domingo, 4 de junho de 2017

O Ministério da Saúde, um grande ministério passando por tormentosas dificuldades, porém conseguindo resultados extraordinários.


Para já, muito me anima observar a excelente organização da visita, sem aquelas coreografias de “xiguiane” ou danças folclóricas. O pessoal esteve muito bem organizado e todos sectores dominaram a matéria até o mínimo detalhe. O Presidente Nyusi tentou em vão instigar hesitação nos técnicos que o apresentavam trabalho. Debalde. Os tipos estavam firmes. 
Para já, parabéns.
PS: Irei desenvolver o tema amanhã.
OS GANHOS NA SAÚDE NA ERA DAS TORMENTOSAS DIFICULDADES
A consistência das mensagens, a seriedade no tratamento de dados estatísticos bem como as evidências demonstradas aquando da visita do PR ao Ministério da Saúde, levou a que o Presidente reconhecesse o trabalho e o mérito dos profissionais da saúde em seguintes aspctos.
1-A União no Sector da Saúde;
2-A Capacidade que os Profissionais da Saúde (Médicos, Enfermeiros, Serventes e outro passoal da Saúde) têm de trabalhar no meio de dificuldades;
3-O esforço e dedicação existente no Hospital Central de Maputo, apesar da degradação das infraestruturas;
4-DA INTERACÇÃO QUE TEVE COM OS PROFISSIONAIS DE SAÚDE NOTOU HAVER CLAREZA E ACÇÕES CONCRETAS PARA FAZER FACE AOS DESAFIOS DO SECTOR DA SAÚDE
a.A Melhoria da qualidade de atendimento;
b.A Melhoria na provisão de Medicamentos;
c.Esforço para formação de mais recursos humanos, com destaque para Especialistas.
Desde 2015 que o sector tem vindo a registar progressos significativos, com maior destaque para: 
1.Hospital Central de Maputo - Introdução do Serviço de Hemodiálise, o que diminuiu significativamente o número de doentes que vão ao estrangeiro a procura deste tratamento
2.Entrada em Funcionamento do Hospital Central de Quelimane, o que reduziu a transferência de doentes para os Hospitais Centrais de Maputo, Beira e Nampula
3.Na área de Saúde Publica
a.Em 2016 o país foi certificado livre da Poliomielite;
b.O país alcançou a meta do objectivo de desenvolvimento 5, relativo a redução de mortes de criancas com menores de 5 anos.
c.No decurso da sua visita, Sua Excelência o Pesidente da República visitou o Centro de Investigação em Saúde da Polana Caniço, um centro de pesquisa do INS que ja realizou 2 ensaios clinicos de vacinas contra HIV, estando mais dois programados para iniciar este ano.
d.Actualmente decorre um ensaio clinico de uma vacina contra a Ébola.
e.Em reconhecimento do Sucesso Científico , o Instituto Nacional da Saúde faz parte da maior rede de ensaios clinicos de vacinas de HIV, a chamada HIV Vaccine Trials Network (HVTN).
Como pobres e sempre expostos aos riscos, devemos reconehcer que o nosso maior valor é a vida. Veja ainda mais o seguinte:
COLÉRA : O actual surto comecou no dia 5 de Janeiro e terminou a 22 de abril com um total de 2131 casos e 4 obitos .Taxa de letalidade de 0.2%. 
Em 2016 tivemos um surto com 883 casos e 2 0bitos. taxa de letalidade de 0.2%
Quer saber mais? As estatísticas:
1- Embora o aumento de 22% de casos de Malária no 1º trimestre de 2017, registou-se uma redução de 19% dos óbitos
2- 72% das US do SNS oferecem serviços TARV e a cobertura geral de Pessoas HIV+ é de 54%. Voc6e pode dizer que não é nada. Pergunta o seropositivo quanto poupa ou onde estaria neste momento sem este serviço vital
3- Os partos institucionais tem aumentado e a meta do PQG já foi alcançada. Pergunte a mãe da Rosita como é arriscado nascer na árvore. Ou os riscos de partos em casa. Deve dar graças a Deus que está vivo. Pense nos bebes que ainda estão por nascer, entre os sortudos e malfadados. 
4- O pessoal do sector totaliza 54.192 dos quais 93% é do quadro (com nomeação). Pergunte ao Policia da PIC ou ao Professor como são as coisas. Trabalhar anos a fio sem integraçao. 
• O rácio habitante por Médico Nacional passou de 20.611 em 2014 para 15.353 em 2016;
• O rácio de habitante por Enfermeiro passou de 2.284 em 2014 para 2.015 em 2016;
• O rácio dos Técnicos de Saúde por 100.000 hab. melhorou de 92.6 em 2014 para 106.8 em 2016
Estes são dados da OMS.
ISTO TUDO COM APROX. 11% DO ORÇAMENTO. O IDEAL ERA 16.
Mas ainda temos desafios por enfrentar, sendo o mais importante: MEDICAMENTOS.
A viagem continua. Parabéns.
PS: Anima criticar saudável. Mas desta vez quero reconhecer o trabalho do MISAU.
GostoMostrar mais reações

Continuar a ler
GostoMostrar mais reações
Comentários
Chamuari Naife
Chamuari Naife kkkkkkkkk
GostoMostrar mais reações
 · 31/5 às 21:25
Chamuari Naife
Chamuari Naife "Danças de xiguiane..." , que o diga o ministro Petersburgo, aquele.
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 31/5 às 21:26
Sura Rebelo de Oliveira
Sura Rebelo de Oliveira Parabéns a Sra Ministra e claro a todos. Tb depois de tantos filmes a tutela so podia estar firme 😊
GostoMostrar mais reações
 · 
4
 · 31/5 às 21:28 · Editado
Samuel Chacate
Samuel Chacate Quem sabe o que faz é assim!!!
GostoMostrar mais reações
 · 31/5 às 21:28
Egidio Vaz
Egidio Vaz Mano, aquilo foi bom. Eu vi a TVM que passou em revista, sector por sector. Os tipos estiveram impecaveis
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 31/5 às 21:47
Samuel Chacate
Samuel Chacate Sem dúvidas tb vi ...aquele homem que explicava assunto de fortalecer a equipe médica através de nacionais ....! Explicou convicto
GostoMostrar mais reações
 · 31/5 às 22:01
Jeremias Faustino Nicuamuetane
Jeremias Faustino Nicuamuetane Na qualidade de Tecnico de Saude, muito obrigado pelo reconhecimento.
GostoMostrar mais reações
 · 
9
 · 31/5 às 21:41
Isaias Jaime Massango
Isaias Jaime Massango Quem sabe sabe quem sabe não esquece .
GostoMostrar mais reações
 · 
2
 · 31/5 às 21:53
Denise Nisy Andorinha
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 31/5 às 21:53
Guimaraes Cidalia
Guimaraes Cidalia Egídio vaz muito obrigada gosto de pessoas frontais.
GostoMostrar mais reações
 · 
2
 · 31/5 às 21:56
Edú Sanculane
Edú Sanculane Profisssionais de saude sempre são organizados.
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 31/5 às 21:58
Crocante Andrade
Crocante Andrade So ganham mal
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 31/5 às 23:12 · Editado
Edú Sanculane
Edú Sanculane País que estamos irmão.
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 9:46
Xadreque Marizane Kadzanja Kadzanja
Xadreque Marizane Kadzanja Kadzanja Obrigado eu em nome de todos colegas da saúde, o nosso maior valor é vida.
GostoMostrar mais reações
 · 
4
 · 31/5 às 22:00
Manjate Custodio
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 31/5 às 22:00
Dercio Nicolau
Dercio Nicolau Balde de agua fria foi a visita a Transmaritima.ali sim ele encontrou lacunas sem justificação plausivel.
GostoMostrar mais reações
 · 31/5 às 22:25
Egidio Vaz
Egidio Vaz Kkkk
GostoMostrar mais reações
 · 31/5 às 22:34
Mateus Mateus Jr.
Mateus Mateus Jr. Palmas de facto!
GostoMostrar mais reações
 · 31/5 às 22:35
Hilario Jamissone
Hilario Jamissone Consiguiram driblar o Nhusy. Em todos (quase) lugares onde o PR visitou detectou irrigularidades, mas ao MISAU pareceu que tudo estava nos conformes, apesar de sabermos que o atendimento e tratamento nos hospitais publicos é uma lastima. Mesmo sabendo que as farmacias so tem parcetmol e coartem, o resto so pode ser adquido nas farmacias privadas.
CONTUDO, a ministra Està de parabens porque conseguiu preparar o seu pessoal para driblar o presidente.
GostoMostrar mais reações
 · 
4
 · 31/5 às 22:36
Mateus Mateus Jr.
Mateus Mateus Jr. Driblar, qual quê??? Custa bater palmas para a nossa OMM?
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 31/5 às 22:39
Hilario Jamissone
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 31/5 às 23:05
Jonas Joaquim
Jonas Joaquim Os avancos do sector de saude sao visiveis e reconhecidos pela OMS ninguem driblou ninguem e apesar disso o chefe nao deixou de criticar as cobrancas ilicitas no HCM e dos medicos turbos.
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 18:43
Mia Ussene
Mia Ussene Um well done para eles.
GostoMostrar mais reações
 · 31/5 às 22:40
Vaz de Sousa
Vaz de Sousa Concordo contigo mano.Tem là gente competente e séria.Parabéns à Ministra e todo seu Staff.
GostoMostrar mais reações
 · 31/5 às 23:05
Hercilio Chinguvo
Hercilio Chinguvo O PR sempre a enfiar com vaselina ....Mas neste ministério os tipos enfiaram lhe com sabonete ""estavam bem preparados ""que a mangueira não entrou
GostoMostrar mais reações
 · 
2
 · 31/5 às 23:18
Amelia Mariza Manuel Paulo
Amelia Mariza Manuel Paulo Kkkkkkkkk esse e meu Irmão
GostoMostrar mais reações
 · 31/5 às 23:37
Adam Yussof
Adam Yussof 👏👏👏 é verdade EV! A humildade e saber da liderança faz toda a diferença
GostoMostrar mais reações
 · 31/5 às 23:37
Daerbas Trindade
Daerbas Trindade Seus comentários sempre depois. Dê prognósticos antes
GostoMostrar mais reações
 · 31/5 às 23:39
Ana Paula Rebelo
Ana Paula Rebelo O PR nunca devia avisar as suas visitas. Samora fazia surpresa. E claro que avisando eles fazem as suas montagens parecendo que ta tdo bem. Ensaiam. Palhaçada
GostoMostrar mais reações
 · 
3
 · 31/5 às 23:53
Luís Nhamizinga
Luís Nhamizinga Recebeu explicaçao dos estudos cientificos sobre a tuberculose e tentou falar de subir montanha mais percebeu que não se tratava de engenharia mecànica e ?????????
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 1:29
Afonso Dete
Afonso Dete Resultados_extraordinarios?_quais esses? Alias_d q tipo d_resultados?
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 1:35
Egidio Vaz
Egidio Vaz Pois é. Irei partilhar a imagem do Moçambique real amanhã. Tu teres 2 mil casos de colera e morrerem apenas 4 por exemplo, nao é extraordinário. Lembra-se quantos morriam em épocas de colera? Veja as estatisticas. A polio já foi erradicada. Nao é extraordinário? Enfim, vou dizer isso daqui a pouco. Estou a trabalhar em outros assuntos.
GostoMostrar mais reações
 · 
2
 · 1/6 às 1:47
Afonso Dete
Afonso Dete Ora bem, esperando pela imagem real de Moz.
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 6:53
Philippe Gagnaux
Philippe Gagnaux Ni q diz respeito ao resultado sem duvida q é bom, no entanto pode tb estar em jogo a estatísticas, imunidade e o serotipo do vibrion.
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 15:47
Philippe Gagnaux
Philippe Gagnaux Agora o abastecimento em medicamentos deixa muito a desejar
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 15:47
Jose Alexandre Faia
Jose Alexandre Faia Me enganem que eu gosto !!
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 2:55
Jose Alexandre Faia
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 2:55
Juma Aiuba
Juma Aiuba Ya, também reparei que não tinham camisas iguais.
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 1/6 às 8:14
Oscar Pereira
Oscar Pereira Que tal chegar a esses ministerios de surpresa?
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 10:15
Eugezio Mario
Eugezio Mario O MISAU tem bom quadros. Jovens, gostam de estudar, com muita especializacao.......Parabens de facto....
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 11:08
Edson Ciso Zandamela
Edson Ciso Zandamela Adorei a explicacao da cozinheira, nem exitou muito menos gaguejar em frente do PR por fim ainda ganhou um abraco......
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 1/6 às 11:40
Edson Ciso Zandamela
Edson Ciso Zandamela Nao percebo bem esta febre dos trajes nas visitas do PR...esta de parabens o MISAU que nao seguiu essa palhacada
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 11:48 · Editado
Sonia Mboa Mboa
Sonia Mboa Mboa Visita de xiguiane
GostoMostrar mais reações
 · 2/6 às 20:10
Edson Ciso Zandamela
Edson Ciso Zandamela Engraçado a ministra não trazia o lenço nem veu islamico....
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 11:54 · Editado
Jeremias Vunjanhe
Jeremias Vunjanhe Ilustre Egidio Vaz como se medem optimo resultados de um sector tao imprescindivel na vida de tod@s cidada@s e do povo quando quase tod@s os hospitais e instituicoes tuteladas enfrentam uma gravissima crise que os cloca num situacao de caos sem precedentes. Oque serve a optimapreparacao d@s tecnic@s e perfeito dominio das materias pelos sectores?O Hospital Central de Maputo, ali mesmo no nariz do Ministerio da Saude quase esta a beira do colapso institucional sem etica nem prosssionalismo. Oque serve ter bons e extraodinarios quadros que pouco fazem para revelar a real situacao em que trabalham, muitas vezes sem o minimo de material-medico cirurgico, equipamento muito menois medicamento como paracetamol e aspirina.O minimo de equipamento em funcionamento e material medico-cirurgico existente no Hospital Central de Maputo e noutras unidades sanitarias apenas esta disponivel para quem consegue pagar a Clinica Privada do Hospital Central de Maputo e as famosas consultas especiais.
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 17:08
Domingos Dimande
Domingos Dimande Situação real de saúde - 0: Estatística -10!
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 1/6 às 17:32
Egidio Vaz
Egidio Vaz Foi como escrevi. Anima criticar bem de saúde.
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 19:37
Sidonio Pedro
Sidonio Pedro Claro! Cheinho de saude e a criticar que se farta.
GostoMostrar mais reações
 · 2/6 às 18:13
Armando Cunzule
Armando Cunzule Egidio Vaz na qualidade de tecnico de saude agradeço este elogio, todos sectores deviam fazer o mesmo apesar da crise, é verdsde devemos trabalhar mais na selecção dos profissionais de saude para responder as necessidades da nossa população. O NOSSO MAIOR VALOR É A VIDA
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 1/6 às 18:55
Damiao Seventine Massingue Massingue
Damiao Seventine Massingue Massingue Parabens cda Ministra Nazira e a todos os profissionais da Saude do HCM continuem assim servindo o nosso Patrao.
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 1/6 às 19:05
Jonas João Martinho
Jonas João Martinho No mundo os ministério mais organizados são de saúde aqui não há fantasia
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 19:49
Bocilaite Nhamire
Bocilaite Nhamire Foi mesmo driblar. Com tanto medicamento fora de prazo e com muita gente necessitando do medicamento. Conceito matematico. Tudo é directamente proporcional. Muitos doentes e muito medicamento fora do prazo. Este é meu Moza.
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 20:07
Ndimomwene João
Ndimomwene João Mano Egidio Vaz esses dados que contem nesse longo texto baseando - se na visita do PR e Hospital Central de Maputo poderiam efectivamente qualificar o trabalho de um Ministério todo?
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 1/6 às 20:12
Bocilaite Nhamire
Bocilaite Nhamire Senhor Egidio Vaz. Num dos hospitais da nossa patria amada, nao se extrai dentes por falta de luvas. Senhor Vaz é so dar melhor explicaçao. Kkkkkkk vaomos ser integros por favor.
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 1/6 às 20:16
Bocilaite Nhamire
Bocilaite Nhamire Quer mais medicamentos para vencerem sem usar. Senhior Vaz. De facto nem tudo anda mal.
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 20:19
Bocilaite Nhamire
Bocilaite Nhamire Senhor Vaz. De 100% da diaria do medico no hospital estatal so fica 15% e os restantes 85% na clinica privada. Isso foi observada pelo senhor PR. Este é o nosso Moza.
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 20:24
Marcos Manejo Pakhonde Pakhonde
Marcos Manejo Pakhonde Pakhonde Publicidade! Kkkk. Malume, esta analisar um "Relatorio triunfalista". La no terreno diz o contrario. Colera? Numa vilazinha de um pouco de 2000 hab, em um mês houve 15 obitos dos 37 casos. Em conversa com o director disse:"Nao posso enviar estes dados reais, mas direi que nao ha colera, somente um surto de diarreia".
Malume, esta ciencia que aprendemos, tem regras "Metodologias" que nao sao fixas. Se quizermos provar e andarmos nas US e nas povoacoes, veremos o contrario. 
Como historiador que é, sabe ha um modelo de recolha de dados historicos, que ate funcionou como um "postulado de Descart", o qual preconizava a CRITICA na informacao recolhida.
Para mim este relatorio esta fora mocambicana, se calhar é pelo facto de estar sempre nas aldeias e no meio povo, portanto, tenha acesso a varias fontes.
Malume, estes mentiram neste informe.
Vai a Doa, Chinde, Zumbo, Marara, etc, vera a nulidade do tal relatorio.
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 20:57 · Editado
Armando Cunzule
Armando Cunzule Na saude nada se esconde, se esse directpr esconde a verdade não dá valor ao nosso lema, que é: O NOSSO MAIOR VALOR É A VIDA, sendo assim ele deve enviar os dados reais para k haja intervenção a todos os niveis e proteger os disyritos visinhos, se numa unidade sanitária não ha luvas não é razão para as pessoas não serem tratados sempre há alternativas para salvar uma vida, Egidio Vaz bem disse a pesar das dificuldades para dizer k o Vaz não deixou de lado os desafios que temos para melhorar cada vez mais a prestação de serviços ao utente,
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 21:28
Jonas João Martinho
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 23:33
Jonas João Martinho
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 23:33
Jonas João Martinho
GostoMostrar mais reações
 · 1/6 às 23:34
Harune Abubacar
Harune Abubacar Ze otde saudenao eh so hospital central de maputo.alias estes sao priveligiadose super acarinhados pelo governo. O resto ta ai e eh uverdsfeirk Deus nos acuda reparek emmagagade p.e. nem posto de saudecha.quem diz magagadecdiz muitos outros locais.enao basta apinhar p.eo h.central de tecnologia ultima geracao ssm k ni guem saiba ler ou interpretar os resultados.
GostoMostrar mais reações
 · 2/6 às 8:36
Abdul Razak
Abdul Razak Irmão Egidio Vaz, estás de parabéns pela radiografia do nosso sector de saúde! Sem descurar a falta de alguns medicamentos como tantos aqui afirmam, mas por baixo desta toda adversidade a que assistimos e não devemos fazer vista grossa, há um trabalho visível e digno de aplausos! Está de parabéns o sector de saúde por tudo fazerem para minimizar o sofrimento de quem precisa dos seus serviços. A crise, está a afectar todos os sectores de actividade e o da saúde não é excepcão, mas mesmo assim, vemos profissionais engajados e se entregando, se ajustando as nossas condições reias. Não devemos só reparar as faltas que existem no sector e fazermos vista grossa a situação a que estamos mergulhados. Vamos continuar trabalhando, produzir mais pra elevarmos a nossa economia e aí exigirmos que tudo que falta hoje nos possa ser proporcionado. Eu me curvo e rendo homenagem aos profissionais de saúde porque reconheço o que significa o seu trabalho nas condições reais do País.
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 2/6 às 8:53 · Editado
Abdul Razak
Abdul Razak É preciso notar que 2015 e 2016 foram anos atipicos em materia de orçamento. Tivemos Dificuldades no OE, bem como bloqueio dos Parceiros internacionais. Com tudo isso, apesar de algumas ropturas verificadas e resolvidas de imediato o Pais não parou. Hospitais e Centros de Saude estao a ser construidos um pouco por todo Pais e o exemplo é na regiao norte vao ser inauguradas 18 novos Centros de Saude.etc. Temos que dar mãos à palmatória é reconhecer a natureza, sensibilidade do sector e os resultados produzidos debaixo de todas as adversidades. Parabéns ao Ministério e toda sua equipa de profissionais competentes e engajados
GostoMostrar mais reações
 · 
1
 · 2/6 às 9:30 · Editado
Samuel Justino Ernesto
Samuel Justino Ernesto Bom trabalho aos tecnicos
GostoMostrar mais reações
 · 2/6 às 16:14
Dionisio Poyombo Poyombo
Dionisio Poyombo Poyombo Dr eu que sou utente do sns a MISAU nao melhorou , como se explica um hospital geral nao tem ligadura para fazer penso?
GostoMostrar mais reações
 · Ontem às 3:35
Dionisio Poyombo Poyombo
Dionisio Poyombo Poyombo Relatorio bonito ,a dias presenciei um acto muito estranho no hospital geral da polana canico no servico de pecos uma tecnica de saude disse que o hospital nao tinha penso para tratar feridas dos doentes e que cada doente tinha que trazer de casa
GostoMostrar mais reações
 · Ontem às 3:31

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.