sexta-feira, 2 de junho de 2017

ENTRE VÁRIOS EPISÓDIOS OCORRIDOS EM NACHINGWEA

ZECA CALIATE, “A VOZ DA VERDADE” - ENTRE VÁRIOS EPISÓDIOS OCORRIDOS EM NACHINGWEA DURANTE O MEU PERCURSO NAQUELE CENTRO NO REINADO DE SAMORA ´´KICHWA YA MAJI`` MACHEL, DESDE AGOSTO DE 1969/70, RELEMBRO MAIS UM EPISÓDIO LEVADO A CABO POR ESSE PATI

Listen to this post. Powered by iSpeech.org
Zecacaliate_2
Hoje relembro a história do jovem RAFAEL NATANIEL, natural de Massaumba Augusto Cardoso na Província do Niassa e importante quadro veterano da luta pela Independência Nacional. Nataniel fez parte dos primeiros guerrilheiros da Frelimo que em Setembro de 1964, iniciaram os primeiros combates contra as forças inimigas naquela Província do grande lago Niassa.

Treinado como Instrutor na antiga URSS, regressou ao campo de Nachingwea, onde foi nomeado instrutor daquilo que chamava-mos de ´´acto individual``, que significava a preparação de um instruendo militar para a entrada no cenário de guerra de guerrilha contra exército colonial. Nataniel foi um notável e brilhante Instrutor naquele centro de preparação da guerrilha nos anos de 1969 e 1970.
O jovem oficial Rafael Nataniel, era uma pessoa bastante acessível, simpática e extremamente inteligente, e por isso, quando eu cheguei aquele centro para estagiar juntamente com outros quadros provenientes das três Províncias em Guerra, nomeadamente Cabo Delgado, Niassa e Tete no mês de Agosto de 1969, não tardei em criar uma amizade verdadeira com o oficial Nataniel, além disso, eu e ele éramos apelidados e tratados como ´´quadros chingòndos`` por elementos do Sul do rio Save, o que quer dizer quadros de cultura medíocre e inferior, oriundos do Centro e Norte de Moçambique.
Eu era mais velho do que Nataniel um ano e hierarquicamente tinha uma patente superior á dele e por esse facto tínhamos que viver separados. Eu estava afecto aos quadros superiores da Organização e morava com outros membros do Estado Maior das Forças Populares de Libertação de Moçambique “FPLM” e as nossas refeições, eram feitas no refeitório juntamente com Samora Machel, o então chefe do Departamento da Defesa “DD”, e com outros membros de Comité Central “CC” da Frelimo, que eventualmente passassem por ali. Lembro-me que o Marcelino ´´Complexado`` dos Santos, esteve connosco naquele centro durante alguns meses na preparação daquele espaço nomeadamente a derrubarmos árvores, machambar as nossas culturas de milho, cavar poços para encontrar água e construirmos abrigos coletivos e baluartes para as antiaéreas, etc. Que venha algum canalha Frelimista desmentir os meus relatos se quiser, mas desde já lhes digo que será perda de tempo. Esta foi a realidade vivida por mim com outros Moçambicanos em terras de Nyerere e não há um dia que passe que não me lembre de todas as peripécias, episódios, pessoas ou nomes na minha passagem por aquela organização de marginais assassinos.
A determinada altura o jovem Rafael Nataniel, que vivia numa tenda com outros quadros da sua classe também Instrutores, mais a Norte daquele acampamento de Nachingwea “O QUARTEL DOS CAMARADAS” numa tarde de Dezembro de 1969, quando nos preparávamos para a festa de Natal, cujo dia e a data não me recordo, acontece que o Nataniel, após uma semi amorosa conversação com uma camarada de etnia maconde afecta ao destacamento feminino, marcariam um encontro naquela noite, na tenda onde ela morava com as outras camaradas femininas, no extremo Sul do campo de Nachingwea, aproximadamente a 800 metros de distância onde o Nataniel morava com os seus companheiros. 
Chegada a madrugada chuvosa e silenciosa, Rafael Nataniel decidiu levantar-se cuidadosamente de sua cama na tenda onde se encontrava e sem que ninguém dos seus colegas se apercebesse que se levantara, Nataniel caminhou silenciosamente tendo atravessado o campo até chegar à zona de seu encontro amoroso, onde era expressamente proibido circular aquela hora principalmente os homens. Nataniel entrou numa das tenda onde se encontrava a sua amiga que o esperava mas longe de imaginar que aquilo viria a ser uma armadilha fatal para o apanhar, e ela, no meio das companheiras preparou um lugarzinho para se aninhar com ele e consumaram o seu relacionamento amoroso ali mesmo. Após sua missão Nataniel ao tentar sair de regresso á sua barraca, foi emboscado por uma brigada de patrulha da polícia militar onde foi imediatamente detido e escoltado até ao posto de detenção e metido no calabouço onde ficou até ao amanhecer.
Os polícias fizeram o relatório da ocorrência que foi entregue ao chefe da segurança Nacional Osvaldo Tazama, que por sua vez confirmou a sua prisão e comunicou a Samora Machel. No mesmo dia muito cedo, por volta das 08:00, o jovem foi apresentado despido e apenas em cuécas, ao que nós chamávamos “RECEMBLEMÁ” em Francês ´´PARADA``, e para espanto e incredibilidade nossa assistimos Samora Machel, no mesmo dia a sentenciar o pobre rapaz publicamente à pena capital sendo prontamente transportado para a Província de Cabo Delgado para ali ser fuzilado por ordem desse grande PATIFE-MOR Machel.
Era assim que se condenavam as pessoas à pena capital ´´simples e rápido`` e como Rafael Nataniel, houveram muitos que seguiram o mesmo caminho. O mais chocante foi ver que a camarada não sofreu qualquer tipo de reprimenda o que só confirma, que foi mais um plano bem orquestrado para a eliminação de mais um quadro Chingondo no seio da organização. A senhorita ficou tranquila a exercer a sua tarefa de chefe de grupo do destacamento feminino da Frelimo, aliás muitos camaradas que estiveram presentes naquela altura, assistiram a esse triste episódio e foram avisados de nem ousarem comentar sobre o assunto. O comissário político Nacional na altura era Dinis Moiane.
Alerto mais uma vez que o plano A, B, C dos comunas assassinos da Frente de Libertinagem de Moçambique é de assassinar o Líder da Resistência e destruir por completo o partido Renamo...pois são os únicos que lhes fazem frente. Essa gentalha não mudará nunca...não tenham ilusões, pois eles usarão todas as artimanhas possíveis para consumar a sua intenção. O único diálogo que os comunas entendem é porrada da grossa, pois pacificamente jamais entregarão seja o que for.
Ao fim de 42 anos, nós Moçambicanos merecemos ser verdadeiramente libertados...tem sido extremamente penoso e doloroso o que esses canalhas Frelimistas nos impuseram depois de terem recebido de mão beijada o Poder para se aburguesarem sem limites, mantendo toda uma Nação em estado de sobrevivência....CHEGA MOÇAMBICANOS, TODOS NÓS TEMOS QUE CONTRIBUIR PARA AJUDAR A ÚNICA FORÇA POLÍTICA CAPAZ DE NOS LIDERAR RUMO A UMA VIDA LONGE DE ALGEMAS E MORTE...MOÇAMBIQUE E OS MOÇAMBICANOS MERECEM MUITO MELHOR. A NOSSA CONTRIBUIÇÃO TEM QUE SER DIÁRIA ATÉ NAS PEQUENAS COISAS DO NOSSO DIA A DIA...´´SEMPRE ALERTA`` É A PALAVRA DE ORDEM PARA QUE OS CANALHAS NEM TENHAM HIPÓTESE DE NOS BURLAREM OUTRA VEZ.
A TODOS OS CANALHAS QUE SE REVÊEM OU SÃO DESSA COMUNAGEM PODRE NESTA VIDA, PASSEM BEM, POIS VOÇÊS SÃO A VOZ DO COMPLEXO...O COMPLEXO DA COMUNAGEM.... IRRRRRRRRRRRAA
  Ps. A todos os leitores e críticos pertencentes á Teia de Ladrões e não só que por conivência ou ignorância, tentam denegrir os meus relatos de factos reais por mim vividos...a vós só tenho que vos dizer, que as vossas verborreias cerebrais, só me dão mais alento e motivação para vos detonar através da minha poderosíssima arma que é a ´´Minha Caneta`` kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk  O vosso FIM está muito Perto.
Meus irmãos Moçambicanos, relembro-vos em consciência, a todos os resistentes a este regime sanguinário inconsequente, que enquanto as chefias radicais assassinas desse partido Frelimo não forem capturadas e encarceradas, o povo não terá liberdade e sempre haverá alguém para enviar os ``cães de caça do regime`` para vos perseguir, agredir e eliminar.
FUNGULANI MASSO, lembrem-se bem, QUEM NÃO LUTA PERDE SEMPRE. A LUTA É CONTÍNUA.     
Zeca Caliate, General Chingòndo um dos sobreviventes da teia do mal Frelimo!
Europa, 01 de Junho de 2017 
(Recebido por email)
Brevemente mais notícias, aqui na sua VOZ DA VERDADE, que anteriormente não sabiam

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.