rechaçado.
No seu press release, ontem, a PGR anunciou que se prepara para analisar a conformidade do relatório da Kroll com os TORs. Ou seja, se a Kroll tiver cavado mais fundo que os TORs prevêem, o material dessa extração vai ser retirado do documento.
Ontem também, o FMI e a Embaixada da Suécia anunciaram que esperam que a PGR divulgue, primeiro, um resumo do relatório para os moçambicanos. E depois sua versão integral. Mas isso responde parcialmente às expectativas da sociedade.
O que se exige é que o Governo Sueco e o FMI sigam as boas práticas internacionais: publicação do relatório tendo como um dos anexos os TORs.
Comentários
Arsenio Nhiuane Jose Sera q foi mesmo um trabalho imparcial
Responder
3
22 h
Lionel Magul Aqui residem às dúvidas...
Responder
1
22 h
Albino Massembusse Júnior Porquee tanta burocracia para o conhecimento do patrão.
Responder22 h
Gilberto Correia Pois é. Também penso assim.
Responder
4
22 h
Geraldo Mandlate Bem dito
Responder
1
21 h
Solomone Manyike Ver havemos!
Responder21 h
Luís Loforte Aliás, por esta altura já nem devíamos falar da Kroll, feito o trabalho, ela está nas antípodas do problema. Procurar soluções no estrangeiro tem sido o nosso principal problema!
Responder
4
21 h
Lionel Magul Espero que não se chegue ao ponto de procurarmos alguém para dirigir o país...
Responder
1
21 h
Lionel Magul Cito, vindo do exterior...
Responder20 h
Raul Novinte Pena q não confio da PGR moçambicana. Não que eu não queira confiar mas me deixa a desejar algo que nunca essa instituição ofereceu --- justiça/verdade. Até porque não precisava a Kroll vir de Londrês para Moçambique para descobrir para onde foi ou como foi aplicado o dinheiro se a PGR funcionasse......
Responder
4
20 hEditado
Muhamad Yassine Um dia saberemos todo o filme
Responder
7
21 h
Rrg Magaia Sempre filmes
Responder20 h
Linette Olofsson um filme de longa metragem ....
Responder
1
20 h
Danilo Tiago Marcelo Mosse o que significa os 2Xs?
Responder
1
19 h
Noel Matsinha Já era expectável este tipo de posicionamento do PGR. Portanto não há nenhuma novidade....agora já não temos datas. Invocasse segredo de justiça para não revelar os nomes envolvidos.
Responder18 h
Eduardo Calane Mas a maior parte dos nomes ja nao sao do dominio publico?
Nos queremos eh a "oficializacao" da lista e a " distribuicao" de quanto "cacau" coube a cada um e a penalizacao, nao eh?
Responder
2
16 h
Vasco Acha As praticas de divulgacao e comunicacao sao mesmo obrigatorias para os mutuarios do FMI e Banco Mundial nao ha como fugir
Responder
1
9 h
Wa Ka Nhabanga Vai ser bom saber caso a kroll tenha ido para alem dos termos de referencia, pois dentre estes três intervenientes que difiniram os termos de referencia não vejo nenhum santo. Moçambicanos merecem saber mais acerca disto. 
MM, o seu ultimo paragrafo....!
Responder5 h
Abdil Juma K a verdade venha a tona...
Responder3 h
Senhora PGR, quem são os indiciados?
Esta de parabéns. Seu press release de hoje é digno dos anais da táctica camaleonica. Dá uma no cravo e outra na ferradura. Diz umas coisas que parece não querer dizer. É louvável esta propensão por tiradas semânticas que chocam com a
linguagem térrea do Direito. Por essa via ficamos a saber hoje que o processo 1/PGR/2015 já tem indiciados e que o relatório da Kroll tem matéria que vai ser mantida em segredo de justiça. Isto significa que trata-se matéria indiciaria. Também revela que há um processo-crime em instrução. Ou seja, já temos suspeitos...indiciados. O que é que lhe impede de nos alistar essas sumidades? Atenção que isso não choca com o preceito do segredo justiça e da presunção de inocência.
Veja o caso LAM/Embraer. A PGR ja ouviu três suspeitos cujos nomes sao conhecidos da opinião pública. Será que elés tem menos direitos que as sumidades indiciadas no 1/PGR/2015. Tente um vazamento singelo. Como? Não sei!. O que sei é que a PGR se está cobrindo de um medo tenebroso. Isso está patente nesse comunicado sobre a faxina subsequente a Kroll.
O texto é uma ladainha desconexa. Um castelo de areia que se vai desmoronando. O objectivo do texto não foi a reafirmação de um cometimento vigoroso na investigação, agora com mais dados trazidos pela auditoria. Não. O objectivo foi limitar o acesso a informação, sob o pretexto da defesa da honra e do bom nome dos indiciados, como se a PGR fosse a advogada de todos eles..
Comentários
Isack Pilonthy Alela Aguardo, a qualquer momento, ver o documento no mural do Mini Satar.
Rrg Magaia Mais voltas para quê ???
Nelson Matsinhe Os políticos de todo mundo deviam se unir e marchar contra a evolução tecnológica e contra a difusão e popularização das redes sociais... Podem adiar, mas virá a tona...
Evaristo Cumbane Ha gato aqui
Eliha Bukeni D'acord, ate porque parte dos indiciados ja vazaram no leak da quebra do sigilo bancario. Um indiciado e alguem que esta a ser investigado e mesmo que o Ministerio Publico o acuse, ele pode ser despronunciado pelo Juiz de Instrucao. Com este black out, so nos resta aguardar que o Nini vaze algo!
Jaconias Massango Deixemos que o Nini nos traga o relatorio completo enquanto a PGR anda trémula.
Jaime Maté Júnior É a única esperança.
Sarmento Mazivila O prezado Nini pelo menos já postou a capa do relatório no seu mural do Facebook.
Maximo Bonifacio Bonifacio Chegou-se ao ponto de confiar num individuo e nao no Estado.. Preocupante!
Celso Mapsanganhe Estou a espera do The New York Times ou Routers para me dar informacao fiavel. Porque foi deles que sobe das dividas.
Filipe Nhalungo A honra e bom nome eh so para sumidades, pois, se fosse Jose povinho os nomes estriam na praca de bandeja.
Basilio De Jesus Muanheue Desaguentei com os comentários...
Danny Theman Na verdade todo mundo já sabe quem são os indiciados. Então não entendo porque insistentemente queremos ouvir da procuradora. Bolas pha
Spirou Maltese Esse vazamento como eu já defendi deve ser prosseguido por vocês jornalistas. Façam o vosso job de garganta profunda
Silvino Florencio Mandlhate Estamos a espera ak fora PGR
Heleno Bombe A PGR não quer o Nini vai divulgar
Kleber Alberto Chega de rodeios pa, divulguem logo isto e prossigam, sao provas de crime, tornem as publicas porque ate meu filho de 7 anos conhece o crime e o criminoso "Guebuza roubou dinheiro".
Hadgy Saimone O NINI ja prometeu ao povo que vai divulgar brevemente, nao ira deixar que esperemos 90dias e nao havera sigilo....estamos esfregando as maos!
Helio Maximiliano Robiesperre Está claro que na PGR mora uma incopetência sem precedente. Há graves problemas de comunicação naquela instituição. 

A intenção do comunicado choca com as atribuições da propria procuradoria porque nota-se um esforço exacerbado para proteger pessoas, 
ocultando informação. 

Isto cá para mim, só demostra que existe uma agenda oculta na actuação da Sra. Buchili e seus pares, que se pode resumir em proteger os seus patrões. Tenho pena dela..
Mauro Pacule Hehehehe, as pessoas querem que no relatório esteja escrito em letras garrafais que Guebuza roubou dinheiro!!! Enganem-se porque não virá dessa maneira!
Mauro Jesus E se estiver escrito que Guebuza roubou o dinheiro o vai mudar?
Mauro Pacule Uns 30 dias de conversas de esquinas e prontos! Nada mais...!
Responder
1
23 h
Mauro Jesus Ntsem
Responder
1
23 h
Vassili Vassiliev Em defesa do TIO, a sobrinha atrapalha-se.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.