quarta-feira, 21 de junho de 2017

EUA. Temperaturas de 50 graus obrigam ao cancelamento de dezenas de voos


As temperaturas no sul dos Estados Unidos estão a atingir os 50 graus e a obrigar dezenas de aviões a ficar em terra.
Os aviões de pequeno porte, como o CRJ, só podem descolar com temperaturas até 48º. A partir desse limite, não é seguro levantar voo
DANIEL SLIM/AFP/Getty Images
As temperaturas que se registam esta semana no sul dos Estados Unidos são de tal forma elevadas que obrigaram ao cancelamento de dezenas de voos regionais. Atingiram-se os 50 graus Celsius em alguns estados. O alerta elevado ativado esta quarta-feira obrigou a que dezenas de aviões ficassem em terra.
Em causa está o ar que se torna tão rarefeito que os pequenos aviões que garantem as rotas nacionais não conseguem descolar. No caso da American Airlines, que opera um grande número destes voos, foram mais de cinquenta os aviões que ficaram em terra em Phoenix (Arizona).
Os aviões de pequeno porte, como o CRJ, só podem descolar com temperaturas até 48º. A partir desse limite, não é seguro levantar voo.
Isto acontece porque o ar quente é menos denso e, como tal, o avião precisa de percorrer uma maior distância e a uma maior velocidade para compensar a perda de impulso dos motores. As pistas de descolagem não estão preparadas para este tipo de ocorrências.
A Administração Oceânica e Atmosférica Nacional reconhece que este tipo de situações é invulgar, apesar de as ondas de calor serem a principal causa de morte relacionadas com a meteorologia no estado do Arizona, onde as temperaturas rondam os 38º nesta altura do ano.
O alerta de temperatura elevada foi ativado pela primeira vez no domingo e repetiu-se esta quarta-feira. Espera-se que a temperatura desça até aos 43º nos próximos dias. Não é a primeira (nem será a última) vez que Phoenix regista temperaturas infernais. Estes eventos meteorológicos começam a ser mais comuns como consequência dos efeitos das alterações climáticas. O ano de 2016 foi o mais quente registado na região.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.