terça-feira, 23 de maio de 2017

O que já se sabe do bombista suicida de Manchester, Salman Abedi


ATUALIZADO213
Salman Abedi está confirmado como o autor do ataque suicida ontem à noite em Manchester: nasceu em 1994, era britânico de origem líbia, viveu em Fallowfield e já estava identificado pelas autoridades.
AFP/Getty Images
Autores
  • Carolina Branco
A CBS começou a levantar o nome pouco depois da hora de almoço, ninguém ligou muito à informação, mas a mesma foi confirmada por todos os órgãos por volta das 16h30: Salman Abedi foi o bombista suicida que cometeu o atentado de ontem à noite na Manchester Arena, que vitimou um total de 22 pessoas, entre as quais crianças.
Nascido em 1994, Abedi, de 22 anos, era um britânico de origem líbia e já estava identificado pelas autoridades. Terá vivido, ou tinha ligações, a Fallowfield, o local do sul de Manchester que foi alvo de buscas da polícia durante o dia. Salman Abedi vivia perto da Manchester Arena, a cerca de cinco quilómetros, de acordo com o New York Times, num bairro tranquilo.
Nem tenho a certeza de saber como era o seu rosto, para dizer a verdade. No entanto, devia cruzar-me com ele todos os dias”, comentou Rachel Harding, que mora numa casa vizinha à AFP.
Abedi, terceiro de quatro filhos, estudou na Universidade de Salford, frequentando o curso de Economia e Gestão, como explicou uma fonte à Press Association. Começou em 2014, foi dois anos às aulas (sem viver nas acomodações da universidade) mas desistiu antes da conclusão. Terá também frequentado o Centro Islâmico de Manchester.
Era um jovem muito discreto, sempre muito respeitoso para comigo. O seu irmão Ismael era muito sociável, mas Salman era muito reservado”, conta um cidadão líbio de Manchester citado pelo jornal The Guardian.
As buscas na Elsmore Road, uma rua na área de Fallowfield, foram feitas pelas ligações familiares a Salman Abedi. Segundo o The Guardian, a explosão que se ouviu foi no terraço da casa onde o bombista suicida viveu. Os oficiais fizeram também buscas na casa do irmão, Ismael. Ainda assim, não está confirmado que tenha sido ele a ser detido.
De acordo com o Expresso, Salman Abedi esteve em tempos ligado a um grupo da Al-Qaeda e agora a um grupo de jiadistas da Líbia.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.