quinta-feira, 18 de maio de 2017

RENAMIZAÇÃO DA FRELIMO?



Tenho acompanhado que com júbilo e garbo, camaradas meus (entenda-se, da FRELIMO) têm publicitado os habituais telecomícios de Afonso Dhlakama, líder incontestável e inabalável da RENAMO, a respeito das “installment tréguas” com que tem brindado os moçambicanos. O que salta a vista nesses comícios é o facto de Dhlakama dar a entender que os seus correligionários devem saber perdoar a FRELIMO e não agir com ódio! Oh Senhor, assim mesmo está bom?
Quer dizer, a FRELIMO é que deve ser beneficiária de uma clemência por parte da RENAMO, mesmo se sabendo que quem mata, viola e saqueia é ela e não a FRELIMO! Ora nem mais, há aqui uma tentativa de renamizar a FRELIMO que, como membro não posso conceber. Aliás, sempre achei estranho que Afonso Dhlakama fosse quem viesse anunciar os entendimentos com o Presidente Nyusi. Há quem vê nisso um exercício de “empowerment” de Dhlakama, alguém que quando lhe dá na real gana foge para o mato, manda matar, saquear e destruir e no fim diz que deu presente aos moçambicanos porque vê o sofrimento do povo e está sensibilizado pelos constrangimentos dos empresários. Parece-me haver inversão de papéis.
Por outro lado, a renamização da FRELIMO é caracterizada pela ausência da FRELIMO nas bases. Já há bom tempo não vejo os Chefes das Brigadas Centrais de assistência as províncias (também membros da Comissão Política) nas respectivas províncias assistidas, tanto é que boa parte deles são deputados eleitos por esses círculos eleitorais, portanto, com responsabilidades com o seu eleitorado. Assim, como acontecia com a RENAMO, apenas o Presidente do Partido se faz ao terreno, numa espécie de “one man show” a moda Dhlakama. Em contrapartida, a Renamo vai descendo as bases e fazer aquilo que a FRELIMO sabe fazer melhor que ninguém: desdobrar-se as bases. Muito estranho para mim!
Finalmente, num exercício a todos os níveis estranho, flagranteamos quadros da FRELIMO e da RENAMO em troca de propaganda romântica, quais galhardetes de amor e paixão, com declarações de fazer inveja. Em suma, são adversários em campo que parece jogarem para empatarem o jogo. Vale recordar que quando o adversário nos elogia é porque não estamos no bom caminho e da última vez que entre a RENAMO e a FRELIMO houve este “exchanging vows” a FRELIMO esteve a um passo de morar na oposição. Preciso lembrar os resultados de 1999? O adversário não pode ser objecto de carícias, mas alvo a abater numa guerra, naturalmente, com o devido respeito.
Em todo o caso, o que me anima é saber que a FRELIMO, sabiamente inspirada pelo espírito da gesta libertária e pelos briosos combatentes da luta de libertação nacional, as nossas reservas morais, tudo fará para evitar esta renamização a que tem sido imposta!
Mostrar mais reações
Comentários
Jaime Guambe Amigo ROXIN queremos paz! Assuntos de fórum partidário convém serem tratados lá. Bom dia
Mostrar mais reações
Alexandre Chivale Entao nos deixe. Ninguem te chamou!
Mostrar mais reações
1
33 min
Jaime Guambe E alguém precisa de ser chamado para assuntos que podem pôr em causa a paz? Só um irresponsável se colocaria nessa posição.
Mostrar mais reações
Alexandre Chivale Jaime Guambe, sim. Se não és membro e o assunto não te interessa, baza. Não te chamei porque sei que não és membro. Se não gosta do que escrevo tens duas opções: ignore or unfriend! Custa? Mencionei teu nome aqui? Falei de Guambização da Frelimo? Baza meu brada. Não perca tempo comigo ya!
Mostrar mais reações
Augusto BáfuaBáfua Yuuu, o mambo ta agressivo.
Mostrar mais reações
2
15 min
Mostrar mais reações
1
3 min
Augusto BáfuaBáfua Eish, "Installement Tréguas". Morri.
Mostrar mais reações
1
32 min
Armistício Mulande Concordo contigo amigo Alexandre Chivale. Não tenho nada contra a confraternização entre membros da Frelimo e da Renamo, que muitos até são amigos e familiares. O que inquieta-me é a aparente ausência de estratégia do partido para encarar os próximos pleitos para ganhar. E como bem recordas, 1999 é uma referência obrigatória. As recentes eleições internas a nível distrital e abaixo foram muito "low profile" (ou eu não acompanhei bem), e a única pessoa que parece estar a fazer algum trabalho partidário é o SG. Eu nem conheço a cara dos outros secretários, à excepção do amigo Niquice. Como tu, estou realmente preocupado com a vitalidade do partido. E sinceramente, não acho que o Presidente do partido esteja a fazer alguma coisa pelo partido; nunca o vi em acções concretas de galvanização das estruturas.
Mas como acredito no partido, tenho fé que haja por ai uma carta na manga, um plano B. 😀
Mostrar mais reações
1
22 min
Cnmutemba Mutemba Ontem vi no jornal de Portugal: ladrão confesso , processou a família , sua vítima, alegando que levou muita porrada, e isso não era forma de se tratar um ladrão. Muito caricato nê ? 
Então , estou eu a dizer que está aí outro caso....
Mostrar mais reações
1
21 min

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.