domingo, 4 de junho de 2017

Filho de imigrante que viva cá há dois anos deve ser português, propõe PS


Público
18 h ·

Entre as sugestões está também o fim do título legal para pais de menores que vivam em Portugal há cinco anos e os queiram naturalizar.


Filho de imigrante que viva cá há dois anos deve ser português, propõe PS
Faltava o PS apresentar uma proposta de alteração à Lei da Nacionalidade, o que aconteceu agora.
PUBLICO.PT

Comentários


Escreve um comentário...


Ana Paula Gambão É o rabo lavado com água de colonia, não querem dar aos estrangeiros ? Por acaso fazem isso aos portugueses quando estes emigram ? Até o meu filho que estuda em Coimbra não lhe fizeram os descontos na farmácia, com receita , porque era dos Açores! Que raio de país é este ? Que raio de governantes temos ? Pensem primeiro em fixar os jovens cá. Os estrangeiros têm quase as mesmas regalias que nós. Isto revolta ....

Gosto · Responder · 54 · 16 h

Ocultar 12 respostas


Carlos Pereira Claro k sim . Devo dizer e a esquerda a funcionar . Então os Açores não fazem parte e Portugal ? Enfim .

Gosto · Responder · 5 · 16 h

Carmen Santos É para terem mais gente a votar neles..Demagogia no seu melhor!!

Gosto · Responder · 6 · 15 h

José Fernandes Estrangeiros não devem ter quase os mesmos direitos que nós! Devem ter exactamente os mesmos direitos e deveres!

Gosto · Responder · 18 · 14 h

Greg Rosa O problema é que eles querem facilitar a entrada de estrangeiros, pois os politicos já viram que aos nacionais não engram mais, e precisam de mais escravos para mater o nível de vida deles. Sejam de direita ou esquerda. Para os emigrantes não há facilidades, nem se interessam pelos problemas dos mesmos, desde que mandem o dinheiro para Portugal claro.... santa covardia...

GostoMostrar mais reações · Responder · 14 h

Sérgio Gonçalo Rodrigues Qd houver um atentado cá eles logo acordam

GostoMostrar mais reações · Responder · 13 h

Carla Patricia Ajuda Minha senhora o que estão a fazer é comprar população portuguesa, que dentro de poucos anos será uma população envelhecida! Maltas jovens não querem viver em Portugal, mas dia menos dia Portugal será um país totalmente liderado pelos portugueses de outras origem.

GostoMostrar mais reações · Responder · 6 h · Editado

Jpapis Da Dilva Ana Paula Gambao triste e ler esse seu comentario...sabe quantos milhares de acoreanos vivem na america?tivessem os americanos a mentalidade atrasada como a sua como seria?regressavam a nado nao ....

GostoMostrar mais reações · Responder · 3 · 4 h · Editado

Mara Júnia Lomeu Balseiro Os portugueses tem direitos iguais ao brasileiros aqui no Brasil. Então por que não fazer o mesmo. Querem ter direitos mas não os dão a ninguém? Hipocrisia não acha?

GostoMostrar mais reações · Responder · 1 · 4 h · Editado

Manuel Pedro Marmelo José Fernandes claro! Abram as portas a toda a gente e ofereçam passaportes nas fronteiras... curioso, estou a ver na tv que foram "britânicos" que cometeram os atentados em Londres! Talvez tivesse sido melhor não os terem sequer deixado entrar no país - a eles ou aos pais!!! Santa ingenuidade.

GostoMostrar mais reações · Responder · 1 · 3 h

Manuel Pedro Marmelo Mara Júnia Lomeu Balseiro eu visitei várias vezes o Brasil e puseram-me um carimbo no passaporte com a menção - não pode trabalhar!!!! Deve estar a falar de portugueses que vivem no Brasil há séculos! Os Brasileiros que vivem em portugal com autorização também têm os mesmos direitos que os portugueses.

GostoMostrar mais reações · Responder · 3 · 3 h

Manuel Pedro Marmelo Mara Júnia Lomeu Balseiro leia o comentário do Sr. Camilo Oliveira, mais abaixo! Parece-me que não deve estar bem ao corrente do que se passa no seu país.

GostoMostrar mais reações · Responder · 3 h

Francisco De Viveiros Fazem sim e como açoriana deveria saber que os seus priminhos eventualmente nascidos até durante um voo açores - Boston e desde que o avião já esteja no espaço aéreo dos Estados Unidos, são cidadãos americanos e com todos os direitos legais. Até poderão se candidatar à presidência dos Estados Unudos, coisa que eu como nascido em Portugal e naturalizado americano, não posso e cruzes não quero.

GostoMostrar mais reações · Responder · 1 h


Escreve uma resposta...




Diogo Pimentel Não sei bem qual a minha posição... mas se nasceu no país e continua no país correspondendo às "normas da sociedade" não vejo nada que impeça... afinal vai fazer escola no país, falar a lingua do país e aprender a cultura do mesmo... não é menos português que qualquer outro... agora se chegou com os pais há 2 anos, a menos que dê provas de conhecimento, integração e outros factores como a sua idade e situação bem como a dos pais devem ser tidos em conta. não duvido que os hajam mais portugueses que alguns que se dizem de gema... eu próprio às vezes sinto que não me identifico totalmente como português.

Gosto · Responder · 26 · 17 h

Sara Dolores Matos Oliveira Pelo que li, parece que só atribuem a nacionalidade se tiver nascido em Portugal.

Gosto · Responder · 1 · 14 h

Diogo Pimentel pelo que percebi, neste caso dos 2 anos sim... no entanto existem outras regras para ter nacionalidade para outros casos e foi isso que mencionei... já o titulo é o click bait do costume

Gosto · Responder · 1 · 13 h


Escreve uma resposta...




Carolina Pinto Não deve. Mínimo 5 anos ou a conclusão da escola obrigatória. Para se ser português é necessário dominar a língua, estar totalmente integrado na sociedade portuguesa nos seus hábitos, costumes, história e cultura. Nada de facilitismos...

Gosto · Responder · 26 · 16 h

Diogo Pimentel nem os portugueses a dominam xD o importante é que haja o interesse de integração e capacidade de comunicação o que também é parcialmente papel de portugal. ah, e ser capaz de subsistir por meios próprios salvo algumas excepções... mas aí alguns portugueses também deveriam ser metidos no mesmo barco

Gosto · Responder · 5 · 16 h

Filipe Barroqueiro Para ser justo teríamos que aplicar essas regras a todos, porque há quem seja português só por ser filho de portugueses, sem nunca ter vivido no país

Gosto · Responder · 6 · 16 h

Anabela Ribeiro quais são as vantagens?

Gosto · Responder · 16 h

Ricardo Farinha Filipe Barroqueiro isso deixaria muita gente sem nacionalidade.

Gosto · Responder · 15 h

Oleg M. Lukyanenko Língua - sim, deve falar; História (deve saber o básico); Costumes e hábitos não precisa saber necessariamente. O que deve é respeitar a jurisdição e ser um cidadão responsável e consciente.

Gosto · Responder · 2 · 3 h · Editado

Carolina Pinto Diogo Pimentel ter a nacionalidade portuguesa por "conveniência" não é o propósito da naturalização ...

Gosto · Responder · 2 h · Editado

Carolina Pinto Filipe Barroqueiro Quem é descendente de portugueses aplica-se a o direito "jus sanguinis" ...

Gosto · Responder · 2 h


Escreve uma resposta...




Nuno Ferreira Para mim deveria ser obrigatório saber escrever em português para ter nacionalidade portuguesa. Se assim fosse a maior parte dos comentários grunhos/racistas teriam de procurar outra nacionalidade.

Gosto · Responder · 11 · 9 h

Rui Aires Que parvoíce. Então qualquer m... que cá entra fica com nacionalidade portuguesa? Começam a fazer como estão a fazer no Canadá: entram no país, dão umas quecas, nascem uns quantos e pronto. Temos nacionalidade. Onde é que isto vai parar...

Gosto · Responder · 4 · 11 h · Editado

Jpapis Da Dilva Realmente tem razao...num pais de merda com mentalidade de merda e com gente de merda...so merda mesmo pra ir viver nessa merda...

Gosto · Responder · 1 · 4 h


Escreve uma resposta...




Olga De Carvalho A questão é de decidir o que é que se aplica para ser português : a lei do sangue ou a lei do país onde se nasce. As opiniões divergem ! Quanto a obter a nacionalidade só por viver 2 anos em Portugal de maneira nenhuma sou de acordo ! E isso não se vê em lado nenhum! O que é que se aplica em Portugal actualmente ?

Gosto · Responder · 5 · 16 h · Editado

Ocultar 11 respostas


Hélder Ferreira Lei do sangue. Estrangeiros que estejam cá 6 anos tb podem pedir dupla nacionalidade.

Gosto · Responder · 1 · 16 h

Arminda Martins A dupla nacionalidade não deveria exister ou és dum paìs ou ès de outro, porque dupla nacionalidade sò existe por interesse, não por amôr ao paìs aonde vive

Gosto · Responder · 1 · 16 h

Filipe Alexandre Silva O que é a lei do sangue?
O sangue tem nacionalidade?

Gosto · Responder · 2 · 15 h

San Christine dupla nacionalidade e' permitida por portugal mas isso depende sempre da outra nacionalidade, cada pais tem a sua, por exemplo a alemã e espanhola exige a perda da primeira se deseja adquirir outra, excepto no caso de acquisicao por sangue/nascimento.

Gosto · Responder · 14 h

José Fernandes Bem, se é só por amor ao país, então também não sou português!

Gosto · Responder · 14 h

Olga De Carvalho A lei do sangue quer dizer que para ser português os pais tem de ser portugueses !

Gosto · Responder · 14 h

Hélder Ferreira Filipe Alexandre Silva pergunta ao google.

Gosto · Responder · 14 h

Olga De Carvalho Obrigado pela resposta ! Obter a nacionalidade ao fim de 6 anos na minha opinião é muito pouco e também não estou de acordo ! Para obter uma nacionalidade não basta viver num país é preciso muito mais coisas !

Gosto · Responder · 14 h

Filipe Alexandre Silva Ahhhh, a lei da nacionalidade.
Cheguei a pensar que era uma lei para doação de sangue...

É que eu perguntei ao Google e ele devolveu-me respostas mais lógicas.

https://www.google.pt/search?q=lei%20do%20sangue...

Podem meter aí a lei, por favor?

Adoro aprender coisas novas.



lei do sangue - Pesquisa Google

GOOGLE.PT


Gosto · Responder · 14 h

Arménio Francisca Gomes Pois a atual lei para os ibero latino americanos, permite a nacionalidade ao fim de dois anos a viver no pais.

Gosto · Responder · 9 h

Manuel Pedro Marmelo Filipe Alexandre Silva os seus pais têm!!!

Gosto · Responder · 3 h


Escreve uma resposta...




João De Carvalho Que seja filho de emigrante que esteja cá há dois anos E (muito importante) QUE NASÇA CÁ! Convém ler a notícia... Não só os títulos. É que estes jornaleiros fazem tudo por shares.

Gosto · Responder · 1 · 13 h

Rui Aires Dois anos é pouco

Gosto · Responder · 11 h


Escreve uma resposta...




Liliana Cunha A cidadania não deve ser visto um direito mas sim um privilégio!!!
Mas agora parece que qualquer palhaço pode ser português.

Gosto · Responder · 28 · 17 h

Ocultar 33 respostas

Comentários Principais está selecionado e, por isso, algumas respostas podem ter sido filtradas.

Filipe Alexandre Silva Claro que sim.
Tu não és?

Gosto · Responder · 22 · 17 h

José Santos Palhaço é uma profissão muito digna e uma arte. Antes palhaço que cúmplice de terroristas... Não és, Filipe Alexandre Silva?

Gosto · Responder · 17 h

Filipe Alexandre Silva José Santos, mas tu és cúmplice de um terrorista?

Gosto · Responder · 17 h

José Pedro Mendes Quando estes liberais da treta que vivem no seu cantinho comfortavel tiverem que começar a enfrentar problemas sociais devido a filhos de imigrantes que se recusem a comportar como nós, entao acho que so aí abrem os olhos.. ja nao basta sabermos das "n...Ver mais

Gosto · Responder · 6 · 17 h · Editado

Pedro Costa Bons grunhidos dos ignorantes, parabéns

Gosto · Responder · 1 · 17 h

Anatoly Alekhine E o comentário de merda vai para...

Gosto · Responder · 2 · 17 h

Anatoly Alekhine José Santos se calhar ver menos televisão e talvez cancelar a internet será para si um caminho

Gosto · Responder · 5 · 17 h

Filipe Alexandre Silva José Pedro Mendes, mas alguém quer que os filhos dos imigrantes se portem como tu ou tenham os teus valores?
Nós queremos que eles sejam pessoas normais e integradas.

Não queremos que eles inventem factos que são desmentidos vezes sem conta pelas autoridades oficiais.
Não queremos que eles sejam grunhos ou javalis.

Gosto · Responder · 4 · 15 h · Editado

Francisco Martins Liliana e Josés: o fascismo em Portugal acabou em 74. Serão seres humanos mais felizes quando se curarem da vossa ignorância e xenofobia.

Gosto · Responder · 8 · 17 h

José Pedro Mendes Lá vêm os bananas liberais com a sua lenga-lenga progressista que aponta dedos facilmente definindo de "xenofobos" a cidadaos que se preocupam com a seguranca e cultura do proprio país. Ja era esperado.. mas agora expliquem-nos a nós todos como mtas da...Ver mais

Gosto · Responder · 2 · 16 h

Francisco Martins José Pedro Mendes Pois. Realmente, é bastante fácil definir-te como xenófobo.

Gosto · Responder · 5 · 15 h

Liliana Cunha Só um tolo ou um pessoa de compreensão lenta, pode associar o meu comentário ao fascismo ou xenofobia!.. Em nenhum momento eu disse ser contra a emigração, apenas que deve ser visto como um privilegio ser Português.
Os problemas que a França têm enfrentado por exemplo, são o resultado de cidadãos que não amam ou se identificação com o País que os acolheu. Dar cidadania é fácil mas aceitar que tem de haver responsabilidades...

Gosto · Responder · 1 · 15 h · Editado

José Pedro Mendes Francisco, só uma virgem ofendida em constante negação me define como xenofobo. Quando apresentar argumentos viaveis e factos, talvez as pessoas lhe comecem a dar credito. Ate la so esta a fazer figura ridicula xDD

Gosto · Responder · 15 h · Editado

José Pedro Mendes A maioria destes palhacos prefere investir em imigrantes que têm usado Portugal como mera porta de entrada na Europa e obtençao de beneficios sociais do que investir num portugues formado que nao tem apoio nenhum do proprio país sendo forçado a emigrar. A serio, voces nao conhecem as vossas prioridades.. ou entao andam todos de barriga cheia.. ou talvez sejam mesmo burros. Jazus xD

Gosto · Responder · 15 h

Filipe Alexandre Silva O paleio padrão de grunho xenófobo está todo aí.
A desinformação também.

Mas eu explico-te.
Tal como nos nativos, também nos imigrantes há uma percentagem que não se integra. Tal como tu, estás a ver?

Se são dois anos de permanência dos pais, se são precisos dez anos, são pormenores.
Certo é que faz todo o sentido dar nacionalidade a crianças que cá nasçam e cresçam.

Mas estes javalis ignorantes, quando pensam em imigração, pensam em refugiados, em africanos e asiáticos.
Se mudarmos isso para europeus, eles já não se incomodam.

Mas eu tenho uma notícia para a grunhagem bronca, a larga maioria dos portugueses é tolerante e concorda com uma medida deste género.

Gosto · Responder · 4 · 15 h

Francisco Martins José Pedro Mendes a tua necessidade de insultar revela perfeitamente como és intolerante, e não é só ao nível da imigração.

Gosto · Responder · 15 h

José Pedro Mendes Claro, certo é as imigrantes virem para cá já gravidas obviamente para terem os filhos cá e lhes darem nacionalidade portuguesa logo. Bem como o resto dos beneficios sociais. E isso é um facto.

Falas em desinformaçao e chamas uma pipa de nomes a gente que nao conheces. Mas a informacao que dás é toda subjetiva. Nem um facto..

A larga maioria dos portugueses é tolerante mas nao estupida. Deixa de tentar distorcer tudo para a tua mentalidade limitada que se arma em progressista. Sou capaz de apostar que nao percebes nada dea diferenca entre cultura islamica da cultura europeia. So te enterras mais com essa lenga-lenga.. a serio.. tenta de novo.

Gosto · Responder · 15 h

José Pedro Mendes Francisco, a tua necessidade de te autovitimizares releva quem tu es.. nao so a nivel de cidanania..

Gosto · Responder · 15 h

Francisco Martins Liliana Cunha defender que alguém que nasceu em Portugal não deve ser português por ter pais estrangeiros é, na minha opinião, xenófobo e nacionalista.

Gosto · Responder · 1 · 15 h

José Pedro Mendes Cão que nasça num estabulo nao faz dele cavalo. E isso é senso comum. Queres fugir ao senso comum? XD

Gosto · Responder · 14 h

Filipe Alexandre Silva José Pedro Mendes, então a maioria da população é o contrário de ti.
Tolerância nenhuma, estupidez é o que se vê.

Queres números? Factos?

O último censo da SS mostra que os imigrantes recebem muito menos subsídios que os naturais, sempre em proporção aos números.

Somos um país civilizado, com regras e leis.
Os cidadãos, imigrantes ou não, descendentes ou não, regem-se pelas mesmas regras e leis.
Somos o terceiro país mais pacífico do mundo e profundamente multicultural.

O que nos vale é que vocês, apesar de ruidosos, são uma pequena minoria.

Gosto · Responder · 3 · 14 h

José Fernandes Liliana Cunha Também não amo o meu país! O que devo fazer?

Gosto · Responder · 1 · 14 h

Liliana Cunha Francisco Martins onde foi que escrevi, que se um emigrante tem um filho ele não deve ser cidadão!!! Não é o filho que tem de provar alguma coisa quando nasce, são os pais que devem mostrar vontade de integração e vontade de educar os seus filhos com os valores do País de acolhimento!!!
Tenho parte da minha família emigrada, eles(minha família) é que tiveram se adaptar!...Estas a fazer julgamento de valores sem bases para tal.

Gosto · Responder · 14 h

José Pedro Mendes XD
Ok vamos la fazer as contas à percentagem de refugiados que cá permaneceu.. menos de 10%.
Vamos ver o que lhes foi concedido para alem de beneficios da SS: casa mobilada, tradutor, psicologo, isencao de taxas nos hospitais, bolsas de estudo, oportu...Ver mais

Gosto · Responder · 1 · 14 h

Filipe Alexandre Silva Tu tens problemas cognitivos, Mendes?
Isto além de seres burro que nem uma porta...

O censo da SS teve em conta TODOS os portugueses e não portugueses, RESIDENTES.

Estamos mesmo na presença de um total grunho.
Mais um para engrossar as fileiras do PNR.

Não estamos a falar de refugiados islâmicos, mas se quiseres, posso te dar dados oficiais.
Mas dou-te já um, não há "no go zones" na Europa ocidental, ó mentecapto.
Lê mais informação e menos propaganda.

Além disso, sabes quanto tempo as famílias de refugiados têm direito a casa gratuita? Sabes quanto recebem da SS? Sabes o que é e qual o valor do RSI, por cabeça?
Sabes que TODOS estes direitos, estão à disposição dos portugueses?

Sobre integração, saberás tu que cerca de 1/3 dos muçulmanos na Europa, de segunda e terceira geração, deixam de o ser? Abandonam o Islão?
Saberás tu que dos que mantêm a religião, cerca de 95% deles vivem-na de forma não literal, como a maioria dos cristãos europeus?

Por fim, estão em Portugal cerca 55% dos refugiados que cá entraram, sendo que a maioria dos que entrou, nem muçulmano era.

Fdx, para os burros de merda, que acham que se informam nos blogs e grupos de desinformação para javalis.

Gosto · Responder · 4 · 14 h

Filipe Alexandre Silva Liliana Cunha, quem é que está a fazer juízos ou julgamentos desinformados?
É que tu, já escreveste.

Quem te diz a ti, que os pais não fazem esforço de integração? O teu preconceito e a tua ignorância?

Gosto · Responder · 2 · 14 h

Francisco Martins Pessoal, fechei a tenda, boa noite. José, tu vai falando. Entretando este tipo de medidas é aprovado, e muito bem. Felizmente, como diz o Filipe, a maior parte da população é pro-imigração. Se estás mal, muda-te para os EUA.

Gosto · Responder · 4 · 14 h

José Pedro Mendes Eu estou a falar de refugiados e islamicos. Da situacao recente que nós vemos. Porque serão esses os principais a tentar entrar cá dentro. Ou só agora é que te apercebeste que estamos a falar disso? XD
Ou seria essa uma forma de tentares fugir a um campo o qual não tens argumentação? ;)

Saberás tu agora que estamos a falar de imigração massiva de milhoes de muculmanos num curto periodo de tempo que nao vem com intencoes de se adaptar?

Falas em 3as geracoes de pessoas que imigraram num contexto de procurar emprego sabendo que viriam para uma cultura na qual se tinham de adaptar ou nao se safavam. Um contexto historico totalmente diferente.

Mas agora estes vêm para cá queixarem-se e autovitimizaremse que nao lhes deixamos usar burqa ou hijab. Quando têm tudo pago e todo o tipo de regalias.. sendo que fazem bastantes filhos por casal para receberem mais beneficios extra. E isto é apenas a ponta do iceberg. Eu estou convencido que tu nao tens noçao da dimensao que estamos aqui a falar..
Para nao falar que as tuas percentagens estao todas erradas.

Para alem de tentares distorcer ainda inventas.. nao consegues fazer uma argumentacao mais baixa? XDD
Falas em os pais das criancas esforcaremse pela integracao?? Mais uma treta gerada pelas paginas mainstream manipuladas pelos media liberais.. porque na verdade, eu conheco professores que lidam com turmas multiculturais.. cada pai vem ao seu estilo abordar os professores.. admitindo mesmo que em casa nao se fala portugues. E sim, todos os miudos têm os manuais de educaçao pagos pelo Estado e ainda assim os pais queixam-se que os nossos profs nao trabalham al fim de semana.. posso tambem acrescentar que estes miudos chegam a ter dois nomes.. um que esta no BI portugues e outro o qual só aceitam ser chamados na vida real que é um nome estrangeiro. Pais que exigem ementas especificas p os filhos. Pais que nao se responsabilizam porque nem força têm para caminhar ou trazer as criancas a escola porque e o ramadao. Pais que nao falam portugues nem se esforçam p tal. Pais que metem os filhos vestidos como pessoal do deserto. Enfim.. pais que exigem, exigem e exigem que nos conformemos a eles.

Mas aparentemente és demasiado crente e burro para acreditares em tudo o que vem nas noticias..

Tenta de novo.. ainda n convenceste ng aqui..

Gosto · Responder · 1 · 13 h

Filipe Alexandre Silva Hoje é o dia de dar pérolas a porcos.

Nenhum dos números que dei, está errado.

O assunto não são refugiados, mas sim a nacionalidade dada a filhos de imigrantes, que tenham cá nascido.

A imigração que a Europa vive é a mesma que tem vivido nos últimos anos.
O que mudou, com os conflitos internos em alguns países de maioria muçulmana, foram REFUGIADOS.
Conheces o conceito, certo? Pessoas que fogem da guerra, de conflitos armados e de perseguições.

E esses, serão cerca de milhão e meio, dois milhões, no máximo.
Num continente com cerca de 500 milhões, parece-te muito?

O resto das tuas considerações, são apenas mais considerações xenófobas, que em nada aderem à verdade.

Tu só és xenófobo porque és islamofóbico.
Apenas mais um cagado, com medo da sombra.

Gosto · Responder · 13 h

José Pedro Mendes Hahahaaha milhao e meio a dois milhoes? Esquece.. hahahaa obrigado por me fazeres rir xDDDD
Mais um gajo que nao sabe o que diz xDDD boa sorte aí com a tua progressao.. e nao te esquecas de colocar uma burqa na tua mulher ou algo assim.. senao nao te adaptas xDDD

Gosto · Responder · 13 h

Quim Rodri Liliana Cunha a merda dos esquerdalhos apareçam todos... Basta não concordar que os bostas aparecem logo... Parecem ratazanas de esgoto...

Gosto · Responder · 13 h

Quim Rodri Oh Filipe Alexandre Silva seu atrasado mental, o tempo passa e cada dia ficas mais ridículo e burro com a falta de argumentos... Porque não bazas para o teu país e te tornas um mártir? Vai... Desaparece terrorista...

Gosto · Responder · 12 h

Filipe Alexandre Silva Adoro ver grunhos a chocarem contra os factos e os números.
Priceless.

Gosto · Responder · 10 h
Comentários Principais está selecionado e, por isso, algumas respostas podem ter sido filtradas.


Escreve uma resposta...




Maria Adelina Ferreira Lima Não concordo, 2 anos é muito pouco. É muito fácil obter residência temporária por 2 anos. Vem um estrangeiro trabalhar aqui 2 anos, nasce-lhe um filho, vai-se embora, porque é q a criança, amanhã adulta , deve ser portuguesa, sem saber português ou ter de facto vivido cá? Valorizo muito mais os filhos de estrangeiros que tenham estudado em Portugal, mesmo não tendo nascido cá.

Gosto · Responder · 5 h

José Eduardo Peres Omitirem para o corpo da notícia e "que nasçam cá "... é capaz de induzir em erro, intencional ou negligente.

Gosto · Responder · 18 · 17 h

Camilo Oliveira eu não concordo por izemplo o brasil não facilita nada de nada os portugueses nem conta pode abrir aqui um cidadão brasileiro tem mais coisas e mais direitos que no seu próprio país eu tenho empresa no brasil e nem posso ser gerente nem conta particular como eu estao milhares aliaz se eu tiver mais de 3 meses no brasil pagam uma multa um x por dia aqui eles andam a vontade os governantes portugueses são uns otarios

Gosto · Responder · 9 h

Francisco De Viveiros Iria mais longe, independentemente da situação dos pais, se a criança nasceu em território português adquiria automaticamente a nacionalidade portuguesa. É assim que se passa nos Estados Unidos e em que milhares de crianças descendentes de portuguesas teem nacionalidade americana

Gosto · Responder · 1 h

Andreia Maria Filipe Alexandre Silva, que tal experimentar a "democracia" dessa percentagem inominada de muçulmanos que vivem de forma "não literal" a religião? Tenho para mim que se iria surpreender. Não obstante, cada um deve defender a sua sra sem ofender ou entrar numa verborreia que só empobrece o discurso e fazerder a razão.

Gosto · Responder · 13 h

Filipe Alexandre Silva Sabes que o que para ti são ofensas, para mim são apenas constatações de facto.

A democracia dessa percentagem inominada?...Ver mais

Gosto · Responder · 13 h


Escreve uma resposta...




Ana Elias Pinheiro Lógico! É o que acontece nos países latinoamericanos, quem nasce lá é de lá, não importa qual a nacionalidade dos pais. Depois cabe aos pais decidir se querem que os filhos tenham dupla nacionalidade, ou seja a do país onde nasceram e a deles.

Gosto · Responder · 23 min · Editado

Raquel Teixeira Em meio a vaga de terrorismo que assola o mundo é um pouco perigoso esse tipo de aquisição de nacionalidade! Enfim é preciso pensar bem porque no futuro poderemos sofrer graves consequências de leis feitas por pura politicagem!

Gosto · Responder · 7 h

Pedro Neta O pessoal não tem filhos e o PS tem que importar portugueses, certo?!

Gosto · Responder · 5 · 17 h

Madalena Fonseca Está aberta a caça ao voto. São todos iguais. De Sócrates a Zapatero de Obama a Costa. Manterem o poder a qq custo

Gosto · Responder · 7 · 17 h

Cmary Fernandes 2 anos é muito pouco. Se a tentativa é fixar pessoas, estão a ir pelo caminho errado. Vejam o que anda a acontecer por França...e que já é consequência de medidas do passado. Fixar os que cá estão e criar medidas para aumentar natalidade...se faz favor.

Gosto · Responder · 2 · 15 h

Cristina Ribeiro está tudo doido, qualquer dia mais de metade da população fala mandarim e será, pasmemo-nos todos: portuguesa. Entretanto os portugueses vão abandonando o pais à ordem dos 100.000 ao ano. Bela gestão! Enfim...é tudo orientado pelo cifrão.

Gosto · Responder · 2 · 15 h

Edgar Moreira Prates A tatica dos bons velhos dias de Sokas e de Ferro, que precedem bancarrotas e pantanos profundos... dar nacionalidade a todos para lhes oferecer um cartao do cidadao com direitos sociais abastados e garantir a retribuicao do favor com a obtencao de mais uns votos no PS. Vale tudo no Reino da Xuxa.

Gosto · Responder · 1 · 7 h · Editado

Carlos Costa Ser portugues realmente é facil. Mto rapido.
Venham todos. Uns a entrarem, mais ainda a saírem..

Gosto · Responder · 1 h

Sergio Mendes uhmm mas eu emigrante 12 anos no estrangeiro volto ao país agora é não tenho nada... algo está mal...

Gosto · Responder · 1 · 17 h

Hugo Correia continuas a ser português não podes é estar a espera de ter descontada para outro país e agora vires a procura de algo aqui!!!!!!

Gosto · Responder · 1 · 17 h · Editado

Paulo Campos Tá ? Então queria o quê ? Uma parada em sua honra e 2 camiões com dinheiro à sua espera? Por uma decisao sua? Eu tb estou fora e n espero nada.

Gosto · Responder · 5 · 17 h

Helena Silva Martins Esteve 12 anos e chega cá e não tem nada? Não criou riqueza nem contribuiu para o país. Os seus descontos efeitos no estrangeiro. Quer reclamar o quê ?

Gosto · Responder · 17 h

Sergio Mendes Com salários baixo e custos elevados que tinha não criei riqueza não ao contrário dos altos salários praticados em Portugal

Gosto · Responder · 16 h

Sergio Mendes e Paulo tive de vir porque meu pai de 77 anos teve uma trombose e está sozinho nada mais, senao não tinha vindo para está confusão de Portugal

Gosto · Responder · 16 h


Escreve uma resposta...




Samuel Paixao Isso vai dar uma caldeirada! Então alguém que naturaliza o filho é Português se caducar ou não renovaram o visto de trabalho, ou se for condenado por um crime com ordem de expulsão, o filho sendo português, vai ou fica em Portugal ?

Gosto · Responder · 9 h

João Teles A gente bem que tenta trazer terroristas para o país mas mesmo assim eles n vêm nem explodem c nada em Portugal its amazing.

Gosto · Responder · 2 h

Sergio Ferreira Fd Sou a favor. Se um imigrante tem o sonho de ser português, penso que devíamos estar orgulhosos.

Gosto · Responder · 3 · 16 h

Joana Moreira Discordo. O senhor imigrante não quer ter a honra de ser português, quer por outro lado ter um passaporte com nacionalidade portuguesa e mal o tenha mandar Portugal à fava. No país em que eu vivo, há pessoas com passaporte portugues que nem sabem onde o país é, muito menos sabem falar a língua. Mas têm nacionalidade e usam os nossos recursos sem nunca contribuir (nem agora nem nunca) porque nós somos uma nação que se sente "honrada" com alguém querer nacionalizar-se 🙄 no país em que eu vivo, o consulado português tem uma sala de espera cheia para levantar documentos, e quase ninguém fala (ou nasceu) português.

Gosto · Responder · 3 · 15 h

Sergio Ferreira Fd Sou a favor do bem estar das pessoas, se Portugal ajudar as pessoas ter uma vida melhor eu fico feliz.
É uma questão de postura que tenho para com a vida que até é muito breve. O planeta é minúsculo e para que criar conflitos. Sou pela união dos povos e espalhar a paz e a riqueza por todos.

Gosto · Responder · 3 · 14 h

Camilo Oliveira pergunte au governo se está priocuoado com os imigrantes que estão no brasil e outros países que os direitos e zero

Gosto · Responder · 9 h
Comentários Principais está selecionado e, por isso, algumas respostas podem ter sido filtradas.


Escreve uma resposta...




Quim Rodri Destes esquerdalhos só sai bosta... Porque não dão a nacionalidade mal entrem em Portugal? Traidores...

Gosto · Responder · 10 · 18 h

Pedro Costa Bom grunhido

Gosto · Responder · 8 · 17 h

Filipe Alexandre Silva lol

Gosto · Responder · 2 · 17 h

Francisco Martins Um fascista frustrado, como prova a imagem de perfil.

Gosto · Responder · 2 · 8 h · Editado

Quim Rodri Francisco Martins chupa... Os rabeta.

Gosto · Responder · 13 h · Editado

Quim Rodri Já bateste com os cornos Pedro Costa... Malha aí bem seu boi...

Gosto · Responder · 12 h

Francisco Martins Quim Rodri ... e um homem de classe! Como prova o vocabulário...

Gosto · Responder · 1 · 8 h


Escreve uma resposta...




Nina Raposo Estes nem copiar bem sabem. Devem se forem de um pais comunitario se nao forem devem ser 5 anos e averiguados como em Espanha e esta muito bem.

Gosto · Responder · 12 h

Joaquim Teodoro Nao deve sere Portugeus quem quere e mesmo um sirco qualquere dia somos todos Aziaticos

Gosto · Responder · 3 · 17 h

Ocultar 15 respostas

Comentários Principais está selecionado e, por isso, algumas respostas podem ter sido filtradas.

José Cristóvão Vai aprender a escrever!

Gosto · Responder · 7 · 17 h

Romeu Gamelas É... A azia... :p

Gosto · Responder · 3 · 17 h

Filipe Alexandre Silva lol

Gosto · Responder · 1 · 17 h

Estrela Estrelizia Jose José Cristóvão coitado do senhor é o tradutor damos la uma chance .. Por vezes as letras são pekenas tb e não se vê ...

Gosto · Responder · 1 · 17 h

Pedro Costa Bom "sirco", com palhaços emigrados lol

Gosto · Responder · 3 · 17 h · Editado

Estrela Estrelizia Ke mauzinho ..rsrs lol

Gosto · Responder · 17 h

Estrela Estrelizia Pedro Costa não eskecemos ke a net é um passa tempo pra pessoas de uma certa idade ke não fizeram muitos estudos

Gosto · Responder · 17 h

Gisele Vila Nova Tantos "PALHASSOS" ...Que faz-me rir..😂😂😂😂😂😂

Gosto · Responder · 17 h

Francisco Martins Eu mandava-o aprender a escrever e deixar de ser ignorante mas já não vai a tempo. Ironia das ironias é emigrante.

Gosto · Responder · 3 · 17 h

Joaquim Teodoro


Gosto · Responder · 16 h

Joaquim Teodoro A todos esses palhassos a quem pagei escolas gratis faz alguma coisa plo teu Pais cretinos posso vos ensinare à serem

Gosto · Responder · 16 h

Pedro Costa Çertu, vamus fazere de comta que entendêmus

Gosto · Responder · 5 · 16 h

Farinha Henriques Mim até screbia vem mas o curretore nan me deicha.

Gosto · Responder · 16 h

Francisco Martins Bilbia mt engarsada contratem este bro

Gosto · Responder · 3 · 16 h

Adilson Inocêncio Santos


Gosto · Responder · 1 · 15 h
Comentários Principais está selecionado e, por isso, algumas respostas podem ter sido filtradas.


Escreve uma resposta...




Ermelinda Fernandes Façam o mesmo erro que toda a Europa fez não se esqueçam e depois vamos ter como os outros países o mesmo problema não os podem mandar embora porque têm nacionalidade portuguesa no caso de entrarem para o mundo do crime

Gosto · Responder · 16 h

José Cristóvão E que tal "nascem cá, têm nacionalidade automática de cá"? É assim que as pessoas consideram ser, é assim que deve ser e já​ era assim durante o Estado Novo. Porque raio fomos regressivos após o 25 de Abril?

Gosto · Responder · 2 · 17 h · Editado

Estrela Estrelizia Isso é só prós Britânicos o Americanos pessoalmente não gostaria apezar de 50 anos de emigração

Gosto · Responder · 17 h

Hélder Ferreira Isso é a lei da terra. Nós temos a lei do sangue. É português quem tem pelo menos um dos progenitores português, não interessa se nasceu cá ou na China. Tínhamos a lei da terra até ao 25 de Abril. Depois também há os que pedem dupla nacionalidade, esses tem que viver em Portugal 6 anos acho eu.

Gosto · Responder · 16 h · Editado

José Cristóvão Exato, é a lei da terra que deveria ser o critério principal. A lei do sangue deveria ser secundária, para as comunidades portuguesas.

Gosto · Responder · 16 h


Escreve uma resposta...




Al Farah Farah Para mim só é português legitimo se tiver o sangue do pai e da mãe , eu não me considero portugues legitimo sou filho só de pai portugues..

Gosto · Responder · 10 h

António Garcia Pois é vira terrorista, é Português.

Gosto · Responder · 2 · 17 h

António Manso Não acho certo

Gosto · Responder · 1 · 15 h

Deolinda Caçador Este País já é mais dos estrangeiros que dos naturais. . . há muito tempo!

Gosto · Responder · 15 h

Joao Almeida O que se passa em França na Bélgica e em Inglaterra não é motivo mais que suficiente para reflectir bem sobre uma decisão como esta ?

Gosto · Responder · 11 h

Daniel Oliveira Figueiredo Um cão não se torna galinha só por nascer numa capoeira.

Gosto · Responder · 12 min

António Garcia E eu 46 de descontos à rasca para ser reformado?

Gosto · Responder · 1 · 15 h

Lucien Valeur Por estas razões é que a “Cidadania Portuguesa” tem cada vez menos valor. // “Vende-se!” / "Rabatt!!" / "%SALE%" //. A nacionalidade é, devia ser, algo mais sério. Nestes últimos anos vejo os requisitos para se ter nacionalidade portuguesa e pasmo com a barateza da dita... Não se esquecam de por por trás do novo passaporte uma lista para os desejos, e agradecer ao PS nas próximas eleições.

Gosto · Responder · 1 · 13 h · Editado

Adelino Sergio Eu só da opinião que, devia ser dos países que tem como linguagem oficial português,por Exemplo :Moçambique, Angola, cabo-verde, Guiné Bissau,Brasil, Timor leste, são Tomé príncipe.

Gosto · Responder · 3 · 16 h · Editado

Zé Francisco Abreu Esse é que não devia ser, não quiseram independência?

Gosto · Responder · 4 · 17 h

Adelino Sergio Achas! todos países, tem que ter os próprios dirigentes ,não ser Escravizado por um grupinho de vagabundos, sem Escola .

Gosto · Responder · 1 · 17 h · Editado

Paulo Campos Esses paises tao-se bem nas tintas para Portugal. Sobretudo Angola

Gosto · Responder · 2 · 17 h

Sasha Lamounier II E o Brasil?

Gosto · Responder · 1 · 16 h

Adelino Sergio Sasha LamounierII obrigado por lembrar-me

Gosto · Responder · 1 · 16 h

Adelino Sergio Vou dar bom exemplo,cá em Portugal, para trabalhar no Estado ,tem que ter nacionalidade portuguesa. Quantas pessoas querem entrar no Exército, bombeiros, polícia .....etc

Gosto · Responder · 16 h · Editado

Manuel Teixeira Adelino Sérgio o seu país não tem exército?

Gosto · Responder · 12 h

Adelino Sergio Manuel Teixeira tem claro.

Gosto · Responder · 10 h


Escreve uma resposta...




Mauro Almeida Já a deveriam obter a partir do momento em que nascem em solo português.

Gosto · Responder · 3 · 17 h

Estrela Estrelizia Não estou de acordo

Gosto · Responder · 3 · 17 h

Hélder Ferreira Isso é lei da terra, nós temos a lei do sangue, é português quem tem pelo menos um dos progenitores português, não interessa se nasceu cá ou na China.

Gosto · Responder · 1 · 16 h


Escreve uma resposta...




Guhto Castro I lei de sangue ??? acho isso era mesmo bom mas não era bom para os impostos :P

Gosto · Responder · 14 h

Hugo Santos Sim, mas deve ser uma troca: só se deve autorizar se o outro pais permitir também

Gosto · Responder · 16 h

Nuno Caldeira Qualquer dia não é preciso nada para ser português...

Gosto · Responder · 4 · 17 h

Ana Correia Palhaçada!!! Dois anos não é nada!!!

Gosto · Responder · 3 · 17 h

Adélia Azevedo Silva Mesmo!

Gosto · Responder · 16 h

Diogo Pimentel para nascidos em portugal.

Gosto · Responder · 16 h


Escreve uma resposta...




Lucien Valeur Kellogg corn flakes free gift //a Portuguese Passport//. Eu vou começar a fazer as malas, vender tudo enquanto tem algum valor e emigrar para um pais onde o cidadão é valorizado pela boa integração na cultura e estrutura social, sei que vai durar no Min. 12 anos de residência no país para obter "Staatsbürgerschaft", mas vale a pena. So me arrependo ter perdido tempo a aprender português.

Gosto · Responder · 10 h · Editado

Lucien Valeur Filipe Alexandre Silva Hoffentlich fliegt Portugal bald aus der EU. Freu mich darauf!!!!Ver Tradução

Gosto · Responder · 10 h
Comentários Principais está selecionado e, por isso, algumas respostas podem ter sido filtradas.


Escreve uma resposta...




Hudra Fernandes Que palhaçada dão a nossa nacionalidade a qualquer um

Gosto · Responder · 16 h

Helder Teixeira Se for sócio do Benfica basta um ano.

Gosto · Responder · 2 · 15 h

Marcus Vinicius Não, não deve.

Gosto · Responder · 1 · 17 h

Paulo Cardoso Porquê dois anos?!!! Não pode ser mais? Ou menos? É à toa?

Gosto · Responder · 16 h

Filipe Alexandre Silva Se fossem 6 anos, não perguntarias o mesmo?

Gosto · Responder · 15 h

Paulo Cardoso Filipe Alexandre Silva Sim. Ou 13. 🤗

Gosto · Responder · 14 h · Editado

Filipe Alexandre Silva Então explica lá o teu raciocínio?
Preferes que a nacionalidade não seja dada a nenhum filho de imigrante, por cá nascido? Será isso?

Gosto · Responder · 14 h

Paulo Cardoso Filipe Alexandre Silva Pelo que percebi a nacionalidade não é dada a um filho de um imigrante, em portugal nascido há dois anos. Percebi que é dada a um filho de imigrante que cá viva há dois anos. Percebi mal ou é indiferente?

Gosto · Responder · 14 h · Editado

Filipe Alexandre Silva "... o grupo parlamentar do PS sugere agora que os filhos de imigrantes que vivam em Portugal há pelo menos dois anos — e que nasçam cá — sejam considerados portugueses originários. Apenas um dos progenitores precisa de obedecer a este requisito, diz a proposta."

Gosto · Responder · 1 · 14 h

Paulo Cardoso Bem. Isto daria uma conversa. Percebo que nem eu nem o senhor somos tontos e temos perspectivas diferentes.

Gosto · Responder · 14 h · Editado


Escreve uma resposta...




Carlos Alves AHAHAHA
Ao que parece não vai haver consenso!

Gosto · Responder · 14 h

João Simas E falar português?

Gosto · Responder · 7 h

Paulo Cardoso Vota PS.

Gosto · Responder · 16 h

Jorge Gomes Anda tudo tolo.

Gosto · Responder · 16 h

Bruno Miguel D'Almeida Vieira Nem pensar!!

Gosto · Responder · 13 h

Rui Tavares


Gosto · Responder · 9 h

Vitor Lourenço Esses socialistas de merda vão dar cabo dos portugueses.

Gosto · Responder · 14 h

Ana Tavares Desde que os pais sejam cidadãos sem cadastro.

Gosto · Responder · 13 h

Jorge Jesus Francisco Como não há nada mais importante para legislar...

Gosto · Responder · 1 h

Rui França Não.

Gosto · Responder · 13 h

Elsa Sousa EU SOU UMA REVOLTADA COM ESTE PAIS , SOU DE ALBUFEIRA A CIDADE MAIS CONHECIDA A NÍVEL MUNDIAL PELO TURISTAS , MAS NEM UM HOSPITAL TEM..............VERGONHOSO .NÃO NOS DEIXAM VIVER ATE COM O POUCO QUE GANHAMOS , ROUBAM - NOS TUDO ,DEPOIS FAZEM FOTOS COM LUZES COLORIDAS E DIZEM QUE ALBUFEIRA E LINDA !!! O LIXO ABUNDA A BEIRA DOS CAIXOTES !!! A MINHA MAE PARA VENDER NA PRAÇA TEM UM COMPUTADOR LIGADO AS FINANÇAS SE GANHAR 3 CÊNTIMOS 2 E LOGO DIRETO PARA ELES .ESTA DIFÍCIL DE SOBREVIVER NESTE PAIS ,,,,,,POIS O PÃO DO POBRE CAI SEMPRE COM A MANTEIGA PARA BAIXO .

Gosto · Responder · 1 · 15 h

Maria Salete Moreira concordo, nasceu em solo português, é português

Gosto · Responder · 8 h

Gonçalo Pereira Para ser Português te que comer de tudo

Gosto · Responder · 14 h

Michael Medeiros Mais um voto para o PS

Gosto · Responder · 2 · 17 h

1 resposta


Jose Carlos Costa Dois anos : prazo muito curto, talvez 5 ?

Gosto · Responder · 2 h

Ana Raimundo Porquê?

Gosto · Responder · 14 h

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.