sexta-feira, 16 de junho de 2017

Eleição de secretários provinciais cria bases para sucesso do XI Congresso da Frelimo


Camaradas preparam-se para o XI Congresso

A eleição dos órgãos internos e dos delegados ao XI Congresso da Frelimo criou as condições necessárias para a realização, com sucesso, da reunião magna do partido no poder, prevista para finais de Setembro e princípios de Outubro próximo.
Segundo o porta-voz da Frelimo, António Niquice, neste processo, marcado pela transição geracional, em termos globais, 60 por cento dos membros eleitos são da continuidade e os restantes 40 pertencem à renovação.
De acordo com a fonte, foram eleitos para o cargo de primeiros-secretários Iasalde Ussene (Niassa), José Kalime (Cabo Delgado), Agostinho Chelua (Nampula), Paulino Lenço (Zambézia), Fernando de Sousa (Tete), Ana Chapo (Manica), Paulo Manjacunene (Sofala), Dinis Vilanculos (Inhambane), Zacarias Sonto, (Gaza), Avelino Muchine (Maputo) e Francisco Mabjaia (cidade de Maputo).
“Neste processo, não há vencidos nem vencedores, quem tem ganhos é a Frelimo”, disse Niquice, adiantando que os membros eleitos aos órgãos internos serão brevemente submetidos a uma formação e capacitação, de modo a estarem mais familiarizados com os instrumentos que regem o funcionamento do partido.
Falando em conferência de imprensa, esta quinta-feira, em Maputo, Niquice destacou que, na eleição dos órgãos internos, reinou a democracia interna do partido, prevalecendo a vontade da maioria expressa através do voto.
As conferências provinciais, segundo Niquice, elegeram também os secretários para as áreas de organização, formação e quadros, mobilização e administração e finanças, para além dos delegados e convidados ao Congresso.
“No decurso das conferências provinciais, foram eleitos 1 770 delegados, 119 candidatos a membros do Comité Central, cabendo ao Congresso a ratificação, para além de 110 convidados”, explicou Niquice.
Com este feito, sublinhou Niquice, a Frelimo cumpriu a etapa intermédia para a realização do Congresso, porque estes encontros foram uma antecâmara daquilo que vai ser a reunião magna do partido, a ter lugar de 26 de Outubro a 1 de Setembro próximo.
Niquice explicou que a província de Maputo, que viu o seu primeiro secretário demitido nas vésperas da realização das conferências provinciais, ainda não elegeu os membros do secretariado, facto que deverá ter lugar em breve.
“Para a demissão do primeiro  secretário da província de Maputo, houve razões bastantes, para garantir a condução do processo de eleição dos órgãos internos de forma exemplar e transparente”, disse o porta-voz da Frelimo.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.