sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Gatuno Amurane

Ontem, durante o noticiário da STV, Amurane foi acusado de ser gatuno por um membro do seu partido. As senhoras e aquele gajo, morderam os lábios inferiores para acusar aquele que é visto como um dos edis modelos nas bandas do Galo, e olharam de frente para as câmaras.
Eis que deparo-me, aqui no facebook, com elementos SS (simpatizantes secretos), a dizerem que a senhora e os seus acusaram o "sereno" do Amurane sem provas. Dizem eles que amurane era empresário antes de ser edil, ou que as casas em Portugal estão aos saldos, ou que esperemos a Procuradoria, ou, como disse o meu broda, "cadei as provas?" Juro?
Lembro-me que as mesmas pessoas têm um acusado de estimação, a quem imputam tudo o que acham que não vai bem na sua vida, mormente o mano Guebas, mas neste, estranha e convenientemente, já não há necessidade de provas, nem de antecedentes, e muito menos de circunstâncias. Basta a fé de que as coisas são assim mesmo, e assim serão.
Isto puxa-me à questão da convicção emocional, que é puramente guiada pela crença e pelo conforto das emoções em relação aos factos. Isto é, a gentxe procura construir "verdade" que amainam as nossas convicções e nos fazem ter argumentos, sem nunca precisar de factos para provar essa "verdade".
Esta visão é mais forte que a inteligência, que muitas das vezes fica subjugada para trabalhar para aquela. Isto é, as pessoas usam a inteligência que têm para reforçar esta convicção emocional, procurando justificações "muito inteligentes" para poderem manter a convicção emocional mais válida que ontem, claro, sem precisar de recorrer aos factos.
Esta situação unilateraliza o pensamento, e faz de nós uns autênticos crentes que somente precisam de reforçar a nossa zona de conforto para construirmos uma moral pessoal "isenta". É o que está a acontecer com os apaniguados SS.
Na verdade, Amurane, assim como mano Guebas, são simplesmente acusados, e não há nenhuma prova que possamos usar para validar essas acusações, e por isso, para mim, teremos que procurá-las primeiro, e mais tarde poderemos acusar, mas com algo válido nas mãos.
Se fosse que os meus amigos SS quisessem usar de verdade a ciência, eles iam fazer uma comparação paralela, e despertariam para o que de verdade aprenderam. Mas pelos vistos parece que isso não vai acontecer, e a convicção emocional vai vivendo com eles kulakumpendzuka.
Poupem-me dessa visão "científica" ancorada nas emoções. Procurem libertar-se de análises que já têm resultados mesmo antes de testar as hipóteses. A maioria de vocês sabem pensar, e por favor, façam-no.
Nhanisse!
Sobre corrupção...
Em algum país africano um presidente que perdeu eleições saiu do país, diz-se, com uns milhões que não são dele. E o debate foi ele levou menos que o/s daqui supostamente roubaram.
A palavra corrupção em si encerra um conjunto de atitudes/ações em relação a coisa pública, melhor dizendo quando usamos a coisa pública a nosso favor indevidamente. Esta definição é simples, mas ajuda-nos, a meu ver, a circunscreve o campus da corrupção. Só para ficarmos claros, o conceito não é coisa e, apenas nos ajuda a referenciar a coisa reificando a coisa. então, me surpreende quando se diz que a corrupção é um conceito, digamos de conteúdo vazio, sobretudo no nosso belo país ou África.
Voltando a vaca fria, dizer que aquele presidente foi menos corrupto porque levou menos que outro na verdade é aceitar a idéia de que a corrupção tem dimensão de utilidade pública em algum momento.
A segunda questão sobre a corrupção que nestes dias me surpreende é a tentativa de dizer que a Europa, América etc também são e têm corruptos.
A questão não está em ter ou não, mas o que se faz com a corrupção quando encontrada. é este o dilema que não conseguimos ultrapassar em nosso contexto, dar um tratamento em função do consenso social (leis e moutros) do e no país.
Por último, dizer um país desceu 32 lugares devido a percepção que se tem sobre a corrupção é no mínimo dizer "todos dizem isso e a coisa é essa". Uma preguiça tremenda para alguma análise que se quer útil.

Helio Macanga Não acrescento nem mais um ponto. Está tudo dito.
Aires Maduela
Aires Maduela Passamos a vida a lamentar? ou agimos?
Helio Macanga
Miro Guarda
Miro Guarda Menos comparado a que? Onze milhoes deixaram o pais de tangas, assim como 2 bis deixaram a nos... Menos comparado a que? Oh madre
Mindo Da Villa
Mindo Da Villa Esse dai que saiu com alguns teve dó, Aqui houve quem levou todoooooooo....
Comentários
El Patriota
El Patriota O tempo é mestre!
Américo Matavele
Américo Matavele Para o caso de Amurane?
El Patriota
El Patriota Nos vários casos... Eu sou pela justiça, se Amurane entrou em GATUNAGENS, que seja punido.
Américo Matavele
Américo Matavele Concordo com o "se". In toto.
Aira Rui
Aira Rui 1- Aquela senhora que falou tudo aqui o filho está detido; 
2- Não faz parte do MDM, 
3- Já foi funcionária do CMN por corrupção foi encostada;

4- O filho foi encostado por suspeitas de corrupção, e dito para esperar novas ordens, ele e família decidiram em meter a queixa na procuradoria do tipo o CMN expulsou sem justa causa.
Por sua vez a procuradoria da cidade fez o seu papel de audição a CMN e o lesado...
Depois a procuradoria da cidade achou que o caso poderia ser tratado no GCCC...tendo transferido o caso em Setembro passado. Onde o GCCC achou que realmente houve desvio de fundos..
Gosto · 2 · 13 h
Aira Rui
Aira Rui O jornalista exagera ao dizer que ela é funcionária da assembleia municipal e já foi chefe da banca algo que não constitui verdade... não conhecendo perfeitamente a elas fez a confusão. Elas são gémeas.
Gosto · 2 · 13 h
Aira Rui
Aira Rui Aquela foi um rede que o vereador das finanças havia montado porque: após ser confiado aquele cargo levou os seus membros familiar a lugares estratégicos daquele sector..ali está tio, sobrinho, prima e irmão.
Gosto · 2 · 13 h
Aira Rui
Aira Rui Aquela foi uma rede que o vereador das finanças havia montado porque: após ser confiado aquele cargo levou os seus membros familiar a lugares estratégicos daquele sector..ali está tio, sobrinho, prima e irmão.
Gosto · 13 h
Angela Maria Serras Pires
Angela Maria Serras Pires Entao afinal a Frelimo Esta a fritar o
MDM ??? Hahaha
Estevao Mabjaia
Estevao Mabjaia Nhanisse mesmo.
Francey Zeúte
Francey Zeúte Ontem, depois de ver a peca jornalística, um amigo que estava la em casa prontamente rematou a dizer, "querem sujar o Amurane, estao a ver as eleicoes que se aproximam e querem sujar este bom gestor." EU yuh, calei. Quando queremos sabemos ser artistas.
Taisse Sigaúque
Taisse Sigaúque looolest
Américo Matavele
Américo Matavele Kkkkkkkkkkkkkkkkk... Não queria problemas mano? Estes as vezes São violentos.
Francey Zeúte
Francey Zeúte Melhor calar as emocoes estao a flor da pele. Melhor ouvir e calar.
Cheu Domingos
Cheu Domingos Semblunte da senhora diz tudo. Uma encomenda mal ensaiada.
Gosto · 3 · 23 h
Júlio Mutisse
Júlio Mutisse Digamos... acusações "zangadas" daquelas senhoras
Gosto · 1 · 14 h
Cristina Amelia
Cristina Amelia Hahaha. A Sra defamou o edil sem provas isso é crime
Homer Wolf
Homer Wolf Ntsém!...
Júlio Mutisse
Júlio Mutisse Ainda não vi as provas sobre Guebuza ter levado mola da Ematum... nem da Cris, nem do Homer nem de quem quer que seja...
Gosto · 14 h
Teixeira Teté
Teixeira Teté E a senhora no fim questionaram lhe tens provas disso? Ela "não tenho provas" kkkkkkk que disparate.
Antonio Jossias Uqueio Uqueio
Antonio Jossias Uqueio Uqueio kikikikiki! Ela viu que o seu irmao supostamente acusado de desviar fundos da Edilidade era usado pelo Edil calou e agora fala acusando o Edil? hahahahah.....
Max Lee
Max Lee Se amurane fosse da Frelimo, então as palavras da sra seriam de facto provas.
Juvêncio Flores
Juvêncio Flores A dona k falou n tem provas
Gosto · 17 h
Homer Wolf
Homer Wolf Essa é boa: quer comparar "UMA senhora que acusou", com... "(1) os parceiros de cooperaçáo + (2) as instituiçóes financeiras + (3) alguns envolvidos que já deram com a lingua nos dentes + (4) já agora, uma senhora que acusou + (5) outros tantos milhóes de moçambicanos agastados"... ah camone pah

Maputo, Matola e Boane estáo com crise de água desde dia 10... 
Mbora lá poupar este precioso recurso. Não invente fogos de palha à toa...
Se-jah lá honesto ...
Gosto · 6 · 23 h · Editado
Américo Matavele
Américo Matavele Kakakakakakakakakakakakakakakakaka... "Esta visão (convicção emocional) é mais forte que a inteligência, que muitas das vezes fica subjugada para trabalhar para aquela. Isto é, as pessoas usam a inteligência que têm para reforçar esta convicção emocional, procurando justificações "muito inteligentes" para poderem manter a convicção emocional mais válida que ontem, claro, sem precisar de recorrer aos factos." Escrevi isto no post.
Gosto · 23 h
Homer Wolf
Homer Wolf Esses numeros que coloquei aí, náo estáo só para enfeitar: Para o caso, são os factos.
É facto (1) que os parceiros de cooperação deixaram de injectar $ e bla bla bla... É facto (2) que o FMI condicionou o apoio a bla bla bla... É facto (3) que os Chan
gues desta vida já vieram para aí dizer que foram "solicitados" para assinar papeis bla bla bla... É facto que (4) e (5) o pessoal já não vai na (vossa) conversa.

O Único "facto" que vc apresenta é uma senhora que falou umas coisas. 
tsc
Gosto · 13 · 23 h · Editado
Rafael Ricardo Dias Machalela
Gosto · 1 · 23 h
Américo Matavele
Américo Matavele Kakakakakakakakakakakakakakakakaka... Factos. Hummm...
Gosto · 23 h
Cheu Domingos
Cheu Domingos E uma senhora q mal saiu da fita. Ela mesma diz que nao tem provo do que diz e, logo nao tem certeza.
Gosto · 2 · 23 h
Homer Wolf
Homer Wolf ntsém!..
Gosto · 1 · 23 h
Rafael Ricardo Dias Machalela
Rafael Ricardo Dias Machalela Então assim estão a fazer auditoria. E também estão a criar uma comissão parlamentar de inquérito. Hehehehehe.
Gosto · 3 · 23 h
Sergio Buque
Sergio Buque E a mesma Senhora diz não ter provas .

Só um cego para levar asério , a fúria desmedida daquela senhora .


Ela não sabe que quem mandou prender os jovens não foi o Amurane .
Gosto · 1 · 23 h
Filho Do Cinzentinho
Filho Do Cinzentinho Tá panharam Matavele kkkkkkkkkk
Gosto · 3 · 22 h
Américo Matavele
Américo Matavele Aonde, mano. Tudo o que se fala aqui, é guiado pela convicção emocional. Como disse alguém, se Amurane fosse da FREL, opa... Não seria necessário essa cena de provas ou sei lá o quê. Kakakakakakakakakakakakakakaka... Pelo menos aprendo algo aqui no facebook, e valido algumas teorias.
Gosto · 3 · 22 h
Francey Zeúte
Francey Zeúte EHE HE HE HE EH.. SE FOSSE DA FREL JA TINHA SIDO JULGADO AQUI? E' ISSO? EHHHHEH
Gosto · 1 · 20 h
Homer Wolf
Homer Wolf E porquê será?...
As "más companhias" contam para os (pre)juizos.... Se Amurane fosse da "facção"....
Gosto · 4 · 20 h · Editado
Américo Matavele
Américo Matavele Kakakakakakakakakakakakakakakakakakakakaka... Isto está MESMO engraçado.
Gosto · 1 · 20 h
Homer Wolf
Homer Wolf Minto?
Gosto · 1 · 20 h
Américo Matavele
Américo Matavele Convicções não se discute, mano.
Gosto · 4 · 20 h
Filho Do Cinzentinho
Filho Do Cinzentinho Kkkkkkkkkkkkkk fack pa isto irmão, nosso partidäo nunca aprontou nda de mal não! Nem é uma,? fack, são! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Gosto · 19 h
Homer Wolf
Homer Wolf Pois não... Eu que o diga!
Gosto · 2 · 19 h
Francey Zeúte
Francey Zeúte heheehhehehheheehe
Gosto · 19 h
Francey Zeúte
Gosto · 2 · 19 h
Francey Zeúte
Francey Zeúte E' de coração ou so de cartão, hum Camarada Homer Wolf?
Gosto · 2 · 19 h
Filho Do Cinzentinho
Filho Do Cinzentinho Uaa France kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Gosto · 1 · 19 h
Homer Wolf
Homer Wolf Francey, nunca ouviu aquela bela canção «A Frelimo é que faz, a Frelimo é que fez»?... Aghôôra?!
Gosto · 2 · 17 h · Editado
Filho Do Cinzentinho
Filho Do Cinzentinho Eish yaaa!! Que faĺta me fazem aqueles emojis com as mãos para o ar e o rosto tipo esse gaj é fuu...
Gosto · 17 h
Francey Zeúte
Francey Zeúte Eu gosto de"quem não é da Frelimo o problema é dele" eh eh eh eh rh
Gosto · 1 · 16 h
Homer Wolf
Homer Wolf Ntsém!...
Gosto · 1 · 16 h
Júlio Mutisse
Júlio Mutisse As instituições financeiras despertaram nos na ideia do modo como as dívidas foram contratadas e registadas e não no destino da mola.
Se Guebas levou mola para Murrupula que seja punido
Gosto · 1 · 14 h
Imtiaz Vala
Imtiaz Vala Todos segredos das aliancas entre comadres,compadres estao a vazar para a Praca Publica...
Gosto · 1 · 23 h
Homer Wolf
Homer Wolf "Todos segredos"... kkkkkkk
Gosto · 2 · 23 h
Filho Do Cinzentinho
Filho Do Cinzentinho Todos kkkkkkkkkkkk
Gosto · 1 · 23 h
Emmanuel De Oliveira Cortês
Emmanuel De Oliveira Cortês Talvez sejam agentes da SISE :P
Gosto · 16 h
Homer Wolf
Homer Wolf Yuh!...
Gosto · 16 h
Manuel Carlos Zacarias
Manuel Carlos Zacarias "Todos segredos" ainda vamos apanhar nas dividas ocultas, sem duvidas
Gosto · 5 h
Goncalves Madeira
Goncalves Madeira Amurane/MDM - "os santinhos"
Gosto · 23 h
Filho Do Cinzentinho
Filho Do Cinzentinho ''Nampula já acordou'' kkkkkkkkkkkkkkkkkk
Gosto · 22 h
Goncalves Madeira
Goncalves Madeira hehehehheh Ashinene arrivavaVer Tradução
Gosto · 22 h
Cristina Amelia
Cristina Amelia Tão simples quanto isso, camarada Américo Matavele está bem lembrado do que acontecera com ex administrador de vanduzi o ilustre sábado malendza. Xega de paparazzi queremos trabalho ntsé
Gosto · 2 · 22 h
Homer Wolf
Homer Wolf E o que é que acontecera?
Gosto · 22 h
Diolinda Duxa
Diolinda Duxa Gostei de "Cadei as provas "kkkkkk
Gosto · 2 · 22 h
Homer Wolf
Homer Wolf "Zero!..."
Gosto · 1 · 22 h
Forbes Nhaca
Forbes Nhaca Meu caro Homer quando se acusa alguém do MDM é preciso andar com as provas na mão! Eu nunca te vi a apresentares provas de tudo que falas da Frelimo. Mas aguarda terás as provas dentro em breve directamente de Nampula. Em Maputo também a fogo posto no MDM porque nas eleições internas o delegado nomeou uma gatuna bem conhecida para chefiar o gabinete eleitoral, também queres provas? O Deviz esta em Quelimane e o Araújo não gramou da brincadeira, porque o seu mandato esta sendo posto em causa, até foi oferecido contentores de lixo sem camião para carregar, o que lá existe caiu de podre... também queres provas? Kkkk
Gosto · 1 · 20 h
Forbes Nhaca
Forbes Nhaca Parabéns senhor Amurrane és um bom ladrão, quando roubas os teus simpatizantes te apoiam, então tio ladrão Amurrane podes roubar não a problemas. Vocês do MDM afinal são ladrões institucionalizados internamente no vosso partido, então Dlhakama tinha razão quando disse que vocês eram PIRATAS.kkkkkkkk
Gosto · 3 · 22 h
Cristina Amelia
Cristina Amelia Famba uya ti gunya. Porque a pergunta k não quer calar cadê as provas " nyeto"
Gosto · 21 h
Sidonio Pedro
Sidonio Pedro Cristina Amelia, como és patética
Gosto · 20 h
Star Neves
Star Neves Forbes Nhaca estás a te ridicularizar para quê?
Gosto · 1 · 20 h
Forbes Nhaca
Forbes Nhaca Estava a comentar até apareceres, andaste sumida hoje, boa tarde. Fuiiiii
Gosto · 20 h
Star Neves
Star Neves Kkkkkkkk.... ando sumida sim, de vez em quando pego no cel. Estou muito buzy.
Gosto · 1 · 19 h
Wa Pessoa
Wa Pessoa Quando são outros a pergunta é essa. Cadê as provas. Mas doutro lado é simples. "Roubou, esses gajos são ladrões..." a pergunta que faço. Ladrão tem raça? Cara? Anda bem ou mal vestido? Me digam como distinguié um ladrão de um Santo? 

Lá na minha Igreja existe um Padre que foi expulso acusado de ladrão. Mas cá me pergunto, afinal padre rouba?
Gosto · 3 · 21 h
Observador da Justiça
Observador da Justiça Os roubos do topo que geraram malta EMATUM, PROINDICO, MAM, CHIHIVELE e companhia LDA... mesmo com todas as provas, quem as liga!!! Deixem os outros trabalharem...sem "interferências magnéticas", se estão biz em ajudar a instituição já criada para o efeito( GCCC), melhor começarem do Rovuma ao Maputo ou Vice-versa. Casos ñ esclarecidos são "n"...
Gosto · 3 · 11 h · Editado
Goncalves Madeira
Goncalves Madeira Trabalhar a roubar?
Gosto · 19 h
Juvêncio Flores
Juvêncio Flores Roubando ou não é visível o seu trabalho nessa humilde cidade
Gosto · 1 · 17 h
Américo Matavele
Américo Matavele Kakakakakakakakakakakakakakaka... Eita!
Gosto · 20 h
Américo Matavele
Américo Matavele Sério Domingos Estevao Fumo? Já fazes profecias?
Gosto · 18 h
Edwin Hounnou
Edwin Hounnou Querendo, Amurane poderá processa-lo criminalmente.
Gosto · 1 · 18 h
Francey Zeúte
Francey Zeúte A qual dos acusadores, Edwin Hounnou, aos municipes la de Nampula ? Que o faca!
Gosto · 18 h
Edwin Hounnou
Edwin Hounnou Ao Américo Matavele, claramente. Os munícipes de.Nambula não acusaram a Amurane de nada. A senhora que falou de Amurane declarou que não tem provas.
Gosto · 18 h
Francey Zeúte
Francey Zeúte Mas o que o Américo Matavele diz nao 'e nada a mais que a senhora de Nampula nao tenha dito. Com que base saia esse processo?
Gosto · 18 h
Juvêncio Flores
Gosto · 17 h
Américo Matavele
Américo Matavele Kkkkkkkkkkkkkkkkk... Ele, além de ter um conselheiro jurídico, acho que teve boas notas na interpretação de textos.
Gosto · 1 · 17 h
Edwin Hounnou
Edwin Hounnou Francey Zeúte, os contornos de um processo-crime por difamação abrange também aos repetidores.
Gosto · 12 h
Francey Zeúte
Francey Zeúte Terá antes que processar as munícipes da cidade de Nampula.
Gosto · 11 h
Edwin Hounnou
Edwin Hounnou Quem são esses munícipes sem nome?
Gosto · 11 h
Francey Zeúte
Francey Zeúte Esse trabalho não posso fazer por ti, caro Edwin.
Gosto · 11 h
Edwin Hounnou
Edwin Hounnou Eu não vi nenhum munícipe a tecer a acusação. Um acusado não pode ser uma pessoa abstracta.
Gosto · 11 h
Edwin Hounnou
Edwin Hounnou Cada munícipe tem nome concreto e o resto é difamação e calúnia.
Gosto · 11 h
Francey Zeúte
Francey Zeúte Então, como pode o Amurane processar alguém aqui por repetir algo que não é sequer uma acusação. (os contornos de um processo-crime por difamação abrange também os repetidores) não fui eu quem escreveu isto.
Gosto · 11 h
Edwin Hounnou
Edwin Hounnou Francey Zeúte, você tem estado a repetir que Amurane é gatuno sem apresentar qualquer prova ou evidência. O crime de difamação faz -se por arrasto, quer dizer, desde o primeiro até o último que ajudou a difundir, como é o seu caso.
Gosto · 5 h
Américo Matavele
Américo Matavele Mano Edwin Hounnou, leu e entendeu o post?
Gosto · 3 h
Francey Zeúte
Francey Zeúte Yuhhh!!!!! eu também vou ser processado Edwin Hounnou? Mesmo tio Meco AKA Américo Matavele, a convicção emocional e' uma cena lixada.
Gosto · 1 h
Moreira Vasco
Moreira Vasco Há um ditado que diz "onde há fumo há fogo"
Gosto · 2 h
Aurélio Samu Khondjo
Aurélio Samu Khondjo Edwin honrou ele até poderia processar mas deveria incluir a todos inclusive os que falam aqui no fabook, e o processo seria um processo querela vastíssimo! Seria um grande espectáculo! !
Jorge Fernando Jairoce
3 h ·
SEGUNDO RAGENDRA DE SOUSA OS INFORMAIS NÃO PRODUZEM
Não concordo com a posição de o informal seja a causa do nosso fracasso econômico. Até, nos países desenvolvidos encontramos a economia informal. O problema é a nossa miopia econométrica, ou seja, não conseguimos medir a real capacidade de geração de renda desta economia não só para as famílias como também para economia nacional. Precisamos de organizar a actividade informal para que realmente todos possam pagar realmente aquilo que ganham, atenção eu disse organizar e não eliminar.
Também devemos buscar as causas da informalidade da nossa economia, até porque o informal as vezes alimenta o formal e vice versa. A nossa economia formal as vezes é perversa e promove níveis de corrupção e o poder público as vezes não conseguem captar também a sua produção. Quer dizer com isso, que precisamos de melhorar nosso regime tributário e fiscalização, mas acima de tudo encontrarmos mecanismos de enquadramento dos nossos informais numa lógica não só administrativa mas também educativa. Parece me que falta ideias do poder público para lidar com os informais.
De forma concreta, o Ragendra de Sousa não está conseguindo aplicar o seu catecismo econômico para lidar com a situação.
Outras questões entram em jogo no fracasso da economia como o clientelismo político, isto é, conflitos de interesse entre o público e privado, que fomentam o desvio de recursos públicos. Prova disso é a nata de alguns empresários sangue suga da praça, cuja empresas funcionam na sua James Bond . Poderei desenvolver mais o meu raciocínio.


Jorge Fernando Jairoce Os informais durante o tempo da guerra dos 16 anos garantiram a segurança alimentar, importando diversos produtos de países. A ideia de que os informais não produzem induz nos a marginalização, criminalização deste grupo que muito tempo tem contribuindo para estabilidade política e economia do País num País onde o Estado não garantem emprego para a maioria da população.
Gosto · Responder · 4 · 3 h
Matias Langa
Matias Langa Boa reflexão!
Jerry Pateguana
Jerry Pateguana Eu digo mais, este posicionamente acredito ser enquadrado na perspectiva do governo pela incapacidade de capitalizacao da produçao que está nos informais.
Nao sou economista mas algo percebo e vejo que o dinheiro nestes informais circula entre eles e isso nao dá a luz necessaria para a leitura do quao produzem.
Por exemplo o homem que lava carro, o homem que engraxa sapatos e a sra das castanhas, ainda nao entrei nos mercados e nos dumba nengues.
A pergunta é ..!!! Quem sao estes e quem por eles olha para um estudo devido da sua contribuiçao para a nossa economia.
O governo sabe ou nao sabe da venda de terrenos, sabe e vende, para onde vai o valor.
Enquanto a caroça estiver a frente dos bois jamais saberao donde como e quem contribui para a nossa economia
Gosto · Responder · 1 · 3 h · Editado
Elias Gilberto Djive
Elias Gilberto Djive Perfeito, Jorge Fernando Jairoce. Ha bastante que se fala da necessidade de formalizar os informais. Esta seria a solucao viavel.
Domus Oikos
Domus Oikos Concordo plenamente com a sua visão Jorge Fernando Jairoce.
Domus Oikos
Domus Oikos Os informais fazem circular dinheiro e mercadorias isso já de per si uma produção. Pra um economista já devia perceber isso. Único defeito do informal está no facti de não contribuir directamente com impostos ao Estado. Mas indirectamente contribui.
Domingos Duarte
Domingos Duarte Ragendra é um economista do passado, precisa reciclar-se...
Afonso Dete
Afonso Dete isso mesmo, aranjar mecanismos pra medir o contributo real do sector informal. Na maioria dos nossos distritos a economia é informal.
Bernardino Bernardo
Bernardino Bernardo Parabéns pela análise holística da situação da informalidade em Moçambique. Quero também concordar com o prof. Quando se refere que há uma necessidade de se organizar o informal e o processo de tributação. Na verdade não se conhece o volume de negócios do informal é por isso que não se conseguir captar realmente os impostos neste sector, aliado também a forte corrupção que alimenta tanto o formal e informal.
Gosto · Responder · 1 · 2 h
Arnaldo Williams Phelembe
Arnaldo Williams Phelembe Talvez o Dr. R. Sousa tenha recorrido a linguagem técnica empregue muitas vezes em economia e áreas adjacentes, o que para os leigos na matéria pode confundir-se com marginalização ou nulidade dos acima referidos!
Jaime Luis Jemuce
Jaime Luis Jemuce Temos que convidar o Ragendra de Sousa, a visitar o LUME da UFRGS para poder ver a sua Tese de doutorado. A Tese ilustra de forma clara a contribuição dos informais na economia moçambicana.
Rafael H. Madime
Rafael H. Madime Na verdade, nao sei se o Prof. Ragendra tem dito isto para provocar ou outra coisa. Mas, esta opinião que nos apresenta nao é verídica. Ele deve reflectir melhor neste sector. Jorge Fernando Jairoce, parabéns pela modéstia reflexão.
Cochol Chol Ngomane
Cochol Chol Ngomane Concordar plenamente com Jorge Fernando Jairoce, Regendra esta totalmente equivocado. Alias, basta recuar um pouco para ver que ele defendia o contrário.
Gosto · Responder · 1 · 1 h · Editado
Dercisio Tembe
Dercisio Tembe Bem dito...I agree
Hoje terminei de ler um livro intitulado ‘’Petite Poucette’’ (Pequeno Polegar – tradução Português - Francês), do historiador e filósofo francês Michel Serres que desenvolveu uma visão do mundo baseada no duplo conhecimento das ciências e das humanidades.
Quero partilhar 3 ideias que nos podem ajudar a analisar e compreender o mundo em que vivemos hoje:
1. Ele baptiza o livro de ‘’Pequeno Polegar’’, para fazer uma analogia ao poder que se instalou nos nossos dedos (destaque para o polegar) desde o surgimento das novas tecnologias de comunicação e informação – concrectamente as redes sociais. O autor refere que a escola e o estudante de hoje vivem um tsunami em constante mudança. Advoga ainda que no momento, estamos a experimentar uma inclinação imensa, comparável com o fim do Império Romano.
2. Michel Serres defende que no passado as sociedades ocidentais sofreram duas grandes revoluções: a transição do oral para a escrita e depois da escrita para a impressão, mas a terceira é a transição do impresso para às novas tecnologias. Cada uma dessas revoluções tem sido acompanhada por uma mudança política e social: durante a transição de oral a escrita foi inventada o ensino, por exemplo, mas hoje é difícil captar um ganho marcante, num mundo onde a cada dia surgem novas e melhores invenções.
3. Sustenta que hoje vivemos em tempos de crise profunda: nas finanças, na política, na família, na igreja...Ele chega a perguntar qual é a área da nossa vida quotidiana que não está em crise hoje? (nenhuma). Tudo repousa sobre a cabeça do ‘’Pequeno Polegar’’ que nos refugia dos verdadeiros problemas do quotidiano, cultivando o individualismo e o egoísmo exacerbados, escondidos no ecrã de um smartphone, tablet ou computador.
A tese deste autor é passível de críticas em vários aspectos, pois, as novas tecnologias de comunicação e informação – concrectamente as redes sociais possuem grandes vantagens, mas não é menos verdade que como sociedade precisamos reflectir sobre as nossas acções e a cuidar do nosso ‘’Pequeno Polegar’’ para que este não nos leve para um caminho sem volta.
Na verdade tudo reside no polegar e alguns estão a ler esta publicação através de uma acção que é conduzida pelos seus polegares.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.