sexta-feira, 16 de junho de 2017

Licenciatura do Director Distrital de Educaçao Ciencia e Tecnologia de Catembe anulada

Jorge Ferrao, Reitor da Universidade Pedagogica, anulou, no dia 12 deste, o grau de Licenciatura de Femerepe Jeremias, Director Distrital de Educaçao Ciencia e Tecnologia de Catembe por ter ingressado na UP com certificado falso.


Director de escola pública falsifica certificado para cursar ensino superior na UP
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  em 22 Junho 2017
Share/Save/Bookmark
A Direcção do Registo Académico da Universidade Pedagógica (UP) anulou, há dias, com efeitos imediatos, o certificado de habilitações literárias e o respectivo diploma, do director distrital de Educação e Desenvolvimento Humano da KaTembe, supostamente por ter apresentado um certificado falso da 12a classe [nível médio], para frequentar o ensino superior.
Femerepe Jeremias, que é também chefe de actos públicos [protocolo] do governo da KaTembe, segundo apurou o @Verdade, ingressou num curso de graduação leccionado pela UP, apresentado um certificado falsificado, presumivelmente emitido pela Escola Secundária Francisco Manyanga, em Maputo, onde fez o nível médio, na década de 90.
Num processo normal de verificação de documentos apresentados pelos candidatos e estudantes da UP, a 26 de Janeiro do ano em curso, a Direcção do Registo Académico endereçou, através da “informação no. 048/DRA/2193/UP/2017”, uma missiva à Escola Secundária Francisco Manyanga, na qual solicitava a confirmação ou não da veracidade “do certificado de nível médio” de Femerepe Jeremias.
Em resposta, a direcção daquele estabelecimento de ensino secundário, disse à UP, través do ofício “Nossa Ref. 82/ESFM/99570/11/17 Maputo 31/01/2017”, que “satisfazendo ao solicitado com a nota de referência no. 048/DRA/2193/UP/2017, cumpre-nos informar à V. Excia que, o certificado apresentado pelo senhor Femerepe Jeremias é falso”.
A Escola Secundária Francisco Manyanga sublinhou ainda que “o número 448/94 Curso Nocturno”, apresentado no certificado, ora falso, do director distrital de Educação e Desenvolvimento Humano da KaTembe, é de um aluna de nome Catarina Amina Purai.
Perante esta constatação, a UP não encontrou outra saída, senão anular, pelo cunho de Elena Magumane, directora do Registo Académico, e do reitor Jorge Ferrão, o certificado de habilitações literárias e o respectivo diploma, do visado.
No automatic alt text available.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.