sexta-feira, 14 de abril de 2017

A “mãe de todas as bombas” matou 36 guerrilheiros do Daesh


Ataque com arma nunca antes utilizada em cenário de guerra não terá causado vítimas civis.
LUSA/Department of Defense / HANDOUT
Foto
LUSA/DEPARTMENT OF DEFENSE / HANDOUT
A utilização de uma bomba GBU-43 no Afeganistão – pela primeira vez na história em cenário de guerra – resultou na morte de 36 combatentes do Daesh, informou esta sexta-feira o Ministério da Defesa afegão.
O engenho – a mais potente das bombas não-nucleares – foi lançado na quinta-feira pela Força Aérea norte-americana sobre a província montanhosa de Nangarhar, junto à fronteira com o Paquistão. O alvo era a rede de túneis através da qual os homens do Daesh se movimentam e lançam ataques sobre a capital Cabul. Nos últimos anos, e à medida que perdem terreno na Síria e no Iraque, os extremistas islâmicos do Daesh têm disputado com o movimento taliban a liderança da oposição armada ao Governo.
De acordo com o porta-voz governamental afegão Dawlat Waziri, do ataque norte-americano não terá causado vítimas civis. A explosão da bomba de quase dez toneladas produziu uma nuvem de fumo visível a 32 quilómetros de distância do local de impacto. De acordo com testemunhas citadas pela Reuters, a detonação não causou danos na aldeia mais próxima, localizada a 5 quilómetros.
Apesar de a operação militar norte-americana ter contado com o apoio do Governo afegão, o recurso inédito à chamada “mãe de todas as bombas” não é consensual em Cabul. Através do Twitter, o antigo Presidente afegão Hamid Karzai disse que a utilização da GBU-43 “não tem nada a ver com a guerra contra o terrorismo, sendo antes um uso desumano e brutal do país enquanto zona de teste de novas e perigosas armas”.
Os EUA mantém cerca de 9.000 militares no Afeganistão e reforçaram no primeiro trimestre de 2017 as acções da força aérea contra o Daesh e os taliban naquele país. 
José Carvalho portanto...isto alegadamente é uma regiao remota...zona nao controlada pelo governo...zona onde preferiram largar isto p nao por em risco tropas...Isto foi ontem...ja tiveram tempo de la ir...e contar 36 vitimas. hmmm ok.
Não gostoResponder142 h
Tomás Henriques Quem contou foi o governo do Afeganistão, não foi os EUA
José Carvalho Tomás Henriques ...ha uma parte do texto q diz qvuma aldeia a 5km da zona de impacto nao sofreu danos...estariam portanto por aí...e se calhar por outros sítios à volta...a uma distancia segura, mas ainda assim perto para reportar rapidamente. pois....militares americanos para fazer isso tb nao acreditaria. Claro q tenho a certeza q vai haver conversa acerca da eficácia disto. provavelmente isso trara mais dados interessantes...digo eu...
António Magarreiro Hummm... Se com uma mãe matam 36, quantas mães são precisas para os matar a todos? E se for com as filhas? Teremos que pedir ao SG da ONU que faça os cálculos, que ele é que é bom a fazer contas destas.
GostoResponder52 h
Júlio Mota Tenho como princípio não acreditar em nada que vem do governo, especialmente do governo americano. E parem de chamar mãe a uma bomba. Chamem-lhe outra coisa. Puta, por exemplo.
GostoResponder61 hEditado
Vera Monica Teixeira Exactamente! Muito mais apropriado, visto que foi criada para fo*** tudo!
GostoResponder31 h
Claudia De Sousa Dias Uma puta duma bomba, com se diz no norte. Isso, sim.
GostoResponder151 min
Juan Pratini ahahah claro que não, alias nem estragos fez, vocês não são jornalistas, são copy paste, se vos disserem que o céu é verde também acreditam, é apenas a maior bomba náo nuclear que a única diferença que tem é que não deixa radiação, o poder destrutivo é igual a uma nuclear, que tristeza
GostoResponder52 h
Joao Marques Gostava de perceber uma coisa. Como se fala de que a zona onde a bomba foi usada é de montanha e de difícil acesso e que os guerrilheiros se movimentam por túneis e grutas, ou seja fora da vista de todos. Como é que fazem esta contagem de baixas??? Falam com eles???
GostoResponder1 min
Fernando Branco Deve ser frustrante para a "mãe de todas as bombas" só matar 36 guerrilheiros do Daesh,para além de que fica com a reputação muito em baixo. No entanto poderá sempre desculpabilizar-se por má utilização.
GostoResponder251 min
Rosa C. Evangelista Mais uma guerra para consumo interno??? Só que, como costume, são os outros que sofrem as consequências. Agora Trump é um herói? Ganhou mais popularidade nos EUA? Mas se houver retaliações é a Europa que as sofre! Como está a acontecer, aliás. E já se está a preparar para atacar a Correia do Norte??? Mas esta tem mesmo uma bomba. Que não chega aos EUA mas chega...aos mesmos de sempre! Nós.Guerra é guerra e estamos fartos delas!
GostoResponder11 h
Vera Monica Teixeira O Trump um Herói? Só se for na terra dele. Infelizmente ele é um doido com poder para começar a terceira Guerra Mundial.
GostoResponder21 h
Manuel Pereira Segundo fontes bem informadas, escavaram-se os túneis destruídos onde foram encontrados os cadáveres desses terroristas...

Hummmmm... alguém dará credibilidade a uma informação destas?

Carlos Manuel Os EUA adoram guerra de fogo, combate militar frontal nãooooo... 

É triste, não sou favorável à guerra. Os EUA devem parar de bombardear os países dos outros. 

Se é que adoram a guerra, eles que lancem os mísseis ou seja lá o que for nos própios EUA deles.
GostoResponder2 hEditado

Joao Teixeira Os gajos do DAESH são uns santinhos, não são? Agradeça mas é aos EUA por proteger países como Portugal que não têm recursos para se defender
GostoResponder1 h
Joaquim Melo Ribeiro Joao Teixeira
GostoResponder1 h
Vera Monica Teixeira Joao Teixeira, já fomos atacados? Sabe os interesses económicos que se encontram nesta zona do globo? Investigue, rotas de petróleo, poder económico na região. História também faz bem estudada.
GostoResponder1 h
Marcelo Teixeira Ahahahhaha que ignorante este João
Carlos Manuel João Teixeira, desde quando é os EUA protegeram Portugal!? Em todas guerras que envolveram-se foi para lucrar execpto à do Vietname e a crise de mísseis de Cuba. 

Achas que os EUA são os polícias de proteção para o mundo? É pá, é preciso respeitar soberanias e os direitos humanos. 

Então... viste? Bastou o ataque na base aérea de Shayrat, em Homs na Líbia para o Wall Street (lucrar) ficar em alta no dia posterior. Não é assim que faz uma grande economia, não é!
GostoResponder38 minEditado

Rui Cruz Porque será que não entendem que no mundo há culturas diversas e a democracia deles não se pode aplicar a qualquer sociedade. No Afeganistão o sistema de governo é tribal, tem a ver com sua secular cultura, é impossível impor outro regime à força. Os EUA podem experimentar e usar todo o tipo de bombas ,só a Coreia do Norte e o Irão é que não podem possuir tais armas porque eles acham que são terroristas ,quando os EUA são o pai e a mãe do terrorismo !
GostoResponder11 h
Carlos Gustavo Neto Nós levamos com #chemtrails e ninguém faz nada a não ser dizer que são "poléns" ou "areias do deserto" e que é tudo normal, que os aviões deixam rastos como os caracóis.
GostoResponder22 h
André Costa Silva Tínhamos combinado que não te voltavas a esquecer de usar o chapéu de alumínio... Agora olha o que aconteceu.
GostoResponder52 h
Mário Soares São os chemtrails e os gambuzinos...
GostoResponder11 hEditado
Mário Soares Mas se puserem arruda nos bolsos não há chemtrail, sida, ou mau olhado que vos atinja
GostoResponder11 h
Fernando Vieira Lolololol
GostoResponder1 h
Maria José Antunes 36? ah ah. isto afinal era só uma mostra de poder. "A minha bomba é maior que a tua". Brincar às guerras (e ganhar muito dinheirinho) é o que Trump anda a fazer. Será que morreram soldados americanos também? E quantos inocentes: os 36 que afinal eram pastores e não do Daesh?
GostoResponder142 min
Pedro Abreu Apesar de nao concordar com esta forma de luta, nao deixa de ser curioso estar sempre a ler "é largar lá uma bomba atomica e matalos a todos carago"! .... e quando uma bomba ( nnao atomica ) é la posta... vêm repudiar. as pessoas nunca estao contentes 
GostoResponder240 min
Maurício Rio Moreno Só tanta coisa só para isso não valeu muito a pena..... pois eles têm de gastar o material depois está lá nos armazéns a ganhar ferrugem
GostoResponder1 h
Tiago Simões Podiam colocar a origem das noticias. Vi igual num conhecido site de noticas estrangeiro.
GostoResponder22 h
Sérgio Loureiro A propaganda continua, as bombas são notícia para o Público!
Sem. sempre do lado dos beligerantes...
GostoResponder22 h
Pedro Santos Ahahahahaha..
😂😂😂 mandem para lá o Manel palito e o Pedro Dias que eles matam mais que essa bomba 😂😂😂
GostoResponder22 h
Alexandre Antunes Dos Santos O rácio morte de terrorista x dólar está um pouco alto não? Imbecis!
GostoResponder1 h
Nelson Patarata Provavelmente só encontraram ainda 36, muitos túneis e cavernas terão ruído e com uma potencia daquelas acho que nem as cinzas ficam num certo perimetro.
GostoResponder11 h
Rui Filipe é uma arma que só destrói infraestrutura inimiga, e arruma com os maus da fita, deixando intocado tudo o resto
GostoResponder32 h
Cullen Uzi kkkkkk
GostoResponder2 h
Nelson Alcobaça Claro. É lógico que os civis constroem casas de família debaixo da terra, no meio do deserto.
GostoResponder12 h
António Magarreiro Ou seja, se cair uma em cima do Rui Filipe, nada de mal acontece. 
GostoResponder2 hEditado
Júlio Mota Rui Filipe, alguém que te explique que a vida real não é como aquela banda desenhada que vias em pequeno. Ou ainda continuas a ver, se calhar.
Comentários Principais está selecionado e, por isso, algumas respostas podem ter sido filtradas.
Tiago Silvestre Acho graça é às pessoas que puseram emojis de "tristeza"
Devem estar tristes pelos terroristas...
GostoResponder62 h
José Carlos Freitas Não necessariamente. Podem é ter interpretado esta acção militar como mero teste e/ou demonstração de força dirigida, por exemplo, à Coreia do Norte...
GostoResponder22 h
Tiago Silvestre José Carlos Freitas então são burros ja que a Coreia do Norte nada têm a ver com o afeganistão...

Ou são burros ou estão a favor
GostoResponder1 hEditado

Mário Soares Este cromo escreve "haver" em vez de a ver e vem com teorias do cara**** e depois os outros é que são burros. ...
GostoResponder1 h
Tiago Silvestre Mário foi um erro de ortografia... Não afeta a verdade no meu argumento
GostoResponder1 hEditado
José Carlos Freitas O argumento teoriza que "ou pensam como eu, e são espertos, ou postulam diferente, e são burros. De facto, contra este tipo de "factos" não tenho qq argumento...
GostoResponder11 h
Tiago Silvestre José Carlos Freitas factos não querem saber do que eu penso ou o que tu pensas... Se é um facto que isto nada têm haver com a Coreia do Norte, pois segundo o governo do afeganistão, foi a pedido de observadores do exercito afegão que foi lançada a bomba....
Foi lançada não com o objectivo de matar o maximo possivel mas sim para deatruir o complexo de tuneis...
GostoResponder1 h
Júlio Mota Tu acreditas em alguma coisa que foi dito sobre este assunto? Foram 36 as vítimas, ah ahahahahah. Foram lá contá-las, queres ver? Ou foi pelo google earth?
GostoResponder117 minEditado
Tiago Silvestre Júlio Mota foi o governo do Afeganistão que mostrou o numero...
Até agora são considerados os numeros oficiais
Mário Baptista Cabral Ficou caro cada terrorista!
Eles matam muito mais barato com os explosivos na cintura!
GostoResponder31 h
Abrunhosa Alfredo 10 toneladas de explosivos e mata 36, 1 terrorista 1 kg de explosivos mata centenas de humanos nunca fui bom em matemática mas cada vez prcebo menos
GostoResponder153 min
Horácio Oliveira A sério? Foram lá contá-los? Que precisão a bomba deve ter "taxímetro"
GostoResponder126 min
Fábio A G Silva Eu acho é que estes jornais noticiosos deveriam interditar os comentários, informar apenas.
GostoResponder2 h
Joao Martins Pina 36? Lol 314 milhoes p matar 36?? Fodass contra tem o maluco da dinamarca q matou 50 com uma arma
GostoResponder1 h
Nuno Silvério Silva Em vez de bomba devia aparecer uma peste que limpasse esta especie,de gente
GostoResponder2 h
Teresa Rodrigues Anda tudo mortinho por matar! Essa é que é essa...
GostoResponder22 h
Mário Lobo É uma bomba que vai lá pelo cheiro ao caril...
GostoResponder42 h
Pedro Dias SÓ???... que pena não terem sido mil vezes mais......
GostoResponder11 h
Manuel Nelson Bouças 36? Fantástico...😂😂😂
Arnaldo Carvalho Que mentira mais bem inventada 😠😠😠
GostoResponder12 h
Sheila Zuzarte As pessoas falam do que não sabem .
Alguem tem que dar cabo desses gajos.
GostoResponder12 h
José ML Gabriel Vida de rico é assim: muita parra mas pouca uva...
GostoResponder1 h
Julio Machado só ? que desperdício de pasta. A industria do armamento a facturar...
GostoResponder1 h
Henrique Wolf Multiplica isso x 100 Tio San...
GostoResponder2 h
Joao Roque Neves Que lhes pese bem a terra em cima!
GostoResponder2 h
Paulo Mateus Tanta merda para matar 36 radicais. E aqueles radicais americanos?
Kambas Do Magege Mbatifwa Só? Então a Russia tem que ir la para vermos quantos serão mortos?
GostoResponder1 h
Pedro Duarte Ridículo
GostoResponder1 h
Machado Capela Uma bomba destas para combater uma guerrilha? Só pode ser anedota.
Jorge Coimbra São menos terroristas a nós atormentar e matar!
GostoResponder1 h
David Reis E que mais matou e destruiu a "mãe de todas as bombas"?
Sérgio Medeiros O Dias com a sua caçadeira fazia mais barato.
GostoResponder22 h
GostoResponder1 h
Sérgio Medeiros Sem ofensa
GostoResponder2 h
David Dias Contaram rápido! xD
GostoResponder2 h
Maria Margarida Monteiro Grilo Desde que sejam só esses assassinos, estamos de acordo!
GostoResponder11 hEditado
Sonia Faria Machado Como sabem que foram 36 dos Daesh? Civis 0, queres ver?!
GostoResponder11 h
Mária José Silva SÓ Negocioooo😈😈😈😈😈👎👎👎
GostoResponder1 h
António Rebelo Para tal Bomba, foram poucos...
Domingos Guimaraes Para isso mandavam lá o palito
GostoResponder11 h
Nuno Silvério Silva Uma bomba e muito pouco...
GostoResponder2 h
Ricardo Jorge Faria Uma mãe que mata os seus filhos l....
GostoResponder2 h
Filho Do Cinzentinho Civis? Ñ é costume destes o uso de civis como escudo?
GostoResponder1 h

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.