sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Moçambique e Turquia reforçam cooperação bilateral


Filipe Nyusi e Recyp Erdogan assinam seis acordos de cooperação
Moçambique e Turquia assinaram hoje seis acordos de cooperação nas áreas de diplomacia, economia, cultura e turismo. A assinatura dos acordos marcou a primeira visita de um Presidente Turco a Moçambique.
Recyp Erdogan chegou a Maputo na noite de ontem, para 24 horas de visita ao país. O primeiro acto oficial teve lugar nesta terça-feira, com uma deposição de coroa de flores em homenagem aos heróis moçambicanos.
Perto do meio-dia, Erdogan foi recebido pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, na Presidência da República. A Recepção teve direito a todas as honras militares e de Estado, que incluíram uma salva de canhão.
Filipe Nyus e Recyp Erdogan reuniram, primeiro a sós, e depois com as respectivas delegações, para pouco mais de duas horas a porta-fechada. No final, foram assinados os memorandos que selam o reforço da nova etapa de cooperação bilateral.
Os detalhes dos acordos assinados não foram revelados, contudo, o Presidente da República disse que representam uma importante etapa para o país.
Na área económica, a Turquia disse que a intenção é duplicar o volume das trocas comerciais, para valores consentâneos com as potencialidades dos dois países.
A visita de Erdogan terminou com a participação no Fórum de Negócios Moçambique
Ser - Huo
25/1 às 12:42 ·



TERRORISMO x ERDOGAN x CONVENIENCIA

O nosso país é exactamente isso, feito conveniências, de distribuição de gracinhas e umas desgracinhas.
A gente pensa por conveniência, fala por conveniência, a conveniência da aparência, a aparência das relações.
Então, há poucos anos aqueles americanos (?) disseram que Moçambique era terreno fértil para incubação de terroristas, indicando aqueles malucos do Boko Haram como estando por cima da jogada. Todos nós, moçambicanos feitos de bons americanos por conveniência (até nos damos o desplante de reclamar porque os americanos de gema votaram em Trump), exigimos que o governo da pérola usasse essa informação para fazer algo, desde que nao nos deixasse chegar ao extremo de "fabricarmos" bandidos (são bastantes aqueles nossos "supostos homens armados", incluindo os homem-catana das cidades).
Essa informação de "células terroristas" ganhou ímpeto quando depois se disse que um dos bombistas de Paris viveu em Maputo e curtia num dos bairros e cafés mais chiques da cidade capital. Por conta disso, exigimos explicações a quem de direito.
Hoje veio aquele turco, o tal Erdogan, e disse, com seu toque de discurso directo - já que os outros so mandam recados - que estamos a mercê de terroristas. Porque é o turco, com ar de mafioso, ninguém o toma a sério; aliás, transformaram seu discurso em intenção chacota. Todos alegam que o homem está a perseguir seus opositores (até pode ser, depois daquele filme de tentativa de golpe, esse parece bom actor).
Alegamos que os tais citados são investidores estrangeiros, parceiros de negócios, que nada têm com praticas ilícitas. Ohhhh, até pode ser verdade, mas num passado recente um nosso concidadão, investidor de sucesso, foi-lhe congelado isto e aquilo porque alegadamente era "barão de droga com possíveis ligações terroristas". Não piscamos o olho para duvidarmos de sua ligações criminosas, porque quem disse eram aqueles de la. Até hoje não provaram nada, mas nós acreditamos e exigimos ao governo, procuradoria para fazerem mais com esse cidadão.
A questão de hoje é o que nos garante que esses investidores turcos são limpinhos, e que esse Erdogan só quer alimentar a sua mania de perseguição?
O terrorismo vive na base de investidores, e todos nós sabemos, apenas não queremos avental a hipótese de serem os daqui, porque - já - são nossos amigos e fazemos negócios com eles.
Ora, deixando esse nosso lado de posicionamento apaixonado, já nos demos ao luxo de tomarmos um pouquinho as afirmações desse turco como elementos para manter um olho e um ouvido em alerta? Ou só faremos quando aqueles de lá - os mesmos que fecharam as torneiras - vierem nos dizer "vocês vivem com terroristas feitos de investidores"?
OK


GostoMostrar mais reaçõesComentarPartilhar
88
Comentários


Lyndo A. Mondlane uma das coisas que tem turquia sao excelentes serviços de informaçao do estado, erdogan nao esta louco, algun informe tem na mao, e pode que tenha entregue ao seu amigo nyusi, outra coisa é so e so querer perseguir seus opositores..ainda alguem recorda da caça de abdulla oçalan em kenia?? pois isso
Gosto · Responder · 1 · 25/1 às 14:09 · Editado


Ser - Huo ...mas preferimos aborda-lo como o "caçador" de opositores, e fingimos que não sabemos que uma dose das suas manias podem ter algum pingo de razão.
Gosto · Responder · 1 · 25/1 às 15:28


Gervasioa Absolone Chambo Se há malandros por cá Erdogan tem a legítima razão de levar a Turquia mesmo que por cá sejam bons meninos de business... Penso que esse tal Ergodan que mal conheço não estaria maluco passados 6 meses de tentativa de golpe de estado. O seu governo investigou e teve resultados que nos chocam como moçambicanos que andamos pelo mundo à caça de investidores estrangeiros para desenvolver Moçambique. Nessa caça, por vezes trazemos à casa pessoas erradas que se aproveitam dos acordos de cooperação bilateral...
Gosto · Responder · 1 · 25/1 às 15:55


Salvador Mandlate E ha quem diz que aquele golpe foi por ele orquestrado (?), e como eu gosto de opinioes isoladas, fixei esta, para que' nao sei...
Que devemos estar em alerta, concordo....ja neutralizar o golpista alheio, hummm!!!!
Enquanto aqui temos os nossos que tentantaram no tempo de Chissano...a "comerem" vida boa
Gosto · Responder · 1 · 25/1 às 16:39


Amade Chande Acho que ele recebeu o relatório do Simpósio Islamamico, que houve numa das salas de um dos Hoteis, em Nampula em Novembro do ano passado!
Gosto · Responder · 1 · 25/1 às 16:54


Ser - Huo É por esse amgulo Gervasioa Absolone Chambo que tambem estava a ver o cenario, pois me pergunto, O QUE OPOSITORES DE ERDOGAN ESTARIAM A FAZER EM MOCAMBIQUE, justamente Mocambique, que estamos cansados de saber que somos um paraiso de mafia. Eu acho que estamos a levar de forma adolscente este tal maniaco...
Gosto · Responder · 25/1 às 18:06


Gervasioa Absolone Chambo Não vamos desenvolver o country com gente que tem milandos nos seus países. Somos pobres sim, eles dão-nos emprego e poderiam dar-nos cada vez mais tudo bem mas por cá valem-nos investidores estrangeiros que um dia não venham nos criar golpes ao nosso humilde país. Se têm assuntos com Erdogan que seja lá na Turquia. Por cá vale mais ser pobre que mal acompanhado.


Guedes Caetano Eusébio A. P. Gwembe...favor comentar isso...aqui queremos sua opinião....
Gosto · Responder · 15 h


Ser - Huo ohhh Guedes, nao chamaste devidamente o Eusébio A. P. Gwembe!
Gosto · Responder · 1 · 13 h


Guedes Caetano Não sei o que deu errado...thanks


Ser - Huo
19 h · 
Estive semana transacta em Nacala por 3 dias. Não no prédio, e sim, la no verdadeiro eleitorado, e vi que há problemas que temos de enfrenta-los porque não nos preparamos para evita-los. 
Do que vi, posso tomar o risco de dizer que aqueles manos de Nacala bem que podiam dar umas ideias simples mas práticas sobre gestão da crise de água aos manos da grande capital. Quero duvidar que ali mesmo que não haja fornecimento de água por 1 semana certas casas tenham os seus depósito vazios. Vi tanques subterrâneos preparados para "qualquer situação", capazes de fornecer obras (não quero me meter no deb técnico de engenharia).
Também posso arriscar que o nosso maior problema é depender pura e exclusivamente daquela ligação que vem da conduta principal do FIPAG directo para o chuveiro de casa, aquela em que se o vizinho ah su torneira baixa a pressão. 
Não incomoda a ninguém que num dia se reclama de "não tomei banho por causa de água que não sai", dia seguinte está a postar coisa de tipo "o melhor fiscal das obras é chuva", dois dias depois volta a resgatar aquela portagem de "não tomei banho pó causa da água que não sai", dia seguinte actualiza o estado para "tenha calma God, não precisa bombar toda chuva de uma vez, amanhã é dia", e dois dias d novo aquela portagem "até quando esse sofrimento de falta de agua". O que um tanque não faria nessa chuva que só serve para noticiários!?
É claro que há quem vai dizer que construir tanque implica investimento, e que a responsabilidade de prover água é do Estado, sim, com razão, mas o que distingue o animal racional dos demais é exactamente o ser "racional", raciocinar, pensar o problemas de possíveis soluções... até beber 2M implica investimento.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.