sexta-feira, 14 de abril de 2017

Dois mil milhões de pessoas utilizam água potável com fezes


O aviso chega da Organização Mundial de Saúde, que denuncia que os financiamentos dedicados à água, saneamento e higiene são ainda insuficientes.
A contaminação da água pode provocar cólera, disenteria, tifóide e pólio
Foto
A contaminação da água pode provocar cólera, disenteria, tifóide e pólio RITA FRANÇA/ARQUIVO
A Organização Mundial de Saúde (OMS) informou esta quinta-feira que quase dois mil milhões de pessoas ainda utilizam água potável contaminada com fezes.
“Nos dias de hoje, quase dois mil milhões de pessoas utilizam uma fonte de água potável contaminada por fezes, o que os deixa vulneráveis à cólera, disenteria, tifóide e pólio”, disse a directora do departamento de saúde pública na OMS, Maria Neira.
"Estimamos que a água potável contaminada cause mais de 500.000 mortes por diarreia todos os anos”, afirmou, em comunicado.
Em 2015, os países elaboraram, no quadro das Nações Unidas, uma lista de 17 objectivos de desenvolvimento sustentáveis para 2030. Um destes objectivos é garantir o acesso de todos à água e ao saneamento e garantir uma gestão sustentável dos recursos hídricos.
Este objectivo não poderá ser atingido “a menos que sejam tomadas medidas para utilizar os recursos financeiros de forma mais eficaz e aumentar os esforços para identificar novas fontes de financiamento”, de acordo com as previsões da OMS no relatório anual Análise e avaliação mundiais sobre o saneamento e água potável.
Os países aumentaram a despesa média anual em 4,9% na água, saneamento e higiene durante os últimos três anos, indicou o relatório.
No entanto, 80% dos países referiram que os financiamentos dedicados à água, saneamento e higiene são ainda insuficientes para responder às metas da ONU.
Para atingir os objectivos de desenvolvimento sustentável da ONU no que diz respeito à água e saneamento, os investimentos em infraestruturas devem triplicar e atingir 114 mil milhões de dólares (107 mil milhões de euros) por ano, segundo os números do Banco Mundial, citados pela OMS. Estes dados não incluem custos de financiamento e de manutenção.
Para conseguir isso, a OMS sublinhou a necessidade de encontrar novas formas de financiamento, tais como impostos.
“É um desafio que temos capacidade de resolver”, afirmou Guy Ryder, presidente da ONU-Água e director geral da Organização Internacional do Trabalho (OIT), em comunicado.
“Aumentar o investimento na água e no saneamento pode gerar benefícios importantes para o desenvolvimento e saúde humana, e criar emprego”, disse.

Jose Rodrigues Este título é exactamenta igual ao do Diário de Notícias!!!! E aí fiz a seguinte observação, que. como tal, tem perfeita aplicação aqui "E então a água é potável?????!!! o dicionário Houaiss define potável como "em que as substâncias tóxicas e os factores e organismos patogénicos têm níveis seguros ou aceitáveis para consumo humano, ou foram reduzidos a isso e é, portanto, saudável!!! Rigor na informação, precisa-se!!!!" O mau jornalismo campeia por todo o lado!!!
GostoResponder3019 h
Renato Guerreiro Público se é água potável não tem fezes, se tem fezes não é água potável, qual é a ideia aqui? O mais cómico é quando se abre a noticia e aparece uma janela a dizer apoie este jornal de qualidade loool com títulos destes, dizem que fazem jornalismo? quando parecem nem saber o significado das palavras.
GostoResponder817 h
Rui Tavares O povo está sempre a queixar-se ! Ora, porque quer um aumento do ordenado mínimo nacional, ora porque quer água potável sem fezes! Eu, sinceramente, nunca vi povo mais chato e pedinchão do que após a queda do muro de Berlim! Querem ter vida de rico como os jogadores de futebol, por exemplo​, que bebem água engarrafada, Luso ou Vitalis. Esquecem-se da sua condição de ser social inferior e querem ser como os ricos. Ora, meus amigos, o capitalismo já definiu bem as hierarquias sociais. Por isso, deixem-se de mimimi ! E dai-vos por muito felizes por terem água com fezes para beber. Há lá quem nem água potável com fezes tenha na torneira. 👌
GostoResponder1417 hEditado
Comentários Principais está selecionado e, por isso, algumas respostas podem ter sido filtradas.
Matilde Melo ahahahah OMG. Qualquer dia vc é expulso daqui kkkkkk
GostoResponder320 h
Rui Tavares É só reflectir sobre isto. O povo é o culpado de tudo. Ou por ingenuidade ou por desresponsabilização nos assuntos políticos que lhe deveria interessar, permitiu que a gestão do bem mais precioso público, fosse delegada nas mais de um punhado de privados. O que se esperaria quando se coloca o lucro à frente da qualidade? Também podemos pensar que esta notícia serve para assustar as populações e as levar a consumir água engarrafada.
GostoResponder620 h
Violeta Amaro Carmo A malta o que quer mesmo é água potável, se tem fezes não é potável.
A água futuramente vai ser um dos maiores negócios a nível planetário...
GostoResponder420 h
Matilde Melo Rui Tavares Claro! Quem nos governa/desgoverna está lá porque o povo votou neles. Penso que os portugueses têm pouca cultura política (eu incluída). De facto, permitir que um bem essencial à vida seja privatizado é pra mim surreal. Mas tb é verdade que aparecem muitas notícias manipuladoras da opinião pública e não fico admirada que esta seja mais uma que através do medo incite as pessoas a consumirem água engarrafa e dar lucro aos donos das empresas. Pra pessoas sem escrúpulos o LUCRO DESMEDIDO fala sempre mais alto 
http://www.quiosquedigital.pt/dono-da-nestle-diz-agua.../
GostoResponder119 hEditado
Matilde Melo Mas tb num país onde se enlata ar de Fátima e do estádio da Luz e o ppl compra, já nem digo nada ahahahahah
GostoResponder119 h
Rui Tavares Matilde Melo, e aquele engodo bem elaborado para se apelar à privatização da EDP e do engodo da liberalização do preço dos combustíveis, que iria permitir uma redução de custos em ambos os sectores? E, após a consolidação desse engodo, o povinho estúpido levou com 1 a 2 cêntimos de redução! 1 a 2 cêntimos, note-se! Surreal e cómico!
GostoResponder119 h
Manuel Silva Mais um atrasado mental com acesso a Net...
GostoResponder19 h
Matilde Melo Rui Tavares Verdade. No que respeita à EDP custa-me como se privatiza uma empresa, que segundo relatórios do exercício da mesma há vários anos tinham sempre milhões de lucros em que o Estado (nós) usufruíamos tb. Foi vendida a preço de saldo, esta e a REN, pra mascarar a saída limpa do outro Governo.
GostoResponder119 h
Rui Tavares Manuel Silva, eu fiquei assim com a água com fezes que eu bebi. Dá-me um desconto...
GostoResponder219 h
António Fonseca-Pereira O Rui nem com tratamento fica "potável" ... então com o resto, não sei não...
GostoResponder10 h
Comentários Principais está selecionado e, por isso, algumas respostas podem ter sido filtradas.
Ricardo Mgms Se a maioria das pessoas soubessem que a água dita pública está cheia de estrogenio , nem para cozinhar usavam. Estrogenio é hormona feminina, para quem não sabe.
GostoResponder620 h
Velos Roge Eu quero ter maminhas
GostoResponder520 h
Abel Silva Havia de fazer crescer os tomates, pois já me está a ficar escasso, o leite
GostoResponder20 h
Ricardo Daniel Porque metem estrogénio na água ? Tem de haver uma razão imagino.
GostoResponder119 h
Luis Alexandre Costa Mais vale crescer mamas do que morrer de diarreia pela boca...
GostoResponder1 h
Adriano Rafael Santos Nem Portugal nem a União Europea fazem parte desta lista... nem explicam nada nem vão mais a fundo no artigo..... que jornalismo mais POBRE.
GostoResponder6 h
António Magarreiro Como a maioria não percebeu bem a notícia, vou dar uma achega: esses dois mil milhões não vivem em Portugal.
GostoResponder419 h
Beatriz Oliveira A notícia não se refere a Portugal. Em Portugal a água da rede é de excelente qualidade.
GostoResponder319 h
Pedro Miguel Rosa Público...Água contaminada...Talvez água canalizada, é isso que querem dizer? Água potável não pode ser. Se está contaminada com fezes, não se trata de água potável...
GostoResponder620 h
Edson Mesquita de Carvalho Ora pois, se a água está com fezes não é mais potável.
GostoResponder1120 h
António Sousa Leite Nesse caso não é potável…
GostoResponder620 h
José Miguel Lello Muito bom! 👏
GostoResponder119 h
José Branco Vejam que o jornal do Sr. que mais exturca os tugas, nem foto deixa publicar! Porque será !?
GostoResponder3 h
Eddie Matlock Simples, privatização total da água. Está visto que o estado não sabe funcionar com nada, confiarmos-lhe um bem tão preciso como a água é mesmopedir que dê em merda.
GostoResponder20 h
Filipe Carvalho Claro, para depois pagar fortunas para poder beber um copo de água
GostoResponder19 h
Tiago Santos claro que os privados sempre se preocuparam mais com a qualidade do que com o lucro! ahah
GostoResponder19 h
Greg Rosa Bem ou é potável ou com fezes nunca as duas coisas...
GostoResponder118 h
Margarida Brites E a água engarrafada é garantidamente potavel?
GostoResponder119 h
Jeanne Denise Ngoma-poaty Só vamos beber a agua mineral
GostoResponder120 h
Leopoldina Hamade Nao se admite!
GostoResponder19 h
Manuel Silva Notícia de merd.....
GostoResponder19 h
Monica Ferreira Agua potavel,contaminada?!
GostoResponder9 h
José Tavares Água potável com fezes? Really??
GostoResponder17 h
Miguel Fialho Então? O tio Belmiro anda a vender pouca água nos hipers?
GostoResponder13 h
Guhto Castro A culpa e do estado 
GostoResponder17 h
Isilda Rodrigues «água potável com fezes»????? Se a água tem fezes não é potável!
GostoResponder117 h
Fernando Jose Jesus Tá tudo doido se contém fezes não e potavel dass
GostoResponder8 h
GostoResponder8 h
António Fonseca-Pereira Esta de potável com fezes não lembra ao diabo...
GostoResponder110 hEditado
Fati Hubert Gerkens Em que ficamos? É potável ou tem fezes????
GostoResponder11 h
Luis Alves E o futuro
GostoResponder12 h

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.