sábado, 24 de dezembro de 2016

Brasileira Odebrecht subornou angolanos e moçambicanos para ganhar projectos


dezembro 23, 2016


VOA Português




Departamento de Justiça dos Estados Unidos informa que a multinacional brasileira aceitou pagar 3.5 mil milhões de dólares para encerrar o caso.


Angola e Moçambique constam da lista de 12 países onde a construtura brasileira Odebrecht e seu braço petroquímico Brakem gastaram 3.3 mil milhões de dólares americanos em subornos a membros do governo para ganhar projectos.

Em Angola, no período 2006 e 2013, a Odebrecht gastou 50 milhões de dólares; e em Moçambique, entre 2011 e 2014, 900 mil dólares para ganhar contratos públicos.

Uma nota do Departamento de Justiça dos Estados Unidos informou, esta semana, que as duas empresas admitiram a fraude e deverão pagar 3.5 mil milhões de dólares americanos para encerrar o caso, que é considerado o maior suborno estrageiro na história.

Para realizar as operações, disse aquele Departamento, a Odebrecht criou uma unidade para exclusivamente gerir o pagamento de subornos.

Além do próprio Brasil e dos dois países africanos citados, o suborno foi para funcionários governamentais da Argentina, Colômbia, República Dominicana, Equador, Guatemala, México, Panamá, Perú e Venezuela.

A multinacional construiu em Moçambique o Aeroporto de Nacala.

É a segunda vez em menos de seis meses que uma empresa brasileira é citada em casos de alta corrupção em Moçambique. Recentemente, o Departamento de Justiça condenou a Embraer num caso de suborno na venda de aviões a Linhas Aéreas de Moçambique (LAM).

Contrariamente ao novo caso, em relação à Embrael foram divulgados os nomes de Mateus Zimba, gestor no sector petrolífero, e José Viegas, ex-PCA da LAM como alguns beneficiários do esquema.

A justiça moçambicana está a investigar o caso Embraer.



VOA Portugues
10 h ·


Angola e Moçambique constam da lista de 12 países onde a construtura brasileira Odebrecht e seu braço petroquímico Brakem gastaram 3.3 mil milhões de dólares americanos em subornos a membros do governo para ganhar projectos.
Em Angola, no período 2006 e 2013, a Odebrecht gastou 50 milhões de dólares; e em Moçambique, entre 2011 e 2014, 900 mil dólares para ganhar contratos públicos.
Uma nota do Departamento de Justiça dos Estados Unidos informou, esta semana, que as duas empresas admitiram a fraude e deverão pagar 3.5 mil milhões de dólares americanos para encerrar o caso, que é considerado o maior suborno estrangeiro na história.


Brasileira Odebrecht subornou angolanos e moçambicanos para ganhar projectos
Departamento de Justiça dos Estados Unidos informa que a multinacional brasileira aceitou pagar 3.5 mil milhões de dólares para encerrar o caso.
voaportugues.com|De VOA Português


Denis Zoqbi Acho importante que estas verdades venham a tona e sirvam como lição à muitos ditadores, extremistas e corruptos. Não existe segredo entre duas ou mais pessoas, que seja eterno.
Aqui no Brasil, o presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, vai passar o segundo Natal na cadeia. Ele está preso, junto com alguns grandes políticos e até ex Ministros de Estado brasileiros. Vão ficar longos anos na cadeia. Fazem parte de um acordo entre Justiça e seus advogados. Chama-se Delação Premiada., Eles contam à Justiça o quê, e onde, como e quando fizeram, e a Justiça pode abrandar suas penas.
Aí em Angola e em diversos países, seus políticos precisam sim ficar preocupados, porque quando estas denúncias forem julgadas, seus governos podem ser diretamente afetados sim.
É positivo que isso aconteça. Precisamos moralizar nossos países e ver cada vez mais e mais políticos e corruptos na cadeia, sejam eles quem for.
A empresa está errada em pagar Propina? Sim! Mas se pagou, é porque alguém quis receber.
Gosto · Responder · 15 · 7 h

Filipe Da Rita Maketo Parecem dar razao a Salazar que ao ouvir dizer que em Angola se tinham descoberto muitos recursos minerais e ele exclamou: Ai meu Deus, que desgraca!
Gosto · Responder · 3 · 9 h

Caetano Morais A Odebrech vai pagar a justiça norte americana 3.5 mil milhões de dólares para encerramento do caso e os povos de Angola e Moçambique ficam com zero meticais. Resumo a corrupção favoreceu a Brasileira e aos Americanos e prejudicou o povo africano, que tem todo o direito de reclamar a devolução desse valor com juros!
Gosto · Responder · 13 min

Gil Lino Lino Ak em mozambique corrupxao esta em todo lado e em tudo, tudo k e corrupxao em todo mundo, o nome de mozambique esta la, ate na procuradoria ha corrupxao, pais de pandza, me arrependo ser mozambicano, keria k fosse angolano tlvz la as coisas sao baixas pa. Kkkkk
Gosto · Responder · 2 · 4 h

Leandro Augusto Samuel Guma Kkkkkk angolano? Meu irmão estarias na mesma merda, Angola e Moçambique têm a mesma filosofia de vida

Se eu soubesse que seria assim eu preferia não nascer
Gosto · Responder · 2 h

Gil Lino Lino Kkkkk, e verdade meu, esses senhoresk estao nos dirijindo pensao k nos somos escravos deles, mandaram embora o colono e eles ficaram a nos colonizar.
Gosto · Responder · 2 h

Manuel G. Mazunga Gil isso um dia vai mudar lembre-te de mim e as minhas palavras “isso um dia vai mudar“ tenha fe. Moz
Gosto · Responder · 1 h

Gil Lino Lino Eu espero mesmo k assm seja
Gosto · Responder · 1 h

Nelson Ngunza Se calhar Angola é pior que Moçambique.
Gosto · Responder · 22 min

Nelson Ngunza Se calhar Angola é pior que Moçambique.
Gosto · Responder · 22 min

Nelson Ngunza Se calhar Angola é pior que Moçambique.
Pascoal Neto Neto Esta enpresa é a unica,em Angola que enpregou mais de 3.000mil trabalhadores.é uma pena,estes subornos!..Mais pra mim,ate agora não apareceu uma construtora melhor que a Odebrecht.tirou muitos jovens no mundo do desenprego,têm de dar mais chansse nesta enpresa,a fim de faserem o certo.
Gosto · Responder · 4 · 1 h · Editado

Alfa Miguel Dou 3,000,000 mil trabalhadores?
Gosto · Responder · 2 h

Frank Manuel Dala Você não sabe o que é trés milhoes?
Gosto · Responder · 1 h

Pascoal Neto Neto Foram 3.000 mil manos desculpe-me.
✔✔✔👏👏👏
Gosto · Responder · 1 · 1 h

Ricardo Fernandez Três mil para uma empresa do tipo que estamos a falar não é muita coisa tendo em conta as obras que recebe ca no país.
Gosto · Responder · 10 min

Ricardo Fernandez São pagos para cavar as vias, os 'asfaltos' nunca são concluidas.
Abilio Guedes Angolanos nascidos após 1975 é claro não sabem,porque a elite do mpla não ordena publicar o que lhe não interessa nos livros escolares!Jovens angolanos o pós 1975 sabem porquê que o Brasil foi o primeiro país a reconhecer a Independência de A.Neto e a proclamação do 11-11-1975,pois na manga já tinha o negócio do contrabando direcionado para penetrar em Angola e se não sabem a Odebrech/Brasileira explorou kilos de diamantes na grande bacia do Cuango e por azar das cobras já nos anos 92/93 foram escorraçados pelas forças comandos do galo negro onde saíram em debandada até chegar em luanda e esta exploração forte na dita lunda Norte após a investidura de JES no poleiro de Angola fez com que todos esses negócios da palmada existissem porque Zé dudas era o sócio maioritário e aí foi criado o grande império do lula da silva e JES nas camangas de Angola com o nome bastante conhecido em Angola como Odebrecht-a brasileira!
Gosto · Responder · 1 · 7 h

Nelson Trinta Nelson Eu não quero saber destas novidades que so aparessem depois de acontecerem. suborno suborno, quem reçebeu o tal suborno? epa o mais importante é que trabalhei lá durante 4 anos, fiz a minha casa e ajudei os meus proximos com o sálario que lá me davam.
Gosto · Responder · 4 h

Alfredo Antonio Fontoura Fontoura Se benefiçiaste com o emprego n quer dizer q os corruptos angolanos não paguem.
Gosto · Responder · 1 · 2 h

Nelson Trinta Nelson Que Predem eles, os tais Criminosos.
Baptista Morais Assim vamos dar o premio de nobel da paz ao eng.JES.pela sua destruicao total de Angola na corrupcao organizado
Gosto · Responder · 3 · 9 h

Soares Nicklaus Muquissi ove taa violento atualmente tudo demal que acontesse o meu pas esta metido... mas porque ????????????????? #hoje vem um cara a dizer não sei se é na onu ou aonde se bem me lembro a conferença passou em genebra o cara disse que as lunda não é angola falou um monte de coisa que me meteu muito triste com algumas pessoas se for verdade
Gosto · Responder · 10 h

Ricardo Fernandez Quando se ouve gritos nas ruas alguem deve ser responsabilizado, quem são as pessoas que recebem estes dinheiros? Devem ser exposto ao público...
Gosto · Responder · 17 min

Paulo Paulo Baca Em angola vão dizer que é mentira estao a ingerir se nos nossos assuntos internos, vão dizer que tenhem inveja, de nós, o luvualo vai dizer que e mentira.
Gosto · Responder · 2 h

Mohamed Bedié Abdulai Bedié É q a Odebrecht ajudava os Angolanos nao tinha ninguém q se queixava desemprego com relação aos Chines eles sao melhor ao pagar salario nos Angolanos do q Chineses nem tem direito a clinica pode morrer nao tens valor se for possível te enterram na obra...Ver mais
Gosto · Responder · 2 · 2 h

Derovir Victor da Silva ANGOLA UMA DITADURA COMUNISTA DE 41 ANOS. MOÇAMBIQUE IDEM...A ELITE POLITICA ENRIQUECEU ENQUANTO A MAIORIA DA POPULAÇÃO VIVE NA MISÉRIA...TUDO COMPRADO PELA ODEBRECHT....OS NEGÓCIOS EM ANGOLA,,,SÃO PIORES QUE EM MOÇAMBIQUE.
Gosto · Responder · 5 · 10 h

Alberto Manuel Domingos Segunda Que vergonha isso outros a morrer de fome uns a esbanjar dinheiro
Gosto · Responder · 2 h

Edson Chivale Hei morri, Moçambique é terra d corruptos....
Gosto · Responder · 33 min

Francisco De Carvalho Francisco Em Angola ninguem é preso por este e outros subornos
Gosto · Responder · 55 min

Ernesto Lindador Lemos Ummm assim mesmo é bom ?
Gosto · Responder · 1 · 46 min

Manuel Machado q nojo tal como as estradas de angola!
Gosto · Responder · 5 h

Paulo Silva Santos Subornou a quem? Quem são esses que receberam 50 milhões de USD em subornos?
Gosto · Responder · 1 · 10 h

Leandro Augusto Samuel Guma

Gosto · Responder · 1 · 2 h

Nelito Filipe E quando é que vão vir buscar os dirigentes angolanos para serem julgados por este crime ?
Gosto · Responder · 1 · 1 h

Anderson Claúdio Ulombe

Gosto · Responder · 2 · 9 h

Marcelo Zacarias Nesta lista vergonhosa não escapava
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Carlos Baptista Valorizam muito o dinheiro...estou preocupado com a minha saude....
Gosto · Responder · 59 min

Maria António Freech Triste ver coisa do género mais já não mim surpreende mais
Gosto · Responder · 1 · 10 h

Francisco Vera Subornou........ou teve de subornar....Eis a Questao.....!!!
Gosto · Responder · 10 h

Paulo Jorge Oliveira Ate parece grande novidade , quem não sabe !!
Gosto · Responder · 1 · 9 h

Francisco Samuel Samuel querem baixar a fama da empresa
Gosto · Responder · 1 · 10 h

Derovir Victor da Silva ELA ESTA ENROLADA NA LAVA JATO NO BRASIL..INFORME-SE AMIGO.
Gosto · Responder · 1 · 10 h

Francisco Samuel Samuel existe um grande tabu da midia um dia vas perceber
Gosto · Responder · 1 · 10 h

Paulo Silva Santos No Brasil muitos foram presos. E aqui, quem são os wiis que receberam os 50 milhões de dolares em suborno?
Gosto · Responder · 1 · 10 h

Denis Zoqbi Não se trata de manipulação alguma não Francisco Samuel. O presidente da Odebrecht está atrás das grades, na cadeia, já fazem dois anos. Eles estão fazendo acordos para denunciar todos os crimes que eles praticaram, com base nas provas que eles mesmos ...Ver mais
Gosto · Responder · 7 h

Alfredo Antonio Fontoura Fontoura Oh Francisco Samuel Samuel abre o olho e assiste a record ou a globo ya.

Silverio Dungo

Gosto · Responder · 1 h

Domingos Jose Cavudissa Caso lava jato.
Gosto · Responder · 9 h

Walter Almeida Loureiro Que grande novidade
Gosto · Responder · 57 min

Manuel Juiz Fernandes Será que isso tudo é verdade? Me prova!!
Gosto · Responder · 9 h
1 resposta
32 de 51Ver mais comentários

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.