terça-feira, 6 de junho de 2017

Donald Trump sugere que foi ele quem provocou o isolamento do Qatar


Emir do Kuwait em Riad à procura de uma solução negociada para o conflito com o Qatar. Turquia também oferece mediação.
Reuters
Foto
REUTERS
O Presidente dos Estados Unidos entrou na disputa diplomática entre o Qatar e os vizinhos do Golfo Pérsico ao dizer que a sua visita à Arábia Saudita “já está a dar resultados”. Numa série de tweets, Donald Trump disse que os líderes do Médio Oriente prometeram combater o extremismo e já estão a fazê-lo, ao cortarem relações com o Qatar.
“Durante a minha recente visita ao Médio Oriente, disse que não podia haver financiamento da ideologia radical. Os líderes apontaram o dedo ao Qatar”, escreveu Trump no Twitter. “A minha viagem já está a dar resultados. Eles disseram que iriam optar pela linha dura quanto ao extremismo. Talvez este seja o início do fim do horror do terrorismo”, escreveu, sugerindo que foi ele quem incentivou o isolamento do Qatar.
Na segunda-feira, a Arábia Saudita, o Bahrein, os Emirados Árabes Unidos, o Egipto e o Iémen romperam relações com o Qatar, e cortaram o acesso às suas fronteiras, com o argumento de que o país apoia o terrorismo mas também por causa da relação de Doha com o Irão — um país que tanto os sauditas como Trump querem isolar na região.
Ontem, e numa tentativa de solucionar a crise diplomática que pode arrastar a região para um novo período de grande instabilidade, o Kuwait e a Turquia posicionaram-se como mediadores do conflito. Mas os tweets de Trump — que chegou a afirmar estar “comprometido” com a crise diplomática no Golfo — incendiaram ainda mais o ambiente.
“Isto não é apenas um tweet”, comentou a jornalista da Al Jazira Patty Culhane que, a partir de Washington, explicou que o Presidente dos Estados Unidos só está a agravar uma “situação difusa”. A jornalista pergunta se as mensagens do Presidente foram um sinal de que está a ocorrer uma mudança na política externa americana em relação ao Golfo Pérsico, onde está localizada a maior base militar dos EUA no Médio Oriente — precisamente no Qatar. “Vamos estar atentos, mas não é isso que o Departamento de Defesa quer”, escreveu Culhane.
Ontem, o emir do Kuwait, o xeque Sabah al-Sabah, partiu para Riad para se reunir com o rei Salman da Arábia Saudita, em busca de uma resolução para o conflito. A Reuters dizia que o líder qatari, Tamim bin Hamad Al-Thani, falou ao telefone com o xeque e decidiu adiar uma comunicação ao país que tinha marcado para ontem à noite, até saber o resultado do encontro em Riad.
Também a Turquia deu sinais de se querer envolver na resolução desta crise através da diplomacia. Citado pelo jornal Washington Post, o porta-voz do Governo de Ancara, Ibrahim Kalin, disse que o Presidente Recep Erdogan já falou com os líderes da Arábia Saudita, do Kuwait e do Qatar sobre possíveis soluções, aproveitando a vantagem de ter boas relações com todas as partes. “O Presidente Erdogan iniciou o esforço diplomático para resolver esta disputa entre amigos e irmãos, em linha com o espírito do mês sagrado do Ramadão”, afirmou Kalin.

  1. Hendrik
      
    ""canibalismo" entre capitalistas e neoliberais, embora goste de analisar." Não é isso: a oposição é entre capitalistas mais pró negócios civis (Trump), sem pôr de lado os militares, e capitalistas mais pró militares (Hillary e Obama), sem pôr de lado os civis.
    1. Carlos
        
      O Hendrik terá razão, eu sinceramente prefiro nem pensar muito mais no que esta gente está a preparar para já, tudo me cheira a ganância, inveja, e daí falar em "canibalismo" entre capitalistas e neoliberais; sublinho que isto parece um assalto dos capitalistas americanos aos capitalistas europeus, através dos estados ricos do Golfo.
  2. Carlos
      
    Finalmente percebi, andei a coçar a cabeça e depois lembrei-me, báaaasico, o Qatar investe maioritariamente na Europa e em empresas Europeias, logo foi o alvo a abater pelos EUA com Trump à cabeça. Agora se o Corbyn vence, vamos ter dança, e os EUA que se preparem bem. Infelizmente a May deve ganhar mas nada de celebrações pois o Brexit foi um banho de algo de fria.
    1. Carlos
        
      escrevi isto como neutro, não me meto no "canibalismo" entre capitalistas e neoliberais, embora goste de analisar.
    2. Carlos
        
      Para terem uma ideia do que provocou isto consultar Qatar Investment Authority e tirem conclusões.
  3. Luis Simões
      
    "Trump disse que os líderes do Médio Oriente prometeram combater o extremismo e já estão a fazê-lo, ao cortarem relações com o Qatar." Isto é um assalto às riquezas do Qatar. Sauditas e norte-americanos promovem um assalto ao mais rico país do mundo...
    1. tripeiro
        
      Só se esqueceu de dizer que está orgulhoso do Trump, a personagem que apoia e defende desde a primeira hora.
    2. Enganador
        
      Isso do Qatar ser o país mais rico do mundo não passa de propaganda... mas do LS não se pode esperar mais.
  4. Francis Delannoy
      
    dividir para melhor reinar.. acusar o seu cao de ter a raiva para melhor o afogar sem ter os problemas de acusaçoes.. o jogo geopolitico no oriente é sem piedade..e manipulador... o quatar de financiador dos rebeldes que lutavam contra os chiitas na siria e no irak decapitando os chiitas no principio da guerra para impor terror, agora o quatar é acusado pelos estados unidos de serem aliados do irao chiita e de defender soldados chiitas do irao o que estara por detraz do film? e que mensagem tera o film?

    Público
    9 h · 
    “A minha viagem já está a dar resultados. Eles disseram que iriam optar pela linha dura quanto ao extremismo. Talvez este seja o início do fim do horror do terrorismo", escreveu Donald J. Trump.
    Emir do Kuwait em Riad à procura de uma solução negociada para o conflito com o Qatar. Turquia também oferece mediação.
    PUBLICO.PT
    Comentários
    Jorge Carvalho
    Jorge Carvalho Isso foi porque fez um desconto nas armas que vendeu aos sheiks àrabes. E näo foi para queimar no tiro aos pratos, de certeza... Tudo para incendiar uma guerra com o Iräo porque o armamento vai para o ISIS... Um paspalhäo com um ninho de carriça como uma especie de cabelo a brincar ao presidente num mundinho de hipocritas de saia comprida e turbante. Cretino
    GostoMostrar mais reações
     · Responder · 
    22
     · 9 h · Editado
    Rui Fernandes
     · Responder · 8 h
    Rui Souto
    Rui Souto Rui Fernandes E ignorante😂😂😂😂😂😂😂
     · Responder · 7 h
    Dinu Granaci
    Dinu Granaci So nao nos esquecemos que os eua ja fornecem armas desde 1947 e o obama fez parte do mesmo esquema, so para as pessoas nao ganharem amnezia tambem
     · Responder · 7 h
    Maria Estevao
    Maria Estevao Amnésia conveniente
     · Responder · 7 h
    Kafir El-Bortukali
    Kafir El-Bortukali quando vejo camelos tento encaminhalo para o deserto pois é la que camelos devem estar. a arma preferida e mais usada pelo isis é a AK-47 , sabes onde esta arma é feita, agora bebe muita agua e poe-te a caminho
     · Responder · 4 h
    Paula Coimbra Gaspar
    Paula Coimbra Gaspar Era o petróleo, Meu Deus, era o petróleo.....
    Desde quando nos países referidos não existem extremistas?
    Todos a quererem o Irão... andam há tantos anos nisto...

    Trump ignorante, mas interesseiro, com um ego do tamanho deste mundo e de outro qualquer. Anedótico e poluente cada vez que fala
     · Responder · 
    8
     · 8 h
    Manuela Laranjeira
    Manuela Laranjeira Nem me atrevo a colocar aqui o que me veio à cabeça!!! Mas ele pensa que somos parvos??!! A essa conclusão já eu e muitos tinham chegado!!!
     · Responder · 
    8
     · 9 h
    João Miguel Pelica
    João Miguel Pelica O impreparado Trump a ser usado pela Arábia Saudita na suas lutas pelo domínio no mundo muçulmano, disfarçadas de combate ao terrorismo, já lança foguete e vai a correr apanhar as canas até que se torne evidente de que esta crise vai agravar as tensões na região e aumentar o terrorismo!
     · Responder · 
    1
     · 7 h
    Antonio Sa
    Antonio Sa Para branquear a grande negociata de armamento, saliente-se, Trump não hesitou em apontar, sem rebuço, o Irão como sendo o grande e único responsável pelo terrorismo, esquecendo, sem qualquer pingo de decência, o passado, presente e futuro da Arábia Saudita como, aliás, já tinha feito com as leis de emigração. Portanto e como todos nós temos dois dedos de testa, era totalmente dispensável o auto elogia ( mas presunção e água benta cada um toma a que quer ). Mas o meu receio e que é por certo partilhado por muitos, é se Trump não deu um tiro no pé ou, como se diz na minha terra, se a batata quente lhe não vai rebentar na boca. É que eles, por lá, também pensam
     · Responder · 
    1
     · 7 h
    Carlos Pinto
    Carlos Pinto só deixou de fora da lista, o país responsável pelo 11 de setembro, que por acaso, mas é mesmo só um acaso, adquiriu 110 mil milhões de armamento às empresas americanas!!!
     · Responder · 5 h
    Vera Monica Teixeira
    Vera Monica Teixeira Nada como começar guerras. Assim a indústria de armamento vai de vento em poupa! !! É assim que ele quer fazer a América grande.
     · Responder · 
    15
     · 9 h
    Mark Valeira
    Mark Valeira Se ele tivesse como propósito destabilizar a região, não faria de melhor forma que esta!
     · Responder · 8 h
    Rui Fernandes
     · Responder · 8 h
    Dinis Paulo
    Dinis Paulo A normal! Interna te! Desaparece do planeta terra! Pseudo humano! Se calhar foste tu que mamdaste raptar a família real do Qatar que é isso que esta na base desta história mal contada! Mais o Qatar não vai na conversa dos outros restantes países ha volta!
     · Responder · 6 h
    Orlando Augusto Stock Augusto
    Orlando Augusto Stock Augusto A visita de Trump á Arabia Saudita, tem influencia neste isolamento do Qatar? Provavelmente,ate porque Trump joga bem,ele é um excelente jogador de xadrez,as pessoas é que nao se apercebem do lado imprevisivel do Presidente dos Estados Unidos. Trump vendeu as armas pra Arabia Saudita pra depois eles criarem uma desavença entre os outros paises islamicos . ele jogou muito bem .
     · Responder · 
    1
     · 8 h
    Comentários Principais está selecionado e, por isso, algumas respostas podem ter sido filtradas.
    Eduardo De Magalhaes Nobilioni
    Eduardo De Magalhaes Nobilioni Como todo psicopata
     · Responder · 7 h
    Orlando Augusto Stock Augusto
    Orlando Augusto Stock Augusto O grande vilao é o Estado Islamico,e os seguidores do Islao
     · Responder · 7 h
    Ricardo Farinha
    Ricardo Farinha Os republicanos e a Arábia Saudita são os responsáveis pela existência do daesh.
     · Responder · 
    1
     · 7 h
    Orlando Augusto Stock Augusto
    Orlando Augusto Stock Augusto Republicanos? Nao serao os democratas?
     · Responder · 7 h
    Orlando Augusto Stock Augusto
    Orlando Augusto Stock Augusto Obama e Hillary têm muitas ligacoes com o mundo Islamico
     · Responder · 7 h
    Dinu Granaci
    Dinu Granaci Esqueceste de mencionar que o Obama, e Bush tiveram a mesma jogada no fornecimento de armas, mas isso foi para ajudar a começar os isis
     · Responder · 
    1
     · 7 h
    Orlando Augusto Stock Augusto
    Orlando Augusto Stock Augusto Bush tambem é culpado pela guerra do Iraque,ele,tony blair e durao barroso nunca foram julgados por isso.
     · Responder · 
    1
     · 7 h
    Pedro Cunha
    Pedro Cunha 4D CHESS
     · Responder · 
    1
     · 7 h
    Ricardo Farinha
    Ricardo Farinha Mas quem começou tudo foi o Bush filho e o seu amigo Chalabi. A família com negócios no petróleo é a família Bush.
     · Responder · 
    2
     · 7 h
    Orlando Augusto Stock Augusto
    Orlando Augusto Stock Augusto Os democratas nao sao uns santinhos. O partido democrata deu origem ao Ku Klux Klan ,foi um democrata ,Lyndon Johnson que deu inicio á guerra do Vietname.
     · Responder · 7 h
    Rê Regina Barbosa
    Rê Regina Barbosa infelizmente o mundo esta merecendo, um idiota como esse e tb os malucos do exercito islamico pois existem quem vote num imbecil como o Trump e quem apoie, e crie os outros malucos crentes a praticarem o terrorismo. somos um mundo dividido numa grande maioria de idiotas para todos os lados! infelizmente e de novo!
     · Responder · 5 h
    Orlando Augusto Stock Augusto
    Orlando Augusto Stock Augusto Trump nao é santo,como todos os outros tambem nao o sao. No entanto a imprensa inventa tanta coisa contra ele.
     · Responder · 5 h
    Ricardo Farinha
    Ricardo Farinha Orlando Augusto Stock Augusto. E outro democrata foi morto por querer acabar com ela
     · Responder · 
    1
     · 5 h
    Comentários Principais está selecionado e, por isso, algumas respostas podem ter sido filtradas.
    Daniel Silva
    Daniel Silva Quem fomenta o terrorismo é, fundamentalmente, a Arábia Saudita com apoio dos EUA. Ridículos estes bonecos
     · Responder · 
    5
     · 8 h
    Joao Gonçalves
    Joao Gonçalves Foi lá fazer um contrato de milhões de armas e depois quer acabar c o extremismo, ridículo! A Arábia é o cancro do planeta.
     · Responder · 
    1
     · 7 h
    Daniel Silva
    Daniel Silva Exacto. Mas só continuou o q Bush, obamas e todos os outros presidentes ;)
     · Responder · 
    1
     · 7 h
    Carla Pinho
    Carla Pinho Nem mais
     · Responder · 
    1
     · 3 h
    Paulo Rocha
    Paulo Rocha Este parolo, foi pedir aos pais do terrorismo, para serem rijos contra o terrorismo... e os pais do terrorismo resolveram ir bater no coitado que não tem nada a ver com aquilo.
     · Responder · 
    2
     · 6 h
    Pedro Miguel Santos
    Pedro Miguel Santos A perspectiva dessa "besta" é, pegar fogo ao quintal do vizinho, para depois, conseguir vender as suas laranjas a bom preço. O problema, é que as laranjas que quer vender estão podres por dentro. Tristeza!!
     · Responder · 
    4
     · 9 h
    Luisa Sousa
    Luisa Sousa Mas este cretino não sabe que estes são os que apadrinham o terrorismo?
     · Responder · 8 h · Editado
    Dinu Granaci
    Dinu Granaci O problema é que sabem, e ja sabem desde a administraçao, Obama, o grande poroblema é que eles nao querem muito saber ...
     · Responder · 7 h
    Comentários Principais está selecionado e, por isso, algumas respostas podem ter sido filtradas.
    João Miguel Pelica
    João Miguel Pelica Trump a lançar areia aos olhos ocidentais para proteger os seus amigos terroristas da Arábia Saudita.
     · Responder · 
    2
     · 8 h
    Abel Veloso
    Abel Veloso Tanto comentário cretino que aqui se vê.
    Finalmente começa-se a isolar as fontes dos terroristas. Mas há quem não perceba, ou finja que não percebe...
     · Responder · 
    2
     · 8 h
    Carlos Carneiro
    Carlos Carneiro Eu acho que até é por causa dele que a Terra gira à volta do Sol...
    Ou melhor, na realidade retrógrada dele deve ser o Sol que gira à volta da Terra! ;-)
     · Responder · 
    2
     · 7 h
    Lucilia Moura da Silva
    Lucilia Moura da Silva Mas tem uma enorme base militar no Qatar!!! Alguém entende??????
     · Responder · 
    2
     · 9 h
    Pedro Cerqueira Gomes
    Pedro Cerqueira Gomes Este é burro ou come merda?! Depois desta asneirada é que a coisa vai piorar.
     · Responder · 
    1
     · 8 h
    Ivo Silva
    Ivo Silva Pena não ter ido à Arábia Saudita antes do 11/9. Eram sauditas os "artistas" .. Mas disso não quer ele saber, Black gold...
     · Responder · 
    1
     · 8 h · Editado
    Luis Filipe Nunes Teixeira
    Luis Filipe Nunes Teixeira O Jorge Jesus da política internacional (foi ele que descobriu que beber água mata a sede)
     · Responder · 6 h
    António Oliveira
    António Oliveira Mas não foi ele que fez um negocio de armas com o "verdadeiro estado islâmico"?
     · Responder · 4 h
    Paulo Marques
    Paulo Marques Este gajo ainda não se fez homem, continua uma criança!
     · Responder · 
    1
     · 9 h

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.