quarta-feira, 17 de maio de 2017

Dhlakama quer que membros da Renamo perdoem a Frelimo


Líder da Renamo entende que se deve esquecer as feridas da tensão político-militar
O líder da Renamo, Afonso Dhlakama, pediu aos membros do seu partido a esquecerem o luto e dor, causados durante as hostilidades militares, e olharem com optimismo para a nova fase que o país está a atravessar. Dhlakama falava, hoje, aos seus membros em Cabo Delgado numa teleconferência.
Na ocasião, Dhlakama apelou aos seus membros a seguirem o seu exemplo, tendo recordado que ele próprio escapou a morte durante as hostilidades, mas nem por isso, pensou em vingança. O líder da Renamo disse que o contacto frequente que tem mantido com o Presidente da República, Filipe Nyusi, com vista a estabilização do país, é o exemplo que deve ser seguido.
Estiveram na teleconferência de Afonso Dhlakama membros da Renamo oriundos dos 17 distritos de Cabo Delgado.


Comentários
Julieta Jemissene Matam quando acham que devem matar, quando acham k ja chega param mesmo se intervenção de negociadores Internacional. E todos a aplaudirem.como diz o Máx Mawel o africano acredita naquilo que lhe dizem e não naquilo que vê.
GostoMostrar mais reações
Responder
4
11 h
Nhanengue Nhanengue Nhanengue Nhanengue Estes são os líderes que temos.
Já que o sr. como pai da democracia e defensor dos oprimidos dizes que temos que esquecer as feridas da tensão militar,vamos tentar e só espero que não recue mais para atrás.


Agora não sei se entre a renamo e frelimo,qual deles deve perdoar o outro.
GostoMostrar mais reações
Responder10 h
Hermenegildo Elias Cambula Os dois partidos devem pedir perdão ao povo
GostoMostrar mais reações
Responder2 h
Reginaldo Afonso Macuácua Dinho D verdade,todos devem pedirem perdao ao povo Moçambicano. Até entao o Dlhakama tá usar política,diz k a Frelimo é k deve pedir perdao,e a Renamo?
GostoMostrar mais reações
Responder2 h
CB Wilson Perdoar???? Recordam-se da Senhora que era negociante de madeira, morta à tiros no ano 2013 se não estou em erro, tendo esta mulher um marido paralítico, e a custear estudos do seu filho em uma universidade privada cá em Moçambique, aquilo marcou-me como humano, imagine os familiares como se sentem até hoje?? Esses políticos são de merda, Bob Marley dizia todos políticos actuais são ilegais,,,Eu esse não me atrapalha.
GostoMostrar mais reações
Responder57 min
Plácido Da Belinha Soca Esquecer?! Que bobeira! Isso é insulto, sabe! Como esquecer a morte de membros de várias famílias moçambicanas casadas por vocês? Não somos bonecos, madala, a gente é de carne e osso... Tanto você assim como a FIR (Nyussi) deveriam calar nesta matéria. Está de sacanagem
GostoMostrar mais reações
Responder1 h
Mahanguica Eduardo Assim mesmo sem mais nem menos. Ache k o dinheiro foi mesmo suficiente. Nao sou otario p acreditar k de Dia p Noite td acabou...
GostoMostrar mais reações
Responder11 h
Gusmão Peixoto Alguns imbecis são capazes de perdoar mas quem, ao longo de quarenta anos, perdeu familiares, amigos, casa, machamba, gado, viaturas, dinheiro e outros bens, DUVIDO!
Os imbecis até vão esquecer o que se passou (talvez porque estão descontentes com a FR
ELIMO) e vão votar nestes assassinos sanguinários. 
Muitos imbecis não conseguem ver que com este bandido, Moçambique entrará num regime ditatorial que só vai piorar a situação econômica, política e social do país. 
Estar descontente com a governação da FRELIMO não significa votar na RENAMO. 
Assim como, detestar e desprezar a RENAMO não significa ser da FRELIMO. 
Há moçambicanos sem filiação partidária. 
Há moçambicanos que pensam em política sem ser por via de Partidos políticos. 
Há moçambicanos que não são imbecis. 
Há moçambicanos que não perdoam aqueles que fizeram mal ao país, SEJA DE QUE PARTIDO FOR.
GostoMostrar mais reações
Responder
6
11 h
Dedé Machava Falou tudo homem. Palavras sábias
GostoMostrar mais reações
Responder4 h
Christopher Felex é preciso evitar masturbar se em frente das pessoas sob o risco de ejacular na cara delas como acabas de faze lo,fomos militares naquela guerra,quando os teus pais estavam a durmir e roncar antes de vce existir ja estavamos na armada e mesmo assim nao ousamos acusar ninguem pq sabemos oque é guerra,se tens megas cultive tua cultura geral,ainda bem que sabes que ha gente apartidaria e nao cabe a ti falar por elas,liberte tua mente de acusar os outros tanto que nao es o unico que perdeu alguem na guerra,fale por ti!desculpe o excesso de honestidade
GostoMostrar mais reações
Responder
1
1 minEditado
Carla Massunda Pene É fácil para quem não perdeu pai, mãe, irmão, amigo ou outro ente querido nesse conflito sem sentido. Espero pelo menos que a paz seja definitiva.
GostoMostrar mais reações
Responder
5
11 h
Mak Sim WA Hada Para quem leu a notícia percebeu que o Afonso falou para os seus membros e não para os moçambicanos. Perdoar é um bom principio para convivência pacífica. Sabemos que é difícil perdoar mas alguém tem que tomar iniciativa de incentivar a cultura do perdão.
GostoMostrar mais reações
Responder
3
3 h
Paulo Jorge Morgado Certos momentos o dinheiro vira o homem em santo
GostoMostrar mais reações
Responder
4
11 h
Dioclesio Uassiquetinho Eu não me deixo cair na elusão, para mim Dlakhama não se difere de macaco. Macaco mesmo levar pôr em cima da mesa, irá dar pinos.Eu lembro de algumas palavras k disse esse senhor após a saida das matas em 2014."Assinei o primeiro acordo de paz em Romabcom Chissano, assim vou à Maputo assinar o segundo com Guebuza, e da k alguns anos irei assinar o terceiro com Nyusu"Depois diz k temos k esquecer. Não quero acreditar k aquele senhor esteja a gozar de todas as faculdades mentais...
GostoMostrar mais reações
Responder
2
2 h
Pedro Jimisse Chichongue Os mocambicanos eque devem perdoar avoce pk quando etende sai para o mato quando chega eleicoes volta perde reclama afinal voce nao tem membros que contam tambem os votos ? Queremos paz efectiva sai do mato.
GostoMostrar mais reações
Responder
2
9 h
Shandy Tsinine Ambos estupidos.E as familias que perderam entequeridos vitimas de vossas vaidades e ganancia,como ficam???
GostoMostrar mais reações
Responder
2
11 h
Dedé Machava No lugar de se vangloriar a esses dois palhaços que acabam tornando se em herois de meia tigela, num país sério devia abrir se um processo para responsabilizar a estes pelos danos morais que causaram as familias enlutadas durante o conflito pelos interesses pessoais. A que saberem que o que voces os dois fizeram não tratou se de nenhun favor mas sim dever, que é manter a paz.
O que não consigo entender é, como foi possivel gastar se tanto dinheiro para reunir tantos otários na sala de conferência Joaquim Chissano em 144 rondas e sem chegarem a nenhum senso comum, e depois desse teatro apenas foi uma chamada telefónica que paralizou a banguça feita pelos ambos partidos. 
Ps: terminado o conflito em Munxungué, quem irá indeminizar as familias que perderam seus entequeridos durante esse conflito?
Já vieram ao publico para se explicarem os porquês de tudo isso?
Acho eu na minha humilde ideia que entre os homens da renamo e frelimo ninguém deve perdoar o outro, pois os dois lados sairam a ganhar nesse conflito, apenas o povo mais uma vez foi sacrificado em nome dos imteresses individuais
GostoMostrar mais reações
Responder
2
4 h
Belito Abel Menete Onde foi a pessoa que dizia que ia governar as 6 províncias à força? Afinal não foi por essa causa que matou algumas pessoas?
GostoMostrar mais reações
Responder
2
11 h
Sydney Manjate Você também Afonso o país não é voço é nosso
GostoMostrar mais reações
Responder
2
11 h
Mateus Bonifacio Sitoe Vamos esquecer que nossos netos, filhos, pais, mäes, madrinhas, padrinhos, etc, foram assacinados inocentemente por usarem transporte terrestre naquele troço?
GostoMostrar mais reações
Responder
2
6 h
Clayton Alberto Cossa Acha fácil p kem perdeu um membro da família?
GostoMostrar mais reações
Responder
2
11 h
Tomas Languane Perdoar, apesar de ser importante para pacificacao e reconciliacao nao significa esquecer
GostoMostrar mais reações
Responder
1
2 h
Laura Sitoe Borges Wau,como esquecer ?vendo cicatrizes pelo corpo,aquela dor de perder um famialiar amigo....
GostoMostrar mais reações
Responder
1
3 h
Laurindo Vaz sim em verdade que vamos nos perdoar porque todos nos somos moçambicanos. queremos paz definitiva
GostoMostrar mais reações
Responder
1
11 h
Egidio Zango Acho k dlhakama nunca terá uma escala certa das suas decisoes, ora vejamos foram tantas etapas ora dividir o pais, nomeiar governadores, governar as 6 provincias enfim bla blaaa... Agora os membros devem perdoar a frelimo k membros senhor presidente??? Se falhar essa negociaçao sera trégua, 
Ouve la toma posiçao pacifica e democratica lute pelo bem do povo, nao se demostre como um general bom em materia de guerra.
GostoMostrar mais reações
Responder
1
1 h
Pita Fundice Nao venha com essa! Todos anos temos k viver desta rotina de matar depois pedir perdao?
GostoMostrar mais reações
Responder
1
11 h
Nelma Mondlane que assim seja.....que a paz reine em África/Moçambique não é justo ver sangue de inocentes a escorrer pela terra por ideologias partidárias divergentes
GostoMostrar mais reações
Responder
1
11 h
Pascoal Vilanculo Eu imagino o quanto e doloroso perder um familiar, mas kual e ideia dos k axam k nao devia se perdoar, continuar a semear lutos e atrasar o pais?
GostoMostrar mais reações
Responder34 min
Antonio Alicete É necessario o perdao! Mas as familias que perderam membros como ficam?
GostoMostrar mais reações
Responder41 min
Cremildo Hosseia Munguambe Do meu Iado esta perdoado so p edimos que nao voIte acontecer, o povo esta cançado de OLITICOS DESTE PAÍS
GostoMostrar mais reações
Responder2 h
Jose Jacinto Para mim ambos devem se perdoar quer a renamo faz e fez tanto mal aos mocambicanos quer a frelimo fez e continua a fazer tanto mal aos mocambicanos se for questao de pecados ambos sao pecadores a bem da verdade e nao de fanatismos
GostoMostrar mais reações
Responder1 h
Bernardo Ernesto Matimbine O lider da Renamo da forma como se entende nos ultimos dias, com o Presidente Nyusi, acho que está a espera duma provável partilha de poder nas próximas eleições. Camarada Presidente Nyusi como Chefe do Estado e o lider da Renamo como Primero-Ministro.
GostoMostrar mais reações
Responder10 h
Mario Frank O bolso já está cheio...
Quem responderá pelos danos causados desde 2012-2017??????
GostoMostrar mais reações
Responder2 h
Mateus Zerulane Dhaka é um louco ,ninguem pode lhe imitar ,quantos pobres morreram em nome dele e hoje pra esquecer?
GostoMostrar mais reações
Responder56 min
Cristina Francisco Almeida depois d populaxao acabar na zona centro seu maluco.
GostoMostrar mais reações
Responder
2
2 h
Generosa Chirindza Chirindza Finalmente vamos viver sem medo d xtupido d afonso
GostoMostrar mais reações
Responder
1
10 h

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.