sábado, 8 de julho de 2017

Os 300 Carros do General Zé Maria


Desde há oito anos (2008), cerca de 300 viaturas que deveriam ter sido distribuídas a oficiais generais e operativos do Serviço de Inteligência e Segurança Militar (SISM) encontram-se abandonadas no quartel de Morro Bento, em Luanda.
Segundo dados apurados pelo Maka Angola, as viaturas foram importadas ao custo total de cerca de sete milhões de dólares. Apesar de denúncias encaminhadas ao gabinete do presidente da República, fontes do Maka Angola revelam que o general Zé Maria se recusa a distribuir as viaturas aos destinatários, tendo-as privatizado.
“Várias viaturas têm sido desviadas para fins inconfessos ou servem de oferta a amigos e familiares do general Zé Maria. É assim que o general viola o interesse público, prejudicando o cumprimento de um serviço vital para a segurança do Estado”, revela a mesma fonte.
Entre as viaturas distribuídas a familiares e amigos, segundo a fonte, encontram-se as de marca Toyota Yaris, Land-Cruiser e Hilux.
Para um regime que depende fortemente do aparelho de segurança de Estado para se manter no poder, alguns analistas admiram a sorte do presidente e do MPLA. A manutenção do status quo passou a ser um acto de inércia resultante da cultura do medo que domina a sociedade angolana. Instalou-se uma rotina de serviços de bufaria e de chantagens que afectam a condição económica e social de muitos cidadãos, paralisando os sectores esclarecidos que, dentro e fora do poder, têm a capacidade de articular uma visão estratégica e um plano de acção para a devolução do poder às instituições do Estado.
Por ora, o general Zé Maria, a par do presidente, são mestres em transformar o poder do Estado em meros actos que satisfazem exclusivamente os seus caprichos pessoais. O poder é deles.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.