domingo, 16 de julho de 2017

Historiadores defendem que Portugal deve pedir desculpa por tráfico de escravos



A visita de Marcelo Rebelo de Sousa à Casa dos Escravos, na ilha de Gorée, no Senegal

| Presidência da República

Pub

Os líderes políticos portugueses devem pedir desculpa pelo papel do país no tráfico de escravos e incentivar uma discussão sobre o tema na sociedade portuguesa, defendem especialistas americanos ouvidos pela Lusa.

"O facto de que vários países decidiram que era importante fazê-lo sugere uma nova norma que merece reflexão. Do meu ponto de vista, um reconhecimento do passado contribui para um sentimento coletivo de reconhecimento de desumanidades do passado", disse à Lusa Walter Hawthorne, da Universidade de Michigan.

"O apoio do estado para estas iniciativas pode galvanizar a investigação e ajudar a informar melhor o público", explicou à Lusa Christopher Brown, professor da Universidade de Columbia, em Nova Iorque.

Para o docente, esta impacto ficou evidente com o Museu de história Afro-Americana, uma iniciativa do presidente George W. Bush, autorizada pelo Congresso, que inaugurou em Washington no ano passado e foi o primeiro espaço na capital dos EUA dedicado à história dos afro-americanos.
O melhor do Diário de Notícias no seu email


Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a qualidade Diário de Notícias.Subscrever

Brown acredita que quando um líder político fala sobre estes temas "leva a história a uma audiência muito mais ampla do que os académicos alguma vez conseguiriam e desperta a curiosidade de todos aqueles que nem tinham pensado sobre isso antes."

"Por isso, sim, a liderança política pode fazer uma grande diferença, sobretudo se acompanhada por um apoio do estado para melhorar o conhecimento e compreensão sobre o tema", conclui.

Em abril, o presidente Marcelo Rebelo de Sousa visitou a ilha de Gorée, no Senegal, e disse que o poder político português reconheceu a injustiça da escravatura quando a aboliu em parte do seu território, "pela mão do Marquês de Pombal, em 1761".

As declarações foram feitas no mesmo local em que, anos antes, o Papa João Paulo II pediu perdão pela escravatura.

A decisão de Rebelo de Sousa trouxe para a opinião pública uma discussão que até então estava praticamente reduzido à academia.

Walter Hawthorne, autor de livros como "From Africa to Brazil: Culture, Identity, and an Atlantic Slave Trade 1600-1830", acredita que "um pedido de desculpas deve focar-se numa ação, com reconhecimento das consequências, e terminar com uma ação corretiva", como a criação de um museu ou um centro de investigação.

"Um pedido de desculpas ajudaria os 5.8 milhões de africanos tornados escravos e embarcados em navios com a bandeira de Portugal? Ajudaria aqueles que foram mortos em guerras causadas pelo tráfico de escravos? Por aqueles que sofreram há centenas de anos? Não, mas seria um passo em frente para melhorar a relação hoje em dia entre pessoas com cores diferentes", defende.

"Grandes pessoas pedem desculpas e tornam-se melhores pessoas. Grandes países cometeram atrocidades. Grandes países pedem desculpa. Quando os seus líderes tomam essa ação, elevam os seus países", acrescenta.

Hawthorne cresceu no sul dos EUA, um território marcado pela escravatura, e diz que conhece "bem as atrocidades que foram cometidas e a ligação que existe entre o trafico de escravos no atlântico e racismo, desigualdades globais em termos monetários, educação, emprego, saúde e muito mais."

"As atrocidades dos meus antepassados devem ser reconhecidas e discutidas para que todos possamos curar. Claro que os líderes políticos são centrais para esta discussão. Devem liderar. Mas quando eles falham, devemos atuar sem eles", explica.

O especialista acredita que os académicos portugueses têm feito esse trabalho, com alguns dos melhores meios disponíveis em todo o mundo, e que por isso a discussão em Portugal vai continuar, com ou sem liderança política.

"Portugal acolhe coleções de arquivos incríveis e bibliotecas que iluminam a história da escravatura. Nas suas universidades, encontram-se alguns dos melhores historiadores da área, pessoas que dedicaram a sua vida a escrever livros e artigos para envolver o publico nestas importantes, mas distantes, discussões", conclui.
Nelson Abel Kassinda ·
Trabalha na empresa Professor
É o mínimo que podiam fazer, por cinco séculos de exploração e roubo à nós!
Gosto · Responder · 40 · 10 h

Luciano Freitas
Queres uma medalha de mérito pela cor da tua pele?
Gosto · Responder · 46 · 10 h

Luciano Freitas
Os antepassados dos atuais africanos capturam tribos rivais e vendiam aos europeus e muçulmanos, para comprar armas e capturar mais rivais e vender, os atuais africanos devem pedir desculpa aos afro descendentes nas américas , e https://m.facebook.com/story.php...
Gosto · Responder · 72 · 10 h

Márcio Pimenta ·
Escola basica dos 2º e 3º de São Roque do Galeão
Ahahhaha, o povo negro matavam-se uns aos outros e vendiam os negros derrotados aos europeus em troca de armas, não me venhas com falsos moralismos....
Gosto · Responder · 97 · 10 h

Márcio Pimenta ·
Escola basica dos 2º e 3º de São Roque do Galeão
Estuda história.....
Gosto · Responder · 18 · 10 h

Sana Sanito Na Num-na ·
Lisboa
A História não foi bem assim.
Gosto · Responder · 10 h

Nelson Abel Kassinda ·
Trabalha na empresa Professor
Luciano Freitas, ninguém está falar de côr de pele. Estamos a falar da subjugação injustificada de um povo por outro; estamos a falar da coisificação de pessoas por outras que se achavam superiores; estamos a falar da pilhagem massiva dos recursos africanos à favor do desenvolvimento de outros povos, maxime o europeu, durante pouco menos ou mais de 500 anos... percebeu senhor???
Gosto · Responder · 11 · 10 h

AC Maltez
Tu também tens que pedir desculpa aos negros da américa, porque os teus antepassados venderam aos negreiros os antepassados deles. Se falas que não e te incluis nas vitimas só por seres da mesma raça, então és racista, nem que seja um racista de conveniência.
Gosto · Responder · 27 · 10 h

Ruben Obadia ·
Escola Secundária Pedro de Santarém
Nao foi com mais molho. Acho e k os africanos e k tem de pedir desculpa a noz.😁😁
Gosto · Responder · 7 · 10 h · Editado

Filipe Freitas ·
Aveiro
O trafico de escravos é errado e sempre existiu ao longo da história. Seja de brancos, negros, amarelos... quem perdia as batalhas ou era morto ou transformado em escravo. Mas porque raio eu deveria pedir desculpas a alguém a quem nada fiz e nada sofreu com isso?
Gosto · Responder · 33 · 10 h

Carlos André ·
Retired. na empresa None of your Business
Pois sim, e e' por isso mesmo que depois de ganharem a independência se tornaram povos ricos e prósperos!!!! Ou continuam a ser explorados por mercenários da mesma nacionalidade pagos pelos EUA, Franca, UK, e demais?
Gosto · Responder · 21 · 10 h

Tiago Pires ·
Student na empresa Estudante
Na minha opinião, aqui ninguém deve desculpa a ninguém, foram coisas que aconteceram a muitos anos atrás....foi parte da história, e agora? Vamos andar a pedir desculpa uns aos outros eternamente? Amigos a escravidão já existia em África muito antes de os portugueses ou outros povos chegarem lá....além disso, história mais recente, ninguém fala de pedir desculpa à forma como os retornados foram tratados depois do 25 de Abril, perseguidos como criminosos, obrigados a deixar um vida inteira para trás.
Mas nada disso importa agora, vamos concentrar-nos no futuro, já ninguém pode mudar o passado, mas podemos construir um melhor futuro para todos nós.
Gosto · Responder · 30 · 9 h · Editado

Nelson Abel Kassinda ·
Trabalha na empresa Professor
Márcio Pimenta, pelos vistos precisas estudá-la mais do que eu. Pois refereste à factos sucedidos já no decorrer do proprio processo de escravatura promovido instigado, sobretudo, pelos europeus. O tráfico de escravos foi e é a vergonha da humanidade, e pedir desculpas é um comportamento estranho, somente aos irracionais.
Gosto · Responder · 6 · 9 h

Paulo Carquejo ·
Escola Secundária de Benfica
Quando o José Eduardo dos Santos pedir desculpa e fizer efetivamente alguma coisa para melhorar a vida do povo angolano, depois falamos!
Gosto · Responder · 19 · 9 h

Nelson Abel Kassinda ·
Trabalha na empresa Professor
AC Maltez, em que parte do meu comentário, me referi à raças? Estou a falar do acto e não de quem o praticou ou para quem o praticou. O tráfico de escravos, denuncia a inferidade cultural dos seu promotores, em relação às suas vítimas.
Gosto · Responder · 4 · 9 h · Editado

Adelaide Gonçalves ·
Instituto Maria José, Congo Belga
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Elisa Rodrigues ·
Trabalha na empresa Esch-sur-Alzette
Vocês agora se trabalhassem mais em vez de darem mais miséria em Portugal 🇵🇹Faziam melhor querem desculpas ainda á alguém dessa época não me parece .
Gosto · Responder · 5 · 9 h

Paulo Ricardo Machado
Nelson Abel Kassinda o jose eduardo dos santos já pediu desculpa???
Gosto · Responder · 10 · 9 h

Gabriela Sotma
Márcio Pimenta e continuam...
Gosto · Responder · 9 h

Nelson Abel Kassinda ·
Trabalha na empresa Professor
Paulo Carquejo, Paulo Ricardo Machado, podemos justificar os erros de uns com os de outros? O tema em questão é o "tráfico de escravos..." e não a "ditadura em Angola".
Gosto · Responder · 2 · 9 h · Editado

Eurico Cancela
Os vosso governantes nos dias de hoje vendem tudo ao preço da uva mijona e deixa a população morrer à fome, escravos, agora o que vem para cá é o quê?
Gosto · Responder · 8 · 9 h

Diana EA ·
Vila Nova de Gaia
Vai dar uma volta ao largo grande.
Gosto · Responder · 3 · 9 h

Luciano Freitas
Nelson Abel Kassinda olha este vídeo antes dw culpares a europa por tudo
https://m.facebook.com/story.php...
Gosto · Responder · 11 · 9 h

Luciano Freitas
Africano raptava africanos pra vender, houve culpados em todos os lados, para com essa vitimização e culpabilização racista
Gosto · Responder · 18 · 9 h

Louis Veyron
Se participar, nesse movimento, tenho direito a remuneração?
Gosto · Responder · 4 · 9 h

Jorge Lisboa ·
Trabalha na empresa Reformou-se
Vocês eram os primeiros a usar s escravatura entre as diversas etnias.
Era mentira que as tribos mais forted atacavam e escravizavam as mais fracas?
Gosto · Responder · 17 · 9 h

João Almeida
O tráfico de escravos com base na cor da pele que existia no mundo há uns séculos era errada.

Todo o tráfico de escravos é imoral porque as pessoas não são propriedade de ninguém.

Atualmente há notícias de tráfico de escravas sexuais que já não tem como caracteristica a cor da pele.
Gosto · Responder · 7 · 9 h

Nelson Abel Kassinda ·
Trabalha na empresa Professor
João Almeida, estou de pleno acordo, contigo!
Gosto · Responder · 9 h

Fernando Liz
Lá vem a "estória" do coitadinho
https://youtu.be/X4C8Zvvjrwo
Gosto · Responder · 9 · 9 h

Nelson Abel Kassinda ·
Trabalha na empresa Professor
Fernando Liz, livra-te deste argumento racista!
Gosto · Responder · 9 h

Maria José S Ferraria ·
Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Nelson Abel Kassinda então agora os Países africanos também têm que pedir desculpa, não é? É que as tribos vendiam escravos... oh bolas... a História facilmente põe a careca à mostra uns dos outros e quem diz essas asneiradas de certeza que podem ser tudo , mas não HISTORIADORES. Mesmo na História recente os prisioneiros são vendidos como escravos no Continente Africano...
Gosto · Responder · 10 · 9 h

Nelson Abel Kassinda ·
Trabalha na empresa Professor
Maria José S Ferraria, basta-nos( à nós africanos) a vergonha de tais factos. Quanto mais não seja pelo esforço diário, em construirmos "Estados mais humanos". E quanto ao vosso passívo?
Gosto · Responder · 3 · 8 h · Editado

Sonia Vieira ·
Beaufort (Luxemburgo)
O governo Português pode sempre pedir desculpa pela sua história pela escravatura a minha questão é se vai resolver algumas coisas ou se vai ainda criar mais conflito entre nós todos
Gosto · Responder · 2 · 9 h

Ana Paula Martins
E quando é que vocês e o vosso governo pede desculpa por os portugueses decapitados e massacrados por vocês??? Vamos ser rialistas, os portugueses de facto vos escravizava, mas também já pagou bem caro por isso! No entanto os brancos que tiveram a sorte de não ser mortos por vocês, vieram embora do vosso país, e vocês como éramos tão maus, vieram em massa para o nosso país, e durante anos teem tido direito a tudo, casas, subsídios, e agora desculpem que diga, eu sei que ainda à uma minuria de brancos racistas, mas vocês actualmente é que estão a ser os maiores racistas! O que andam à procura? Vocês até foram uns felizardos, porque os retornados "o rótulo que lhes deram" não tiveram direito a ajudas do próprio governo como vocês tiveram, porque sabem acusar os branco, mas, vocês fugiram para Portugal para não serem mortos pelos próprios da vossa terra, como muitos portugueses foram... O racismo existe em quem é fraco de espírito e ignorante e que teima em viver no passado. Há lixo em todas as raças e cores. E para acabar só vou dizer isto, para os brancos, negros ou amarelos, não se esqueçam que a cor da pele é apenas um pormenor, porque na rialidade somos todos humanos! Há e já agora o que estes ditos historiadores andam à procura? Será que é de algum chegue chorudo?!!
Gosto · Responder · 21 · 8 h · Editado

Louis Veyron
Portugal é República exótica.

A banda filarmónica do exército, foi obrigada a desfilar no dia da vergonha venezuelana.

Foi muito fixe.
Foi à Maduro!
Gosto · Responder · 4 · 8 h

Fernando Marques
Ah Ah Ah... Vai-te catar chupista !
Gosto · Responder · 3 · 8 h

Paulo Santos
Se não e fossemos nós vocês hoje não eram nada, nem no mapa estavam.
Gosto · Responder · 5 · 8 h

Louis Veyron
Ana Paula Martins, esta segregação é propositada.
É estudada, exercida, e divulgada com um propósito.
Mas... que fazer?
Sim!
Existe muito que fazer!
Ler por exemplo o dn, é ler a propaganda socialista, do bloco de esquerda, e do infortunio baldaia, o tal, o que depois da campanha europeia, é aquilo que nunca será, mas pensa ser
Gosto · Responder · 1 · 8 h

Pedro Raimundo ·
ISEL - Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
Será que tambem vai pedir à familia Dos Santos para pedir desculpa? Nem dos vossos problemas conseguem cuidar querem um pedido de desculpas para que?!
Gosto · Responder · 4 · 8 h

Jose Carrilho ·
Luisa de Gusmão
Quando os portugueses chegaram a África, já o comércio de escravos existia. Os africanos devem um agradecimento público aos portugueses, por terem sido os primeiros a acabar com a escravatura.
Gosto · Responder · 20 · 8 h

Elisabete Oliveira ·
Avelãs De Caminho, Aveiro, Portugal
Obrigada sr.José Carrilho
Gosto · Responder · 2 · 8 h

Luis Rocha ·
Escola Secundária Martins Sarmento
Amanhã de manhã pedimos desculpa, agr tou ocupado
Gosto · Responder · 8 h

Arnaldo de Jesus ·
Força Aerea Portuguesa
Jà o fizemos amigo Nelson..Demos lhes z Independencia..(e nao estao melhor)
Gosto · Responder · 1 · 8 h

Paulo Carquejo ·
Escola Secundária de Benfica
Nelson Abel Kassinda, a diferença muito importante é só uma. Portugal pedir desculpa não vai mudar NADA. Já se o José Eduardo dos Santos pedisse desculpa e mudasse de atitudes, isso sim ia mudar muita coisa
Por isso é que acho isto um absurdo, porque existem coisas HOJE que essam sim merecem a nossa atenção e o nosso grito de revolta e pedido de mudança. EXISTE GENTE HOJE A EXPLORAR OUTROS HOMENS e esses, bem perto de si, é que deviam preocupar. POrque injustiça e exploração não tem cor de pele .
Gosto · Responder · 6 · 8 h · Editado

Joao Crespo ·
Trabalha na empresa ISEL - Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
Pedro Raimundo típico
Gosto · Responder · 8 h

Marlon Rocha
Desculpe lá, mas enquanto que em Portugal a escravatura acabou no século XVIII, vocês brasileiros obrigaram o rei e o governo a mantê-la no Brasil! E mais, demoraram até 1878 para acabar com a escravatura e quando a filha do Imperador o fez, is vossos corruptos barões das plantações vingaram-se acabando com a monarquia!

4/5 do ouro produzido no Brasil quando Portugal mandava ficaram nas mãos de brasileiros ou foram contrabandeados para as mãos de ingleses e holandeses! Se há criminosos e traficantes aqui, são os vossos ;)
Gosto · Responder · 1 · 8 h

Marlon Rocha
Esta é a prova de que uma cultura falhou: 200 anos depois da independência, continuam a procurar culpas no país que lhes deu a gente, a língua, a identidade e o nome! O Brasil falhou por causa da mentalidade parasita de muitos brasileiros, que nós portugueses bem vimos durante a segunda vaga de migração nos anos 90 e 2000...

Queremos cá pessoas honestas e os brasileiros trabalhadores são bem-vindos. Mas os parasitas que só sabem sugar e apontar dedos podem ficar a apodrecer desse lado do Atlântico!
Gosto · Responder · 5 · 8 h

Filipe Andrade ·
Football player na empresa Bedfordshire Bulls
Pedir desculpa? Por sermos brancos? Agora que vos "demos" tudo são os da vossa cor a roubarem tudo o que tem...
Gosto · Responder · 2 · 8 h

Maria José S Ferraria ·
Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Nelson Abel Kassinda pois... então é melhor estarem quietos e não passarem o tempo todo a atacar Portugal. Ataquem quem quiserem... o meu País eu defendo-o. E, ao contrário de alguns diletantes que por aqui andam, eu sou licenciada em História e sei bem do que estou a falar!
Até porque querem melhor exemplo do que se passou em Angola, na Guiné ou em Moçambique, depois da independência?
O que fazia a UNITA, o MPLA e o PAIGC, com os prisioneiros de guerra? O que aconteceu à Joana Simeão em Moçambique? Falo dela, podia falar de tantos outros que foram vítimas dos novos governos surgidos após a independência... E na Guiné em que se vendia o Povo à Guiné Conacri... deixem-se de lamexices e falsos moralismos!
Gosto · Responder · 6 · 7 h · Editado

Vitor Vieira ·
Porto
Nelson Abel Kassinda, não fale da História de Portugal levianamente. Os Portugueses construiram grandes cidades em Angola, Moçambique, e outras cidades de lingua oficial Portuguesa não fizemos como os Ingleses, Espanhois, e Holandeses enquanto tiveram em paises africanos sobre a sua alçada foi sacar tudo que tinham para sacar e deixaram esses Países á sua sorte na Pobreza, os Portugueses toda a riqueza produzida nesses Paises era lá aplicada mais e muito relevante durante 500 anos e nunca alteramos o uso e costumes dos nativos Africanos, e muto mais havia para dizer.
Gosto · Responder · 2 · 7 h · Editado

Pedro Miguel ·
Escola Secundária Afonso Lopes Vieira
Amigo e hoje? Quem rouba quem? Ahahahahah.
Gosto · Responder · 1 · 7 h

Manuel Catumba ·
Lisboa
Sem duvida condenável a prática da escravatura. Condenar em primeiro lugar os caçadores de escravos (irmãos de raça ).
Já agora quem foi aquela senhora venerada em Angola que dá o nome ao palácio da justiça D.Ana Joaquina? Explique-nos Sr professor.
Gosto · Responder · 3 · 7 h

Ana Fernandes
....coitadinhos...
E AGORA!???? Estão ricos 40 anos depois????
Nem ao menos conseguiram manter o padrão de vida do "antigamente" .....

Foram roubados pelos russos e Cuban os e falam dos portugueses???
Lavem a língua!!!!
Gosto · Responder · 7 · 7 h

Paulo Ricardo Santos ·
Escola Superior de Enfermagem São José de Cluny
Não existem mais racistas do que vocês. São racistas entre vocês mesmos...tristeza
Gosto · Responder · 6 · 7 h

Fábio Sousa ·
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - NOVA FCSH
Pilhagem massiva? O desenvolvimento que os países onde Portugal esteve foi graças mesmo a Portugal... A maioria dos africanos sabem bem que depois de sairmos de lá foi o que foi ...
Gosto · Responder · 2 · 7 h

Jorge Arruda ·
Extrumeiro Profissional na empresa Agricultor
A vocês ? Agora vai me falar de racismo não ?
Gosto · Responder · 7 h

Fernando Henrique Cesar Leitão
Ó Kassinda, queres desculpas? Pois bem, e tu, já agradecestes aos brancos pelo fim da escravidão? Pois fomos nós que a encerramos depois de milénios de esclavismo negro em África. O branco não começou a escravidão africana, mas a pôs fim.
Gosto · Responder · 8 · 7 h

Carlos Coelho ·
Universidade da vida
Nelson Abel Kassinda, nem sequer vou tocar no assunto que você tão convenientemente aproveitou para fazer o seu ataquezinho mesquinho aos portugueses. Os americanos deveriam estar caladinhos porque no que respeita a escravidão, opressão e devastação de outros povos tem muito que se lhes diga. Quando a escravidão já estava abolida em quase todo o mundo eles continuavam a ter escravos. Depois, porque não pedem eles desculpa por tudo o que fizeram às tribos de índios da América do Norte, levando-as à quase completa extinção? E o que se passa ainda na actualidade em alguns países de África? Não lhe interessa abordar esse tema? Como disse antes, a sua abordagem foi muito conveniente e intencional, só eficaz em quem não está devidamente elucidado sobre o assunto. Passe bem ... e volte a tentar!
Gosto · Responder · 3 · 7 h

Sérgio Santos ·
Projectionniste na empresa Cinerive SA
Lol
Voces sao os proprios a roubaram a africa
Voces ate se roubam entre si sem do nem piedade.
Enquanto caladinho podias ser um poeta
Gosto · Responder · 6 · 7 h

Daniel Areirep
40 anos de democracia e os antigos países das ditas ex colónias estão todos espectaculares.
Gosto · Responder · 4 · 7 h

Igor Silva ·
IPT . Instituto Politécnico de Tomar (página oficial)
Ana Fernandes os cubanos roubaram os angolanos?? Isto dá uma ideia dos argumentos que a extrema-direita racista pode usar. Bom bom era se os sul africanos tivessem tido êxito na invasão de Angola não era???
Gosto · Responder · 1 · 6 h

Ghazi Casaca ·
Universidade Lusíada de Lisboa
Sim porque as pessoas de hoje em dia têem culpa pelo que os seus antepassados fizeram há seculos.
Gosto · Responder · 3 · 6 h

Gianni de Sousa
Devem mais voces ao povo Portugues que o povo Portugues a voces!! Alias, deviam era agradecer aos Portugueses por terem sido eles a fazer-vos escravos e não outro povo qualquer porque de certeza a coisa teria corrido bem pior e tu nem andarias ai de casaquinho e camisinha!!!
Gosto · Responder · 4 · 6 h · Editado

Milton Marques
Dobra a linha quando falares do povo que te ensinou a falar...
Gosto · Responder · 3 · 6 h

Pedro Ribeiro ·
Trabalha na empresa Jerónimo Martins
E os espanhóis que fizeram,derrubaram das maiores civilizações existentes ,isso sim foi escandaloso
Gosto · Responder · 6 h

Gonçalo Semedo ·
ISLA Santarém
Longe de concordar com o que algumas vozes racistas e xenofobas dizem neste espaço de comentários. No entanto não percebo o que lhe roubei a si Sr. Nelson Kassinda?

Provavelmente sem a expansão de Portugal e restantes Europeu para Africa, o Sr não seria professor.

Não tenho visto as várias etnias africanas a pedir perdão às outras etnias a quem exploraram, incluindo a escravatura que já existia em Africa antes dos Europeus

Portugal assumiu muito cedo a desumanidade que era a escravatura, sendo proibida numa altura que era prática corrente na maioria dos outros países.

Nessa altura houve uma integração, dentro do possivel, e que permitiu que fosse um exemplo de liderança nesse ponto. Claro que com muitos defeitos, a começar pela dificuldade de implementação nos territórios ultramarinos em que a capacidade do estado central era muito reduzida e onde existia um racismo muito mais exacerbado, pelo qual, como Português, me envergonho.

Se o racismo diminuio nas ex-colónias depois da saída de Portugal? não me parece, esse tipo de situação entre as diversas etnias continua a acontecer e a discriminação é evidente.

Se há desculpas a pedir, sim! mas não a si. essas desculpas são para as pessoas dessa altura, que sofreram na pela os horrores da escravatura. e as desculpas têm de ser de todos os que participaram, tanto brancos como negros, assim como todos os outros.
Gosto · Responder · 5 · 5 h

Paolo Grimaldi ·
Nairóbi
Falas do José Eduardo dos Santos e da Isabelinha que têm roubado o povo angolano? Certo?
Gosto · Responder · 1 · 5 h

Amândio Tomás Afroptimista ·
Trabalha na empresa Ecko Unltd.
Um pedido de desculpas sim, pelos males que causaram a esse povo nobre, não se preocupem com o tio Zé "tio patinhas", ele também irá responder pelos seus erros "nada dura para sempre". Foram mais de quinhentos anos a viverem dos recursos Africano(Portugal deve muito mais aos angolanos).
Gosto · Responder · 5 h · Editado

Gaius Magnus
Amândio Tomás Afroptimista Vamos ignorar o facto que nós é que vos temos enviado a maioria da ajuda humanitária, não para que vocês não precisam das nossas vacinas nem ajudas alimentares... não voces são um povo autónomo e perfeitamente desenvolvido que se consegue desenrascar sozinho e nao precisa dos recursos que nós vos envia mos atualmente.
Gosto · Responder · 1 · 2 h · Editado

Paolo Grimaldi ·
Nairóbi
Nelson Abel Kassinda, para ilustrar a grande evolução cultural dos povos africanos posso invocar ditadores como o Mobutu Sese Seko, Jean-Bédel Bokassa, Apollo Milton Obote, Albert Bernard Bongo “Omar Bongo Ondimba, Étienne Gnassingbé Eyadéma, Moussa Traoré e Francisco Macías Nguema. O problema dos africanos são os próprios africanos!
Gosto · Responder · 1 · 5 h

Leonel Gonçalves ·
Agitador na empresa Cepa
Meu caro: quem os vendia aos traficantes?
Gosto · Responder · 2 · 5 h

Rui Vieira
Pois , mas ... "à nós" ... ou ao meo ???
Gosto · Responder · 4 h

João Silva ·
Almada
Pois é meu caro, mas eu não fiz nada de mal a ninguém. Ah "os teus antepassados fizeram", tens noção que no sec. 15 e 16 a maior parte de portugal estava na miséria e o tráfico de escravos era feito por uma minoria que provavelmente estava bem na vida? Mania de tentarem fazer um colectivo sentir-se culpado. Ja agora os alemães tbm têm de pedir desculpa pelo Holocausto? Afinal foram os antepassados deles q fizeram as coisas. Ou será que os judeus compreendem que apenas uma minoria estava envolvida com as cameras de gás? Pois é amigo cresce, deixa de culpar os outros por possiveis problemas porque cada um tem os seus problemas.
Gosto · Responder · 2 · 4 h

Sa Mota Joao
Sr Nelson porque está em portugal vá para o seu país ou inscreva-se no SOS RACISTA FACISTA
Gosto · Responder · 1 · 4 h

Tiago Da Silva Andrade ·
Odontologo Marino na empresa Odontologo marino
Se nota que eres doido
Gosto · Responder · 1 · 4 h

Gonçalo Torres ·
Escola Profissional do Fundão
Desculpa lá por seres tão ignorante. Não te soubemos educar melhor.
Gosto · Responder · 4 h

Monteiro MontClaus Claudio ·
Instituto Universitário da Maia - ISMAI
Márcio Pimenta porquê falas asneiras, o que sabes da história da África?
Gosto · Responder · 4 h

Felicidade Guerreiro ·
Escola Da Vida
Comentário tão infeliz Luciano Freitas !!
Gosto · Responder · 3 h

Paulo Ricardo Machado
Nelson Abel Kassinda ja que você quer ir por aí,de que serve pedir desculpa por coisas do passado onde os vossos antepassados sao tao culpados, se nos dias de hoje vivem uma ditadura e ecravização moderna e nao o vejo a si revoltado com isso, por isso repito, a familia dos Santos ja pediu desculpa ??pois,nao me parece..." Angola poderia ser una grande naçao se o povo nao fosse tao conformista e preguiçoso,estao sempre a espera que alguem faça o tudo no lugar deles... " sao compatriotas seus que se cansaram disso e emigraram que me disseram isto.
Gosto · Responder · 1 · 3 h

Jane Melo Stefanowska
Os africanos ja eram escravizados em africa pelos muçulmanos e vendidos pelos próprios negros...os muçulmanos alem de escraviza los ao islamismo e ao trabalho escravo...ainda os castravam p n procriarem se...mas mesmo assim ha milhões de negros a favor do islao .
Gosto · Responder · 1 · 3 h · Editado

João Correia Simões ·
Colégio D. Luísa Sigea
Têm razão, mas os Americanos ainda foram piores. Foram dos últimos a acabar com escravidão
Gosto · Responder · 2 h

Henrique Miranda
Conhece o texto de Isomar Pedro Gomes? http://www.club-k.net/index.php?option=com_content...
Gosto · Responder · 2 h

Henrique Miranda
Ou então ouvir Alice Mabote diz, Donald Trump tem razão quando disse "África, deve ser recolonizada"
https://www.youtube.com/watch?v=PZxd2__Ij1Y
Gosto · Responder · 2 h

João Nabeiro
Não confundir escrasvatura c/ colonialismo
Gosto · Responder · 1 h

José Mamouros ·
Oeiras
Luciano Freitas Uma medalha em ouro !
Gosto · Responder · 1 h

Daumir Silva ·
São Paulo
Luciano Freitas hoje no Brasil é assim com as cotas raciais, pessoas são premiadas pela cor não por sua capacitação profissional. Cabe destacar medidas populistas de políticos demagogos.
Gosto · Responder · 1 h

Rui Pereira ·
UAL
Há por aqui gente que devia ir estudar um bocadinho antes de abrir a boca...É que se o fizesse saberia em primeiro lugar que antes dos europeus chegarem a África já lá existia escravatura e depois saberia que eram os próprios africanos quem vendia escravos aos europeus.
Gosto · Responder · 2 · 1 h

Helder Mussulo ·
Luanda
Até parece que foi mentira lol
Pedir desculpas a Africa pelos erros dos ditadores do passado não custa nada a ninguém...
Em Angola andamos de mãos dadas faz tempo e sabemos bem o passado de escravatura.
Mais pontes entre todos e menos odios por favor
Gosto · Responder · 1 h · Editado

Rui Pereira ·
UAL
Helder Mussulo Não se constrói pontes pedindo desculpas pelo passado e já agora agradecimentos, não são devidos aos portugueses e aos europeus em geral??? Quem levou para o vosso continente os conhecimentos técnicos e científicos que vos permitiu evoluir??? Para que continente vieram estudar os vossos líderes históricos??? Tanta e tanta coisa que vocês devem aos europeus....
Gosto · Responder · 1 h

Joaquim Almeida ·
INSTITUTO MILITAR DOS PUPILOS DO EXÉRCITO
Sana Sanito Na Num-na Por acaso até foi . Leia literatura independente.
Gosto · Responder · 20 min

Carlos André ·
Retired. na empresa None of your Business
Os americanos que pecam desculpas pelos seus actos primeiro, e se deixem de dar licoes aos outros povos depois. Haja paciencia para tamanhos idiotas que em grande maioria nem sabem onde fica Portugal.
Gosto · Responder · 168 · 10 h

Anisio Romulo
voces podiam, também, devolver o ouro que pegaram aqui no Brasil
Gosto · Responder · 4 · 10 h

Joana Silva
Gosto · Responder · 1 · 10 h

Joana Silva
Gosto · Responder · 10 h
Mostrar mais 10 respostas neste tópico

Manito Pontes ·
Cifap
Desculpa para quê? Eles só precisam fazer uma coisa, deixar a África em paz, todos eles imperialistas.
Gosto · Responder · 22 · 9 h

Manuel Vicente ·
Sydney
E voces famintos deixarem a Europa
Gosto · Responder · 8 · 9 h

Manito Pontes ·
Cifap
E vcs são um bandos de miseráveis, por isso são o último entre os vossos colegas imperialistas e vão continuar ser último para sempre.
Gosto · Responder · 9 h

AC Maltez
E também não mandar medicamentos nem vacinas, nem ajuda alimentar na próxima guerra por um cacho de bananas. Nem telemoveis, nem internet nem carros, nem motas, nem livros.
Gosto · Responder · 5 · 9 h · Editado


Zico Andrade ·
Universidade Portucalense Infante D. Henrique
Opinem com conhecimento e não com preconceito. Até o Papa pediu perdão pelas atrocidades cometidas pelos cristãos. A escravatura sempre existiu em África, e muitos destes escravos eram captura de conflitos tribais. Mas nunca com a dimensão dada pelos portugueses e pela expansão.
Gosto · Responder · 22 · 10 h · Editado

Abílio Carvalho ·
Vila Nova de Gaia
Preconceito é não admitirem todos que têm culpas em algo, só uma parte admitir a sua culpa na escravatura é a outra parte não a assumir, a escravatura em África já existia antes dos europeus e americanos a terem transformado num negócio, a culpa é também dos africanos que escravizavam outros e até os vendiam a outros povos.
Gosto · Responder · 9 · 10 h

Luciano Freitas
O papa pediu desculpa pelos atos da igreja católica, se tens tanta consideração pelo papa fazes tudo o que ele manda?
Gosto · Responder · 3 · 10 h

Luciano Freitas
https://m.facebook.com/story.php...
Gosto · Responder · 10 h


Abílio Carvalho ·
Vila Nova de Gaia
Eu concordo que todos mas todos devem pedir desculpas pela escravidão, talvez fosse bom começar pelos próprios povos africanos que se escravizavam uns aos outros, pois em muitos casos as tribos africanas nas suas guerras com outras tribos faziam escravos e vendiam esses escravos aos brancos, na história da escravatura não existem povos inocentes, o que já não se admite é a escravatura na actualidade, e que ainda existe.
Gosto · Responder · 41 · 10 h

Luciano Freitas
A esquerda radical quer reescrever a história
Gosto · Responder · 6 · 10 h

Carlos André ·
Retired. na empresa None of your Business
ainda hoje ha' escravidao em Africa, e nao so'!
Gosto · Responder · 6 · 9 h

João Correia Simões ·
Colégio D. Luísa Sigea
Sem dúvida.
Gosto · Responder · 2 h

Rodrigo Salgado Augustinho ·
UTFPR - Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Um erro não justifica o outro.
Gosto · Responder · 1 h

Esperança Flávia Gerardo-Câncio
Escravizavam e escravizam, nomeadamente nas minas de diamantes em Angola. É só pesquisar na Web e ficar horrorizado com os vídeos que por aí circulam...deixemos de ser hipócritas..
Gosto · Responder · 21 min

Paulo Carquejo ·
Escola Secundária de Benfica
Já agora que muitos e muitos países africanos pecam desculpa também. É que a escravatura sempre existiu em África, praticada por africanos que escravizavam africanos. Os portugueses dessa epoca apenas fizeram o que muitos outros já faziam. Não inventaram o comércio de escravos e nem sequer foram grande impulsionador.
Pedir desculpa NESTE MOMENTO não faz qualquer sentido.
Gosto · Responder · 50 · 10 h · Editado

Patrique Diogo da Veiga
Ahahahhah vao tentar saber melhor, os africanos escravizaram os africanos, mas era para pagar dividas ou por causa de conflitos tribais, nao foi como os brancos que os escravizaram so por causa da sua cor... Ps: e as condições e tratamentos era mt diferentes...
Gosto · Responder · 9 h

Isabel Barros Luis ·
Escola Comercial D. Maria I
E eles com montes de telhados de vidro (ainda hoje semeiam a morte por todo o lado) atrevem-se a chamar os outros à coação? "Tem pai que é cego"!...
Gosto · Responder · 1 · 8 h

Cesar Caliengue ·
Escola Secundária Manuel Cargaleiro
Portugueses que escravizaram já morreram.
Africanos que foram escravizados já morreram.
Portugal foi dos primeiros a abolir a escravatura.
Há africanos a viver em Portugal e portugueses a viver em África.
Portugal com ou sem as colônias continua a estar numa má situação financeira.
As colônias com ou sem Portugal continuariam a estar numa má situação financeira.
Pedir desculpas pra quê?
O mínimo que deviam fazer era acabar com a discriminação dos brancos nas ex colônias e dos pretos e dos emigrantes em Portugal, o que para já é uma sacanagem visto que muitos dos portugueses também saem do país deles.
Gosto · Responder · 33 · 9 h

José Amorim Amorim
Unico comentario bom que já li....
Gosto · Responder · 2 · 4 h

Nany Semedo ·
Drogheda
os africanos escravizados já morreram sim...e os descendentes dos mesmos?
Entendam de uma vez que o colonianismo em Africa teve danos colaterais e somos nós afrodescendes que continuamos a levar com o racismo e nao se esqueçam que envenenaram Africa com o Apartheid...e devolvam o que o que roubaram e continuam a roubar de Africa!
Gosto · Responder · 3 h

Rui Pereira ·
UAL
Nany Semedo mas o que é que Portugal tem a ver com o Apartheid???
Gosto · Responder · 1 · 1 h

Paulo Henrique Santos ·
PUC - SP
Vejo portugueses tentando justificar o colonialismo histórico que Portugal fez, ridículo! Vejo que a boa ciência histórica é cada vez mais necessária nesse ocidente hipócrita e mesquinho!

Uma observação: a diferenciação entre estado e nação é fundamental aqui, é o estado português que deveria pedir desculpas. A nação, ou o povo português, pouco tem culpa do que foi o estado de Portugal e pior, de certa forma também foi vítima deste estado!
Gosto · Responder · 1 · 7 h · Editado

Maria Jose Silva
"Vejo portugueses tentando justificar o colonialismo historico que Portugal fez,...". E os seus antepassados que foram para o Brasil, eram donde? Bangladesh??
Gosto · Responder · 7 · 7 h

Marco De Sousa Caneira ·
Universidade dos Açores
Maria Jose Silva deixa para lá...o sistema político Brasileiro tem muito medo que os Brasileiros saibam a verdade e então as ordens na escola é ensinar a odiar Portugal 🇵🇹, ou seja, por outras palavras, passa ao povo um atestado de burrice para os poder controlar melhor.
Gosto · Responder · 3 · 6 h

Paulo Henrique Santos ·
PUC - SP
Marco De Sousa Caneira sua arrogância já diz tudo sobre você meu caro! Aliás, até combina com o babaca que você deve ser!
Gosto · Responder · 4 h

Paulo Henrique Santos ·
PUC - SP
Maria Jose Silva como eu disse isso não diz respeito ao povo português! Mas sim como um estado faz suas políticas. Em outras palavras, a nação portuguesa, a cultura e tal, claro que tua sua beleza e admiro muito, mas é necessário reconhecer os abusos históricos que um estado fez! Se o Brasil é fruto ou não desses abusos, isso não diz respeito e muito menos justifica. Um outro exemplo diferente más válido: eu sou cristão, más reconheço que o cristianismo fez muitas coisas horríveis tbm, não deixo de ser cristão por isso, más é óbvio que um reconhecimento é o mínimo! Até para evitarmos cometer os mesmos erros.
Gosto · Responder · 4 h

Ana H Garcia ·
FCSH - UNL
Paulo Henrique - está enganado. O colonialismo, em África, começou com a conferência de Berlim, quando a Alemanha se tornou um país e o Bismark percebeu que a Alemanha não tinha colónias e queria enfrentar o colonialismo britânico. Esse sim, o britânico, espalhado de facto, e de direito, por todos os continentes. No fim do século XIX, Portugal, ocupava uma estreita faixa de 10 km no litoral africano. Foi após a Conferência de Berlim, 15 de Novembro de 1884 e 26 de Fevereiro de 1885, que se instituiu, pelos países presentes, "todos para África e em força, porque um dos art da Conferência determinava a ocupação de facto e não de direito histórico. Assim, no final do séc. XIX e início do XX, Portugal desenvolveu uma série de viagens para o interior africano: De Angola a Contra Costa, Serpa Pinto, Capelo e Ivens. No entanto o projecto foi abandonado porque a Inglaterra lançou um Ultimato (de guerra) a Portugal, para abandonar o projecto do mapa cor de rosa, porque queria unir a cidade do Cairo ao Cabo em caminhos de ferro e assim exportar as matérias primas para a Inglaterra, em franca 2ª Revolução Industrial, e enfrentar a concorrência germânica. Como é que esta História acabou, bem, acabou na Paz Armada (Podre) e no assassinato de Sarajevo. Portugal só iniciou o colonialismo em Angola na 1ª República e no Estado Novo salazarista. Espero ter sido útil. boa tarde.
Gosto · Responder · 2 · 3 h

Maria Jose Silva
Paulo Henrique Santos A sua resposta e' um "emaranhado" de mau Portugues que nao responde a minha pergunta. O senhor esta a deflectir! O senhor disse " vejo portugueses.." nao disse " vejo o estado porutgues". Portanto, em questao de colonialism, donde vieram os seus antepassados? Nao eram eles tambem colonialistas?
Gosto · Responder · 1 · 3 h

Rui Pereira ·
UAL
Não há nada a justificar nem pelo qual pedir desculpa!
Gosto · Responder · 1 · 1 h

Hugo Moreira
E pedir desculpas pelo piri-piri a quem sofre de hemorroidas? E pedir desculpas aos orientais pela introdução da pólvora? ...quando não há assunto inventa-se. Silly season!
Gosto · Responder · 20 · 9 h

Guilherme Ferreira
A pólvora foi inventada na China mas eu percebi onde queria chegar. 😜
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Deanne Camara Ferreira ·
Filadélfia
Adorei!
Gosto · Responder · 2 · 9 h

Deanne Camara Ferreira ·
Filadélfia
Guilherme Ferreira foi sim. Mas foi na China ou no Japão que os Portugueses tiveram conhecimento com pólvora?
Gosto · Responder · 2 · 8 h

Lena Lopes ·
Escola Superior de Enfermagem São João de Deus - Évora
Os portugueses introduziram as armas de fogo no Japão
Gosto · Responder · 1 · 5 h

Gustavo Vicente
Hahahaha hahahaha

Vão la estudar bem e fazer uma boa investigação e depois de concluírem quem vendia os escravos aos portugueses tenham vergonha na cara dos comentários feitos, ambas as partes foram culpadas. Portugal foi o primeiro pais a abolir a escravatura
Gosto · Responder · 17 · 9 h

Deanne Camara Ferreira ·
Filadélfia
Eu disse a mesma coisa um pouco acima. Quem dominava o comércio de escravos não usavam no cordão de ouro uma cruz.
Gosto · Responder · 5 · 9 h

Marcelino Macedo ·
Trabalha na empresa Rio de Janeiro
Sim os holandeses tem una grande parcela de culpa também assim como todos países colonialistas.
Gosto · Responder · 7 h

Gustavo Vicente
E as varias tribos Africanas TB SFF. Ja antes da colonizacao existiam escravos em Africa
Gosto · Responder · 1 · 2 h

Gracelinda Trabuco ·
Liceu Rainha D. Leonor
Só teatro... Então e os outros que ainda hoje tem escravidão? Ou obrigam as mulheres a andarem entrapadas não faz mal? E vão pedir desculpa a quem? O que importa é modificar os comportamentos e respeitar...
Gosto · Responder · 17 · 10 h

Pedro Pires ·
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - NOVA FCSH
Os portugueses iam a África COMPRAR escravos, eram negros muitas vezes da mesma tribo dos escravizados que os vendiam aos portugueses. No entanto nunca vejo pedidos de desculpa a serem esigidos aos Africanos.
Mais ainda, muito antes de existir algo que se assemelhe a Portugal, já no que hoje se conheçe como "Méfio Oriente" existiam enormes mercados de escravos vindos, inclusive de África, mas ninguém exige um pedido de desculpas ao Médio Oriente.
Esta "mentalidade social" que se tem vindo a desenvolver na América é muito clara na aquisição de alvos, são sempre países ocidentais ou populações que não fic mal insultar, mas ir atrás dos culpados está quieto, porque isso seria falar mal de populações sobre as quais é politicamente incorrecto falar e que têm ainda maior culpa na escravização de seres humanos doque qualquer outro país, sem falar que ainda nos dias de hoje, em muitos lugares de África e do Médio Oriente a escravatura e submissão das mulheres é aceitavél e visto com bons olhos.
No meio disto tudo, Portugal que foi um dos primeiros a acabar com a escravatura, leva sempre por tabela.
Cresçam e apareçam!
Gosto · Responder · 15 · 10 h

José Mamouros ·
Oeiras
Inteligente comentário. Os Americanos deviam pedir desculpa ao Mundo por os seus ascendentes terem dizimado uma civilização - os«índios de pele vermelha» - para se apoderarem das suas terras e outros bens. Também deviam revisitar bem o passado, no que diz respeito á escravatura e ao racismo. Não são idóneos para dar lições aos Portugueses. Não podemos sentenciar o passado em função do presente. As circunstâncias eram outras, assim como o pensamento filosófico e valores religiosos. Não façam de Portugal o bode expiatório da escravatura, do racismo, da submissão, que nos dias de hoje se pratica no Continente Africano, Asiático e na própria América do Norte.
Gosto · Responder · 1 · 1 h

Tomas Almendra
Historiadores está errado. É um historiador, estrangeiro, americano. Um Historiador é imparcial, este não passa de um amador. A escravatura foi um processo banal na história da humanidade, e não começou na Europa. aliàs a crença de que só os africanos é que foram vítimas da escravatura é ,só por si, uma ofensa a todas as vitimas da escravatura. A palavra escravo nao vem de negro, mas de Eslavo, sim, os de leste, mais brancos que a neve.
O Marcelo é um fraco que faz tudo por atenção e para agradar. Se ele quer pedir desculpa pelos escravos que fizemos, peça também que os franceses(francos) nos peçam desculpa por terem combatidos os godos-que com certeza também foram feitos escravos ou pelos ataques corsários ás nossas vilas indefesas, exija também pedidos de desculpas aos marroquinos, Italianos, turcos e a restante comunidade árabe. Acabamos por entrar numa espiral sem fim de pedidos de desculpa. Bem, mas se querem dar o exemplo, porque não começarem os países de África, ou melhor, as tribos, a pedirem desculpas uns aos outros? Se começarmos por ai, o mundo acaba e ainda não terá chegado a vez de portugal se desculpar.
Um historiador sabe que não se pode julgar o passado porque compreende que as circunstancias eram outras, pensamento e os conceitos existentes eram outros, a língua era outra e a cultura e a própria visão religiosa do mundo era outra, independentemente da religião.
Não defendo a escravatura, mas não peço desculpa pelo nosso passado. Marcelo, não és o meu presidente e Walter Hawthorne está mais perto do Dan Brown do que do rigor e imparcialidade que sao fundamentais para se fazer História
Gosto · Responder · 7 · 9 h · Editado

Tomas Almendra
Acrescento: Quer um pedido de desculpas pelo trafico de escravos?E onde está o obrigado pelo começo da legislação contra a a escravatura? Porque começar a escravatura ou o tráfico, qualquer TRIBO, monarquia ou Républica começava( conitnuava, secalhar encaixa melhor, uma vez que nao houve uma quebra). Porém nao foi nenhum outro país(porque no avançar do mundo moderno ja se pode começar a utiliazr o termo país), ou tribo, que avançou na restrição e abolição da escravatura se nao Portugal. Terminando: comparar os modelos de colonização Portugueses com as restantes Potencias só pode ser objecto de piada. com menos de um milhão de pessoas( se nao estou em erro, penso que no séc. XVI nao tinhamos o milhão de haitantes) , portugual controlou uma extenção territorial dezenas de vezes superior ao seus território continental, o que sugere uma situação de Permanente inferioridade numérica. Ora, quem está em inferioridade e mantém a superioridade nao pode ser um mau jogador, ou seja nao pode tratar mal aqueles que governa.
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Rui Carvalho
Porquê? As coisas têm o seu lugar na história. Hoje ainda há escravatura em África. Alguém pede desculpa? Todos os povos cometeram actos bons e maus na sua existência. A escravatura existia muito antes de Portugal existir. Não foi inventada por nós. Aliás Portugal transportava escravos capturados por outros Africanos que os forneciam. Esses já pediram desculpa.. Tenham juízo e deixem se de complexos.
Gosto · Responder · 7 · 9 h

Stefan Portnoi ·
ESPM - Pós Graduação
'Desumanização. Documento pouco conhecido do século XVI relata criação de escravos, em Vila Viçosa, como se fossem cavalos para reprodução"

Antes de fazer qualquer comentário, é bom estudar um pouco mais para ter idéia de como acontecia a escravidão europeia, no séc XIV até XVIII....

E sim... não só Portugal, mas os demais países que fomentaram um dos maiores genocídios da humanidade..... deviam pedir desculpas e ajudar a "limpar" a bagunça que fizeram no mundo todo.....

A propósito.... Portugal, se destacou na economia europeia por pouco mais de algumas décadas do séc XVII.... depois disso, sempre montado em grandes dividas......

Não devemos julgar a história, é ignorância. Devemos aprender com ela, para não repetirmos os mesmos erros cometidos no passado......
Gosto · Responder · 7 · 9 h · Editado

Jorge Ribeiro Gomes ·
Trabalha na empresa Restaurante L-Colesterol
Sim o conhecimento da história é importante, principalmente para evitar dizer disparates. Portugal fez o mea-culpa já há bastante tempo, na verdade foi dos pioneiros nesse mea-culpa e na abolição da escravatura.

Portugal: O Reino de Portugal, pela mão do Marquês de Pombal, primeiro-ministro do rei dom José, aboliu a escravidão nos seus territórios a 12 de fevereiro de 1761, passando Portugal a ser o pioneiro no abolicionismo. Contudo, pela grande extensão de território e dificuldade de controle, muitos negreiros continuaram a fazer transporte dos escravos africanos para a América espanhola e portuguesa. No início do século XIX, juntamente com a Grã-Bretanha, Portugal proibiu novamente o comércio de escravos e, em 1854, por decreto, foram libertos todos os escravos que restavam. Dois anos mais tarde, também foram libertos todos os escravos da Igreja Católica nas colónias. A 25 de fevereiro de 1869, produziu-se finalmente a abolição "prática" e completa da escravatura no Império Português.

Brasil: Como parte integrante de Portugal, o Brasil recebeu a abolição igualmente a 12 de fevereiro de 1761. Posteriormente, os movimentos revolucionários independentistas, particularmente a Conjuração Baiana (1798), pretenderam, também, retirar a condição de escravos àqueles que já o eram, e aproveitar a revolta destes contra os seus senhores, contando assim com maior facilidade no processo revolucionário contra Portugal. Após a Independência do Brasil (1822), as discussões a seu respeito estenderam-se pelo período do Império, tendo adquirido relevância a partir de 1850 e caráter verdadeiramente popular a partir de 1870, mas apenas atingindo seu fim com a Lei Áurea (13 de maio de 1888).

Reino Unido: A escravatura praticada pelo Reino Unido foi, de longe, a mais grave, e, dela, vem a fama que se alastrou injustamente aos outros casos.[carece de fontes] Por fim, a Society for Effecting the Abolition of Slavery (Sociedade para efetuar a abolição da escravatura) foi fundada em 1789 por Thomas Clarkson. Nas suas apresentações, informou das condições dos escravos e buscou o apoio do parlamento. Por outro lado, havia interesses económicos ingleses relativamente aos seus territórios americanos, bastante apoiados na mão de obra escrava.
Depois de uma campanha do parlamentar William Wilberforce, em 25 de março de 1807 foi aprovado, pelo Parlamento Britânico, o Slave Trade Act ou Ato contra o Comércio de Escravos, que proibia o comércio de escravos em todo o Império Britânico e que estipulava uma multa de 100 libras esterlinas para cada escravo encontrado nos barcos ingleses. Com este feito, a Inglaterra propunha-se como modelo.

E.U.A.: O movimento abolicionista foi formado em 1830 nos estados do norte dos Estados Unidos, nos quais teve muita publicidade. Em 1831, foi fundada a New-England Anti-Slavery Society (Sociedade antiescravatura de Nova Inglaterra).
O movimento tinha as suas raízes no século XVIII, quando nascera visando a proibir o tráfico de escravos. A posse de escravos foi permitida até o final da Guerra de Secessão (1861-1865), particularmente nos estados do sul. A constituição dos Estados Unidos (1789) tratava, em certos pontos, da escravatura, embora, em nenhum ponto, fosse usada esta palavra.
Todos os estados a norte de Maryland aboliram a escravidão entre 1789 e 1830, gradualmente e em diferentes momentos. Contudo, o status da escravidão permaneceu inalterado no sul, e os costumes e o pensamento público fortaleceram-se no sentido na defesa da escravidão como resposta ao crescente fortalecimento da atitude antiescravidão do norte. O ponto de vista contra a escravidão que muitos homens do norte mantinham após 1830 foi convergindo lenta e imperceptivelmente para o movimento abolicionista. A maioria dos estados do norte não aceitava, no entanto, as posições extremas dos abolicionistas. Abraham Lincoln, apesar de ser contrário à escravidão, também não aceitava o abolicionismo.
...
Muitos abolicionistas americanos desempenharam um papel ativo contra a escravidão no Underground railroad, que visava a ajudar os escravos fugitivos, apesar das grandes penas que isto podia acarretar segundo a lei federal que entrou em vigor em 1850.
Mediante a Declaração de Emancipação (promulgada pelo presidente Abraham Lincoln, na que foi declarada a liberdade de todos os escravos em 1863 e que entrou em vigor pela primeira vez no final da Guerra Civil (1865), os abolicionistas americanos obtiveram a libertação dos escravos nos estados em que continuava havendo escravidão. O movimento abolicionista preparou o campo para o movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos.
Gosto · Responder · 3 h

Márcio Pimenta ·
Escola basica dos 2º e 3º de São Roque do Galeão
Falsos moralismos....portugueses foram os primeiros a abolir e pedir desculpa em pleno século 21??? O que vai mudar? Os negros tb vão pedir desculpa ou perdao por matarem negros albinos por bruxaria? AAHAHAHHAHA
Gosto · Responder · 8 · 10 h

Cristiano Ramos
Mais uma ideia que querem importar, o privilégio branco... Não chegavam os LGBTIYXZ... Vem aí a nova vaga de coitadinhos e ofendidos.
Gosto · Responder · 10 · 10 h

Deanne Camara Ferreira ·
Filadélfia
Exacto! E quem será o próximo grupo para pedir tratamento especial? Falou muito bem, Cristiano ramos.
Gosto · Responder · 2 · 9 h

Diogo Abreu ·
Instituto Politécnico de Setúbal
Ninguém tem de pedir desculpa pela história de ninguém. Quase todos os países têm registos de violência e escravização e tudo mais até do próprio povo. É história, ponto final. Nenhum povo é mais ou menos racista pelo que os seus antepassados fizeram há 500 anos na altura das conquistas, cresçam por favor.
Gosto · Responder · 9 · 9 h

Ricardo Rodrigues ·
Gerente na empresa Praça Publica Bar
Acho uma piada aos americanos... Pedir desculpa ao Japão por duas bombas atómicas o Obama recusa, e vem pedir que Portugal peça desculpa por uma situação em que foi o primeiro a acabar com ela...
Gosto · Responder · 7 · 9 h

Maria José S Ferraria ·
Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Ricardo Rodrigues... .. os americanos que vão à :poop:
Gosto · Responder · 1 · 2 h

Tiago Do Val ·
Universidade do Minho - Oficial
Historiadores americanos... Que tal pediram desculpas pela invasão no Vietname? Ou pela operação Condor na América latina...
Gosto · Responder · 10 · 10 h

Licínio Fonseca ·
Trabalha na empresa Reformou-se
"O facto de que vários países decidiram que era importante fazê-lo sugere uma nova norma que merece reflexão. Do meu ponto de vista, um reconhecimento do passado contribui para um sentimento coletivo de reconhecimento de desumanidades do passado", disse à Lusa Walter Hawthorne, da Universidade de Michigan."

Concordo.
Portugal deve reconhecer o seu passado logo que os EUA devolvam o seu país ao povo Índio, seu legítimo dono.
Gosto · Responder · 5 · 9 h

Mariza Fischer ·
Puc Medicina
As pessoas parecem desconhecer história. A história da humanidade foi toda feita encima da escravidão de seres humanos. Há história também foi feita de guerras e os vencidos tornavam se escravos. Antes do advento da democracia qualquer um poderia ficar escravo submetido a força de um dominador mais forte. O homem negro foi mais um a ser escravo.
Gosto · Responder · 5 · 9 h

Mauricio Alexandre ·
São Paulo
Visitei recentemente no belo Museu de Washington e sinceramente não vi nenhum pedido de desculpas explícito. Trata-se de um belo museu que se visita do subsolo (escravidão), e que na medida que se sobe os pisos mostram a luta pela igualdade e a ascensão social dos afrodescendentes nos EUA, de escravos a soldados, de analfabetos a manifestantes, das senzalas a Casa Branca com Obama no comando do país, culminando com astros e estrelas da música e do cinema. Enfim, uma bela homenagem que resgata o orgulho do povo e que contribui para a integração racial no país.
Gosto · Responder · 4 · 9 h

Bruno Nobre Santos ·
Comandante de Secção e Formador na empresa Escola das Armas
Como português peço desculpa por pertencer ao primeiro povo a abolir a escravatura.
Como português peço desculpa por pertencer a um povo que comprava seres humanos a reinos africanos e os vendia a potências coloniais.
Como português peço desculpa pelos raides de esclavagistas muçulmanos que raptavam mulheres e crianças de aldeias litorais (como foi por exemplo o caso da carrapateira).
Como português peço desculpa de pertencer a um povo que até as guerras liberais era na verdade um povo de escravos e propriedade do rei (como a construção do palácio de Mafra comprova).
Como português peço desculpa por provavelmente ter em mim sangue dos pretos do Sado.
Como português peço desculpa de pertencer a um povo que diminuiu o tráfego de escravos no continente africano quando passamos a controlar certos territórios (é estranho mas muito provavelmente é verdade, não existem muitas provas disso pois os esclavagistas muçulmanos castrava os homens e a maioria deles morria ou disso ou da viagem).
Como português peço desculpa por provavelmente ter antepassados que foram escravos de muçulmanos ou de romanos.
Como português peço desculpa por pertencer a um povo que nunca implementou o aparheid.
Como português peço desculpa por provavelmente não ter antepassados ligados directamente ao tráfico de escravos (pois a esmagadora maioria desses não residiam em Portugal mas sim nas colónias e foi lá que deixaram descendentes).
Como português peço desculpa pelo esclavagistas asteca, inca, maia, nas tribos africanas, nas tribos sul americanas, celta, romano, grego, muçulmano, comunista, nazi, etc...

Ou seja quem quer desculpas vá estudar um pouco e depois veja quão idiota é essa afirmação.
Gosto · Responder · 3 · 1 h

Nuno São Bento Pereira ·
Trabalha na empresa Quintly
Pessoal dos outros países, em Portugal há um grande brainwashing no que se refere à escravatura e a todas as atrocidades que fizemos durante os períodos de navegação e coloniais. Nos livros de história apenas falam da bravura e dos feitos nunca antes cometidos por europeus, mas não falam de tudo o resto. Como podem ver pelas publicações dos portugueses, tudo que tenhamos feito de mal é racionalizado. Eu próprio tive que viver em Moçambique e ler alguma literatura local para entender algumas coisas e ver o outro lado da historia. Perdoem-nos a ignorância instituticionalizada. Tal também acontece noutros países como França, Espanha ou UK onde as pessoas vêm os seus antigos impérios como algo de glorioso. É um problema europeu que afecta Portugal também.
Gosto · Responder · 3 · 5 h

Joana Laranja ·
Paris
E quem é que vendia os escravos aos portugueses?eram os próprios senhores negros em África que vendia o seu próprio povo....devemos pedir desculpa se já não pedimos antes porque foi um período negro da nossa História mas quando de facto foram os próprios negros de tribos rivais que vendiam a sua gente....acho que os Africanos também têm de pedir desculpa aos próprios negros...e para que se saiba a escravatura no mundo ainda não acabou em algumas zonas de África há quem venda pessoas e compre e noutras zonas do mundo para além de escravas sexuais e tráfico humano há pessoas a trabalhar duramente por menos de 1euro por dia.
Gosto · Responder · 3 · 8 h

Raul Santos
Deve ser para rir...então e os outros? em matéria de escravatura Portugal está a léguas da Inglaterra ou dos EUA...tenham juizo...é preciso ter em conta o contexto histórico dos acontecimentos! Para além disso a escravatura continua, sendo que agora a exploração é feita pelos governos desses países sobre os seus próprios cidadãos!
Gosto · Responder · 3 · 8 h

Bé Gomes ·
Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa
A maior parte dos comentários demonstra uma imensa falta de cultura. Demonstra também que muitos dos africanos que aqui vêm dizer mal dos portugueses e de Portugal, actual, são extremamente racistas para connosco, que não nos querem nas suas terras, mas vivem nas nossas. E para pedirmos desculpa, peçam nos vocês também pela forma como trataram muitos de nós aquando da retirada das colónias. Não somos todos bons nem somos todos maus. Foquem-se no que fazem uns aos outros nos vossos países, em como são escravizados lá ainda nos dias de hoje, na diferença abismal entre as classes que por lá reina numa terra com tantos recursos.
Gosto · Responder · 3 · 3 h

Antonio Andrade Correia ·
Universidade de Coimbra
E que tal Adão e Eva pedirem desculpa pela m**da da humanidade que criaram!? Eheheheh! Ou o Afonso Henriques suicidar- se por causa desta nação que fundou? Francamente! Há cada uma! Ao que isto chegou! Também alguém se atreveria a pedir desculpa pelos pais que teve?
Gosto · Responder · 2 · 6 h

Gerson Mavinga ·
Trabalha na empresa ITEL - Instituto Nacional de Telecomunicações, Luanda - Luanda/ Angola
A coisa mais idiota é ler que africano vendia africano 🤣, europeus, Africanos, árabes e índios todos praticaram escravidão, porque com Africanos deveria ser diferente? Alguém aqui já ouviu d falar da guerra do kwata kwata? Ou como foi a decadência do reino do Congo? Alguém já ouviu falar d dividir pra conquistar?
Gosto · Responder · 3 · 9 h

Raul Alpuim ·
Boss na empresa Empresario Independiente
Desculpem.......
Não vamos querer viver na hipocrisia dos americanos...
Se portugal deve pedir desculpas o que será apenas um simbolismo, que em nada muda o passado, que o faça, agora os ''mui amigos'' americanos devem ajoelhar, pedir perdão e ainda rezar, enfim tudo quanto é penitencia, pelas atrocidades que cometeram não só com os pretos mas também com outros povos!
Gosto · Responder · 3 · 9 h

Toinho Nascimento ·
Universidade de Évora
O mero fato de se ter trazido o tema à baila mostra o quanto de gente em Portugal se orgulha de sua ignorância histórica e de sua tacanha mentalidade. Os americanos, obviamente, não menos! De há muito já deveriam ter feito o que pedem aos outros pelo genocídio perpetrado contra os povos indígenas.
Gosto · Responder · 2 · 8 h · Editado

Paula Pinto
Portugal foi o primeiro país a libertar os escravos. E os países africanos que actualmente exploram e escravizam o seu povo, devem pedir desculpas ou serem criminalizados?
Gosto · Responder · 4 · 8 h

António Manuel Sá
Seria uma questão de humildade. Reconhecer o que foi mal feito, apesar de na altura, ser normal. Não devemos esperar q outros reconheçam !!! É um facto !!! Pedir não humilha, mas liberta!!! Todos fizeram e houve tráfico de escravatura. Desde o início das nações. Os egípcios fizeram escravos aos Judeus!!! Os Romanos detinham o tráfico no Mediterrâneo, os espanhóis e todas as nações q colonizaram!!! Comer ou ser comido!!! Escravidão não é uma questão de cor, mas de raça. Ao conquistar terras, era normal acontecer!!! Com o tempo, os escravos modificaram a sua cor. Eram autóctones conquistadas, antes brancas, mas com os descobrimentos, a cor ficou preta, em África e Vermelha ( indígena) nas Américas e Ásia. Mas em consciência, devemos pedir desculpas, pois sabemos que foi errado, sem esperar q outros o façam. Ao reconhecer, libertaremos o que fizemos de mal a humanidade e a humildade fará de nós mais fortes juntos com o povo escravizado. Imaginam uma Alemanha 🇩🇪 sem reconhecer o foi feito erradamente na 2da guerra mundial aos Judeus? Como libertariam os tormentos, a não ser reconhecendo e ao desculpar-se de todo o mal q causaram, para assim fortalecer as relações entre os povos!!! Humildade!!! Falta a todos!!! Seria um bom começo!!!👍🎉
Gosto · Responder · 2 · 8 h · Editado

Patrícia Calais Garcia ·
Algés
Eu, portuguesa e ser humano, lamento e sinto vergonha de pertencer a uma espécie que escravizou e continua a escravizar os seus semelhantes e outras espécies. Lamento e tento fazer e educar melhor.
Gosto · Responder · 3 · 8 h

Andreia Oliveira Franco
Linda 👌💓🍷
Gosto · Responder · 5 h

Gloria Agostinho ·
Torres Vedras
Quem sofreu mais o racismo humano foi os mulatos, e são uns pacatos. Governem se, acabam com o tráfico de crianças, de órgãos, de mulheres para prostituição!
A desumanidade continua aí em grande não fecham os olhos ao vosso redor, sejam humanos, zelem mais pelo que se passa aí!
Eu sofro por ver tantas tristezas por aí, semper houve por parte do povo Português muita Solidariedade nestes casos mais de miséria, porque vocês não se entreajudam mais?
Gosto · Responder · 1 · 8 h

Eurico Cancela
É o Romanos por ter sido um império e os Persas e os........ Enfim história é história as épocas são diferentes nada comparáveis.
Gosto · Responder · 5 · 10 h

Paula Baptista Marques ·
Faculdade de Letras de Lisboa
Fico estupefacta. Parece que é um assunto da actualidade (ou será um fantasma ressuscitado?). A escravatura e o tráfico de escravos foram da mais crueis abominações masterminaram há mais de 150 anos!!!! Os africanos que venderam africanos aos portugueses já pediram desculpa? Não devem ter pedido porque já desapareceram há muitas gerações... Acho que os africanos estão muito mais preocupados com a exploração e negligência com que são tratados pela maioria dos seus governos.
Gosto · Responder · 1 · 4 h

Fabricio Martini
Discordo.
Graças à escravidão pelos países europeus, os africanos ex escravos hoje podem morar em lugares evoluídos.
Mesmo com colonização/escravidão os negros deveriam agradecer.
Sem os europeus, ainda hoje a África seria uma tribo.
Gosto · Responder · 1 · 8 h

Sergio Machado Guimarães ·
Faculdade de Odontologia da UFMG
Em "Os Maias " , o notável Eça de Queiroz mostra a discriminação que Maria Monforte sofria na sociedade portuguesa por ser filha de um traficante de escravos, que conseguiu sua fortuna pelo sofrimento e o sangue alheios . Pelos comentários , vejo que os portugueses de hoje ( não todos , felizmente ) consideram a prática normal e costumeira , "para aquela época " . O velho Eça deve estar se revirando na tumba !!
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Cristiano Pereira
Os portugueses nunca dizimaram um povo, como fizeram os americanos com o povo índio, mas os valores éticos dos historiadores americanos, fazem-nos esquecer isso. Que se saiba os EUA nunca pediram desculpa aos índios e continuam a subjuga-los.
Gosto · Responder · 1 · 8 h

Jose Antonio Monteiro ·
Tecnico electronica na empresa Reformado
Cristiano Pereira mas há muita gente tão ignorante que dis tanta coisa estupida e não sabe um pouco de historia os portugueses não foram santos mas comparados com outros quase paressem
Gosto · Responder · 6 h

Jose Livramento ·
Security Services na empresa G4S
Concordo, que se devam pedir desculpas, mas, a quem?
Os ditos escravos,... estão todos mortos.
Já agora;... Acabem com a escravatura que ainda existe neste mundo; especialmente de crianças. 🚶🏻
Gosto · Responder · 2 · 10 h

Francisco Pinto
Pedir desculpa pela escravatura!?
Portugal aboliu a escravatura de negros antes dos EUA. Seria de esperar que os srs académicos americanos pedissem ao seu próprio país que pedissem desculpa por terem comprado escravos (prática que durou quase 100 anos após a independência), e desse modo terem mantido a procura de um mercado hediondo.
Os escravos eram tidos como bem de troca em África. Ainda hoje, mesmo que de forma não declarada, há escravatura práticamente em todos os países que "forneciam" escravos há 400 anos, incluindo a Guiné Bissau de língua oficial portuguesa.
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Manuel Jorge Teixeira
Trazer este assunto à baila só podia mesmo ser por americanos quando foi Portugal o primeiro a abolir a escravatura. Foi um período "negro" da história é verdade! Como o foi em épocas muito, muito anteriores, como por exemplo no período romano. Mas é, ainda hoje, entre "negros" que existe o maior racismo. Tal como nesses últimos tempos, de escravatura, que os povos de Africa perseguiram outros povos de Africa para venderem aos europeus deveriam fazer um acto contrição. Todo o acto de desrespeito para com outro ser humano é absolutamente condenável e os tempos que vivemos são de um outro tipo de escravatura e isso é que nos devíamos preocupar!
Gosto · Responder · 1 · 1 h

Ag Alçada Monteiro ·
CEO Slave (EU Division) na empresa Bilderberg Group
Têm direito à opinião mas não é uma verdade absoluta. Eles têm lá muitos esqueletos no armário. Que comecem por pedir desculpa aos naturais (os chamados índios) que quase os apagaram do mapa e os colocaram em #caixinhas ou montras para turista ver.
Gosto · Responder · 9 h

José Carlos Oliveira
Sim já agora deveriam pedir desculpas também por terem ocupado as colonias e ter levado a civilização a esses postos, deveriam tê-los deixado na ignorância e que se continuassem a matar uns aos outros como tribos que são e assim se comportam desde que Portugal abandonou as colonias.
Em 500 anos de ocupação como eles tanto gostam de relembrar para se vitimizar não aprenderam nada do que realmente interessava; o único que aprenderam foi o pior do branco porque o bom não lhes interessou; trabalhar, construir, cultivar, etc.... isso não lhes interessa, é mais fácil fazerem-se de vítimas e coitadinhos e andar a pedinchar para que o branco lhe ponha as coisas à frente dos olhos.
Mas eu é que sou o racista e o ignorante...
Gosto · Responder · 7 h

Urquiza Alves
Como se só Portugal tivesse feito isso. A história do mundo desde muito tempo é repleta de escravidão, onde o mais fraco era subjugado pelo mais forte, quem lutou e luta contra isso é o Cristianismo, a Igreja Católica que foi educando os povos a saírem do barbarismo.

Ainda hoje existem nações que escravizam pessoas e o Oriente Médio é exemplo disso com suas escravas sexuais e quiçá outros. Antes de Portugal fazer escravos o próprios negros já se escravizavam e esses que estavam nessas condições eram vendidos aos portugueses pois os mesmos dificilmente adentravam o continente.

Antes de Portugal pedir desculpas muitos outros deveriam fazê-lo.
Gosto · Responder · 4 h · Editado

Gonçalo Torres ·
ISCTE Business School
Peço imensa desculpa pelos meus ancestrais... Não digam é ao Eduardo dos Santos para pedir desculpa ... Ele não tem que o fazer, agora que tem imunidade não é? Parabéns por se terem reerguido após a exploração por parte dos portugueses... Hoje sem dúvida que são uma potência mundial, todos... Com os recursos que tem na terra tem aproveitado bem (os ricos e corruptos) a culpa? A culpa é dos portugueses claro... Morte aos portugueses!
Gosto · Responder · 8 h · Editado

Gonçalo Torres ·
ISCTE Business School
Alexandre Fialho
Gosto · Responder · 8 h

Lubélia Borges Soares ·
Escola Lusitania Feminina
Seria bom que olhassem primeiro para dentro da sua casa. O que fizeram e continuam a fazer aos habitantes originários chamados de índios, a escravatura dentro da sua própria casa.
Portugal foi o primeiro País a abolir a escravatura.
A indulgência, o esquecimento convertido em desconhecimento e falta de cultura deste País é d ir às lágrimas.
Porque será que Portugal causa tantas engulhos a tanta gente???
Gosto · Responder · 11 min

Kenny Damião ·
Processador de Informações na empresa MININT( Ministério Do Interior)
Não acho que Portugal deve fazer isso, pois foi um acto de colonização (civilização), peso embora haver situações difíceis de lembrar, mas agradecemos a civilização dada! Mas não é bom quando muitos vêm aqui querer ofender o que hoje somos ou que fomos ontem, pois cada um é o resultado daquilo que foi!!! Se vermos bem Meu país está em condições de provocar uma catástrofe a àqueles que de forma pejorativa querem chegar aonde não deviam!! Obrigado pela compreensão!
Gosto · Responder · 6 h · Editado

Suzana Fonsêca
"Um pedido de desculpas ajudaria os 5.8 milhões de africanos tornados escravos e embarcados em navios com a bandeira de Portugal? Ajudaria aqueles que foram mortos em guerras causadas pelo tráfico de escravos? Por aqueles que sofreram há centenas de anos? Não, mas seria um passo em frente para melhorar a relação hoje em dia entre pessoas com cores diferentes", defende."Grandes pessoas pedem desculpas e tornam-se melhores pessoas. Grandes países cometeram atrocidades. Grandes países pedem desculpa. Quando os seus líderes tomam essa ação, elevam os seus países", acrescenta.
Gosto · Responder · 9 h

Deanne Camara Ferreira ·
Filadélfia
Acções soam mais alto que palavras. Pedir desculpas não faz sentido agora; como pedir perdão por algo que não se fez pessoalmente? Este caso de escravatura foi há séculos. Melhor seria não cometer estes erros atualmente, como seja o caso.
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Jorge Paulo
-Más noticias ! - A escravatura nunca vai acabar...Pequenos pormenores, como cor da pele, ou outras características, insignificantes, são tão exploradas, que não compreendo, como "pessoas" ainda se justificam, com "esses tipos de argumentos". Para justificar o injustificável...Querem ver certas injustiças, a que me refiro. -Por exemplo, Na Africa,(não vou mencionar países) os nativos ou naturais, sejam preto / branco, ou outro. -Matam, exploram, roubam, mais o seu povo que qualquer potência colonizadora... -Duvidam? -Vejam o número de crianças, pós-parto, que morrem, por a simples falta de um comprimido, para a febre, vejam a assistência médica, nem têm o básico, para suporte de vida...Nesses países. Cerca de (2% ) bebem champanhe do mais caro do mundo : Vestem roupa que, compram nas mais caras "lojas" da Europa, (semanalmente ou quinzenalmente) , viajam em aviões particulares ou fretados...O povo, que se desenrasque, e com cuidado. Facilmente, pode ser abatido, ou encerrado, como preso politico...-Em Portugal, será diferente, deixo ao v/seu critério...Vejam só quantos familiares, de políticos, entram no rol dos empregados destintos, as mordomias dessas classes, existe algum denominador comum ou padrão de cor da pele ??? -Então, abandone essa "tese" e mude de vida...Porque, de certeza, não vou aprovar, seu argumento, por estar gasto, desatualizado, e não corresponder, á verdade !
Gosto · Responder · 48 min · Editado

Tomás Duarte Ferreira ·
Instituto Superior de Agronomia
Escravos que enriqueceram a América!E quando é que os Estados Unidos pedem desculpa pelos milhares de mortes da sua ação pilhadora das riquezas alheias,de que o Iraque e a Síria são apenas exemplos mais recentes!!!?É óbvio que a América deste senhor,é o último país com autoridade moral para recomendar penitência a qualquer outro Estado.Só a ignorância ,ou o esquecimento,podem justificar afirmações como esta.
Gosto · Responder · 3 h · Editado

Marlon Rocha
Bem, por essa lógica, os italianos devem-nos um pedido de desculpas pelas riquezas que os Romanos nos sugaram e os árabes pelo tráfico de escravos cristão na Península...

Não é assim que a História funciona, temos pena!
Gosto · Responder · 1 · 8 h

Francisco Amaral ·
Trabalha na empresa TAP PORTUGAL
Lições de liberdade e democracia não se recebem de quem as desconhece. É muito facil falar de liberdades e direitos humanos mas ponhamos a questão de outra maneira; Quem comprava e mantinha escravos os africanos? quem manteve a escravatura nos campos de algodão até ao seculo 19? Quem "caçava" os seus irmãos de raça para os vender como escravos? Os portugueses tinham as feitorias e efectuavam os transportes, se escravizaram, e fizeram-no, não é agora que vem receber lições de quem praticou a escravatura numa muito maior escala
Gosto · Responder · 1 h

Hugo Costa Moreira ·
Porto
Lamento mas se fosses actos realizados pelo nosso actual governo com a nossa actual educação e valores morais e humanos sim, agora pedir desculpa por algo realizado no passado por pessoas que já morreram e que não se repete nos nossos dias acho descabido honestamente. Devemos ter responsabilidade pelos nossos actos actuais não pelos realizados pelos nossos antepassados
Gosto · Responder · 7 h

Paula Margarida Caetano ·
Conferente de Recepção na empresa Sonae
Tos os países tiveram escravatura, nós fomos os primeiros a abolir a escravatura e os amaricanos ainda hoje se podesse teriam escravos, logo não são os melhores para dar lições de moral. Na verdade o verdadeiro povo amaricano vive em reservas. Tudo isto é politiquice e raiva de os povos da península ibérica terem descoberto o mundo, temos pena isso é algo que nunca vai mudar, Hahaha......
Gosto · Responder · 8 h

Jose Guedes ·
Instituto Comercial de Lisboa
O salazar e as monarquias nao o fizeram hoje nao deve ser feito. Os portugueses que tinham seus bens ficaram sem eless. Os presidentes desses paises e que devem retribuir suas riquezas pelo povo e lhes pedir desculpa. Para terem uma ideia vejamos. Jose Eduardo dos Santos era um pé rapado hoje ele seus filhos e seus lacaios estão todos muito ricos à custa do seu povo. Isto é só um exemplo....
Gosto · Responder · 7 h

David Mendonça Salvador
Mas quem é que vai pedir desculpas a quem? Os romanos vão pedir desculpa aos gregos que por sua vez vão pedir desculpa aos macedónios? Os turcos vão pedir desculpa aos árabes que por sua vez vão pedir desculpa aos egípcios que por sua vez vão pedir desculpa aos sudaneses que por sua vez väo pedir desculpa aos etíopes que por sua vez vão pedir desculpa aos somálios que por sua vez vão pedir desculpa aos eritreios e assim até aos esquimós pedirem desculpa às focas é isso?

Qual é o povo que , na sua história não oprimiu e ou foi oprimido? Por que carga de água só os brancos devem pedir desculpa e logo por algo que todos, tão abertamente, participaram, desde logo os povos negros!
Gosto · Responder · 2 h

Carla Nunes
E os americanos pediram ou vão pedir desculpas pêla chacinas que cometeram no Vietname e no Japão? E os índios? E os escravos que tiveram e que por vontade de muitos ainda tinham? E as incursões em países sob a falsa desculpa de tirania e armas nucleares? E não retificar o tratado de Paris? E o facto de que Portugal já pediu desculpas à mais de 10 anos? Como disse um futebolista brasileiro ... calado é poeta. Os americanos calados seriam prémio nobel da poesia.
Gosto · Responder · 5 h

Eduardo Louro ·
Cacém, Lisboa, Portugal
Os EUA não têm moral nenhuma para nos pedir que peçamos desculpa, pela escravidão infligida aos Africanos! Não foram eles que ficaram grandes à conta da escravidão nos Estados do Sul, por via do algodão, por exemplo?!
Hipócritas...
A escravidão sempre foi um flagelo na Humanidade: todos são culpados, todos têm as mãos sujas de sangue! Ninguém passa impune. Se justiça houvesse, começaria logo por aí. Ainda hoje, e SEMPRE por causa do dinheiro, a escravidão persiste nos países desenvolvidos, como por exemplo os trabalhos na agricultura. Feitos por quem?? pois...
Gosto · Responder · 1 h

Alexandre Amado
É a coisa mais ridícula que até hoje conheci é esta moda dos pedidos de desculpas. Se todo o mundo fosse agora começar a pedir desculpas pelos actos cometidos em anos, séculos, milénios anteriores tudo parava só para pedir desculpas. A chacina dos índios americanos quem vai pedir desculpas? A chacina dos índios sul americanos quem vai pedir desculpas? Todas as guerras desencadeadas em tempos idos, as que existem nos nossos dias e as que virão quem vai pedir desculpas? Deixem de ser ridículos e tentem ser gente.
Gosto · Responder · 5 h

Fernando Soares
Blá, blá, blá... (a campanha continua)
Americanos a darem-nos lições de moral sobre escravatura? E esta, heinh???

(eles que não se esqueçam do que fizeram às populações indígenas do norte da América... nem pachorra tiveram para as escravizar, que solução foi a tiro e à fome)
Gosto · Responder · 4 h · Editado

Victor Pires ·
Escola Industrial Mouzinho de Albuquerque
Em África também nascem brancos, como eu nasci em Moçambique, no Alentejo também nascem pretos, portanto está conversa não tem assunto, não sou racista, mas digo em todo o mundo houve colonização, não vão buscar coisas de séculos, tenham juízo, adoro a minha terra.
Gosto · Responder · 1 h

Edgar Pinheiro
Até pode pedir desculpa, mas não iria apagar as injustiças cometidas e os homens que as cometeram já nem são vivos. Também vão exigir um pedido de desculpa da Alemanha Nazi? E os Americanos e Canadianos aos Índios? Só moral
Gosto · Responder · 1 h · Editado

António Costa ·
Escola Secundária Gago Coutinho
Não chega ao mundo o sofrimento que uns provocaram e provocam incluindo a escravidão, ainda por cima exigência demagógicas dos americanos. Continuo a dizer, os americanos não são nem nunca foram exemplo para ninguém. Já pediram desculpa aos afro-americanos?
Gosto · Responder · 1 · 7 h

Mario Grangeon Carcomo Lobo ·
Instituto Comercial de Lourenço Marques
Me digam uma coisa: se houve tráfego de escravos e porque havia quem vendua e quem comprava. E quem vendia os seus irmãos de sangue. Não venham dizer que eram os brancos. Antes de alguém pedir desculpa deveriam fazer uma reflexão.
Gosto · Responder · 23 min

Raul Pissarra
Os americanos não podem falar dos outros neste tema.
Portugal deve pedir desculpa quando as outras nações europeias que traficaram pedirem desculpa assim como a maior parte dos países árabes.
E quem pedirá desculpa pelas nações e civilizações que já desapareceram, nomeadamente a romana?
Gosto · Responder · 1 h

Henrique Miranda
A quem deve pedir desculpa? Aos multimilionários de Angola? E os árabes muçulmanos, altos cracks nas negociatas, a quem pedem desculpa? E quem vendia os escravos aos comerciantes de escravos, a quem pede desculpa? Os portugueses é que são os maus da fita? Não há pachorra!
Gosto · Responder · 7 h · Editado

José Manuel Dias ·
Project Manager na empresa União Europeia
Espanta-me que venha um Americano querer dar lições de moral, os tais que têm uma prisão em Guantanamo para ficarem fora da jurisdição e assim puderem praticar todo o tipo de torturas, e manterem indefenidamente pessoas presas sem acusação ou condenação.
Gosto · Responder · 5 h

Luis De Sá Bento
Sabem que na história da escravatura africana quem faziam escravos eram os proprios Africanos? Os Portugueses compravam e vendiam e os Americanos será que irão pedir desculpa pelos milhares de indios nativos que mataram? Todos os paises tem passados e actos que por vezes envergonham mas o importante é que se aprenda com os erros e se passe cada vez mais a respeitar o próximo.
Gosto · Responder · 3 h

Jorge Manuel Venâncio ·
Gestor de Projetos na empresa EMPRESA PORTUGUESA DE CENÁRIOS,LDA
É pá com todo o respeito que é merecido, já chega, vejam o que passa na atualidade na relação entre iguais,são os próprios entre os iguais,que tratam com indiferença e desrespeito, olhem em frente,construam país para todos. Só vivem do passado,e no presente nada fazem.
Gosto · Responder · 5 h

Rodrigo Salgado Augustinho ·
UTFPR - Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Se os Africanos se escravizavam, se vendiam os derrotados de guerras como escravos, não interessa. Um erro jamais justificará outro erro. Sejamos humildes e peçamos desculpas pelas nossas falhas históricas. Pedir desculpas demonstra grandeza, humildade. Parem de arranjar subterfúgios. Um erro não justifica outro erro.
Gosto · Responder · 1 h

Tiago de Sequeira
E os americanos, também vão pedir desculpa pela caça às bruxas no século XVII? Pois, também me pareceu estranho serem americanos a concluir isto. E, como de resto refere o artigo com uma declaração do presidente da república, o reconhecimento do erro e o pedido de desculpas foi feito quando se aboliu a escravatura em Portugal.
Gosto · Responder · 8 h

Rosa Urbano
Tanta preocupação com um passado que já não existe em vez de se preocuparem com a escravatura actual... se não, pensem só nos patrões de hoje que querem tudo pra ontem e os empregados teem que andar cpmo baratas tontas a dar o litro pra no final os srs. abrirem falência e os empregados ficam a ver navios... nos contratos precários... no Estado que nos enche de impostos e taxas e no fim, do parco salário nem nos sobra o suficiente para alimentar a familia... e por aí fora... se isto não é escravatura disfarçada de democracia, é o quê?
Gosto · Responder · 34 min

Eduardo Jorge Machado ·
Ponta Delgada
Os historiadores vivem no passado? quem escravizou e foi escravo já nem cá os ossos.
Ao tomar a iniciativa de abolição já é um feito histórico.
Gosto · Responder · 4 · 9 h

Deanne Camara Ferreira ·
Filadélfia
Isso mesmo!
Gosto · Responder · 1 · 8 h

Isabel Pires ·
Escola Secundária Emídio Garcia - Bragança
concordo que se peça desculpa sim .Mas então americanos e outros devem ser os primeiros lá são exemplos pra algo ?Muito deve a história aos portugueses por sermos pequenos geograficamente k não se sintam superiores os americanos nesse campo damos lhe o exemplo de sermos os descobridores.e navegadores gigantes .mas nem sequer sabem onde fica Portugal. deixem nos sossegados. mas a quem de direito ficava bonito a todos os países de uma ou outra maneira k comentem atrocidades peçam som desculpas e sejam dignos
Gosto · Responder · 9 h

Sergio Fernandes ·
Escola Secundária D. João V
Sim, concordo, quem não fez nada é quem tem de pedir desculpas.... Já agora quando é que Africa vai pedir desculpas por ter "trocado" (não vendido) o seu povo que por definição já eram escravos aos brancos??? Isso é que eu gostava de saber.
Gosto · Responder · 7 h

João Correia Simões ·
Colégio D. Luísa Sigea
Os especialistas Americanas deviam era pedir desculpas pela dizimação dos índios . Aos Afro Americanos onde sempre foram tratados como cidadãos de segunda perante a justiça . Além de serem dos países mais poluidores do mundo. De continuarem a explorar os países que têm petróleo etc.
Gosto · Responder · 2 h

Simão Aguiã Morant
Um assunto que concerteza é relevante. Aguardo tb. por um pedido de desculpas dos apoiantes da seita marxista, sobre milhões e milhões de seres assassinados, vilipendiados pela seita marxista, ontem, hoje e amanhã... quem sabe??
Gosto · Responder · 24 min

Flavio Meira ·
Queen Mary University of London
Concordo com isto.. O tráfico de seres humanos foi uns do maiores crimes da humanidade. Os países que beneficiam dos lucros deste negócio devem pagar uma taxa de indenização não in forma de dinheiro mais com programas de desenvolvimento para as populações afectadas com os efeitos do tráfico humano.
Gosto · Responder · 9 h

Jorge Garcia ·
Trabalha na empresa Sou aposentado
quem tem que pedir desculpas primeiro são os próprios povos africanos pois eram eles que capituravam os seus semelhantes e depois os vendiam com escravos ainda hoje essa prática é usada só que em vez de escravidão há o extermínio de etnias pois já não existe o tráfico. Na altura os europeus mal acessavam o inteior do continente por isso após assumirem eles serem os maiores responsáveis pela escravidão os outros que peçam desculpas.
Gosto · Responder · 1 · 9 h · Editado

José Marques
Sim, é bom que se saiba toda a verdade sobre a escravatura pela qual os portugueses foram responsáveis. E já agora a sua acção como colonizadores e descobridores.
Será no entanto bom, esclarecer desde já, que os portugueses responsáveis por essa mesma escravatura e descobrimentos foram os nossos antigos governantes. E que muitos dos actuais dirigentes politicos e deputados, são defensores oficiosos dessa escravatura e colonização.
Basta perguntar, aos dirigentes do PSD e do CDS e avaliar a sua posição quanto a estes temas..
Gosto · Responder · 1 h

Helder Machado ·
Portimão
E os árabes que começaram a escravatura e ainda hoje a praticam!!??? E as várias tribos africanas que escravizavam as outras tribos!!?? Para haver desculpas temos que ir muito a trás, e todos têm que as pedir, e alguns que hoje as pedem, também têm que as dar.
Gosto · Responder · 1 h

Jhonny Manuel Bandeira Monteiro ·
FAE Business School
Os egipcios devem pedir desculpas aos judeus, os romanos a todos os europeus, os noruegueses aos ingleses, os gregos aos turcos, os turcos aos gregos...imbecilidade...sempre em toda a história humana houve regimes escravocratas
Gosto · Responder · 2 · 9 h

João António De Azevedo ·
Lisboa
A escravidão já existe desde que o ser humano começou a andar e pensar . Hoje vivemos na escravidão econômica... nunca vai acabar ... pedir desculpas para que ? Vale alguma coisa ? Tem algum efeito ?
Gosto · Responder · 6 h

João José Carmo ·

Isso já foi há tantos anos, ,o que é que os de agora terão que pedir desculpa, o que devem pedir agora desculpa é as atrocidades e injustiças que se estão agora a cometer principalmente por este macabro governo apoiado por cumunistas e esqerdistas ,ao qual de um dia para o outro mudam de assunto, como o camaleão muda de cor. .
Gosto · Responder · 9 h

Fernando Rodrigues
Quem sabe!!!! Concordo....mas desculpas 450 amos depois!!!! Não lembra ao diabo...de que serve???? Os outros impérios e foram tantos com escravidãopediram tais desculpas???? Mas devemos falar por nós , sem dúvida !!! E foi mau sem dúvida!!!!! Mas tb os primeiros da era moderna a abolir tal facto mto mau!!!! Um problema de consciência e identidade eis o nosso obstáculo!!!! Não sou contra mas é apenas um faz de conta !!! Um politicamente correto....
Gosto · Responder · 2 h

Denilson Django Mario ·
Lobito
Não. Portugal não tem de pedir desculpa coisa nenhuma. Foram os negros que venderam negros. Os primeiros esclavagistas foram os próprios negros que sempre venderam e continuam a vender os próprios negros.
Negativo, história é história e nada mais.
Gosto · Responder · 5 h

Jose Correia Lopes ·
Setúbal
"Um pedido de desculpas ajudaria os 5.8 milhões de africanos tornados escravos e embarcados em navios com a bandeira de Portugal? Ajudaria aqueles que foram mortos em guerras causadas pelo tráfico de escravos? Por aqueles que sofreram há centenas de anos? Não, mas seria um passo em frente para melhorar a relação hoje em dia entre pessoas com cores diferentes", defende.
Gosto · Responder · 3 h

César Carreira ·
Lumiar, Lisboa, Portugal
Eu não escravizei ninguem. Nem foram os italianos de agora que mataram os lusitanos, nem foram os franceses de agora que espetaram os portugueses nas portas das casa enquanto suas mulheres e filhas eram violadas, etc etc etc. Também os lusitanos foram escravizados.
Gosto · Responder · 7 h

Jose Saraiva
Neste belo mundo, toda a gente devia pedir desculpa a toda a gente. Estarão os EUA na disposição de pedir desculpa às nações índias das planícies, por exemplo? E quando é que os ingleses devolvem à Grécia as estátuas, colunas e por aí fora que de lá levaram? Etc., etc., etc. e ainda etc.
Gosto · Responder · 4 h

Fernando Pereira ·
Trabalha na empresa ISEL
Muito antes de os Portugueses traficarem escravos já os africanos faziam escravos dos Portugueses. Há 2000 anos atras, os Cartagineses vindos do norte de Africa, invadiram a peninsula Iberica e um dos principais produtos que obtinham eram os escravos. Durante toda a idade média até ao śeculos 18, a costa Portuguesa era constantemente atacada por navios de corsários vindos do norte de Africa que saqueavam as aldeias costeiras e faziam os habitantes Portugueses de escravos, que eram depois vendidos em Africa. Por causa disso foram construidos os fortes que temos ao longo da nossa costa, que serviam para defesa dos traficantes de escravos.
Gosto · Responder · 4 h · Editado

Amândio Tomás Afroptimista ·
Trabalha na empresa Ecko Unltd.
Os colonizadores devem pedidos de desculpas pelos males que causaram aos colonizados. Mas, se Portugal fica na Europa foram fazer o quê... Distante de casa(África)?!
Gosto · Responder · 5 h

Cristiano Estevão ·
Drummer na empresa All Against
sim, depois de os romanos e os árabes nos pedirem a nós pelas invasões da península, depois os próprios africanos devem pedir desculpas uns aos outros por venderem os seus conterrâneos para esse "vil comercio" praticado na época em todo o mundo...
Gosto · Responder · 16 · 10 h · Editado

Daumir Silva ·
São Paulo
Esta novela já passou no Brasil, começa com um pedido de desculpas, após solicitações de indemnizações por danos morais que saíram bem caros e até uma legislação criminalizando pessoas por "injuria racial ". Resumindo hoje estaremos pagando por erros de nossos antepassados.
Gosto · Responder · 1 h

Jose Antonio Monteiro ·
Tecnico electronica na empresa Reformado
Este ipocrita americano devia era dizer a´escomalha que o governa que pare de cometer os massacres que faz no mundo, e devolver o que pertence aos nativos americados e tira-los das prisões a que chamão reservas
Gosto · Responder · 6 h

Leonel Gonçalves ·
Agitador na empresa Cepa
Os traficantes portugueses e europeus, compravam.
Quem lhos vendia?
Cambada de paralos da História! Os próprios africanos teriam de pedir desculpa uns aos outros??
Gosto · Responder · 5 h

Margarida Gomes
E entáo . os jogadores de futebol, também não são vendidos como foram os escravos )Aqui ninguém reclama porque todos ficam ricos... mas o método é o mesmo. ...
Gosto · Responder · 4 h

Diogo Pedrosa ·
Piloto de teste na empresa McLaren Honda F1 Team
Fomos dos pioneiros na abolição do tráfico de escravos... ainda temos que pedir desculpa. Independentemente das cores, não conseguimos emendar o passado. Temos que aceitar
Gosto · Responder · 9 h

Francisco Santos ·
ESBAL Escola Superior de Belas Artes de Lisboa
E os outros, quero dizer os árabes que os compravam ao chefes das tribos de África. E os mercados de escravos de Argel, Tunis e Tripoli ? Isto não desculpa a escravatura, mas é só para mostrar que os brancos não eram os únicos a fazê-lo ! Parece que todos foram vítimas dos "maus brancos cristãos". Até quando se vai aturar este débeis "politicamente correctos" ? E a actual escravatura que existe em vários países muçulmanos, para já não falar da escavatura que eles fazem às mulheres ?
Gosto · Responder · 6 h

Rodrigo Lied ·
Internship na empresa Brumen Fire Materiais contra Incêndio Ltda
Há escravidão até hoje em vários países, desde os primórdios da humanidade há escravos, devemos reconhecer que foi ruim, mas a culpa é da humanidade em sí e não só Portugal!!
Gosto · Responder · 7 h

Maria Isabel Lucena ·
Colégio Santa Doroteia - LOBITO
Por acaso, até concordo! E talvez também pelas cruzadas, pela devastadora inquisição, pelos cristãos novos... enfim, por todos os excessos de zelo político, apostólico.....
Gosto · Responder · 9 h

Manuel Brás ·
Research na empresa Universidade do Porto
Concordo que se peça perdão. "Os homens são todos Irmãos". Ninguém tem direito a explorar ninguém.
Enquanto português, peço perdão aos povos por nós escravizados.
Gosto · Responder · 8 h

Tó Oliveira ·
Escola Secundária Dr. Joaquim Gomes Ferreira Alves
Logo os historiadores americanos! Deviam ser os primeiros a pedir desculpa pelo genocídio dos índios para lhe roubarem as terras. Hipócritas. Devolvam as terras aos índios!
Gosto · Responder · 7 h

Humberto Ávila ·
Porto
Walter Hawthorne é historiador? E não sabe o que é a anacronia? Querer que as gerações actuais peçam desculpa por aquilo que os seus antepassados fizeram séculos antes é justamente uma anacronia. Para além, claro está, de um gesto demagógico e sem qualquer consequência sobre esse mesmo passado. Porque este, por mais que se queira, não pode ser apagado das páginas da História.
Gosto · Responder · 1 · 8 h

Joaquim Gonilho Horta
Portugal começou por abolir parcialmente a escravatura em 1761 (Portugal Continental e India) só depois em 1869 foi aprovada a abolição completa.Os Estados Unidos, numa Emenda à constituição promulgada em 1865, puseram fim à escravatura no Pais.Mas apesar disso e nos dias que correm, 40 acres e uma mula ainda mudaria a vida da imensa maioria dos afroamericanos.
Gosto · Responder · 9 h

Deanne Camara Ferreira ·
Filadélfia
Se quisessem trabalhar a terra. Nos EUA.... do que eu tenho visto, não são povos para trabalhar duramente.
Gosto · Responder · 8 h

Amando Amando ·
Artist na empresa ARTE
los hunos, los frisios, los alanos, los caldeos, los nilóticos y mauritanos... todos a pedir disculpas a todos pues todos fueron esclavistas, y los habitantes de Altamira también!
Gosto · Responder · 7 h · Editado

Pedro Borja
Já agora, os líderes tribais e costa ocidental africana, que capturavam e trocavam escravos por armas e produtos manufacturados também têm de poder desculpas!
Gosto · Responder · 8 h

Ricardo Coelho ·
Cornerback #31 na empresa Lisboa Navigators
Portugal actualmente já não tem qualquer responsabilidade pelos actos horrosos cometidos pelos seus antepassados. Não nos desculparemos por coisas que não fizemos.
Gosto · Responder · 8 h

Miguel Turrão
Por favor comentem com a noção que Portugal fez lucro do transporte de aproximadamente 5 milhões de pessoas. Se querem provas têm-nas aqui. Negar ou dizer que se pode fazer porque os pretos faziam o mesmo é insuficiente. O mais infeliz é as pessoas não serem capazes de oferecer qualquer tipo de dignidade à discussão. É claro que se deve pedir desculpa e não tem de ser difícil.

Sigam o link para provas:

http://slavevoyages.org/assessment/estimates
Gosto · Responder · 5 h

Miguel Turrão
Convém adicionar que a partir da independência do Brasil, em 1822,
foram transportados aproximadamente 3 milhões de escravos até 1866. Ester transportes foram feitos no entanto, em muitos casos, sob embandeiramento português mas, totalmente lucrativos para latifundiários brasileiros. E o Brasil tem de ser igualmente responsabilizado.

Mais informação aqui:

http://analisesocial.ics.ul.pt/.../1223038698G8jRF9au8Nl1...
Gosto · Responder · 5 h

Armando Miranda ·
Presidente do concelho Fiscal na empresa Esquerda Alta
Interessante, quando chegámos a África já os africanos se escravizavam uns aos outros. Aliás a quem é que os brancos compravam os escravos? Aos outros africanos.
Gosto · Responder · 4 h

Luiz Ismael Mafra Bastos ·
FOUSP - Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo
E as Tribos que dominavam e "vendiam, Escravizaram e vendiam" para qualquer país desde que pagassem por seus troféus, ficaram " INOCENTADAS"? Até quando esse absurdo de inocentar " Tribos que até hoje continuam Subjugando Etnias que consideram inferiores? Até QUANDO?
A Imprensa não pode ser tão IGNORANTE assim... Ou vou acreditar que é mal Intencionada!
Gosto · Responder · 6 h

José Carlos Lusitano Costa ·
Mealhada
Um pais como a América no qual houve uma Guerra motivada pela Escravidão diz que nós devemos pedir desculpa?...e esta hemm??
Gosto · Responder · 42 min

Manuel Ferreira
Sim, até porque tenho quase a certeza, os EUA deram o exemplo e já pediram desculpas aos japoneses pelas 2 bombas atomicas da 2ª Guerra Mundial.
Gosto · Responder · 3 h

Rui Ferreira ·

Ainda hoje existe escravidão...mesmo entre pseudo iguais. Tretas e tangas enquanto continua a exploração do ser humano.pelo seu semelhante.
Gosto · Responder · 5 h

Luciano Freitas
Eram pretos a vender pretos aos brancos em África, eles que assumam a responsabilidade histórica
Gosto · Responder · 13 · 10 h

Deanne Camara Ferreira ·
Filadélfia
Boa.
Gosto · Responder · 8 h

Fernandes Anibal
Vá mourrir..
A raça negra quer mto..
Se estivessem calados ..
Seria melhor..
Entre eles guerras e mais gurras..
Depois fogem pra Portugal..
Europa ..
Américas..(...)
Etc..etc..
A raça negra é uma tragédia..
Gosto · Responder · 1 · 7 h

Augusto Santos ·
ESCOLA INDUSTRIAL E COMERCIAL DE CASTELO BRANCO
Resumindo.... anda tudo doido. Isto é um não assunto. É lamentável que em pleno XXI se venha abordar tal assunto. Boa tarde
Gosto · Responder · 6 h

Nuno Caetano ·
FCUL
Logo a seguir aos muçulmanos africanos pedirem desculpa pelas invasões que fizeram antes sequer de existir Portugal.
Gosto · Responder · 14 · 10 h

Pedro Fernandes ·
Lisboa
Já há muitos séculos que deveriam ter pedido perdão.
PS: e pedir um perdão oficial a Israel pela expulsão e homicídio de judeus pela Inquisição.
Gosto · Responder · 2 · 10 h · Editado

Ricardo Silva ·
Escola Secundária de Cristina Torres
So dá vontade de rir...
Gosto · Responder · 9 h

Deanne Camara Ferreira ·
Filadélfia
Os judeus tem algo a ver com escravidão africano? Será que eles devem estar a pedir desculpas também? Saiba a sua história.
Gosto · Responder · 8 h

KimBelfoto Duarte Guilhermino ·
Fundador e gerente na empresa Estudios Belfoto
Pedir desculpa..
Por ter-mos sido os primeiros a abolir a escravatura.??? 🤔🤔🤔
Gosto · Responder · 2 · 10 h

Itê Silva ·
Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa
Nop por terem sido os primeiros ocidentais a começarem no tempo do infante henriques. Primeiros a abolir na metropole por falta de trab porque em africa tdo continuo na mm
Gosto · Responder · 9 h

Ricardo Silva ·
Escola Secundária de Cristina Torres
Itê Silva meta mais tabaco nisso...
Gosto · Responder · 9 h

Louis Veyron
Israel, e os lideres africanos sim! Talvez?

Mercadores de escravos? Judeus.
Quem vendia os escravos?
Africanos.
Votem esquerda, esquerda é fixe
Reescrevendo a história
Gosto · Responder · 4 · 10 h

Deanne Camara Ferreira ·
Filadélfia
Finalmente. Eis a verdade.
Gosto · Responder · 8 h

Louis Veyron
A sua!
Gosto · Responder · 8 h

Glória Torres ·
Lisboa
Já os muçulmanos o faziam quando chegamos a África e os próprios povos desses países.
Gosto · Responder · 9 · 10 h

Itê Silva ·
Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa
E? Isso ajuda-a a dormir melhor?
Portugal foi o primeiro país ocidental a iniciar a escravatura, responsavel por mais de 6milhões de seres humanos traficados e a única coisa que lhe passa pela cabeça é apontar o dedo para o lado. Já agora, a prática de violarem escravas repetidamente com.o intuito de obterem eacravos mais claros e venderem a um preço mais alto, aprenderam com quem ?
Gosto · Responder · 9 h

Helena Silva
Os alemães têm de fazer o quê? Os americanos aos índios? Os ingleses em África do Sul?Etc ... Paciência para este tipo de assunto
Gosto · Responder · 7 · 10 h

Gonçalo Lopo De Mendonça
Fomos um dos primeiros países a abolir a escravatura através da iniciativa do marquês de Sá da bandeira. Portugal escravizou africanos mas os africanos também escravizaram os próprios africanos. Pedir desculpa a quem cometeu os mesmos actos e provavelmente piores? Não faz qualquer sentido..
Gosto · Responder · 5 · 10 h

Ignatz Silva
Faz-me lembrar o velho mito do forte da mina, acusado em tudo o que é documentário histórico-propangandístico, de ser um entreposto Português de comércio de escravos.
De facto, parece ter sido construído pelos Portugueses, mas cedo foi tomado por outros e serviu os interesses comerciais dos austéros e protestantes comerciantes do norte da europa, cujas frotas de navios que transportavam escravos para as américas eram infinitamente maiores que a frota Portuguesa.
Portanto, quando os Holandeses, Ingleses e Espanhois pedirem desculpa, podemos nós também pedir desculpa.
Gosto · Responder · 4 · 10 h

Luis Mourão ·
Zurique
Concordo, mas os Romanos devem primeiro pedir desculpa a todos os povos do seu ex-império, não nos esqueçamos dos Egipcios, dos Assirios, dos Gregos. E não nos devemos esquecer os povos Árabes e Africanos que capturavem e nos vendiam os escravos nos entrepostos da costa Africana.
Gosto · Responder · 10 h

Kan'lloth Paulo Bento ·
Teacher na empresa Ministério da Educação - MEC
Outras Antigas Potências, Já Pediram Desculpas? Ou O Portugal Colonizou Sozinho A África? Os Promotores Do Aparthaid Já Pediram Desculpas? Entre O Portugal E Os Eis Colonizados Não Têm Relações? E, Se Têm Porque É Que Assinaram Os Acordos Sabendo Que Esperavam Desculpa Por Parte Do Portugal? Ou Esqueciam Do Passado Por Isso Assinaram Os Acordos De Cooperação?
Gosto · Responder · 8 h

Gonçalo Lopo De Mendonça
Mas existe algum povo do mundo que nunca tenha escravizado? É uma aberração, um crime contra a humanidade mas culturalmente normal à época e praticado por todos
Gosto · Responder · 3 · 9 h

Luiz Carlos Nascimento Dos Santos Careca
Quem vendia os escravos ao Lusos e a outros povos europeus era o próprio negro africano. Pedir desculpas? Estão de brincadeira!
Gosto · Responder · 3 · 10 h

Deanne Camara Ferreira ·
Filadélfia
Piada total. Agora pedir desculpa por algo que foi cometido por outros (300-500 anos passados). Levem essa estupidez liberal mas é para o fundo do mar com os naufrágios.
Gosto · Responder · 3 · 9 h

Pedro Martins
Lol. O Mário Soares já os fez nos anos 80. Mas pelos vistos, todos os portugueses de hoje e todos os que vierem a seguir serão eternamente culpados do que aconteceu.
Gosto · Responder · 3 · 10 h

Deanne Camara Ferreira ·
Filadélfia
Exato. Se a culpa não for eternamente, não terá razão para ideias da esquerda.
Gosto · Responder · 8 h

Luciano Freitas
Os antepassados dos atuais africanos capturam tribos rivais e vendiam aos europeus e muçulmanos, para comprar armas e capturar mais rivais e vender, os atuais africanos devem pedir desculpa aos afro descendentes nas américas , e https://m.facebook.com/story.php...
Gosto · Responder · 2 · 10 h

Albano Ribeiro ·
Art Director na empresa Musica Portuguesa, Fado, World music
Bom, foi terrivel, até ai estou totalmente d'acordo, mas vamos a ver nao foram os Portugueses os primeiros a traficar humanos, primeiro foram os proprios africanos, seguidos p'los mussulmanos, foi um crime ? foi, mas todos foram criminosos, e ainda hoje existe a escravatura ,
Gosto · Responder · 2 · 10 h

Itê Silva ·
Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa
Foram os primeiros a fazê.lo no a nivel ocidental e com a escala que se conhece
Gosto · Responder · 9 h

Hernâni Gil ·
Sargento (Sergeant) na empresa Exército Português
os romanos de Roma têm de pedir desculpa pelas atrocidades do imperio Romano. Os cristãos pelas cruzadas. Os Mongóis pelas invasões. etc etc etc. Portugal reconciliou-se com o seu passado ao entregar as colónias aos seus povos e a apoiá-los no seu desenvolvimento.
Gosto · Responder · 3 · 8 h

Leandro Alferes ·
Aveiro
Ei quero um pedido de desculpa da cidade de Roma por ter feito tudo de escravo...
Gosto · Responder · 2 · 8 h

Sem Pudor
Quem deveria pedir perdão aos portugueses era o D. Afonso Henriques, por não ter arrasado com a mouraria lisboeta!
Gosto · Responder · 2 · 10 h

Manuel Vicente ·
Sydney
Boa....
Gosto · Responder · 9 h

Ken Kanazawa Saldanha ·
Gestão de projectos / Engenharia de produção na empresa Yazaki Europe
Eles deviam era olhar para a residual mas vergonhosa e ensanguentada história que têm e não só pedirem desculpas aos negros mas também a mais de meio mundo.
Gosto · Responder · 2 · 10 h

Maria João Furtado
Pois, mas quem vendia as pessoas, eram os próprios irmãos de sangue. Angola havia uma tribo cuja rainha muito conhecida, capturava, nativos de outras tribos, e vendia-os aos negreiros. Os historiadores têm conhecimento destes acontecimentos entre outros, praticados nas nossas antigas colónias.
Mas sim, pedirem perdão entre os dois lados. Causaram muito sofrimento a tantos inocentes.
Gosto · Responder · 1 · 9 h · Editado

Stefan Portnoi ·
ESPM - Pós Graduação
Cada qual com a sua cultura....os africanos faziam, dos seus inimigos, escravos....uma forma de mostrar superioridade.....era uma cultura regional.... foi fomentada pelos português e espanhóis, logo depois que não conseguiram escravizar os ameríndios no início das colonizações.

A cultura da Europa, diferente da africana, não fazia dos seu inimigos escravos, eles simplesmente matavam de uma vez por toda seus adversários......

Mas Portugal, sim, adotava o regime de escravidão, antes de invadir a América.... conforme estatística, 10% da população em Portugal, séc XIV era constituída por escravos....
Gosto · Responder · 1 · 6 h · Editado

Nelson Moniz
Porquê, os pretos não se escravizaram uns aos outros, e/ou não escravizaram brancos?!
Já agora, devía-se formar uma cimeira com todos os países do mundo pra se desculparem uns aos outros. Até mesmo ao Brasil por lhes chuparmos tanto ouro.
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Diana EA ·
Vila Nova de Gaia
Os americanos que peçam desculpas aos povos que invadiram e saquearam, que peçam desculpas aos índios indígenas.
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Henrique Miranda
Talvez não seja má ideia ler ou reler o artigo de Isomar Pedro Gomes http://www.club-k.net/index.php?option=com_content...
Gosto · Responder · 2 h

Will Jhonatan ·
General Manager na empresa WJ Empreendedorismo
Os brasileiros pedirem desculpas por terem elegidos Lula e Dilma.
Gosto · Responder · 8 h

Isidro Pimpao
���Boa piada, os alemães também pediram desculpa pelo hitler ter matado tanta gente??? Pois pela minha parte não peço desculpa por algo que não fiz.
Gosto · Responder · 1 · 8 h

Rui Ferreira ·
ISEL - Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
Nenhum país renega a sua História.....seja ela boa ou má. É como os nossos pais sejam modelos ou pulhas!
Gosto · Responder · 1 · 10 h

Fábio Da Silva Oliveira ·
Cabo Frio
Então, tribos negras que escravizavam outras tribos e as vendiam aos Europeus e islamitas também deveriam pedir perdão. Parem com isso as pessoas do século 21, não podem ser penalizadas por erros de seus antepassados.
Gosto · Responder · 1 · 8 h

Rui Pedro Coelho Monteiro
Pedir desculpas? Eles é que usaram e abusaram de trabalhos escravo e ainda hoje os mexicanos estão perto dessa situação!
Gosto · Responder · 1 · 8 h

João Mello Cabral ·
Lisboa
Portugal foi dos primeiros a acabar com a escravatura. Ponto final. E ainda há no Brasil.
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Fernando Manuel Vicente Louro ·
Motorista na empresa Em manutenção.
Eu acho muito bem mas os americanos deviam de pedir desculpa por ainda serem racistas e xenófobos com os pretos.
Gosto · Responder · 1 · 10 h

Manuel Vicente ·
Sydney
Os nharros estao com o freio nos dentes com a estoria da cova da moura.Estao a precisar de umas arroxadas para perceber que em Portugal mandam os portugueses.
Gosto · Responder · 1 · 10 h

Carlos Galrão ·
Industrial Marquês de Pombal
Antes de Portugal aquelas tribus que caçavam negros para os trocarem por bugigangas dos Portugueses devem se declarar culpados desse tráfico que na grande maioria era fumentado pelos novos-cristãos ou seja Judeus que vieram do Oriente para o Ocidente
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Aguinaldo Afonso ·
Trabalha na empresa Ministério da Educação - MEC
Os quê sentiram a dor do chicote nas costas já se foram, a nós resta-nos ser felizes e dizer não ao racísmo, até porque águas passadas não movem remoinho...!
Gosto · Responder · 1 · 8 h

João Nuno Freitas ·
Colégio Universitário Pio XII
E os italianos pela escravatura e pelas carnificinas perpetradas pelo Império Romano.... e já agora os africanos que venderam os seus conterrâneos aos negreiros europeus ????
Gosto · Responder · 1 · 7 h

Tatiana Almeida
A avaliar pelos tantos comentários grotescos precisamos sim de debate sobre o assunto. E de um moderador dos comentários. É mt cansativo ir um a um denunciar ao fb os comentários racistas e seus autores. Menos ignorância, por favor.
Gosto · Responder · 1 · 6 h

Silveira Matilde ·
Pennsylvania State University
Kkkkkk os cabo-verdianos é que tem de pagar porque foram educados e os portugueses só podem pagaram porque deram mau educação
Gosto · Responder · 9 h

Ricardo Carvalho ·
ISCSB - Instituto Superior Cerveja Super Bock
Fazemos isso depois dos mouros pagarem pelos 700 anos de tráfego de escravos Portugueses e espanhóis.
Gosto · Responder · 5 h

Joaquina Leverd ·
Escola Secundária de Arcos de Valdevez
E quem nos pede desculpa a nós ... imigrantes Portugueses pelo mundo .
Gosto · Responder · 6 h

Aldo Duarte ·
Porto
Lindo! Como se a escravatura algum dia tivesse sido eliminada!
Gosto · Responder · 1 h

Elaine De Souza Nuayed
Coisas horríveis no Brasil aconteceram devido ao tráfico de escravos. É tardia, mas providencial essa desculpa.
Gosto · Responder · 9 h

Sa Mota Joao
ERA SÓ O QUE FALTAVA deviamos pedir desculpa ao mundo por termos uma geringonça
Gosto · Responder · 4 h

Adriana Jaeger Santos ·
Igrejinha
Errar, faz parte do processo de aprender, mas depois perceber o erro arrepender-se e pedir perdão, também faz parte do processo. A etapa seguinte é da reparação. Isso serve para pessoas e nações.
Gosto · Responder · 1 h

Filipa Parreira
Eu sou portuguesa, nascida e criada mas tbm acho que um pedido de desculpa não estaria nada mal!!!
Gosto · Responder · 6 h

Stefan Portnoi ·
ESPM - Pós Graduação
Sim.... nós branco, europeus ou descendentes.....fomos culpados de uns dos piores Exodus forçados, já presenciado pela humanidade.....

Os Europeus quando chegaram as novas terras, simplesmente exterminaram centenas de culturas ameríndias que existiam a milhares de anos....e, não contentes com essa situação, ainda incentivaram a escravidão, tornando uma cultura regional, ocorrida entre tribos, em um dos comércios mais desumanos e rentáveis do mundo.....

Os europeus na época do mercantilismo, dividiram o mundo em dois: o livre e o escravo......
Gosto · Responder · 6 h · Editado

Viktor Andrade
Essa raça só servem para servir os brancos... desculpa devia de pedir os canalhas dos governantes Europeus por deixarem entrar esses vermes em solo Europeu. Está na hora desparasitar a Europa desse lixo.
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Barreira Filipe ·
Alhos Vedros, Setubal, Portugal
Os católicos devem também pedir desculpa pela chacina dos Huguenotes.
Gosto · Responder · 1 h

Armando Martins ·
Escola Industrial e Comercial Espírito Santo - Cela - Angola
os americanos não são carne nem peixe pois são uma mistura de racas espanhóis português inglese indios etc...
Gosto · Responder · 39 min

Armando Martins ·
Escola Industrial e Comercial Espírito Santo - Cela - Angola
puxa roubar ?quem saiu e deixou um país com infraestruturas sem trazer nada é gatuno imagina quem la esta e tira o dinheiro agora...
Gosto · Responder · 40 min

Miguel Sequeira Marcelino ·
Academia Militar (Portugal)
Os EUA só acabaram com a escravatura, após a Guerra da Secessão, em 1865, enquanto Portugal a aboliu em 1760!!!
Gosto · Responder · 6 h

Jose Luis Mendes
Aconselho a todos lerem a descrição que Diogo Gomes de Zurara faz da primeira venda de escravos em Lagos.
A desumanidade do acto fez os locais revoltarem-se.
Gosto · Responder · 9 h

Raphael Primos ·
Rio de Janeiro
Muito me estranha que aqui em Portugal se use "escravos" no lugar de pessoas escravizadas.
Gosto · Responder · 7 h

Gloria Agostinho ·
Torres Vedras
Seria triste para o povo que vive miseravelmente na Angolana um povo inexistente daquele governo, nós pedirmos desculpas ao presidente, que vive a enriquecer com tanta miséria e escravidão por lá.......!
Gosto · Responder · 8 h

Gloria Agostinho ·
Torres Vedras
Só Portugal, essa teve Piada!!!
Todas atrocidades pelo mundo fora é o quê!!?....
Gosto · Responder · 9 h

Nany Semedo ·
Drogheda
as desculpas não irão solucionar o mal feito aos africanos e a Africa...reparações sff!!!
Gosto · Responder · 4 h

Nodik Alexandra Silva Tursunkhodjaeva ·
Extrenato Santa Clara
Os mongols devia pedir desculpa pelas atrocidades do genghis khan, os húngaros pelas do atila, os macedônios pelas do Alexandre o grande etc etc
Gosto · Responder · 5 h

Alexandra Dos Santos ·
Sydney
E porque não? Não perdem nada. A Austrália também pediu desculpas aos Aborígenas da geração perdida.
Gosto · Responder · 9 h · Editado

Rui Filipe
http://1.bp.blogspot.com/.../8xDmBoxgFos/s640/HIPANICO.jpg
Gosto · Responder · 1 h

Jorge Martins Silva ·
Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa
Um apelo ao governo e presidente da república. Juntem-se um dia e peçam desculpa pela escravatura. É uma cerimónia que apenas durará uns minutos e acaba-se de vez com esta história das desculpas. Tal como o Papa com a pedofilia. Pediu desculpa, as pessoas calaram-se, o escândalo continua mas o Papa ficou decansado na sua vidinha.
Gosto · Responder · 8 h

Alvaro Goncalves ·
Bettenzentrale na empresa Klinikum Garmisch Partenkirchen
Só Portugal? E outros países também. Onde havia negros,havia escravos...ou só Portugal faz tudo que é do mau e do pior...
Gosto · Responder · 8 h

Cristina Vilas Boas Marques ·
USRM
Nós só povoamos terras que não tinham ninguém.Não dizimamos povos
Coitados fos índios das Américas que foram violentamente dizimados
Gosto · Responder · 5 h

Victor Rodolfo Gomes Almeida ·

Pois e que o vão fazer a todos os que mataram pessoas inocentes à catanada nos nossos territórios Ultramarinos ?
Gosto · Responder · 7 h

Linda Sousa ·
Trabalha na empresa Odara Cascais villa
O mundo inteiro deve pedir perdão por tráfico....e mesmo que não tenha traficado, mas foram coniventes!
Gosto · Responder · 1 h

Jorge Ribeiro ·
Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Fala o pais que nos anos 60 tinha wc's para pessoas de cor e para brancos.
Gosto · Responder · 1 h

Chitangueleca TupacDube Lumumba Sankara ·
Faculdade de Economia da Universidade Agostinho Neto
A moral também diz isso! Mas eles ainda não sabem o que é pelos vistos 😞
Gosto · Responder · 8 h

Luis Arnaldo
Todos falam falam e falam,e ninguém tem tem razão lutem sim mas como irmãos
Gosto · Responder · 1 h · Editado

Salete Madureira
É inegável que, à luz do pensamento contemporâneo, seja repugnante aceitar que se escravize seja quem for. Acho que pedir desculpa não trará qualquer benefício aos povos escravizados. O que é importante é tratar bem todas as pessoas, agora que temos noção como foi grave o que foi feito.
Gosto · Responder · 3 h

Rodrigues Silvina
Poupem me.... Qualquer dia Portugal tem de pedir desculpa por existir....
Gosto · Responder · 5 h

Pedro Artur Mateus
Seria importante sim! Espero que Portugal faca esse reconhecimento!!!!!
Gosto · Responder · 3 h

Celi Prata ·
Professora na empresa Escola Secundária de Santa Maria da Feira
Que peçam os espanhóis! A maior quantidade de escravos aconteceu durante o período filipino!
Gosto · Responder · 6 h

José Silva
Estima-se que existam, hoje, 29,8 milhões de pessoas que vivem em regime de escravidão. África é o continente que tem a maior concentração de escravos no mundo atualmente.
Gosto · Responder · 1 h

Maria Soares Soares
Acho que os portugueses ja pagaram...e caro por tudo e pir todos!já chega de penitências!
Gosto · Responder · 8 h

Henrique Silvestre ·
Proprietário na empresa Barbearia é de homem
Há historiadores e história... Toda a gente pediria desculpa a toda a gente!...
Gosto · Responder · 5 h

Sara De Freitas ·
Juriste na empresa Jurista
Quem comprava os escravos é que devia de pedir desculpa. Idiotas. Isso tudo já acabou pra quê ficar a remexer.
Gosto · Responder · 29 min

Velos Roge
Pedir desculpas principalmente ao Brasil, por ter levado pra lá e não ido buscar de volta.
Gosto · Responder · 1 h

Jose Ferreira ·
Trabalha na empresa Enka Glanzstoff AG
Quem não esquece o passado, não é digno do presente, nem merece o futuro
Gosto · Responder · 4 h

Nina Nina ·
Guarda, Guarda, Portugal
Isso faz parte da história dos descobrimentos .. deslocação humana
Gosto · Responder · 8 h

Miguel Ferreira ·
Escola de Fuzileiros - Vale de Zebro
E que tal esses historiadores americanos pedirem desculpa aos índios americanos...os nativos do continente americano...??
Gosto · Responder · 1 h

Narciso Nunes ·
Almada
E os Estados Unidos deveriam ser condenados pelo extermínio dos milhares de indígenas americanos e por todos os assassínios cometidos em dezenas de países invadidos.
Gosto · Responder · 6 h

Altivez Fernandes Culaya Sério ·
Técnico de diagnóstico terapêutica e saúde pública na empresa Centro médico mariana Josefina
Neste caso, não será só o Portugal a pedir desculpas,mas sim a Europa..
Gosto · Responder · 8 h

Calmente Mendes
Eíh, queles tugas q diz volta para Africa, eu quero 50% do PIB, roubado em Africa. Seus filhos de ladrãos e crimenossos.
Gosto · Responder · 1 h · Editado

Jacqueline Freitas Cid ·
Médica na empresa Centro de saude de Monte Sossego
Para que????dizer paravra desculpa è facil,mudar a mentalidade e atitude cada vez que vem um preto é outra coisa.o mundo necessita é de mudança de mentalidade e atitude,o resto ...é o resto.
Gosto · Responder · 3 h

Rolé Na Europa ·
Paris
Eu concordo. Mas... os Americanos não terão também de o fazer?! Então comecem por dar o exemplo em vez de lições...
Gosto · Responder · 2 h

Maria Regina Brito Regina ·
Escola Secundária Domingos Sequeira - Leiria
O que estão os presidentes Africanos a fazer ? A continuar a saga. Neste campo não ha Santos
Gosto · Responder · 6 h

Maria Regina Brito Regina ·
Escola Secundária Domingos Sequeira - Leiria
As melhores desculpas e tratar as pessoas com degnidade. Pedir desculpas e continuar a escravizar e cinismo
Gosto · Responder · 6 h

Carlos Medeiros
Também penso que sim Portugal deveria pedir desculpas formal para todos os países lusófonos que foram vítimas de escravidão mas menos ao show presidente de Angola e no reconheço como presidente se não como ladrão deixando Angola é um país mais rico de África na pobreza olhem para o povo angolano esse merece um pedido de desculpas mas não esses bandidos roubam o povo angolano mais ainda reparem como se cada vez se vê Angola mais isolada dos países desenvolvidos não desenvolveram um país tão rico que é que vergonha senhor presidente Angola vergonha no senhor que deve via ter esse sim merece pedir desculpas ao povo angolano porque agora está a escravizar o seu próprio povo deixando-os na pobreza
Gosto · Responder · 9 h

Gonçalo Correia da Cunha ·
Trabalha na empresa Colas Rail UK
O engraçado é que em Liverpool está um mapa de países que foram escravizadores e Portugal ocupa a última posição, vão dar banho ao cão!
Gosto · Responder · 9 h

Luís Carlos Pacheco ·
Trabalha na empresa Empresa Madeirense de Tabacos, SA
Que saudades do sr. professor Ántonio Salazar a mandar o JFK ir levar na pandilha.
Gosto · Responder · 2 h

Carlos Feijo
Ao invés de um pedido de desculpas, deviam é ajudar os países ora escravizados a se reerguer e colocá-los nos trilhos do desenvolvimento.
Gosto · Responder · 7 h

Rui Vieira
Nem mais, mas ... antes ou depois dos EEUU serem julgados por crimes de guerra contra a humanidade pelo fizeram ao povo Vietnamita !?
Gosto · Responder · 4 h

Judite Faria ·
Escola Secundária de Bocage
Nunca podem pedir desculpa porque os portugueses continuam a ter escravos a trabalhar por 557 euros por mês sai mais barato do que comprar o escravo se fosse comprado tinham de lhe dar comida o mês todo e tratar a sua saúde caso ficasse doente com os 557 euros fica mais barato
Gosto · Responder · 8 h

Elvira Gomes
Ainda hoje devem pedir desculpa à escravidão que fazem ao povo. Somos escravos com ordenados de miséria, somos escravos do serviço Nacional de saúde temos dever mas os direitos são poucos pé que não há verbas os nossos jovens têm que imigrar porque não há trabalho mas é curioso que os filhos de gestores filhos dos senhores que se dizem que não são corruptos ninguém está desempregado PORQUE SERÁ? NÃO SEJAM FALSOS NEM SINICOS! ESCRAVOS SOMOS TODOS NÓS ENQUANTO ANDARMOS A ENCHER OS BOLSOS SEMPRE AOS MESMOS.
Gosto · Responder · 6 h

Manuel Deaguiar ·
Gil Eanes
Deixem os mortos descansarem em paz e cuidem dos que estão vivos,porque esses sim necessitam de pão e de trabalho
Gosto · Responder · 7 h

Rosa Maria ·
President na empresa Love and friendship
Por favor ... não é só Portugal. .. deixemos de olhar para o passado é o futuro que é importante. ... isso enjoa...
Gosto · Responder · 7 h

Cesar De Freitas
Da a graca a Deus e Aos português senão morais ha fome nossos países ,Prim ativos e TiVo que pagar viagem e sofrimento até ainda hoje e ninguém me ajudou .Gracas a Deus e Canadá ainda estou aqui. Vivo..quem não aproveita não tem Nada.quem trabalha não more há fome ,e o trabalho não mata . Mas sim a enveja ,malandrice e Ladroada.ve o Mondo da liberdade como está,lol
Gosto · Responder · 2 h

Barros Aderito
Foi o primeiro país a abolir a escravatura e a pena de morte e agora estes papagaios querem-se limpar dos crimes que fizeram tal como a Inglaterra holande França Espanha Bélgica e tantos outros foram outros tempos e eram os próprios sobas e chefes de tribus que vendiam os seus compatriotas
Gosto · Responder · 3 h

Deanne Camara Ferreira ·
Filadélfia
Saibam a história -- que os judeus peçam perdão primeiro de todos, dado que o comércio de escravos foi monopolizado por eles
Gosto · Responder · 9 h · Editado

Patrícia Coimbra
Perfeitamente de acordo... E a Alemanha devia pedir desculpa pelo Hitler... e, por aí adiante!!!
Gosto · Responder · 1 h

Ramão Coronel ·
Trabalha na empresa Trabalho autônomo
Discordo já é passado o importante é daqui para frente ninguém deve desenterrar o passado pelas pessoas q já sofreram tanto.
Gosto · Responder · 2 h · Editado

Maria Paula Kalkuhl
e a inquisicäo e a batalha de ourique, etc. Tenham juízo:.
Gosto · Responder · 6 h

Matias Antonio ·
Londres
hey negro sempre vendeu seu irmao e para mal dos pecados africa e assim mesmo continuam se vendendo
Gosto · Responder · 7 h

Matias Antonio ·
Londres
hahahaha li uma historia difrente o que li foi que o proprio negro vendia seus irmaos ao branco quem e que tem que pedir desculpa
Gosto · Responder · 7 h

Caetano Morais ·
Universidade Eduardo Mondlane
Pensei que fosse eu um desactualizado, afinal ainda não pediu desculpas?
Gosto · Responder · 4 h

Alexandre Nunes ·
Sevenair Academy
Os próprios povos negros escravizavam os seu povo no interior e vinham vender os escravos aos brancos na costa. Tenham santa paciência....
Gosto · Responder · 6 h

César Augusto Borges Ribeiro ·
Zurique
Os Portugueses de agora não são responsáveis pelo que os seus antepassados fizeram.
Gosto · Responder · 9 h

Amilcar Muranho ·
Escola de Música do Conservatório Nacional
Agora sim.... só faltava mais essa...... Vão é catar piolhos.
Gosto · Responder · 6 h

Fernando Centeio ·
Odivelas
Porquê ? Aqueles que cometeram o crime , ja ca não estão , os seus filhos e netos nada têm a ver com isso !
Gosto · Responder · 1 h

Horacio Monteiro
Pois entao primeiro tem que se lembrar que o mercado de escravos quem o comecou foram os proprios Africanos. Quando os portugueses chegaram ja os Aficanos vendia escravos para os mouros... so falta portugal ser culpado da fome em africa..
Gosto · Responder · 3 h

MF B Soares ·
Aposentada na empresa Segurança Social Leiria
Sim, concordo. Portugal e todos os outros países que praticaram o tráfico ou a manutenção de escravos e aqueles que enriqueceram à sua custa.
Gosto · Responder · 6 h

Aurora Magalhães ·
Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Ridículo... então todos os países da Europa que tiveram impérios coloniais, devem fazer o mesmo...
Gosto · Responder · 7 h

Fábio Vieira ·
Benfica, Lisboa, Portugal
Acho que a entrega de cabo verde e são Tomé e príncipe chega para isso.....
Gosto · Responder · 8 h

Fausto Manuel II ·
Aluno na empresa Estudante De Ciência Da Computação
já deviam fazer isso seus ingratos,já basta foram por muitos anos sustentados pela Angola
Gosto · Responder · 8 h

Marques Fonseca ·
Escola Politecnica de Saude Joaquim Venanci
Mas não escodam que eram os negros que escravizar amor negros e vendiam aos portugueses
Gosto · Responder · 5 h

Edson Carvalho ·
Ciencia politica
Portugal devia sentir vergonha do passado. Foram os primeiros Europeus a fazerem o trafico de escravo.
Gosto · Responder · 7 h

José Carlos Oliveira
Deverias era perguntar aos teus amigos britânicos o que é que eles fizeram na República do Congo muitos antes dos portugueses...cheira-me que a única política que estudaste foi a política da ignorância socialista.
Gosto · Responder · 7 h

Filipe Moreira Murinello ·
Participante na empresa Projecto Casa Grande A.P.S.A
A mentalidade dessa época era diferente, a escravatura foi um meio de subsistencia económica dessa época (NÃO CONCORDO, NÃO GOSTO, NEM APROVO QUALQUER TIPO DE ESCRAVATURA...ALIÁS TENHO ORGULHO DE TERMOS SIDO DOS PRIMEIROS PAÍSES EUROPEUS A ABOLIR A ECRAVATURA)...mas uma mentalidade do século XXI raramente se põe no lugar de uma do século XV ou do século XVIII...Costumes diferentes, modos de vida diferentes, sociedades 100% diferentes...a sociedade de hoje nã concorda com escravaturas e tiranias...mas para isso ter sido possivél muita passou de lá para cá...as desculpas de hoje não apagarão os feitos daqueles que já morreram...como também não posso desculpá-los porque não conhêço a mentalidades dessas pessoas, nem posso meter-me no lugar delas...
Gosto · Responder · 7 h

Filipe Moreira Murinello ·
Participante na empresa Projecto Casa Grande A.P.S.A
...se fosse ao contrário, haveria um pedido de desculpas...sendo assim todos os povos que nos invadiram e tentaram escravizar-nos que peçam desculpa também.
Gosto · Responder · 7 h

Ricardo Caveiro ·
UCAM Universidad Católica de Murcia
Eu acho que os italianos devem pedir desculpa ao resto da Europa , por tudo o que fizeram , Durante o império romano
Gosto · Responder · 1 h

Mimi Neto ·
Escola Secundaria de Amora
Gosto sempre de ler os comentários para que eu não tenha nenhuma ilusão em relação aos Europeus.
Gosto · Responder · 4 h

Luis Manuel Santos Fernandes
O que faziam as tribos africanas umas às outras. Mataram e comeram-se uns aos outros . É ridículo o perdão histórico.
Gosto · Responder · 6 h

Gaius Magnus
Peço desculpa por vos ter mos levado civilização e ter mos comprado escravos vendidos pelas vossas tribos locais, por acaso não, não peço, pois os nossos antepassados que fizeram isso há muito que estão mortos tal como os vossos, pedir ajuda não resolve nada ou vai melhorar o vosso estado atual.
Gosto · Responder · 2 h

Ana Alves ·
Amadora
Ha e tem pessoas a falar de devolve nosso ouro! Por amor de deus... Sem comentários.
Gosto · Responder · 9 h

Ana Alves ·
Amadora
Isto é completamente fora da caixa... Tanto de um lado como do outro. Desde a era antes da descoberta do fogo que se matava e escravizava e que se violava.... Ninguém diz que foi correcto, não foi. Mas foi o que foi.... E continua a servir de desculpa para continuar a existir ataques e desculpas de ambos os lados. Ora a 200/300 imaginemos que tive um avô serial killer. Ele foi, não eu. Não tenho nada a ver com o que outras pessoas, mesmo da minha família fizeram. Eu sou um ser individualista. Existe racismo de ambos os lados. E é difícil acabar com o estigma que se tornou tão enraizado.... Ainda existe pessoas que se aproveitam e ainda tentam incentivar essas ideologias racistas com algum interesse nisso.
Gosto · Responder · 9 h

José Semedo
"Deviam receber um guiness award pelo recorde imbatível de 6.000.000 de homens, mulheres e crianças que foram comercializados, violados e lançados ao mar, num filme de terror chamado comércio negreiro. Ainda hoje o povo tem a consciência pesada e não quer falar sobre isso.
Gosto · Responder · 7 h

Justino Vieira ·
Universidade do Porto
E os africanos devem pedir desculpa aos outros africanos por vender os seus compatriotas aos europeus. Os italianos deveriam pedir desculpa aos europeus e norte de africa pela invasão dos seus antepassados romanos, os cristãos deveriam pedir dsculpa por ter ficado com as terras dos romanos e por ter expulsado os árabes. Os árabes nao devem pedir desculpas, à ninguém são simples vítimas, numca fizeram nada de mal
Gosto · Responder · 6 h · Editado

Maria José S Ferraria ·
Faculdade de Letras da Universidade do Porto
O quê? Vão-se tratar... era um política da época e além do mais os próprios autóctones vendiam os da sua própria cor e raça... Aprendam história antes de a julgarem... olhem para si mesmos!!! E ainda hoje o fazem !!!
Gosto · Responder · 9 h

Fernandes Anibal
Se não fosse assim..
A raça negra já não existia..
Eles se comem uns aos outros (...)
Gosto · Responder · 7 h

César Neves ·
Teacher na empresa Reformou-se
HISTORIADORES DEFENDEM QUE OS ESTADOS UNIDOS DEVE PEDIR DESCULPA PELA CHACINA DOS ÍNDIOS.
Gosto · Responder · 5 h · Editado

Maria Leonor Oliveira ·
Escola Secundária Damião de Góis
Só Portugal? E desculpas pelo passado, deviam pedir desculpas é pelo futuro incerto..
Gosto · Responder · 9 h

Flavio Bastos ·
Chefe de Seção na empresa Ferpinta
Pois amigos, os americanos têm mesmo razão de queixa...fomos os primeiros a ter a escravatura em Portugal mas fomos os primeiros a terminar...quanto ao resto das ex.colonias não comento nada sobre isso..tinha a ver com cada pessoa e sua mente...
Gosto · Responder · 2 h

Rodrigo Bastos ·
Santa Rosa, Laguna
Anis Romulo se não fossem os europeus, vocês andavam todos de tanga.
Gosto · Responder · 3 h

Carlos Manuel Henriques Nazare
Tudo o que possa contribuir para aprender com o passado, é polir o futuro de pacividade e concórdia... .
Gosto · Responder · 4 h

Tito Otit ·
University of Lisbon
eu também espero que os italianos se desculpem pela ocupação romana e que devolvam com juros o que daqui levaram...
Gosto · Responder · 4 h

Alberto Seguro Dias ·
Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa - Official
E os Árabes deviam- nos ter pedido perdão pelo tempo que nos ocuparam e nos roubaram, e já agora, os Romanos deviam- nos pedir perdão por nos terem ocupado, roubado, espoliando as nossas minas com o trabalho escravo dos autóctones; e já agora os celtas que tanto mal nos fizeram, e já agora.......
Gosto · Responder · 6 h

Pedro Francisco ·
Cascais
Um país em pleno século XXI,ainda brinca com coisas sérias.tristeza...
Gosto · Responder · 6 h

Miguel Oliveira ·
Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa
A 1ª grande tragédia da Humanidade foi a colonizaçao Ibérica, que depois arrastou os outros povos Europeus para a mesma atividade com todos os maus comportamento inaugurados pelos Ibéricos, quanto ao resultados ...basta olhar para o Estado da America Sul e Central em 2017, por ex.
Gosto · Responder · 8 h

Sabalo Fernando Fernando ·
Empregado de mesa na empresa Jango Veleiro Ilha De Luanda
Parem de blablabla. Deviam pedir desculpa sim, voces estão defender os vossos proprios interesses. Voces os colonos deitavam com as nossas irmãs so por prazeres, matavam os nossos irmãos como se fossem lixo. Voces( brancos) só são nossos amigos quando alguma coisa vos interessa o resto é tudo conversa.
Gosto · Responder · 9 h

Fernanda Marques ·
Albufeira
Pare com tanto ódio. Nem todo o branco é mau nem todo o negro é bom.
Gosto · Responder · 7 h

Renata Lopes de Lima
O politicamente correcto a atingir niveis nauseantes.
Gosto · Responder · 7 · 10 h

Simao Carvalhido
Eles estão certos,mas não temos ser nós um exemplo para mundo,já no tempo dos Romanos,,já pilhavam os castros destruíam tudo e fazia os povos escravos,se for haver assim como dizem quem tem pedir desculpa são os Italianos tem pedir desculpa a Europa devido a escravatura dos Romanos a aqueles que chamavam de bárbaros (Celtas Bretões Lusitanos etc)
Antes de nós já outros praticava a escravatura como negocio e exploração de mão de obra.
Gosto · Responder · 9 h

Ana Macieira
Já pediu.
Foi o primeiro a abulir a escravatura.
Gosto · Responder · 4 · 9 h

Gonçalo Quaresma ·
ISEG - Lisbon School of Economics & Management
Pedir desculpa por uma atividade comercial à época. Ridículo.
Gosto · Responder · 4 · 10 h

Ana Maria G. Bacchi
Falta de ter o que fazer!!!!!
Gosto · Responder · 3 · 10 h

Fábio Mendes ·
Trabalha na empresa El Corte Inglés
Devia de continuar. Assim a Amadora era um lugar de paz.
Gosto · Responder · 2 · 9 h

Edson Mesquita de Carvalho ·
Rio de Janeiro
Portugal não deve nada e não tem de pedir desculpas a ninguém.
Gosto · Responder · 2 · 9 h

Ricardo Silva ·
Escola Secundária de Cristina Torres
O politicamento correto no seu melhor...
Gosto · Responder · 2 · 9 h

Ana Nazareth
Afff, que mundinho estamos vivendo.
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Diana EA ·
Vila Nova de Gaia
Este diário de notícias é um nojo
Gosto · Responder · 2 · 9 h

Ricardo Rodrigues
Pedimos desculpa. Boa tarde.
Gosto · Responder · 2 · 9 h

Miguel Tavares
(((Historiadores)))
Gosto · Responder · 3 · 10 h

Maria João Furtado
Gosto · Responder · 9 h

Joaquim Russo ·
ISCTE-IUL
Nós tb somos escravos dos ciganos e do Capitalismo e ninguem nos pede desculpa
Gosto · Responder · 1 · 8 h

Luciano Freitas
Culpem os brancos por tudo
Gosto · Responder · 1 · 10 h

Luciano Freitas
Querem criar polemicas e divisões!
Gosto · Responder · 1 · 10 h

Joao Luis Soledade Palrinhas ·
Faculdade da Vida
So?... E o amaricano terra nova pra esplorar que ate agora ainda tem escravos, serio?
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Maria Cristina Cerqueira
Gosto · Responder · 1 · 3 h

Ricardo Francisco Pacheco
Ridículo... E a escravatura dos servos de gleba na idade média ?
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Carlos Silva Neves ·
Instituto Novas Profissões
Quais historiadores...
Ou quais jornalistas zumbis dizem que...
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Machado Vilela ·
Advogad na empresa Machado Vilela & Associados Advogados
E quem nos agradeço por terem sido civilizados? Mania de julgar com os olhos de hoje.
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Monteiro Soares
Essa decisão deve ter sido tomada depois de uma noite de copos!
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Dyogho Pitchulo
No início exportava, hoje escraviza os imigrantes.
Gosto · Responder · 6 h

Elizabeth Peace ·
Nossa Senhora do Socorro
Epas muito bom falar Desculpe o mundo
Gosto · Responder · 1 h

Gena Maria Ferreira ·
Liceu Salvador Correia(Mutu Ya Kevela)
Só Portugal 🇵🇹??? Cadê os outros países ??
A nós quem Sr. Nelson Kassinda??
Gosto · Responder · 6 h

Mauro Valério Lima ·
Escola Superior de Comunicação Social
Lol
Gosto · Responder · 1 · 8 h

Lurdes da Balbina ·
Alcacer do sal
Tem munta razão. E pela ocupação de território de outros.
Gosto · Responder · 10 h

Gonçalo Torres ·
ISCTE Business School
Obrigado pelo Eder... Tenho dito!
Gosto · Responder · 8 h

Armando Moura da Costa
Gosto · Responder · 8 h

Moreira France ·
Grenoble
nós pedimos e os outros também,esses lucraram bem também.
Gosto · Responder · 7 h

Felicidade Guerreiro ·
Escola Da Vida
Concordo
Gosto · Responder · 3 h

Tiago Baltasar
Os americanos que falem nas guerras que criaram e inocentes que mataram
Gosto · Responder · 6 h

Jorge Arruda ·
Extrumeiro Profissional na empresa Agricultor
Palhaçada
Gosto · Responder · 7 h

Mário Cardoso
Foi uma época diferente!! Deixem-se de parvoíces...
Gosto · Responder · 6 h

Diana EA ·
Vila Nova de Gaia
Saqueados pelas potências mundiais e querem conversa
Gosto · Responder · 9 h

Ricardo Moreira Regalla Dias-Pinto ·
ISMAG
Palhaços
Gosto · Responder · 7 h

Carlos Medeiros
Gosto · Responder · 9 h

Apaixona Mia
Sim. É verdade. E outros também. 😐
Gosto · Responder · 4 h

Castro Pinto
Portugal e todos os países que o fizeram
Gosto · Responder · 39 min

Cidalia Dias ·
Trabalha na empresa Ministério das Finanças
Agora é esta!!! Não têm mais nada para fazer???
Gosto · Responder · 9 h

Diana EA ·
Vila Nova de Gaia
Era essa!
História é história.
Gosto · Responder · 9 h

Carlos Meireles ·
Almada, Lisboa, Portugal
Está tudo louco...
Gosto · Responder · 9 h

Sqi Dvid
Disculpa e acompanhado com o dinheiro.
Gosto · Responder · 9 h

Fabricio Martini
Pergunta para os africanos descendente se eles querem voltar.
Gosto · Responder · 8 h

Carlos Marques
Também partilho esta defesa.
Gosto · Responder · 9 h

Nelson Vaz ·
Matosinhos
E os chefe dos tribos que vendiam os escravos aos portugueses???
Gosto · Responder · 4 h

Maria Conceição Silva Ferreira ·
Universidade do Minho - Oficial
Era ignorância pura da época.
Gosto · Responder · 10 h

Jorge Gourgeus Guerreiro ·
Faculdade mental
Desculpem qualquer coisinha, está bem assim?

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.