sábado, 7 de janeiro de 2017

Certo dia, ao chegar ao fórum, avistei uma moça que me aguardava na entrada do gabinete.


Juristas de Resistência


Certo dia, ao chegar ao fórum, avistei uma moça que me aguardava na entrada do gabinete.

À medida que me aproximava, ela baixava os olhos para o chão, acuando-se num canto entre a parede e a porta.

- Olá! Posso te ajudar em algo?
- Oi, doutora. Meu marido pediu para que eu falasse com você.
- Quem é seu marido?

- É o João (*nome fictício*). Ele está preso.
- Ah, sim. O que aconteceu?

Nesse momento, a moça de corpo franzino começou a chorar. Suas lágrimas eram acompanhadas por intensos soluços e, por conta disso, não conseguia falar.

Eu, surpresa e sem jeito com a situação, pedia para que ela se acalmasse, o que foi acontecendo aos poucos.

- O que há? Por que chora tanto?
- Eu só queria saber quando meu marido sai da cadeia, doutora.
Eu, então, me calei. Tendo em vista o estado emocional daquela mulher, que me olhava com tanta tristeza, não podia simplesmente dizer que seu companheiro ainda enfrentaria mais sete longos anos de prisão.

Contudo, enquanto pensava em como dar a notícia, ela se adiantou:

- Acabei de sair do hospital. Sangrei uma noite inteira sozinha. Pedi ajuda, mas os vizinhos não escutaram. Perdi meu filho. Perdi a criança que preencheria a minha solidão. Estou só, doutora. Não tenho ninguém.

E começou a chorar novamente. Eu, diante dela, experimentava mais uma vez o sentimento que tem sido para mim uma constante na Vara de Execuções Penais: a impotência.

Por que conto esse episódio?

Conto para que não esqueçamos que o cárcere esconde dramas e histórias de vida que vão além, muito além daquelas paredes mofadas e mal cheirosas, daqueles corpos amarelados e abatidos.

Conto para que saibamos que existem pais, mães, esposas e filhos que, apesar de não estarem fisicamente presos, encontram-se em intenso sofrimento psíquico.

Conto para dizer que é absolutamente possível ser solidário às vítimas da violência e lutar para que o sistema carcerário não faça mais vítimas; afinal, ser a favor da vida não admite meio-termo.

Conto para que lembremos que diariamente pessoas são entulhadas como lixo, muitas delas sem decreto condenatório definitivo, a fim de que seja saciada a sede de vingança de uma sociedade doente.

Conto para que saibamos que seres humanos "pagam" pelos erros cometidos num lugar que, ao invés de ressocializar, é a barbárie na Terra.

Conto para lembrar que cabe ao Estado, sim, a sua proteção, e que a Constituição Federal prevê a dignidade da pessoa humana como um dos fundamentos da República, sendo um de seus objetivos a promoção do bem estar de todos. TODOS, sem exceção.

Conto para dizer que não quero, não posso e não vou me conformar com a situação dessas pessoas, e que no dia em que achar natural a morte de 60 seres humanos, no dia em que não enxergar nada além de "bandidos" naqueles corpos atrás das grades, a magistratura já não estará mais viva em mim.

Eu já não estarei mais viva.

* Fernanda Orsomarzo é Juíza no Tribunal de Justiça do Estado do Paraná e Jurista de Resistência.



GComentários


Marcos Massoni 😊👏🏻👏🏻😘🌻 ,,
Gosto · Responder · 1 · 14 h


Eduardo Niederauer Fantástico
Gosto · Responder · 2 · 14 h


Leila Emília Meira 👏👏👏👏
Gosto · Responder · 2 · 14 h


Aline Goudard A sociedade está doente! Essa é a mais pura verdade!
Gosto · Responder · 4 · 14 h


Regina S. Dalacort Dreyer Obrigada pelo texto! 🌷
Gosto · Responder · 3 · 13 h


Fernanda Orsomarzo Que honra ser citada aqui! Muito obrigada!
Gosto · Responder · 26 · 13 h


Joab Santos Você é um espelho doutora ....
Gosto · Responder · 2 · 12 h


Ver mais respostas


Patrícia Oliva

Gosto · Responder · 1 · 13 h


Gabriel Fontes Obrigado por dividir isso com a gente...
Gosto · Responder · 1 · 13 h


Claudiane Brandao Adriano Rafael
Gosto · Responder · 1 · 13 h


Nilson Nascimento Que universo de solidariedade para com o próximo a cada dia tenho à consciência que o mundo será melhor com pessoas de equilíbrio de conhecimento r prazer em se solidarizar com o seu semelhante
Gosto · Responder · 2 · 13 h · Editado


Sabrina Kathiele Joab Santos
Gosto · Responder · 2 · 13 h


Joab Santos Essa mulher é demais !
Gosto · Responder · 1 · 12 h


Érick Micheletti Excelente! 👏👏👏👏👏
Gosto · Responder · 1 · 13 h


Rosane Lima Por mais Fernandas Orsomarzos no mundo!!
Gosto · Responder · 3 · 13 h


Patrick Macedo Devia ter pensado nisso antes de cometer crimes. E as lágrimas dos parentes das vítimas? Também comovem?
Gosto · Responder · 5 · 13 h


Ver mais 2 respostas


Guto Faria Patrick Macedo arbitrariedades, as maldades, os erros, não se justificam. Precisamos encontrar o equilíbrio, e não será assassinado semelhantes, em quaisquer situações, que chegaremos a ele. Reflita com um pouco mais de boa vontade.
Gosto · Responder · 4 · 12 h


Roselena Cunha Nossa Parabéns doutora... texto lindo
Gosto · Responder · 2 · 13 h


Greicy Bronholo 👏👏👏
Gosto · Responder · 1 · 13 h


Susan Macieira Ela é mesmo apaixonante!
Gosto · Responder · 2 · 13 h


Breno Mariz Bruno Mariz Isadora Elias um ótimo exemplo a ser seguido. Ainda há esperança no mundo jurídico.
Gosto · Responder · 3 · 13 h


Luciana Drummond Duda Guimaraes
Gosto · Responder · 1 · 13 h


Rita Gomes Muito bom o texto. Os familiares sofrem pelo ente querido e não podem ser julgados e humilhados como são.
Parabéns, Fernanda Orsomarzo!!! Belo trabalho!!! Deus lhe dê sabedoria e sensibilidade em sua linda carreira!!👋💋🌻🙏
Gosto · Responder · 2 · 12 h


Letícia Messias Neli Sousa
Gosto · Responder · 1 · 12 h


Tamela Ramos Igor Feracini
Gosto · Responder · 1 · 12 h


Celso Rocha COM A POLÍCIA MILITAR O SISTEMA É PESADO E O PROCESSO É SINISTRO!https://www.facebook.com/damadeferroddf/videos/1701783526817323/?pnref=story


02:19



531 262 visualizações

Dama de FerroGostar da Página
3 de Dezembro de 2016 ·


Esse PM é pauleira.. duvido vc não rir!!!
Gosto · Responder · 1 · 12 h


Celso Rocha E QUANDO UM BANDIDO FACCIOSO E MAFIOSO MATA PESSOAS DE BEM E POLICIAIS, A FAMÍLIA DOS ASSASSINADOS DEVEM RECEBER INDENIZAÇÕES DO ESTADO?https://www.facebook.com/guardamunicipalGcm/videos/1187033238016850/?pnref=story


Policial aperta OAB
01:11



5015 visualizações

Guarda Municipal GcmGostar da Página
Ontem às 0:05 ·


O Estado deve indenizar todas as famílias das vitímas de homicídios?

Quem concorda? Compartilhe, curte ou comente!
Gosto · Responder · 12 h


Regina Costta Sinto - me em alívio extremo ao ler e ter o conhecimento de que alguém lá de "cima" pensa tal como eu. Esse texto (história real) muito me representa, representa aquilo que penso e sinto sobre o tema.
Gosto · Responder · 3 · 12 h


Ana Celine Vieira Maravilhoso texto! Precisamos ter compaixão pela dor do próximo. Por mais magistrados assim 👏👏👏👏
Gosto · Responder · 3 · 12 h


Sandra Cavichioli Parabéns!!
Gosto · Responder · 3 · 12 h


Gabriela Brizzi Marcelly Reis Isabelly Cupertino
Gosto · Responder · 3 · 12 h

1 resposta



Helo Frazão Graças a Deus leio essas palavras!!!!!
Gosto · Responder · 1 · 12 h


Marnuzia Magalhães Por muito mais magistrados assim!! Parabéns Dra Fernanda Orsomarzo 😘
Gosto · Responder · 2 · 12 h


白井 アキヒロ Infelizmente essa é a realidade de um país onde sua população fica à mercê de políticos sem qualquer escrúpulo ,onde ser esperto já virou regra .Quando algum político desvia dinheiro público,está desviando também milhares de futuros cidadãos,brasileiros que poderiam ter melhores oportunidades !Dai entra os direitos que vossa excelência citou com paixão e compaixão ao próximo !
Gosto · Responder · 12 h


Rafaella Piacentini Mariana Endres Rodrigues Coelho
Gosto · Responder · 1 · 12 h


Antonio Eduardo Ramires Santoro Natalia Lucero, que tal entrevistas com juízes titulares de VEP pelo Brasil?
Gosto · Responder · 2 · 12 h


Ahyalla Riceli Michel Giotto da Silva
Gosto · Responder · 1 · 12 h


João Pedro Dos Santos Paulo Fabiane Amaral
Gosto · Responder · 1 · 12 h


Jonathan Farias Marcio Mendonça, dá uma lida aí.
Gosto · Responder · 1 · 12 h


Athos Gomes Parabéns pelo posicionamento corajoso, civilizado e humano ...aliás talvez tudo isto seja a mesma coisa
Gosto · Responder · 12 h


Gustavo Torquato Incrível Dra., uma verdadeira inspiração!!
Gosto · Responder · 12 h


Silviany Ramos 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻
Gosto · Responder · 12 h


Daniel Augusto Andreoli FERNANDA ORSOMARZO PARA O STF. O atual STF está muito desgastado. É preciso renová-lo.
Gosto · Responder · 12 h


Elisabeth Zorgetz Coragem de falar a verdade necessária como só mulheres tem
Gosto · Responder · 1 · 12 h


Raphael Moschen Excelente texto. São profissionais como a magistrada Fernanda Osomarzo que fazem o Poder Judiciário mais forte e preparado para seus desafios. Sem dúvidas, temos muito a mudar mas são atitudes como as suas que podem trazer a esperança.
Gosto · Responder · 3 · 12 h


Bebel Nonato Davina Nonato 😉
Gosto · Responder · 1 · 11 h


Davina Nonato Reflexão não dói! É isso aí!
Gosto · Responder · 2 · 7 h


Cléo Bueno Maria Fernanda Peroni
Gosto · Responder · 11 h


Isabel Liberal Anna Clara Liberal
Gosto · Responder · 1 · 11 h


Fernando Gabriel Gomes Concordo em que tudo!!! Apenas não consigo entender onde se encaixa a palavra livre arbítrio de se dispor a fazer o bem ou o mal, e que diante de um enorme número d presidiários tem-se uma quantidade maior andamento de seres humanos nas mesmas condições degradantes mas isso não os torna desvirtuosos em relação lei!!!
Gosto · Responder · 1 · 11 h


Fran Vasconcelos Quero ser da resistência pq não acho normal a dignidade da pessoa humana não ser respeitada e por tantas outras coisas que fere de morte a constituição
Gosto · Responder · 11 h


Fernando Gabriel Gomes Na lei da vida todo passo gera uma consequência seja ele bom ou mau!!! Deveríamos ter consciência disso enquanto ainda à tempo!!!
Gosto · Responder · 1 · 11 h


Flávia Guerra Eu não gosto muito de juízes... os vejo querendo ser Deuses na terra. Entretanto Dra. Fernanda encontro em vc esperança de dias de justiça melhores. O seu olhar reflete não só sua posição mas a do outro. Minha gratidão.
Gosto · Responder · 2 · 11 h


Sibele Aquino Caroline Tassara Carla Viola Roberta Madeira da Costa Marcela Coelho conhecem essa página???
Gosto · Responder · 1 · 11 h

1 resposta



Silvia Sequeira Lilian Schurt
Gosto · Responder · 11 h


Alexsandro Alves Isso é contraditório tem que ter compaixão das crianças que ficam com fome nas ruas porque o governo tem que gastar com presos , e não é pouco não.
Gosto · Responder · 1 · 11 h

4 respostas · 6 h



Henrique Luz Meus respeitos!
Gosto · Responder · 11 h


Edite Kulkamp Pereira Warmling Muitos falam: " que matem mais 60". Facil pensar assim quando nao foi com um filho seu, um pai, um irmao, um amigo....
Gosto · Responder · 1 · 11 h


Marcos Souza Thayssa Serra
Gosto · Responder · 10 h


Ingrid Julliane Luanna Lance lendo esse texto lembrei de vc ; (
Gosto · Responder · 10 h


Ingrid Julliane Luanna Lance lendo esse texto lembrei de vc ;)
Gosto · Responder · 10 h


Beatriz Herdade Larissa Rossi
Gosto · Responder · 1 · 10 h

1 resposta



Assis Juazeiro Pessoas não são entulhadas!
Elas q se entulham!
O Estado não cumpre a constituição?OK,mas antes um criminoso,preso sem o condenatório definitivo do q um marginal s recuperação entre eles voltar a cometer crimes contra mais inocentes!
O magistrado q vive cercado de segurança,em casa,no trabalho q fala q é injusto e mi mi mi.o bandido q causa sofrimento ao cidadão,a sua família e a se mesmo. Vc vê o q eles fazem nestes motins? Arrancam as cabeças e felizes ficam espetando o rosto do decapitado,com toda felicidade q se vê nas imagens.tenho do das crianças estupradas,dos homens roubados e assassinados!
Gosto · Responder · 1 · 10 h · Editado


Érica Cristina Loira Santista
Gosto · Responder · 1 · 10 h


Armando Novaes Parabéns pela postura, sou policial civil e também sinto uma angústia quando converso com familiares do preso e nada posso fazer para amenizar o sentimento deles. Sou de uma época em que as delegacia eram cadeias, no dia de visita aquela filha enorme de mulheres, mães, companheiras, tinha o dia de visita das crianças, me emocionava com essa triste situação, mas era e ainda é o sistema.
Gosto · Responder · 6 · 10 h

1 resposta



Taila Vital Felipe Gustavo leia isso por favor.
Gosto · Responder · 10 h


Jairo Guimaraes Meritíssima passe um final de semana no RJ, mais precisamente em uma comunidade com UPP.

Gosto · Responder · 2 · 10 h · Editado

2 respostas · 8 h



Emerson Luiz Kkkkkkchapada.
Gosto · Responder · 1 · 9 h


Emerson Luiz Acho que seria mais humano é viável se incomodar. E se preocupar. E se emocionar com pessoas de bem que são estupradas e mortas. Muitas decapitadas. Nas rua s do Brasil. Aí sim estaria fazendo papel de magistrada...
Gosto · Responder · 5 · 9 h


Edson Olivir Boettger Boettger

Gosto · Responder · 9 h


Altair Camargo Excelentíssima magistrada, quando quem tem o poder da decisão olha para apenas um lado, a sociedade corre grave risco de auto destruição e não estamos longe disso, fui da área da segurança durante 32 longos anos e como tal posso discordar de alguns de seus pontos.
Primeiro, se vc apenas olhar pelo ângulo do presidiário, tudo está errado, acontece que vivemos em um país de terceiro mundo, onde grande parte da população ainda vive em favelas e nem por isso são marginais, pelo contrário, são pessoas de bem, que com grande dificuldades vivem suas vidas. Que vc falar que os presos não podem ter o tratamento nos presídios de hoje isso é evidente, acontece que essa é a estrutura que tem, alimentação, acessória judiciária, se vc não quer ter esse tratamento, simplesmente não cometa crimes.
Quanto a tão falada ressocialização : Como esperar ressocialização de um ser que estupra, mata e desova o corpo em lixão qualquer ou que na última rebelião decepou a cabeça de outro ser, poderia citar milhares de casos, são seres que matam pelo prazer, ou pra mostrar seu poder e pronto.
Agora falemos dos seus, a família realmente sofre, passa dificuldades xefim tudo de ruim, por outro lado temos as vítimas, ninguém fala nelas e o ESTADO, também tem obrigação com elas, educação, saúde e também a SEGURANÇA e o ESTADO tem que ter suas prioridades e tem que ser as pessoas do bem, só isso!!!
Mais uma só pra concluir, não é porque o ESTADO não investiu na logistica (presidios), Que tem inventar meios sem qualquer critério pra liberar vagas, a sociedade do bem, não merece
Gosto · Responder · 4 · 9 h


Nuni Ribeiro Perfeito texto. Além de excelente juíza, um excelente ser humano.
Gosto · Responder · 2 · 9 h


Ana Paula Porto O que mais me deixa triste é saber que muitos estão lá ainda aguardando o julgamento. E um ladrão e/ou assassino do colarinho branco aguarda o julgamento solto. Definitivamente s justiça Não é igual para todos.
Gosto · Responder · 3 · 9 h

1 resposta



Edyla Yuri Morrem 60.000 pessoas por ano vítimas de criminosos... São 60.000 vazios como o relatado.
Ressocializar é uma providência de primeira hora...
Mas auxiliar as vítimas já não é mais providência, é dívida.
Gosto · Responder · 1 · 9 h


Aníbal Costa

Reproduzir


-1:08


Desativar



Definições Visuais AdicionaisEntrar no modo de ecrã completo



Gosto · Responder · 3 · 8 h


Daysa Mendonça Então somos todos da resistência! Precisava ler algo assim!
Gosto · Responder · 1 · 8 h


Cristina Prante Eu não aceito isso esses papo pois o esposo dessa moça quando cometeu o seu crime não se lembro da esposa e do filho porque eu tenho que saber as histórias de vida deles se esses vagabundos não se lembraram não tenho pena vítimas da sociedade uma ova sao marginais mata tudo
Gosto · Responder · 3 · 8 h


Daniel Portella Ó no que dá não estudar.
Gosto · Responder · 2 · 6 h


Thiago Pellegrini Valverde Agora vai na igreja rezar, cidadã de bem.
Gosto · Responder · 1 h


Cristina Prante Daniel Portella é comigo ??????
Gosto · Responder · 35 min

Escreve uma resposta...



Everton Lemos É fato que vivemos em uma sociedade doente, que a muito vem sendo consumada por um câncer maligno que já se alastrou por toda extensão de seu corpo e que dificilmente terá uma cura.
É fato que os três poderes constituídos da republica federativa do Brasil a muito não funcionam como deveriam, harmônicas e independentes entre si, com a finalidade única, que é o interesse público, conforme prevê os princípios constitucionais da LEGALIDADE , IMPESSOALIDADE, MORALIDADE. PUBLICIDADE E EFICIÊNCIA.
E temos como consequência entre muitos e muitos problemas, o problema da segurança pública, que sem duvida seja o que mais assole nossa sociedade na atualidade e que também seja o mais complexo dos problemas, que vai muito além de um problema de policia.
É fato que vivemos a pior epidemia de criminalidade de nossa historia, consequência da maior epidemia de impunidade que já vimos, o que por si só já explica o número assustador da população carcerária que a cada dia só aumenta e que se torna cada vez mais reincidente. Chegamos ao ponto de concluir que pelo atual cenário em que vivemos no Brasil o crime compensa, aja vista os mais diversos benefícios que esses indivíduos que agem a margem da lei recebem do estado, como indultos, auxílios, progressão de regime, livramento condicional, saída temporária, audiências de custodia, leis que abrandam ou descriminalizam condutas criminosas, ONGs e diversos órgãos de direitos humanos em seu auxilio. Direitos e benefícios que talvez venham sendo criados com a intenção desesperada do estado em diminuir o inchaço nas cadeias e presídios brasileiros e que acabam indo na contra mão da verdadeira e árdua solução do problema que é a ressocialização e a desmotivação a criminalidade.
É fato que famílias são destruídas diariamente por essa epidemia, seja dos marginais que optaram conscientemente e voluntariamente, encantados, deslumbrados pela facilidade do mundo do crime em nosso País, que se torna a cada dia mais atrativo, ou pelas famílias das vitimas que choram a morte de seus filhos, filhas, pais, mães e amigos vitimas desses que escolheram trilhar o caminho do crime, que infelizmente não tem seus diretos resguardados pelo estado com igualdade aos dos seus algozes.
Gosto · Responder · 5 h · Editado


Regina Lima Tem todo meu respeito!!!
Gosto · Responder · 1 · 8 h


Loira Santista Gostei muito
Gosto · Responder · 1 · 8 h


Pedro Keese Isabella Alchorne
Gosto · Responder · 1 · 8 h


Isabella Alchorne Emocionei 💖 precisamos muito de juízas/es assim em SP...
Gosto · Responder · 1 · 7 h


Isabella Alchorne Às vezes penso em ser juíza criminal por conta de relatos assim
Gosto · Responder · 1 · 7 h

Escreve uma resposta...



Melina Maria 👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽essa juíza sim, faz jus ao cargo que ocupa...
Gosto · Responder · 1 · 7 h


Melina Maria A frase principal é "ser a favor da vida não admite meio termo". Ou seja, ou se é ou não se é... não dá pra ir na igreja e protestar contra o aborto, por exemplo, e achar bom ou ficar indiferente às mortes dos presidiários! Sao vidas e ponto final!!!!!!!!!!
Gosto · Responder · 4 · 7 h


Rose Alexandre Raissuli Vivemos em uma sociedade doente onde a barbárie está tomando o lugar da educação e do respeito em tudo. Padecemos de políticos sérios, compromissados com o bem-estar e bem comum do povo, do cidadão que paga seus impostos. O Estado está se desviando absurdamente do princípio básico para o qual foi criado. É perfeitamente entendivel a preocupação da magistrada. Tanto se fala e se deseja melhorar a convivência entre os povos. Mas nosso país está mergulhado em uma onda de massacres em todos os setores da sociedade. Faz-se necessário que juristas, professores, sociólogos, psicólogos, pedagogos, e todos que têm conhecimento e o poder de mudança se unam e implementem ações que possam modificar esse quadro olhando para cada cidadão brasileiro e ver nele um ser humano capaz de produzir, de trabalhar e se engajar para o progresso e desenvolvimento do país. Mas pra isso temos que dar um salto bem alto na educação para que todos os outros setores melhorem.
Gosto · Responder · 1 · 6 h · Editado


Aníbal Costa Lindo texto! Porém, sinto falta de textos, semelhantes a esse, em solidariedade às famílias dos cidadãos, vítimas dos "reeducandos" do Sistema Penitenciário. Infelizmente, na realidade, lutar pelos DIREITOS das vítimas dos HUMANOS VIOLENTOS não atrai os holofotes da mídia! Brasil, o país da modinha!
Gosto · Responder · 1 · 7 h · Editado


Andrea Mesquita Gabriela Bia
Gosto · Responder · 1 · 7 h


Andrea Mesquita Mariana Fernandes Távora
Gosto · Responder · 1 · 7 h


Guilherme Lira Thayssa Reis Luis Artur Dallacqua Gustavo Guimarães
Gosto · Responder · 3 · 7 h


Adenilson Batista E uma pessoa que nunca ficou na mão desses bandidos... Nunca sofreu nada... Nunca deve ter saído na rua... Viveu sempre no mundo dá fantasia, por pessoas como ela que estamos à mercê de marginais de toda periculosidade, ela não merece usar a toga que ostenta, princípio do juiz imparcial...
Gosto · Responder · 7 h


Otília Loth Juíza linda! 😍😍😍😍😍
Gosto · Responder · 1 · 7 h


Daniel Augusto Andreoli PELO FIM DO DIREITO PENAL, DEFENDE DESEMBARGADOR. Leia aqui: http://www.opovo.com.br/.../e-preciso-encontrar-caminhos...



É preciso encontrar caminhos para destruição do direito penal
OPOVO.COM.BR

Gosto · Responder · 1 · 7 h


Daniel Augusto Andreoli https://www.youtube.com/watch?v=R74yLbr2d70



Desembargador aposentado Amilton Bueno de Carvalho é o…
YOUTUBE.COM

Gosto · Responder · 1 · 7 h


Alyeska Maria Crestani de Souza Danielle Espezim Dos Santos
Gosto · Responder · 1 · 7 h


Daniel Augusto Andreoli Este desembargador deveria estar no STF.
Gosto · Responder · 1 · 7 h


Marcia Alamo Você não está só nessa luta . Como nós existem muitas pessoas que acreditam que só o amor constrói . Força .
Gosto · Responder · 2 · 7 h


Alexandre Czaplinski Lindo texto para a família do marginal! !
Mas extremamente sem fundamento para família da vítima! !!
Gosto · Responder · 4 · 7 h


Lucimeire Martins "É absolutamente possível ser solidário às vítimas da violência e lutar para que o sistema carcerário não faça mais vítimas; afinal ser a favor da vida não admite meio-termo" - Essa frase resume.
Gosto · Responder · 8 · 7 h


Vanderlei Correia

Gosto · Responder · 7 h


Andressa Santos Diogo Romero dá uma lida...
Gosto · Responder · 6 h


Gustavo Henrique Millani Tadinho deles. Tão bonzinhos. Leva um pra sua casa. O cara rouba, mata, estupra, e quer o que? Uma medalha? Massagem nas costas? E as vítimas, alguem lembra delas? O pai que perde o filho pra vagabundo roubar pra fumas droga. Alguém se importa com isso?
Gosto · Responder · 5 · 6 h

4 respostas · 45 min



Marcos Souza Parabéns Doutora Fernanda Orsomarzo, que seus pensamentos façam eco em Tribunais e Varas Criminais por nosso país.
Gosto · Responder · 2 · 6 h


Marcos Souza Larissa Viegas
Gosto · Responder · 1 · 6 h


Bruno Arrais Denise Moura Ana Freire
Gosto · Responder · 2 · 6 h


Marco Targino Daniela Paes Saraiva Lima
Gosto · Responder · 1 · 6 h


Solange Buchele de Sthiago Peço licença para compartilhar esse texto emocionante!
Gosto · Responder · 2 · 6 h


Mauro Bicalho Fernanda Orsomarzo, Lindo texto para a família do marginal! !
Agora, por favor faça também um lindo texto pra família da vítima deste marginal.
Gosto · Responder · 12 · 5 h · Editado


Nei Alberto Salles Filho olhem Thais Cristina Santos e Daniele Cristina
Gosto · Responder · 2 · 5 h

2 respostas · 3 h



Caroline Nau Lofi Diego De Azevedo Simão
Gosto · Responder · 1 · 5 h


Franco Bichara Quanta sensibilidade heim douta magistrada. .. Poderia transmitir por osmose este afã para a juiza q cuida da minha demanda. .. Onde o que esta em jogo sao 2 crianças inocentes na mão da genitora incompetente .... E o Estado Juiz NADA faz ... Que será do futuro delas ... ??????????????
Gosto · Responder · 5 h

2 respostas · 44 min



Fernandes Alberto Eu passo...
Gosto · Responder · 5 h


Mariana Macedo E se o marido dessa moça tirou a vida do unico filho de uma familia? Se tirou a vida do pai de crianças que crescerão orfaos? Pq os vizinhos nao a ajudaram??
Piedade de pais/maes de familia, filhos que morrem na maos desses marginais, parece que ninguem tem
Gosto · Responder · 3 · 5 h · Editado

1 resposta



Cássio Gomes Pereira ... e? era para comover? Se tiver que me preocupar vou fazer pela família das vitimas de tais animais.
Gosto · Responder · 3 · 5 h

2 respostas · 31 min



Marcio Parzewski Sinto muito não me comoveu. Prefiro me preocupar com as pessoaa de bem.
Gosto · Responder · 3 · 5 h

1 resposta



Paulo Faccioni Boa tarde Juíza! Infelizmente a educação passa pelo mesmo problema! O que é pior agente vê o que vai acontecendo com essas pessoas na infância e assistimos de mãos amarradas!
Gosto · Responder · 4 · 5 h


José Simplicio Que me desculpem os críticos de plantão, mais não vejo ninguém amparar as famílias das vítimas, viúvas, filhos passando fome, pois o pai daquela família foi morto pelo marginal, que foi para o sistema penitenciário, onde passamos a sustenta lo e a sua família recebe auxílio reclusão, e a a família dá vítima? Com todo respeito, Excelentíssimos vão rever seus conceitos, ou vão a merda.
Gosto · Responder · 8 · 5 h

6 respostas · 38 min



Tamine Adriano Goes Deza Duarte
Gosto · Responder · 1 · 4 h


Elinay Melo Fernanda Orsomarzo uma das minhas melhores aquisições do temerário 2016. Orgulho de tê-la no rol das manAs
Gosto · Responder · 1 · 4 h


Thaisi Leal Thalita Leal
Gosto · Responder · 1 · 4 h


Sérgio Schmidt Vou contar uma história. Certa vez ao adentrar no cemitério, uma menininha de 9 anos olhou para mim ao longe... Conforme fui me aproximando ela abaixava a cabeça ... Cheguei perto e com muita dificuldade consegui trocar algumas palavras... Ela tinha acabado de ver a morte de sua mãe pelo marido desta senhora aí dá história da postagem... Ela olhou para mim e disse:
- Senhor, um homem fez mal para mim... Quando minha mãe chegou e viu ele colocando seu "pipi" em mim, ela partiu para cima dele... Ela levou 5 fadas... Ela não vai sair mais daqui do cemitério....
Chorei... Fim fim da história.
(Pode parecer obra de ficção , mas tenha ctz de que se buscar algumas histórias por aí, vai encontrar coisa pior)
Gosto · Responder · 6 · 3 h · Editado

4 respostas · 42 min



Robson Mendes Codeço Codeço Quando for envolver com alguém,busque informações,familia ,amizades,religiao ...,pra depois vim chorar.
Gosto · Responder · 3 h


Thais Cristina Santos O que mais assusta, e ler os comentários onde pessoas criticam o texto e ainda torcem pelo fim do direito penal, :( julgar parece tão mais fácil:(
Gosto · Responder · 12 · 3 h

2 respostas · 40 min



Edson Padilha Bando de hipócrita. ...
Gosto · Responder · 1 · 3 h


Luiz Henrique Marques Desculpa, mas a sociedade e o Estado devem se ocupar, primeiramente, com a proteção das pessoas inocentes, que se tornam vitimas desses homens, criminosos, rotineiramente.
Gosto · Responder · 4 · 3 h

2 respostas · 1 h



Everton Ribeiro de Araujo Imparcialidade passa longe não é doutora! Se for comover-se com todas as histórias de vida das pessoas, com certeza vossa excelência deixará de condenar muitos criminosos, mas se parar pra ouvir um pouco a família das vítimas dessas pessoas, quem sabe a senhora não recupere um pouco seu juízo!
Gosto · Responder · 7 · 3 h

2 respostas · 1 h



Alademir Bidoia Leia este texto para as vítimas daqueles coitadinhos que estão encarcerados. Que dó.
Gosto · Responder · 3 · 3 h


Fernanda Oliveira Stefany Oliveira
Gosto · Responder · 1 · 3 h


Daniella Scheidt Maristela Fidelis
Gosto · Responder · 1 · 2 h


Tininha Loredo Juliana Moraes e Fernanda Loredo
Gosto · Responder · 2 · 2 h

1 resposta



Daniel Azeredo Lembrando que todos nós estamos sujeitos a estar de um dos lados, pois nunca se sabe o dia de amanhã ! E mesmo que o ódio ao preso ( mesmo esse não sendo ainda condenado ) lembro que o texto diz muito além do detento diz sobre suas raízes e proles, que ao ignorar a miséria social e humana, estamos comtendo também um " crime " .
Gosto · Responder · 7 · 2 h

1 resposta



Aimée Regina Fernando Gonçalves da uma lida nisso quando puder!
Gosto · Responder · 1 · 2 h

1 resposta



Fabio Rosa Humanizem-se.
Gosto · Responder · 6 · 2 h


Mariana Souza Maria Bernadete Souza da Silva
Gosto · Responder · 1 · 2 h


FP Balem Por que uma pessoa que não se identifica com as causas da página a segue?
Gosto · Responder · 9 · 2 h

1 resposta



Valmir Carmona Prá mim, ninguém é obrigado a entrar na vida do crime. A cadeia é tão ruim que o preso sai por indulto e no mesmo dia já comete o mesmo crime que o levou a prisão. Concordo que a cadeia deveria resocializar o preso. A pergunta é : quantos deles querem ser resocializados. A maioria está no mundo do crime e por lá querem ficar. Agora o estado tem muito mais obrigação de fornecer segurança para a sociedade de bem do que ficar passando a mão na cabeça de vagabundo. Fui policial por quase trinta anos e nunca me foi perguntado se eu estava com problemas ou passando alguma necessidade.
Gosto · Responder · 7 · 2 h


Jairo Mesquita Excelente texto.parabéns!
Gosto · Responder · 3 · 1 h


Kerly Guimaraes A constituição prevê a dignidade da pessoa humana, e que cabe sim ao estado a proteção, mas porquê só é visto isso, só se fala isso, quando morre bandido? Os inocentes que morrem a todo momento vítimas desses bandidos, cadê sua proteção e dignidade? A vítima de estupro, cadê sua proteção e dignidade? Indignada com esse mimimi todo. Enquanto inocentes morrem e ninguém se abala.
Gosto · Responder · 8 · 1 h · Editado


Marcos Moreira Moreira Ja fui assaltado 7 vezes, bandido tem que ficar na cadeia.
Gosto · Responder · 2 · 1 h


Sandra Quadros Wallace Martins
Gosto · Responder · 1 · 1 h


Rafaela Matos Roberta Matos
Gosto · Responder · 2 · 1 h

1 resposta



Paulo Sérgio C Santos Penso como essa juiza, tambem opero o direito, mas nao na area criminal, mas penso como ela. Sofro com o sofrimento alheio, sei que muitos detentos causaram mal em muitas vidas, mas estao pagando com a sua liberdade e o Estado e o garantidor de suas segurancas, vivemos num Estado Democratico de Direito felizmente e infelizmente muitas.pessoas leigas nao querem entender que o preso tem direito a sua dignidade a ser garantida.
Gosto · Responder · 6 · 1 h


Elen Soares Nao querem entender que o Estado pune conforme a Lei mas quer que as pessoas cumpram suas penas de qualquer jeito, esquecendo que tem uma Lei de Execucao Penal
Gosto · Responder · 1 h


Paulo Sérgio C Santos Sim a LEP que e uma lei especial e moderna, infelizmente sofreu alteracoes in pejus, mas ainda garante que cada preso tenha a sua dignidade garantida. Infelizmente, muitos juizes e promotores e ate defensores se esquecem e ate se negam em aplicar e fiscalizar o devido cumprimento da lei, pois a finalidade da prisao e a ressocoalizacao e nao a vinganca pelo delito cometido.
Gosto · Responder · 1 h


Kiko Salvador Leva pra casa velho!
Gosto · Responder · 1 h


Maria Elizabeth Barbosa Lá vem o mantra burro
Gosto · Responder · 38 min


Escreve uma resposta...





Henrique de Broutelles Qual a diferença daquele que mata para aquele que torce para que morra? Pouca. É tudo gente de merda. A diferença está na covardia dos que torcem ao pedir para que outros façam o trabalhinho sujo.
Falta de colhões, se querem que vos diga.

Este feed de comentários está cheio de gente assim.
Gosto · Responder · 4 · 1 h


JS Filho Cleyton Vasconcelos, Diego Freitas
Gosto · Responder · 1 h


Rafaela Matos Texto muito bom. Excelente! Conheço muita gente que precisava ler isso. 👏👏
Gosto · Responder · 2 · 1 h


Eliza Souza Que texto!
Gosto · Responder · 1 h


Aparecido Ribeiro Talhares Parabéns Fernanda ,Você é uma ser humana de verdade. SÃO JUÍZAS COMO.VOCÊ QUE SALVA O JUDICIÁRIO.
Gosto · Responder · 2 · 1 h


Edilene Mendes Julga É Facil.
só assqueinato que leva a prisão ? esquece que lá tem crime por perseguiçao monte de processo.
Que precisa de dinheiro para provar inocência?
Gosto · Responder · 4 · 1 h


MP Carvalho Você me orgulha.
Gosto · Responder · 1 h


Erecina Figueiredo Parabéns , excelente texto . Existe a justiça para fazer valer a pena aplicada mas jamais a barbarie que tantos aqui defendem , um dia por algum acidente eles poderão estar do outro lado e serem torturados , pode ser um parente ,um amigo que esteja preso e seja tratado dessa maneira , saibam os ignorantes que 40% dos mortos de Manaus nao tinham penas por homicídio.
Gosto · Responder · 1 · 1 h


Fatima Silva Que palhaçada nunca vieram na pg para defender um trabalhador ou um policial. Realmente os valores se inverteram
Gosto · Responder · 3 · 1 h


Lohanna França Jardel Magalhaes Pereira
Gosto · Responder · 1 h


Fernando Batista "Bandido bom é bandido morto"; vamos lá:
Significado de Bandido...Ver mais
Gosto · Responder · 7 · 1 h


Scheila Torquato Otto Engraçado, o preso tem direito, e o policial morto? E a família desde que defende pessoas com seu próprio peito? Me fala? Onde está a defesa dá família dele?
Fez cagada fica preso! Nao tenho dó nao. Quem tem dó leva pra casa.
Se querem um mundo correto, seja correto! Nao defenda vagabundo, nao é por ser pobre que se vira bandido. Tem muito riquinho por aí assaltando e matando.
Gosto · Responder · 6 · 1 h

2 respostas · 6 min



L Tubarão Santana Pelo teor de alguns comentários, pelo evidente desejo de vingança que certas pessoas nutrem por presos - muitos ainda nem condenados -, pelo regozijo de alguns diante da morte de dezenas de detentos no AM é RR, só posso concluir que estes cidadãos precisam, com urgência, de auxílio psicológico.
Não dá pra aceitar que se satisfaçam com a morte de quem nem conhecem.
Gosto · Responder · 7 · 1 h


Jefferson Rodrigues Quando são presos, cobram um tratamento humanizado. Mas quando matam, destroem famílias, estupram, roubam patrimônios que conseguimos com suor. Parecem animais selvagem, não possuem piedade ou remorsos.
Gosto · Responder · 4 · 1 h · Editado

2 respostas · 12 min



Rosana Capodeferro O que é uma pena Meritíssima é que esse sentimento de dever ao cuidar dos encarcerados não é o mesmo com relação às vítimas desses marginais. País de família morrem todos os dias ao serem assaltados perdendo a vida pela merreca de um salário mínimo para sustentar sua prole. Aí esse marginal que querem chamar de cidadão, mata por cem reais, que é o dinheiro do leite, diga- se de passagem, e vai prisão. Sua família tem todo o respaldo do Governo, porque a senhora, mais do que ninguém sabe o valor do auxílio reclusão. E a vítima? E a família dessa vítima. Nunca ouvi ninguém vir a público reinvindicar quaisquer direitos. Não estou aqui dizendo que pessoas têm que ser mortas. Longe disso. Quero apenas o mesmo respeito pelo cidadão de bem, pelo trabalhador, pelo pai de família, pelo policial que morre em serviço para defender pessoas como nós. Estamos vivendo num país refém dá marginalidade. Onde para o criminoso tudo é para o cidadão de bem nada. Policiais são arrancados de suas famílias por traficantes todos os dias. Porque o governantes, a Justiça, os direitos humanos não olham com os mesmos olhos para todos? Será porque a Justiça é cega? E será que os direitos humanos acham que "humanos" são apenas os que estão à margem dá sociedade? Será que estamos vivendo num país com tamanha inversão de valores onde se tem mais benefícios sendo um criminoso ao invés de um trabalhador. Sem contar, ainda, que todos sabem o que é o sistema carcerário brasileiro, e mesmo assim muitos insistem em estar lá, pois a grande maioria é reincidente e está ali porque desejam ganhar sem trabalhar.
Gosto · Responder · 5 · 1 h

2 respostas · 48 min



Levi Ananias Lima Primeiro e sempre, os humanos direitos depois os contos de fada, onde bandido é vítima!
Gosto · Responder · 1 h


Susan Santos QUE TRISTEZA.
Gosto · Responder · 1 h


Kiko Salvador Um bando de besta feras, quero ver no dia que eles pegarem alguem da sua familia Dra. o que voce vai dizer.
Gosto · Responder · 1 · 1 h


Rosana Bradv Pessoas, quem é do time de 'bandido bom é bandido morto ' tá na pg errada. A pg certa pra vcs é a do Bolsonaro, Tuma, por exemplo. Não percam tempo por aqui. Lá vcs encontram tudo o que gostam, inclusive imagens de barbárie e tortura.
Gosto · Responder · 14 · 1 h


Cleverson Rebéka Santos Só posso estar louco, to vendo um monte de gente dizendo excelente texto? É isso mesmo?
Pra quem ta achando que vagabundo se ressocializa e o estado está sendo falho nesse trabalho, leve pra sua casa e faça vc mesmo esse trabalho, contribua com o ser humano... Enquanto isso prefiro ver eles se matando
Gosto · Responder · 2 · 1 h

5 respostas · 20 min



Alademir Bidoia Meu Deus é o fim do mundo do mesmo. Presos tem mais direitos que as pessoas de bem. Sem comentários.
Gosto · Responder · 2 · 1 h

2 respostas · 55 min



Helo Alfonso Acredito no cuidado desde a infância ...adolescência...não teríamos tantos bandidos adultos...
Gosto · Responder · 4 · 1 h


Thiago Pellegrini Valverde A quantidade de analfabetos funcionais lendo o texto e comentando é impressionante.
Gosto · Responder · 10 · 1 h


Marco Cabral da Silva Que Deus te abençoe hoje amanhã e sempre...Muito me orgulha em saber que ainda existe na magistratura,profissionais
comprometidos com o princípio da dignidade da pessoa humana e com o devido processo legal !!!
Gosto · Responder · 3 · 52 min · Editado


Marco Farias Excelente texto desta jurista.
Gosto · Responder · 1 · 48 min


Maria Do Carmo Andrade Se os políticos pensassem assim, mudaria as leis prá melhorar esse Brasil
Gosto · Responder · 32 min


Carlos Ariel Rosa Me digam então quantas mães, pais, filhos, outros entes queridos e amigos que choraram por serem vítimas desses bandidos que morreram, hoje existe uma inversão de valores e quem sofre são os que seguem as leis
Gosto · Responder · 1 · 30 min

1 resposta



Carol Soares Vanessa Gazaniga Ferreira Soares leia
Gosto · Responder · 29 min


Jesse Roque OK concordo, mas já olhou para o outro lado? E a vida que essa pessoa encarcerada tirou, e a família que perdeu o chefe de casa, ou a dona do lar, esses esquecemos? Ou será que estamos invertendo os valores? Só percebo que estão muito preocupados com pessoas criminosas, e deixando as vítimas no esquecimento.
Gosto · Responder · 1 · 28 min


Carmitinha Sobreira Muitos sofrem a dor da miséria , a dor da violência e se misturam em uma sociedade de abandono a esperar por justiça .Justiça deveria ser com igualdade .Bandido pobre é igual a bandido rico . Como também o poder político não tem atenção para os mais necessitados de bem estar . O primeiro direito no DH é o direito de nascer e crescer em um lar digno , alimentação , saúde ,educação .Isso se dá na sociedade de classe alta , media . Mas não importa ,quando a pessoa dá para o mal não escolhe classe .O coração pode falar alto no ter cuidado com o ser humano . Mas ,a razão não aceita , a violência ,crueldade ,a bandidagem e por isso ,venha de onde vier bandido é bandido . Minha destinta é difícil mudar o mundo .Como Jesus morreu ?
Gosto · Responder · 1 · 24 min


Nathália Stagliano Felipe Ramalho
Gosto · Responder · 22 min


Marcos Aurélio Jhonatan Lutes
Gosto · Responder · 20 min


Bianca Steffen Lopes Mayara Morales
Gosto · Responder · 1 · 20 min

2 respostas · 12 min



Michelle Melim Excelente Fernanda! Excelente!

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.