quarta-feira, 5 de julho de 2017

Contestado presidente da comissão eleitoral de Quelimane

  


Associação dos Transportadores da Zambézia diz não conhecer o presidente eleito da comissão eleitoral de Quelimane

Há polémica na indicação do presidente da comissão de eleições da cidade de Quelimane. Depois de Zacarias Inácio Muheia - indicado, esta segunda-feira, pelos 15 membros empossados ao nível da comissão distrital - ter garantido à nossa reportagem que vem da sociedade civil, mais concretamente da Associação dos Transportadores da Zambézia (ATZ), esta agremiação distanciou-se e disse não conhecer o presidente eleito.
Em contacto com a nossa reportagem em Quelimane, o presidente da ATZ, Santos Ataíde, disse categoricamente que Muheia não faz parte da agremiação. “Eu, como presidente da associação de transportadores, não conheço a figura de Zacarias  Muheia. Ademais, nunca o vi, nem nas reuniões, nem sequer o seu nome se encontra cadastrado nos nossos arquivos de identificação dos associados”, disse.
Ataíde disse, ainda, que a Associação dos Transportadores da Zambézia está neste momento a aguardar a convocatória por parte da Comissão Distrital de Eleições, “como forma de indicarmos membros provenientes da nossa agremiação, na qualidade de sociedade civil, para fazerem parte daquele órgão eleitoral ao nível distrital”. Ataíde considera que Zacarias  Muheia deve ser processado judicialmente por usar falsamente o nome de um órgão para ocupar cargo na Comissão Distrital de Eleições de Quelimane.
Os partidos com representação na Assembleia da República, nomeadamente, Renamo e MDM, prometem pronunciar-se em breve sobre o assunto, por acharem que mancha desde cedo o processo eleitoral em preparação.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.