terça-feira, 2 de maio de 2017

Nicolás Maduro quer fazer uma nova Constituição

Venezuela.

522
13
Afinal, ainda havia mais uma carta na manga: no sentido de evitar a crise política, o presidente da Venezuela quer avançar com uma Assembleia Nacional Constituinte para fazer uma nova Constituição.
Nicolás Maduro continua a jogar carta após carta para travar contestação nas ruas da Venezuela
MIRAFLORES PRESIDENTIAL PALACE HANDOUT/EPA
Continua o jogo do gato e do rato na política venezuelana, mas para o presidente Nicolás Maduro não existe essa coisa do beco sem saída. Nem que, para isso, tenha mesmo de mudar as regras do jogo. Como se prepara para fazer: o líder venezuelano convocou uma Assembleia Nacional Constituinte que irá redigir nos próximos meses uma nova Constituição descrita pelo El País como algo “à medida do regime”.
Desta forma, e no seguimento da tensão social e política que levou os venezuelanos para as ruas também pelas apostas fracassadas por Maduro no plano económico, o presidente poderia legitimar o cargo sem ter de passar pelo sufrágio. Em resumo, esta Constituição será desenhada por 500 delegados, metade pró-regime: segundo o mandatário do atual líder, 250 pertencerão à estrutura comunal que tem defendido o chavismo, ao passo que os restantes 250 serão eleitos por voto direto e secreto em vários municípios.
Temos de alterar este estado, sobretudo a podridão que existe na Assembleia Nacional”, defendeu Nicolás Maduro.
“Temos de alterar este estado, sobretudo a podridão que existe na Assembleia Nacional”, defendeu Nicolás Maduro num comício que comemorou o 1.º de maio em grande festa, numa visão diametralmente oposta ao que se passava noutros pontos de Caracas, onde a polícia recorreu a gás lacrimogéneo e canhões de água para travar os protestos da oposição.

Como seria expectável, as primeiras reações à ideia não foram as melhores.
O país continuará a ser dirigido pelas instituições políticas como já acontece hoje. A presidência continuará nas mãos de Nicolás Maduro. Ao mesmo tempo, a Assembleia Nacional continuará a ser controlada pela oposição. Quando a Assembleia Nacional Constituinte estiver pronta e com os seus membros escolhidos, poderá rescrever a Constituição e transformar o Estado, ao mesmo tempo que pode demitir o presidente, a Assembleia Nacional e o Supremo Tribunal”, destacou o constitucionalista Leonel Afonso Ferrer à CNN.
“Está a tentar matar a Constituição da Venezuela”, sublinhou o líder da oposição, Henrique Capriles.
O que aconteceu hoje, e digo isto sem exageros nem dramatismos, é o maior golpe na história da Venezuela. Maduro está a tentar dissolver a democracia e a república”, diz Julio Borges, líder da Assembleia Nacional
O que aconteceu hoje, e digo isto sem exageros nem dramatismos, é o maior golpe na história da Venezuela. Maduro está a tentar dissolver a democracia e a república. Assim, o Partido da União Democrática e os membros da Assembleia Nacional convocam o povo venezuelano a revoltar-se e a recusar este golpe”, acrescentou Julio Borges, líder da Assembleia Nacional.
Acrescente-se que esta ideia não é original: em 1999, o antigo líder Hugo Chávez convocou a Assembleia Nacional Constituinte tentou, sem sucesso, algo parecido. Agora, Maduro recupera a ideia para “afastar o golpe fascista” e “promover a paz e a estabilidade no país”.
Partilhe
Comente
13Comente e partilhe as suas ideias
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: broseiro@observador.pt

Estados Unidos acusam Nicolás Maduro de “mudar as regras do jogo”

1
Os Estados Unidos acusaram esta terça-feira o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, de "mudar as regras do jogo" ao convocar uma Assembleia Constituinte.
MIGUEL GUTIERREZ/EPA
Durante uma conferência de imprensa na Casa Branca, cuja transcrição foi publicada no site do Departamento de Estado, o sub-secretário adjunto dos Estados Unidos para o Hemisfério Ocidental, Michael Fitzpatrick, sublinhou que o país está preocupado com a convocatória a uma Assembleia Constituinte na Venezuela.
Estamos profundamente preocupados com os motivos para esta Assembleia Constituinte, que ignora a vontade do povo venezuelano e corrói ainda mais a democracia venezuelana. Trata-se de esforços do Governo venezuelano para impedir a realização de eleições e para usurpar a autoridade da assembleia nacional venezuelana”, afirmou.
Mas Fitzpatrick foi ainda mais longe nas críticas a Maduro: “O que o Presidente [da Venezuela] está a tentar fazer novamente é mudar as regras do jogo. Sabe que está a perder poder e procura manipular as coisas, reescrever as regras, de modo a assegurar o acesso continuado ao poder, privilégios e proteções, para si e os seus amigos”.
Por outro lado, o sub-secretário adjunto dos Estados Unidos para o Hemisfério Ocidental explicou que as ações anunciadas pelo Presidente da Venezuela poderão dar motivo para considerar a aplicação de novas sanções contra funcionários do Governo de Caracas.
“Uma das primeiras coisas que estamos a fazer, diplomaticamente, é consultar com todos os nosso vizinhos e parceiros da região — devido ao facto de o problema da Venezuela não ser com os Estados Unidos. Com toda a franqueza, o regime tem problemas com o seu próprio povo. Os EUA trabalharão em estreito contacto com outras nações para desenvolver um enfoque regional holístico, em resposta ao que o Governo de Nicolás Maduro está a fazer”.
Na segunda-feira, Nicolás Maduro convocou os venezuelanos para elegerem uma Assembleia Nacional Constituinte cidadã, para, justificou, preservar a paz e a estabilidade da República, incluir um novo sistema económico, segurança, diplomacia e identidade cultural. Segundo Maduro, como parte das suas “atribuições constitucionais” está a reforma do Estado venezuelano, modificar a ordem jurídica, permitindo a convocatória redigir uma nova Constituição.
As marchas a favor e contra o Presidente venezuelano intensificaram-se há um mês e, segundo dados oficiais, 28 pessoas morreram. Fontes não oficiais elevam para 34 o número de mortos em manifestações, nas quais mais de 500 pessoas ficaram feridas e mais de 1.300 foram detidas.

No sentido de evitar a crise política, o presidente da Venezuela quer fazer uma nova Constituição.
Afinal, ainda havia mais uma carta na manga.
observador.pt
Guilherme Lopes, Luis Garrido, Filipe Rodrigues and 45 others like this.
Comments
Jorge Pêgo
Jorge Pêgo Não há ONU ou outras instituiçoes internacionais que parem com este tipo de xico- espertices dos ditadores de esquerda, direita, o q for? Para protegerem os povos?
Remove
Ana Carvalho
Ana Carvalho Não, tá tudo de conluio uns com os outros!
1 · 12 hrs
Remove
Oscar Pereira
Oscar Pereira o xico espertice esquerdoide é tolerantemente aceite e mantida com o aval da maioria dos politicamente correctos e designada como socialismo do século XXI para poder escravizar povos de forma a depois os entregar na miséria aos apetites do capitalismo que esses mesmos ditadores usam para seu proveito próprio. A China é um bom exemplo disso, assim como mais "próxima" Angola. Ele foi apoiado (ele e o Chavez) como foi "apoiado" o "grande líder revolucionário" assassino dos sete costados Fidel.
9 · 12 hrs
Remove
Lino Gonçalves
Lino Gonçalves este bandido e pio que o s alazar
Remove
Josefa Martins
Josefa Martins O Guterres já podia fazer alguma coisa!
Remove
Paulo Mota
Paulo Mota Num país dito democrático se um presidente quer consolidação política faz eleições, numa ditadura corrige a constituição.
Força povo venezuelano.
Remove
António Pimentel de Paiva
António Pimentel de Paiva Uma Assembleia Constituinte, em que os mandatados para o efeito serão escolhidos a dedo, para fazerem uma constituição à medida do personagem. Tenho a impressão que está ali um barril de pólvora pronto a explodir, e está ali, ou pensam estar, um futuro mártir da "democracia" popular, do tipo da preconizada por Otelo, à chegada da sua viagem a Cuba, quando ele era o todo poderoso do COPCON.
1 · 9 hrs
Remove
Aderito Valverde
Aderito Valverde Certo.Deixou semente na geringonça.Apesar de ter mudado até em relação ao Salazar dizendo que ele era honrado.
Remove
Pedro Pais
Pedro Pais Quando o governo é de esquerda é ilegítimo demitir os seus órgãos e substituir, pois democrático é substituir o povo. #esquerdacaviar
Remove
Antonio Labrujo
Antonio Labrujo Malandrão pede eleições dá meio milhão de espingardas às milícias...Não encontro nome para defenir. Este criminoso, e a elite oportunista que o apoia..
5 · 12 hrs
Remove
Rafael Bela Adao
Rafael Bela Adao O pior nem é chamar eleições,sofreria mesmo com toda fraude outra derrota humilhante ,mas o que quer é selecionar os constituintes através dos conselhos controlados pelos chavistas e não pelo voto direto .
Remove
Jean Rovaris
Jean Rovaris Maduro desarmou a população, colocou armamento pesado nas mãos de suas milícias assassinas, controlou exército, polícia e judiciário, retirou a comida e os medicamentos da população e hoje o país está em completo caos. Traduzindo: esse é o "Socialismo do Século XXI" em pleno vapor.
6 · 8 hrs
Remove
Vieira Leiria
Vieira Leiria quer fazer uma constituição onde ninguém pode abrir a boca ...nem tão pouco tossir que vão presos...se isso acontecer...manda matar todos os que são contra o comunismo na Venezuela...e fica com o cargo vitalício...
4 · 12 hrs
Remove
Pablo Martins
Pablo Martins O petróleo Venezuelano continua a calar ONU, EUA, UE, etc,
etc, etc.
3 · 13 hrs
Remove
Rui Jamp
Rui Jamp Tanto milhão de Venezuelano e não são capazes de linchar o Maduro... ponham-no numa jangada e metam-no no mar.
2 · 12 hrs
Remove
Marco Monteiro
Marco Monteiro A única forma de resolver a crise política venezuelana passaria pela demissão dos seus governantes e da substituição do seu regime político ditaturial e obsoleto por uma democracia. Em vez disso, e por forma a garantir o poder, o Presidente prefere fazer aprovar um conjunto de leis para perpetuar a crise e miséria num país afundado em inflação e dificuldades de crescimento.
2 · 13 hrs · Edited
Remove
Pedro Estrela
Pedro Estrela Para evitar bem pior que uma crise politica que já existe desde que tomou o poder era demitir-se
Remove
João Polónia da Cunha
João Polónia da Cunha Imaginem se em vez de Maduro se chama-se Salazar... o que iriam chamar ao homem...
3 · 11 hrs
Remove
Pedro Cabral
Pedro Cabral Mais um "fulgurante" (para a população) caso de sucesso do Socialismo!!
2 · 9 hrs
Remove
Alberto Tomás Reis Pereira
Alberto Tomás Reis Pereira Mas ele precisa de mudar alguma coisa!! Não está a ser democrático a mais.
1 · 13 hrs
Remove
Antonio Labrujo
Antonio Labrujo Desde antes.da Páscoa que talvez milhões de venezuelanos não tem farinha.Não tem pão Água meia hora de manhã e outra meia a tarde e nem sempre... Medicamentos 0 etc..isto tem nome. CRIME CONTRA PRÓPRIO POVO..
4 · 12 hrs
Remove
Abel Silva
Abel Silva Infelizmente a Venezuela vai direitinha para as cavernas. O que fazer? Os corruptos e ditadores, e racistas não desaparecem da face da terra
Remove
Aderito Valverde
Aderito Valverde De acordo com ele.! Que dizem os esquerdistas radicais da nossa praça!?
Remove
Maria João Barros
Maria João Barros Lino Goncalves o Sr. Esteve Dr. O.S. consseguia ser melhor... estava e piu ia
Remove
Jorge Mealha
Jorge Mealha Meteram um condutor de Autocarros a governar um país já se sabia que isto acabaria por acontecer.
Remove
Artur Pereira
Artur Pereira É pior do que os animais não quer ver o que o seu povo sofre usa palas nos olhos só vê para a frente não vê o povo que sofre BURRO não é digno k disto pk estes ainda são mais inteligentes.
Remove
Maria Coimbra
Maria Coimbra tal como cá alterar leis para seu interesse, a mesma maneira de agir, democratas
Remove
Hélder Alves
Hélder Alves Deus nos encontre bem confessados... que mais nos pode acontecer...
Remove
Miguel Figueira
Miguel Figueira É melhor abater o bicho antes que a dimensão do monstro se torne incontrolável.
Remove
Vitor Jor
Vitor Jor Pessa ajuda ao socrates Portugues. Ele e especialista na materia!!!!!!!!!!;!!!!
Remove
Luis Sobreiro
Luis Sobreiro O Erdogan, apesar de tudo ainda fez um referendo. Este é mais "prático ".
Remove
Nuno Pedreira
Nuno Pedreira Olha o amigao do Jerónimo e da Catarina
Aí se lixem os tugas que lá moram
1 · 9 hrs
Remove
Amy Katy Rey
Amy Katy Rey Projeto do foro de São Paulo, que agora mostra seu verdadeiro caráter, ou seu verdadeiro mau caráter...
Remove
Zeca Rodrigues
Zeca Rodrigues O sorriso do Maduro para a Madura não engana ninguém, não tarda a Madura tá é a levar com o duro do Maduro..
Remove
Norberto Sousa
Norberto Sousa A democracia que o BE aprecia !
4 · 12 hrs
Remove
Manuel De Lima Ferreira
Manuel De Lima Ferreira Deve estar a consultar os manuais do Estaline....
4 · 10 hrs
Remove
Rui Ribeiro
Rui Ribeiro Constituição​ À la carte
1 · 11 hrs
Remove
Ze Manuel
Ze Manuel E em Portugal ainda há quem vote na esquerda.... Acorda Portugal
2 · 11 hrs
Remove
Fernandoz Pereiras
Fernandoz Pereiras BANDIDO
2 · 12 hrs
Remove
Vasco Morgado
Vasco Morgado O ultimo que apague a luz!
Remove
Jorge Duarte
Jorge Duarte Tal e qual como a prima Catarina Maduro
Remove
Maria Teresa Silva
Maria Teresa Silva Este homem é completamente maluco e perigoso.
1 · 11 hrs
Remove
Luisinha Ribeiro Telles
Luisinha Ribeiro Telles Ditadura comunista é assim!!!
1 · 10 hrs
Remove
Carlos Costa
Carlos Costa À boa maneira comunista.
1 · 3 hrs
Remove
Josefa Martins
Josefa Martins Asqueroso!
Remove
Maria João Barros
Maria João Barros Va fazer o k fazem as galinhas. Na peida...
Remove
Diamantino Seco
Diamantino Seco Como apoio do BE e do PCP !
Remove
Antonio Gomes
Antonio Gomes Os ditadores são terríveis !!!
Remove
Ge Brito
Ge Brito . Vigarista, trafulha, imbecil !
Remove
Enio Caldeira
Enio Caldeira Género Turquia.
Remove
Valente Araújo
Valente Araújo Ridículo este ditadorzekoooo
Remove
Joaquim Braz
Joaquim Braz Já está maduro demais, já apodreceu.
Remove
Catarina Pereira Dos Santos
Catarina Pereira Dos Santos É louco este ditador
Remove
Luis Rocha
Luis Rocha Anedótico 😞
Remove
Alberto Oliveira
Alberto Oliveira Idiota
Remove
António Alberto Brito Nunes
António Alberto Brito Nunes Esse gajo que desapareça.
Remove
Paulo Euira
Paulo Euira Há que alterar o que causa empecilho !!!!
Remove
Deolinda Caçador
Deolinda Caçador Alguém te faça o jogo da baleia azul!
Remove
52 of 71

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.