segunda-feira, 17 de julho de 2017

Gentil Martins reage à polémica causada pelas suas declarações sobre homossexualidade


2.358
116
Gentil Martins já reagiu à polémia causada por declarações ao semanário Expresso, onde abordou temas sensíveis como a homossexualidade ou as barrigas de aluguer.
Gentil Martins tem 87 anos e tem uma carreira ligada sobretudo à Pediatria e à Oncologia
ANDRÉ MARQUES / OBSERVADOR
A polémica atingiu tais proporções que Gentil Martins, um dos mais reconhecidos cirurgiões do país, foi obrigado a vir esclarecer as suas declarações publicadas no sábado no Expresso. Em entrevista ao semanário, Gentil Martins disse ser “completamente contra os homossexuais”, uma opção sexual que considerou uma “anomalia”, “um desvio de personalidade” comparável ao comportamento sadomasoquista e ao de “pessoas que se mutilam”.
Depois de ter também apelidado Cristiano Ronaldo de “estupor moral” por ter recorrido a barrigas de aluguer para ser pai, levantou-se uma onda de críticas à qual Gentil Martins resolveu responder. Numa nota publicada na página do Expresso, o cirurgião escreve:
Face à minha entrevista ao Jornal Expresso e dada a celeuma, que nunca desejaria que tivesse acontecido, gostaria desde já esclarecer que me limitei a responder a perguntas directas dos entrevistadores do Expresso.
Quanto a Ronaldo não ser exemplo, referia-me exclusivamente à escolha por “Barrigas de Aluguer”, permitidas por lei, mas das quais discordo totalmente, quer como Pediatra quer como Ser Humano. Isso nada tem a ver com os excepcionais méritos desportivos de Ronaldo, nem com a sua generosidade para com Instituições Sociais e crianças com dificuldades.
Por outro lado nunca foi minha intenção ofender a Mãe de Ronaldo, pessoa que não conheço pessoalmente.
Quanto à homossexualidade, lamento quem sofra com essa questão, que continuo a considerar anómala, sem no entanto deixar de respeitar os Seres Humanos que são.
A Ordem dos Médicos já recebeu queixas referentes às declarações de Gentil Martins.Gentil Martins reage à polémica causada pelas suas declarações sobre homossexualidade
Mais votados21
Todos116
xxx xxx
4 h
A estupidez não tem de ser patológica. Isso não quer dizer que um estúpido não deva procurar converter-se (ou reconverter-se) em inteligente (educando-se ou procurando aprender com os inteligentes, por exemplo).  

A ignorância não tem de ser patológica. Isso não quer dizer que um ignorante não possa, ou não deva, procurar converter-se (ou reconverter-se) em sábio (educando-se ou procurando aprender com os sábios, por exemplo). 

A homossexualidade não tem de ser patológica. Isso não quer dizer que.... 
António Pinto de Magalhães
5 h
Louvo o exercício legítimo de liberdade do Dr. Gentil Martins na sua entrevista ao Expresso. É tempo de dizer não à escumalha do "politicamente correcto"!

Jay Pi
7 h
O Dr Gentil Martins é uma personalidade polémica, de facto... Recordo-me de um caso protagonizado por ele há uns anos largos que gostaria de recordar neste fórum. Como grande especialista em cirurgia de separação de gémeos siameses, o dr GM foi chamado a intervir na separação de dois rapazes que partilhavam apenas um conjunto de órgãos genitais (um pénis e um par de testículos bem como um exemplar dos restantes órgãos genitais masculinos internos). Perante esta situação muito exigente em termos técnicos e deontológicos, o dr GM decidiu atribuir os órgãos genitais masculinos ao bebé que tecnicamente se encontrava em melhores condições para os manter, construindo um conjunto de órgãos genitais externos de tipo feminino no outro bebé, que seria assim privado de genitais masculinos. Convém relembrar que os dois bebés são rapazes geneticamente, com cariótipo sexual XY. Um crescerá como rapaz integral, o outro terá necessidade, na idade própria, de receber hormonas femininas para que possa dispor de caracteres sexuais secundários femininos (mamas, poucos pelos, voz mais fina, etc). Este último rapaz, não tendo testículos, nunca terá desenvolvimento equilibrado de caracteres sexuais secundários masculinos (músculos, pelos, voz grossa, etc) e, tendo-lhe sido construída uma espécie de vulva e vagina, teria sido combinado com os pais que fosse criado como uma menina (eram pessoas humildes de uma aldeia moçambicana que, por este episódio, tiveram que migrar para uma cidade maior para evitar os comentários e preconceito da comunidade local, que estava a par do caso). Foi uma decisão temerária a do dr GM, criar uma mulher onde a natureza criou um homem sem genitais. Uma cirurgia de construção de genitais masculinos era tecnicamente quase impossível com meses de vida, mas poderia ser considerada mais tarde, bem como a suplementação na puberdade com hormonas masculinas. Mas como criar um menino sem pilinha até à idade adulta? Que orientação sexual teria ele? Pela solução cirúrgica optada será um homossexual transexual por imposição desde tenra idade. Será que na idade adulta se irá sentir mal com o sexo que lhe foi destinado em bebé e pretender reverter o seu sexo e mudar para homem? (Um caso destes já ocorreu em Inglaterra). Será que vai tornar-se uma "lésbica"? Que outra opção tomar? Deixa-lo crescer como rapaz e virilizá-lo hormonalmente na puberdade  e mais tarde implantar- lhe um pénis? Será que nessas circunstâncias iria o rapaz desejar ser rapariga e mudar para o sexo feminino? Não há respostas para questões tão sensíveis. A única resposta é empatia, tolerância, compreensão e respeito. "Concordar"com a existência dos seres humanos que nos rodeiam abolindo toda e qualquer manifestação de exclusão.
Luis IlheuJay Pi
6 h
"Concordar"com a existência dos seres humanos que nos rodeiam abolindo toda e qualquer manifestação de exclusão.
.
os mais perseguidos em Portugal são os Católicos!!! nem pode falar...em Portugal !! 
Santa Muerte
8 h
Um homossexual tem o mesmo direito a vida que qualquer hétero. Também tem direito a serem país e mães. Quanto hétero há prai que não presta? Quanto gajo que chega bêbado a casa e espancava mulher e filhos? Quantas gajas hétero que já se fartaram de trair os companheiros? Anomalia? Não foste nada gentil ó Martins. Tu como médico não deverias ser sexista. Fala te um hétero não homofóbico.  
Ele nunca disse que era contra a homosexualidade. Ele disse q a homosexualidade foge à norma e ao convencional, e que não deve ser promovida (no sentido de publicitada "é fixe ser gay")
Winter IsComing
8 h
um arsenal foi gamado de tancos. Depois de PR; CEME, ministro da defesa, virem declarar a gravidade do episódio, PM regressa de férias e mete o CEMGFA a fazer de Roberto e mete-lhe na boca "ah e tal....foram só 34000 euros....ah e tal era só sucata". GRAVE: um CEMGFA instrumentalizado numa manobra de spin. FOI MAIS GRAVE QUE O ROUBO DO MATERIAL!
Winter IsComing
8 h
Os venezuelanos lutam para depor o ditador.
Anabela Jalles
9 h
Só posso dizer o que sempre digo quando me deparo com pessoas como o Dr. Gentil Martins, por serem leais a si próprio e ás suas convicções: — Que grande Homem de coragem!
Paulo AlexandreAnabela Jalles
6 h
Hitler também foi leal às suas convicções!

Presumo que não deixe de dizer o mesmo.
MaxMartins MartinsPaulo Alexandre
2 h
Mas que comparação mais estapafúrdia...
Winter IsComing
10 h
64 mortos......
Luis Domingo
10 h
Caro Doutro felicitu-o pela coragem em dizer o que muitos hipocritas nao comentam. Eu e muito somos inteiramente da sua opiniao e muitos mais mas apenas o comentam em circulos de confiança por receio de represalias sociais. Ao que isto chegou, nao poder dizer publicamente que nao aprova a homosexualidade, ou que alguem rico prefira filhos por barrigas de aluguer em vez de fazer pela forma tradicional. Doutor, o senhor nao tem nada a provar a ninguem, continue assim integro e mais uma uma lhe digo parabens pela sua coragem 
Paulo AlexandreLuis Domingo
6 h
Coragem? Que coragem?

A de achar que o fim da humanidade está em risco por causa dos homossexuais ao mesmo tempo que frequenta missas celebradas por eunucos católicos?

LOL

Coragem, não! HIPOCRISIA!
jralbukerke .Paulo Alexandre
4 h
Costuma-se dizer que um reconhece o outro.
Quim Ab
11 h
Eu sou Gentil Martins
Maria Fontão
11 h
Em democracia devem-se respeitar as opiniões, sejam elas contra ou a favor das nossas próprias convicções, não consigo perceber porque é que algumas pessoas ficam tão indignadas com opiniões divergentes das delas, qual é o problema?, não temos que ser carneiros, o Drº Gentil Martins pode muito bem dizer o que pensa, independentemente de gostarmos ou não.
Aprender a respeitar os outros  é um excelente exercício de cidadania e inteligência.
Paulo AlexandreMaria Fontão
6 h
Aprenda a respeitar aqueles que acham que as mulheres são inferiores aos homens e que as mulheres não devem ocupar posições de poder ou de autoridade e depois falamos.

Já agora, não sabe que há opiniões preconceituosas? Além disso, a liberdade de expressão, para sua informação, não foi inventada apenas para os preconceituosos hipócritas como o sr. Gentil Martins. Se ele pode abrir a boca, por que é que os outros não o podem fazer, criticando-o?
João SousaPaulo Alexandre
2 h
Há uma diferença entre a crítica legítima e as represalias. A crítica, tal como a dele é legítima, mas muito boa gente já perdeu o emprego por dizer "o errado" e isso é inaceitavel. 

O BE não fica pela crítica, quer a cabeça do homem.
Al Beca
12 h
Caro Dr. Gentil Martins:
Agradeço as suas opiniões sobre a homo-sexualidade. Contudo, no futuro, pode guardá-las para si, assim como o resto da população nada tem a ver com o que se passa entre os seu lençóis conjugais.
Atenciosamente, 
Um hetero-sexual tolerante
Agostinho Rocha AmaralAl Beca
12 h
So GM fizeram perguntas. E a si, alguém lhe perguntou alguma coisa?
Artur FelisbertoAl Beca
11 h
Era o que faltava ter que guardar as opiniões para si!!! Alguém lhe pediu para se afirmar hetero de anus tolerante? 
Luis DomingoAl Beca
10 h
Deves é gostar de Isidoro
MaxMartins Martins
12 h
Continuo da minha...
Reconheço o direito de cada um ser o que lhe apetece em questões de sexualidade, mas isso não quer dizer que eu seja obrigado a aceitar o que essas pessoas são ..."concordando com a escolha"...

Uma coisa eu sei...os gays constituem neste País e no mundo um forte loby, protegendo-se uns aos outros inclusive no acesso ao emprego...
Não sou contra esse facto, mas já não concordo com o facto de esses mesmos "lobistas" acabarem por "perseguir" nas suas ocupações laborais...aqueles que não "fazem parte do clube"...

Reconheço ao Dr Gentil Martins e a todas as pessoas com ele concordantes (onde me encontro)...o direito de "não aceitar como normal" essa escolha...
No entanto, aceito que "sejam o que quiserem"...sem lhes reconhecer o direito...de "me querem obrigar" a pensar como eles...
Mas já alguém te obrigou a levares no rabo? Aquilo que  eu tenho visto aqui são precisamente os homofóbicos a denegrirem e a amesquinharem os homossexuais. Não vês isso, ó santinho ?
MaxMartins MartinsJoão Pedro
12 h
Deixe lá de ser parvo e ofensivo...ainda não viu em nenhum comentário meu, que eu ofendesse fosse quem fosse...
Comentários destes é que "deveriam ser cortados" pela moderação...
Há por aí "animais à solta" e carregados de falta de educação que vêm para aqui tentar ofender os outros...
que "não alinham " nas suas estúpidas teorias...
Sempre gostava de saber se tinha a coragem de me dizer cara a cara, o que disse "escondido" atrás de um nome que poderá até nem ser o seu...(mesmo e apesar dos meus já 74 anos...)
Agora, revelaste-te, MMM. Afinal a virgem ofendida já é adepta de cortes pela censura. Lindo menino. E, olha que, para 74 anos de idade,  com esse ar jovial, estás muito bem conservado.
MaxMartins MartinsJoão Pedro
11 h
Você continua a ser estúpido... o facto de achar que há comentários que não devem ser deixados passar, não quer dizer que seja adepto da censura, simplesmente a liberdade, não deve ser usada por gente estúpida, como você já mostrou ser...
Quando ao ar jovial, creio não haver nada que me obrigue a colocar uma foto actualizada...
E já agora, desculpe que lhe diga, mas não o conheço de lado nenhum...para que me trate por tu...
Nada como uma boa provocação para se conhecer o carácter das pessoas, sobretudo daqueles sonsas, que dizem não ser adeptos da censura, mas que pugnam pelo corte daqueles comentários que, no seu crivo censório, não devem ser deixados passar.
Adriana LimaJoão Pedro
9 h
Mas que grande atrasado mental te revelas ser. E nem precisaste de uma boa provocação para te revelares...
Luis DomingoJoão Pedro
9 h
vai mas é andar de bicicleta sem selim 
MaxMartins MartinsJoão Pedro
2 h
Acabou aqui a discussão. Da minha parte não estou disponível para continuar...

De facto, "só poderemos vencer um estúpido...se conseguirmos ser mais estúpidos do que ele"...
Na verdade, " não tenho mais argumentação para si.  "...
"Dou-me por vencido..."
Passe bem...
A questão é q já chega. É paradas gay para a direira, é discriminação positiva no emprego para a esquerda, é direitos gay para um lado, é géneros novos para o outro, é letras q não param de ser acrescentadas ao LGBT, etc, etc, etc.
Enough is enough. Querem ser gays?! Sejam! Para parem de o comunicar em todo e qualquer local/momento. 
João Melo de Sampaio
12 h
Boa professor ! Força na tola desses idiotas rábico-comunóides...
Para a cambada de estúpidos que andam por aí:

"Se toda a humanidade menos um fosse da mesma opinião, e apenas uma pessoa fosse de opinião contrária, a humanidade não teria maior justificação para silenciar essa uma pessoa, do que esta, se tivesse o poder, teria justificação para silenciar a humanidade.”

"Se uma opinião fosse apenas uma possessão pessoal com valor apenas para o seu proprietário (…) faria alguma diferença se o dano [de a proibir] fosse inflingido apenas sobre algumas pessoas ou sobre muitas. Mas o mal específico de silenciar a expressão de uma opinião consiste num roubo a toda a humanidade; à posteridade tal como à geração presente; àqueles que discordam da opinião, ainda mais do que àqueles que concordam. Se a opinião estiver certa, aqueles [que discordam dela] serão privados da oportunidade de trocar o erro pela verdade; se a opinião estiver errada, eles perderão a percepção mais clara e mais viva da verdade, que é produzida pela sua colisão com o erro"
, On Liberty, John Stuart Mill, 1859

"Não concordo com o que dizes, mas defendo até a morte o direito de o dizeres", Voltaire
... Ler mais
João Pedro
12 h
Os professores bambos concordam inteiramente contigo.
João Pedro
13 h
Gentil Martins já está a fugir com o rabo à seringa, mas quando o Ronaldo lhe puser um processo em tribunal, eu quero ver se os fascistas do Opus Dei o vão apoiar.
Nuno PereiraJoão Pedro
12 h
Em relação às barrigas de aluguer, também concordo que ninguém tem o direito de colocar premeditadamente no mundo crianças orfãs de mãe. É eguismo puro. Ter mãe e pai é um direito da criança e nunca uma opção dos adultos. 
Existem crianças orfãs por infurtunio da vida... agora programar isso à nascença parece  me errado. 

João PedroNuno Pereira
12 h
Se alguém te chamar " energúmeno moral", por qualquer opção que possa ser eticamente discutível, vais fazer o quê ? Comes e calas ?
Comentarios AgostoNuno Pereira
8 h
ou seja, a única situação onde visiona que seja aceitável uma criança só ter um dos progenitores, é por infortúnio da vida? Que visão limitada da realidade...

Mais, enquanto é criança, é SEMPRE uma opção dos adultos, seja dos pais, dos tribunais ou da segurança social. 

Adoro estes democratas que querem autorizar as pessoas a terem filhos, de acordo com a razão pela qual as querem...
jralbukerke .Comentarios Agosto
4 h
Pelo menos são coerentes. Todos temos o direito de ter crianças, tal como temos direito de ter animais...
MaxMartins Martinsjralbukerke .
2 h
Assim ao mesmo nível...?
Direito a ter crianças...tal com ter direito a ter animais...?

Não haverá por aí um equívoco qualquer...?

FranciscaTeixeira FranciscaTeixeira
13 h
Em estado de entorpecimento acontece-nos muitas vezes, seja ele moral, físico ou outro qualquer.  Aborrec ermonos com o Dr. Gentil Martins só mesmo para fugir em frente de xoxsx tal estado. A maneira como exerceu a profissão médica e o seu comportamento de lisura e genorisidade falam por si
ze pinto
13 h
O Dr. Gentil Martins emitiu uma opinião como cidadão numa entrevista que concedeu ,e tem todo o direito de o fazer .....
A Isabelinha que vá trabalhar e que prescinda da sua "reforma" após duas legislaturas porque os Portugueses tem que trabalhar até aos sessenta e seis anos para a auferirem.
Se...se um dia houver uma deriva totalitária de esquerda ou direita lá vão os "democratas de pacotilha pelo cano abaixo".Acabam-se as frescuras...
josé maria
14 h
Eu quero ver se a Ordem dos Médicos virá agora sustentar que qualquer médico, incluindo Gentil Martins, tem direito a emitir uma opinião clínica disparatada, depois da atitude que teve para com o médico Manuel Pinto Coelho, devido a afirmações, por este produzidas ao jornal Expresso, que considerou cientificamente erradas.



Agostinho Rocha Amaraljosé maria
11 h
E tem comparação? Estatisticamente falando, GM está correto. E mote uma opinião pessoal apenas isso. Tem tanto direito a opinião como tu.
Claro que tem comparação. Se MPC foi criticado pela OM por defender uma opinião considerada anti-científica, se a OM for coerente, também criticará GM por defender uma posição igualmente anti-científica. Isto agora não muda só porque um se chama MPC e o outro GM ? É que vamos ver quando a OM se pronunciar. Nessa altura, se concluirá se os seus dirigentes são coerentes ou não.
Comentarios Agostojosé maria
8 h
Porque é que GM está errado? Sabe, porventura, o que determina uma pessoa como homossexual - se genética, se personalidade?

Uma coisa é dizer uma coisa que vai contra a ciência; outra é teorizar sobre algo que a ciência desconhece..

(Se alguém souber o que leva a, por favor partilhe)
Isabel Amorim
14 h
Este país está a entrar numa moda que não dá para acreditar retirando cada vez mais e aos bocadinhos a liberdade de cada um ter opinião própria. De facto esta gente que aparece aos guinchos ofendida a toda hora é o resultado de uma péssima educação em casa, ou antes:ausência dela e não passam de uma cambada de mimados e mimadas que dão nas vistas a qualquer preço. É uma falta de consideração e respeito sim abrirem um inquérito (imagine-se!) a uma pessoa que merece todo o nosso respeito e admiração quer pela sua idade quer pelo que representa. Era o que mais faltava agora,uma pessoa com a idade que ele tem e bem educado como foi alinhar em tamanhos disparates que estão ao sabor dos lobys do costume. Mas que ditadores e ditadorazinhas são estas que apareceram agora de repente a fazerem lei de opiniões de cada um? Que eu saiba vou pagar com os meus impostos estes ditos inquéritos ao serviço das histéricas e histéricos deste país que está miserável e não concordo minimamente e sinto-me sim bastante ofendida por acharem que eu sou burra. Esta gentinha que não se sabe de donde veio (talvez ver filme Feios, Porcos e Maus) está a abusar e os negociantes que estão na Assembleia da Républica alinham nisto tudo porque são uma cambada de gente cobarde e agacha-se. QUE VERGONHA!
josé maria
14 h
Dizer que Ronaldo não é exemplo, ou censurá-lo por ser adepto da procriação de substituição, e eu não o sou, é uma coisa. Qualificá-lo de " estupor moral" é outra. Gentil Martins não retirou esse qualificativo e tenta colocar água na fervura, mas o essencial da qualificação manteve-a.

Quanto à questão da homossexualidade, ele também deve achar que pode inobservar a posição oficial da sua Ordem sobre essa matéria, o que é claramente uma falha deontológica.

Vamos ver no que dão as cenas dos próprios capítulos.

Tem agora a palavra Ronaldo e o órgão disciplinar da Ordem dos Médicos.

Por mim, vou gostar muito de saber se OM consente que qualquer dos seus membros defenda publicamente uma posição anti-científica.

Se sim, está aberto o precedente para qualquer médico dizer doravante, sobre questões do foro clínico, tudo o que lhe der na real gana.

Maria Da Conceição Moreirajosé maria
14 h
Como diz Thomas Kuhn, a ciencia nao tem como objectivo a verdade mas a eficácia. Resolver problemas. Por isso uma verdade científica actual nao significa que seja uma verdade absoluta. Gentil Martins deu a sua opiniao. Respeitando todos, aqueles que sao homo e heterossexuais, eu própria, sempre pensei como Gentil Martins. Ou seja, por normalidade entendo aquilo que é usual, que diz respeito à maioria. A homossexualidade, mesmo podendo ser natural ( admitindo que já se nasce assim), nao é no entanto normal porque se refere ao comportamento sexual de uma minoria. 
Aquilo que Gentil Martins ou você pensam sobre a homossexualidade é irrelevante, se não for cientificamente validado. Os criacionistas também contestam a teoria da evolução, também podem pensar que Deus gerou Eva a partir da costela de Adão, que o mundo tem 4.000 anos ou outras tonterias do género.
Antonio Modestojosé maria
13 h
Nao e preciso ser especialista ou cientista para saber que e anomalo 1 homossexual,pois alem destes tambem ha as aberracoes que nascem com corpo masculino e interior femenino. Respeito muito os anomalos mas nao as aberracoes. Existem,respeitam tem o direito de serem respeitados.Aberracoes nao.
josé mariaAntonio Modesto
13 h
Aproveite o tempo para se instruir antes de dizer disparates:

Posição aprovada pelo Conselho Nacional Executivo da Ordem dos Médicos, no dia 29 de Dezembro de 2009,  com base num parecer do Colégio de Psiquiatria elaborado a pedido do Presidente da Ordem dos Médicos, na sequência da controvérsia pública a propósito do acompanhamento por psiquiatras de indivíduos com orientação homossexual. Concordando globalmente com o parecer do Bastonário da Ordem dos Médicos, em carta datada de 14 de Maio de 2009, o Colégio da Especialidade de Psiquiatria da Ordem dos Médicos esclarece o seguinte: É generalizado o consenso entre os médicos psiquiatras de que não existe tratamento para a homossexualidade, pois esta designação não se refere a uma doença, mas a uma variante do comportamento sexual. Considerar a possibilidade de um "tratamento" da homossexualidade implicaria, nos tempos actuais, a violação de normas constitucionais e de direitos humanos. Seria, aliás, o mesmo que falar de um "tratamento da heterossexualidade" 



Manuel Rodriguésjosé maria
12 h
Está decretado. Pronto. Norma constitucional, assunto encerrado na maior normalidade.
Já vi que, para si, a OM não serve para nada. Cada médico pode passar a dizer o muito bem lhe apetecer. Se algum deles, sem nenhuma base científica, vier sustentar, por exemplo, que o cancro se cura com ingestão de água oxigenada, você vai achar muito bem, em nome do direito absoluto de liberdade de expressão.
De onde se conclui que os cidadãos portugueses de olhos verdes, por se tratar de uma minoria, constituem um grupo de anormais. Existe mais lógica num calhau da estrada do que no seu raciocínio.
João PedroAl Beca
11 h
As mulheres são o grupo da população dominante em Portugal. Logo, pela lógica da dama, o pai dela é anormal.
Luís CostaJoão Pedro
11 h
Antes de escrever talvez fosse boa ideia verificar na net ou num dicionário o significado da palavra "normal". E não, não é sinónimo de natural.

João PedroLuís Costa
10 h
Eu só disse que, pela lógica da dama, o pai dela é anormal, mas, se fores à net, encontras lá o significado.
Luis Domingojosé maria
9 h
entao para sia a teoria de evoluçao é deixar de existir mulheres e só existirem homens a comer ISIDORO e NOBRE, e tudo vai começar por regulamentar que as bicicletas a partir de agora vao deixar de ter selim. Gayparvo
FranciscaTeixeira FranciscaTeixeirajosé maria
9 h
O qualificativo pode estar pode estra bem ou mal empregue, conforme a perspectiva de cada um. Mas não deixa de ser interessante o Dr. Gentil Martins fazer desentorpecer-nos em nós um bocadinho de exercício de raciocínio. 
Claro que a Mãe do Ronaldo, D. Dolores,  e ele próprio são pessoas com muito valor,. Pelo menos reconhecer os de trabalho, os de união familiar - inter ajuda e de gratidão entre si. O que não tira que outros filhos possam ter, ou teriam, com as suas próprias mães o mesmo tipo de cumplicidade. Mas enfim, coisas que a vida se encarregará , da melhor maneira ou assim assim, de resolver.
Uns acham a homossexualidade anormal, outros também mas tolerável, outros  acham que sim, outros nem aí estão. Porque raio de atavismo os guardiões de um eduquês qualquer têm que se aborrecer com as posições de cada um, e com isso aborrecer os outros todos?

Rui Almeidajosé maria
9 h
Pois claro, repete textualmente a posição da Associação Americana de Psicologia (que anulou a posição da Or. Mundial de Saúde), «autoridade» mundial do pensamento «científico» único neoliberal imposto pelo imperialismo americano e pela alta finança mundial. Mas, se homossexualidade não é doença, que têm os psiquiatras que se meter no assunto? Se não é doença eles nada têm que opinar sobre a homossexualidade.
Doença ou não doença, é uma nojeira e uma degradação humana. «Muito feio» (A. Cunhal), «asqueroso» (Otelo S. Carvalho). Pelos vistos, esta moda da mariquice está bem defendida pela direita neo-liberal...
Rui AlmeidaLuís Costa
9 h
«normal» corresponde a maioria, como bem mostra a Curva de Gauss.
São uma minoria muito barulhenta! pensam que por falar muito e muito alto têm razão! Enfim ... deixa-os pousar!
ERRADO! TOTALMENTE ERRADO!

Em ciência, apresentam-se provas e evidências aos pares para que os mesmos possam validar a tese.

Em ciência, não se apresentam opiniões em órgãos de comunicação social.

Qualquer pessoa cientificamente esclarecida conhece a diferença entre opinião e posição, entre entrevista e tese, entre ignorância e conhecimento, entre preconceito e esclarecimento.

O sr. Gentil Martins não esteve do lado da posição, da tese, do conhecimento ou do esclarecimento. Preferiu o campo da opinião, da entrevista, da ignorância e do preconceito.

Não meta a ciência ao barulho porque o sr. Gentil Martins não abriu a boca em nome da ciência no que a esta matéria diz respeito.
Cada um tem o direito de ter as suas posições/ opiniões pessoais. Agora fazer comentários sobre a sexualidade alheia não é ético, pois já entra no foro da devassa da vida privada. Infelizmente em Portugal este tipo de comportamentos tornaram-se comummente aceites devido ao tele-lixo dos programas de coscuvilhice.
Mas as pessoas agora não podem ter direito a uma opiniao?!
Arre, q voce só diz barbaridades. 
Amon Rá
14 h
"Nunca foi minha intenção ofender a mãe de Ronaldo", diz Gentil Martins... O Dr. Gentil Martins ficará certamente na História de Portugal como um genial cirurgião. Mas tal estatuto não lhe confere autoridade para pretender transformar os seus preconceitos, pessoais ou ideológicos, numa espécie de “matéria de fé”. Para começar, acho de uma imperdoável deselegância emitir juízos morais negativos sobre Cristiano Ronaldo e sua mãe. Ronaldo tem todo o direito de agir conforme as suas opções, desde que seja dentro da legalidade. Que se saiba, Cristiano Ronaldo não violou nenhuma lei para conseguir ver materializado o sonho de ter os seus próprios filhos. Outra declaração, altamente censurável do Dr. Gentil Martins prende-se com o seu preconceito em relação à homossexualidade. Aqui, perdoar-me-á, mas revelou-se de uma incultura de bradar aos céus. Qualquer cientista bem formado dir-lhe-á que o homossexual não faz escolhas, como se acordasse um dia, bem-disposto, e começasse a clamar: “A partir de hoje, decidi ser homossexual!” A homossexualidade é uma orientação sexual que já nasce com a pessoa e que, muito provavelmente, morrerá com ela. Não se trata de nenhuma “doença” tratável com comprimidos ou xaropes, ou alguma "cirurgia" milagrosa, como parece insinuar o Dr. Gentil Martins. O maior inimigo dos homossexuais são os preconceitos ideológicos. Os defensores e praticantes dessas ideologias preconceituosas é que talvez precisassem de uma qualquer forma de terapia, a fim de encararem os direitos humanos como uma realidade a ser respeitada e não como mera ficção. Finalmente, aos 87 anos de idade, já era tempo de o Dr. Gentil Martins ser mais sábio e menos pueril.
Carlos Faria
14 h
De facto, o Dr. Gentil Martins está em maus lençóis:

"Na Europa, cada manifestação do "Orgulho Gay" contou, em média, com 100.000 pessoas. Cada manifestação Contra a Corrupção teve, em média, 2.500 pessoas!
Estatisticamente, fica provado que há mais gente a lutar pelo direito de levar no rabo, do que a lutar para não ser enrabado."
(Miguel Esteves Cardoso)
chico fininhoCarlos Faria
13 h
boa
Luis DomingoCarlos Faria
9 h
Excelente meu caro
Rui AlmeidaCarlos Faria
9 h
«Orgulho Gay» lembra o «Orgulho Branco», lema do Ku Klux Klan. Os nazis alemães também usaram o termo - «orgulho ariano»- Estes debochados têm bons inspiradores...
victor guerra
14 h
O censor desta coluna também acha que Gentil Martins não tem razão e corta comentários,.Um tema sensível nesta redação.Orgulhosa
António Hermínio Quadros Silvavictor guerra
13 h
É capaz de estar um upside - down de serviço
Francisco Pinto
14 h
Mas haverá alguém, excepto os intrinsecamente estúpidos, que vêem nestas declarações algum tipo de ofensa?
A questão só tem tanta celeuma porque o autor é .... médico. Estão a ver, aqueles profissionais que têm a exclusividade do diagnóstico de saúde humana. 
Independentemente do que cada um pensa sobre a homossexualidade (porque nas barrigas de aluguer quase nem há discussão), o distinto dr. Gentil Martins "atreveu-se" ignorar o que os clérigos da santíssima inquisição estipulam como "normal". Como se atreveu (o que muitos não conseguem por falta de coragem ou inconveniência profissional) a fazê-lo, assistimos a mais um auto de fé e à posterior cremação pública. Moreira dixit!
Marta GuimaraesFrancisco Pinto
14 h
Está a menosprezar a estupidez da base eleitoral da geringonça.
Francisco PintoMarta Guimaraes
13 h
Admito que sim,  contudo tenho muita dificuldade em imaginar a possibilidade de haver tanta gente assim. Desde a má formação, passando pela ignorância até ao oportunismo, ainda concebo, agora que haja tanta gente estúpida.....é assustador!
Marta GuimaraesFrancisco Pinto
12 h
Meu caro, depois da roubalheira socrática, de terem implementado uma enorme austeridade com os PEC, de falido o país, de terem chamado a troika e desenhado o memorando, Sócrates ainda teve 30%. Não menospreze a ignorância do povo, como dizia o Churchill, o melhor argumento contra a democracia é uma conversa de cinco minutos com o eleitor mediano.
Renato Madeira
15 h
Como médico tem obrigação de saber que a homossexualidade é genética.Deve de estar senil.

Afonso AlbanoRenato Madeira
14 h
A homossexualidade não é genética. Não existe o "gene gay" nem é algo que se passe. 

Deve ser você que está senil.
Carlos FariaRenato Madeira
14 h
Não saindo em defesa dele, que não precisa, como médico ele sabe que, até ao momento, não há nenhuma evidência científica que fundamente qualquer explicação específica para a sexualidade humana.
Isabel AmorimRenato Madeira
14 h
Diz que são dos iogourtes!
Rui AlmeidaRenato Madeira
9 h
Não, nem todos os maricas nasceram maricas. Alguns fizeram-se a si próprios...
Rui AlmeidaAfonso Albano
9 h
este fez-se a si próprio...
José C. AguiarCarlos Faria
9 h
Numa simples frase encerrou o assunto! Parabéns.
Não tem explicação mas ... o politicamente correto exige! Portanto, sejamos politicamente correctos e condenemos o Dr G M!
Lol... genético.
Marta Guimaraes
15 h
Coitado do Dr. Gentil Martins, depois de viver mais de metade da vida numa ditadura pensou que vivia em democracia e que tinha a liberdade de dar a sua opinião livremente. Esqueceu-se de que somos governados por tiranetes, tipo Isabel Moreira, que são totalmente contra qualquer opinião que seja anómala, ou seja, que saia da norma do políticamente correcto que é, obviamente, por eles determinado! Todas as opiniões são aceites desde que coincidam com as deles. Permitem que os portugueses morram que nem tordos devido à incompetência sem que os responsáveis sofram quaisquer represálias, mas o delito de opinião nunca, os que o cometem serão perseguidos sem piedade!
victor guerraMarta Guimaraes
15 h
Nem mais!
Antonio CarneiroMarta Guimaraes
14 h
Três tiros no porta-aviões, Marta. Continue com a pontaria bem afinada, e a abrir rombos nas "embarcações" de esquerda que, por si só,  já se fartam de meter água!!! 😜

Ab
Cipião NumantinoMarta Guimaraes
14 h
Nem mais, cara Marta. A posição normal da esquerda é a seguinte "censura feroz (e justa, claro) dos 48 anos de ditadura do estado novo. Defesa consequente e apaixonada da ditadura cubana com 54 anos"!!!! É assim a esquerda a que temos direito. Memória seletiva, comportamento seletivo e defesa de valores seletivos. Gente no geral má, hipócrita e mesquinha! Arrrggghhh, que asco!...
Marta GuimaraesCipião Numantino
14 h
Caro Cipião, é que é ainda pior, consegue imaginar a Isabelita depois de ordenar mais esta purga a chegar a casa e a beijar o seu pai, um ministro do Salazar? E não era um ministro qualquer, era o ministro do ultramar e o responsável pelo começo da gerra colonial! É gente desta que nos governa. Ás vezes sinto-me a Kira do We the living da Ayn Rand!

PS: Tenho alguma respeito por Adriano Moreira, apesar da deriva para esquerda, era mesmo só para realçar a enorme hipocrisia da menina.
Marta GuimaraesAntonio Carneiro
13 h
Meu caro, é um facto que eles metem água mas nós é que vamos ao fundo, eles nunca. Quanto Portugal se afundar novamente eles estarão a fazer pós graduações em Paris ou coisa parecida.
A minha solidariedade para com o Dr. gentil Martins.
Parece que o 25 de Abril tem de ser revisitado...tem...tem...
Esta esquerdalha pidesca não tem vergonha...vão lá perguntar ao povo, ao povo a sério qual a sua opinião a este respeito...É o vais....
António Hermínio Quadros SilvaMarta Guimaraes
12 h
Gente com espirito pidesco, era desta massa que eram feitos os bufos da PIDE
Ela já não apanhou esses tempos dos bufos, os do estado novo e os do PREC com quem se identifica mais, mas o pai deve-lhe ter contado muitas histórias passadas enquanto ele era um homem do sistema que controlava a PIDE.
Cipião NumantinoMarta Guimaraes
12 h
Cara Marta, concordo pouco que se assaquem aos filhos as pretensas falhas dos pais. E já dei comigo, por exemplo, a defender as manas Mortágua algumas vezes das leviandades criminosas do pai. Uma coisa não leva necessariamente à outra. 
Sobre a Isabelita conheço-a mal. Mas parece-me uma desajustada emocional. Repito parece-me, porque é sempre perverso julgarem-se pessoas de que não se conhece o íntimo. Mas, a experiência de vida, ensinou-me a ler nas entrelinhas. E a Isabelita é aparentemente uma destrambelhada com alma retórica de peixeira (não quero ofender as peixeiras). Talvez justamente uma derivação entre o complexo de Eletra e de Édipo em relação a seu pai, a tenha obrigado a desvios psicológicos de que nós paulatinamente vamos tendo conhecimento. De qualquer forma trata-se de uma mulher perigosa. Pesporrente e desatinada constitui a simbologia perfeita de um visionário da esquerda ultra-marxista. Capaz de espalhar a infelicidade em tudo o que toca ou demanda. A Isabelita parece-me ser assim. Fujam dela!...
Rui AlmeidaMarta Guimaraes
9 h
tal pai, tal filha...
João Sousa
15 h
E tomem lá que o homem tem espinha dorsal e não pede desculpa pelo que disse. Concorde-se ou não, o que há que respeitar é o direito de um idiota em dizer idiotices. 
José Paulo C CastroJoão Sousa
14 h
Muito mais do que o de 'sábios' a calarem quem eles dizem que não o é.
Ricardo Nunes
15 h
Isto de heterossexuais a falar de homossexuais (e já agora, de bissexuais) tem muito que se lhe diga... Se sabem, é porque experimentaram? Se não sabem, é melhor não dizer disparates, pois não?
José Paulo C CastroRicardo Nunes
14 h
Eu estava quase inclinado a concordar consigo, em que talvez seja melhor dividir o mundo consoante os assuntos: uma assembleia para as L, outra para os G, outra para os T, duas para os B, etc. em que cada um diz como quer que as leis gerais sejam.

Mas depois pensei melhor e vi o disparate.
Candy MaiaRicardo Nunes
14 h
Santa Ignorância!
Jorge Rebelo da SilvaRicardo Nunes
10 h
Certamente, a partir de hoje serão os cadáveres a discutir o assunto do suicídio, dado que mais ninguém o experimentou, e portanto, não pode sobre isso falar.
E teremos de incluir deputados cocainómanos activos para discutir a toxicodependência.
Já quando fõr para discutir as finanças, juntam-se 8 ou 9 milionários de topo, porque serão os que mais autoridade na matéria devem ter.

Já percebeu? Chama-se falácia, isso que disse, e envenena qualquer discussão.
Serranos Rebelos
15 h
Eu sou Gentil Martins
Manuel Ribeiro
15 h
Podemos não concordar com a opinião de Gentil Martins, mas temos a obrigação de a respeitar. Não me parece que Gentil Martins seja uma pessoa de falar à toa. Em relação ao comentário que fez sobre Cristiano Ronaldo, estou inequivocamente de acordo.
João SousaManuel Ribeiro
15 h
Nem temos de a respeitar. Temos é de reconhecer o direito a dizê-lo sem medo de represálias profissionais. 
Marta GuimaraesJoão Sousa
15 h
Exacto, eu respeito o homem, o médico, o percurso mas não a opinião, só que ao contrário dos tiranetes que nos desgovernam reconheço-lhe o direito à sua perseguição sem que tenha que ser perseguido. Só o facto dele se sentir obrigado a este esclarecimento diz tudo sobre a nossa incipiente democracia.
José Paulo C Castro
15 h
Concordo plenamente que peça desculpa à mãe de Ronaldo. Efectivamente, não há nada que prove a influência da senhora no assunto em questão. 
Mas afinal quem é que o educou?! Foi a mãe ou a academia do Sporting?! E o Ronaldo é com a mãe que conta para dar uma espécie de mãe às crianças que foram obrigadas a nascer orfãs! Mas isso tem alguma discussão?! O Ronaldo medalhado em herói nacional é que devia pedir desculpas aos portugueses por não estar à altura do exemplo que dele se espera. Vida privada?! Eu sei da vida dele pelos media.
Marta GuimaraesJ Sm
15 h
Qual exemplo? O de dar mais amor e atenção aos filhos do que muitos casais que os geraram naturalmente? Tenha juízo!
Eduardo MonteverdeMarta Guimaraes
15 h
Filhos???? Crianças compradas, quer dizer. Ou pensa que o  sr Ronaldo tinha recorrido a barrigas de aluguer se não jogasse ( e bem ) futebol e não fosse pago principescamente. 
José Paulo C CastroJosé Paulo C Castro
14 h
Acho que vocês não percebem de ironia por omissão...
Tem razão, precipitei-me.
Os filhos precisam de mãe e quando crescerem hão-de questionar o Ronaldo sobre o assunto. Ou julga que o dinheiro resolve tudo?! Amor?! Revistas cor de rosa e publicidade bem paga quer vocemecê dizer. E evite responder-me. 
Comentarios AgostoJ Sm
7 h
E qual é o problema de questionarem? E porque razão isso a si lhe interessa? 

Mas mais importante, porque faz perguntas se depois quer evitar as respostaS?!

bez sensu

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.