sexta-feira, 16 de junho de 2017

Estudantes de escola pública burlam um milhão à sua instituição em Gaza


PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  em 15 Junho 2017
Share/Save/Bookmark
Um grupo de pelo menos estudantes do Instituto Superior Politécnico de Gaza (ISPG), na província de Gaza, é acusado de burla à própria instituição que frequentam, em cerca de um milhão de meticais. A rede era liderada por um colega, ora a contas com as autoridades policiais, por ser considerado o cérebro do esquema.
Segundo aquela instituição do Estado, que assegura ter já recuperado aproximadamente de 500 mil meticais, os estudantes em causa aceitaram a apresentação de talões de depósito falsos, referentes ao pagamento de propinas.
É caso para dizer que as trapaças e a corrupção que se registam nos sectores e empresas públicas, na sua maioria é protagonizadas pelos membros do partido que dirige o país, a Frelimo, são aprendidos durante a instrução nas escolas públicas e, mais tarde, aprimoradas no aparelho do Estado. Este tem-se mostrado um verdadeiro covil de dirigentes seniores.
A alegada burla foi descoberta durante uma auditoria encomendada pelo próprio instituto, que conta com mais de 1.600 estudantes.
Os indiciados devem, até 28 de Julho próximo, repor do valor em falta, sob pena de agravar o problema em que se meterem, disse Aurélio Macaringue, director dos Serviços Estudantis e Registo Académico no ISPG e, também, porta-voz da instituição.
O ISPG tem como sede o posto administrativo de Lionde, no distrito de Chókwè, em Gaza.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.