sexta-feira, 12 de maio de 2017

Finanças do Montijo: militar da GNR é arguido por suspeita de abuso de poder

Público

SOCIEDADE Finanças do Montijo: militar da GNR é arguido por suspeita de abuso de poder

Assine já
Entrar
Finanças do Montijo: militar da GNR é arguido por suspeita de abuso de poder


Homem detido ficou inconsciente depois de o polícia o ter imobilizado com uma manobra chamada mata-leão.
PEDRO SALES DIAS 12 de Maio de 2017, 12:44
Partilhar notícia
Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter




Foto
PUB


O militar da GNR que deteve na terça-feira um homem na repartição de Finanças do Montijo, imobilizando-o com uma manobra de estrangulamento chamada mata-leão, foi constituído arguido por suspeita de abuso de poder, confirmou ao PÚBLICO a Procuradoria-Geral da República (PGR). O guarda foi ouvido por um magistrado do Ministério Público no Tribunal do Montijo.
PUB

Após a manobra do militar, que estava fora de serviço, o homem ficou inconsciente. “Confirma-se a constituição de arguido. Em causa estão factos que poderão integrar a prática de crime de abuso de poder”, sublinhou a PGR.

O episódio já estava a ser averiguado pela Inspecção-Geral da Administração Interna (IGAI) e pela própria GNR. A ministra da Administração Interna determinara a abertura do inquérito à IGAI para o “apuramento de eventuais responsabilidades”.

O caso tornou-se público porque o homem detido, um brasileiro que se dirigiu àquela repartição de Finanças para pedir ajuda com o preenchimento da declaração de IRS, como explicou recentemente à SIC, partilhou um vídeo no Facebook com o sucedido. Nesse vídeo, vê-se o militar da GNR a imobilizar o homem pelo pescoço.

LER MAIS
Ministério Público e IGAI investigam o que se passou nas Finanças do Montijo
GNR abre inquérito a militar que deixou homem inconsciente no Montijo
A bonita lição do GNR no Montijo

A GNR explicou na altura que o homem detido “apresentava uma conduta imprópria e ofensiva" para com os funcionários daquela repartição de Finanças e que não respeitou o militar da GNR, que lhe pediu para abandonar o local. No vídeo publicado, é possível ver o suspeito a queixar-se do serviço da repartição de finanças.

O guarda alertou o homem para o “direito de imagem” e executou depois a manobra de imobilização ao mesmo tempo que algumas pessoas que estavam na repartição lhe pediam para ter calma e para parar. “Lindo menino, a partir deste momento estás detido”, disse depois ao homem.

LEIA TAMBÉM
A carregar...
Partilhar notícia
1096PARTILHAS
Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter
Partilhar no LinkedIn
Partilhar no Google+
Enviar por email
Guardar
11 COMENTÁRIOS
Sugerir correcção×

11 COMENTÁRIOS

PUB
PUB
MAIS POPULARES
A carregar...MAIS NOTÍCIAS
ÚLTIMAS
A carregar...MAIS NOTÍCIAS
Público

SEGUIR
Facebook
Twitter
Google+
LinkedIn
Instagram
YouTube
RSS

MAPA

Política
Sociedade
Local
Economia
Mundo
Desporto
Ciência
Tecnologia
Cultura-Ípsilon
Opinião
Multimédia
Fugas
Life&Style
P3
Cinecartaz
Guia do Lazer
Inimigo Público

QUIOSQUE
Assinaturas
Newsletters
Aplicações
Loja
Iniciativas
Novos Projectos

SERVIÇOS
Meteorologia
Emprego
Jogos
Programação de TV
Imobiliário

SOBRE
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Autores
Contactos
Provedor do Leitor
Público+
Publicidade


EMAIL MARKETING POR


@ 2017 PÚBLICO Comunicação Social SA
Ajuda
Termos e Condições
Política de Privacidade
Principais Fluxos Financeiros
Estrutura Accionista

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.