sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Vitória do regime Sírio e seus aliados contra oposição do regime do Bachar


Munguambe Nietzsche added 3 new photos.
Política internacional

Calaram as armas no Alepo, na Síria

Vitória do regime Sírio e seus aliados contra oposição do regime do Bachar - Al-Assed apoiado pelos ocidentais, nomeadamente EUA, França, Inglaterra, Alemanha... eu sempre disse não se derrotas alguém que luta na sua casa, ou melhor, que está na sua casa melhor conhecer o seu reduto de combate.

Ora, os ocidentais enganaram - se quando pensaram que o que fizeram com povo líbios, Iraquianos seriam o mesmo com aos sírios, ou seja, o povo sírio negaram serem enganados por " doces, bolachas, democracia " que os ocidentais prometem. Como acontera com os líbios e iraquianos que foram enganado a destruir os seus governos legítimo em nome da democracia e bem-estar... que na prática não funcionou como podemos ver e está acontecer na actualidade ( Caos, conflito...) sem uma solução à vista.

Caso para dizer Parabéns ao povo sírios! por ser fiel ao seu governo e acima de tudo Moscovo e seu aliado, irão que tudo fizeram para garantir a manutenção do governo sírio.

Para terminar permita deixar as seguintes questões :

1 - O que podemos esperar dos ocidentais depois desta derrotas dos seus apoiantes na Síria? ; e

2 - Ilustres análistas da política internacionais Bitone Viage, Gilder Anibal, Muhamad Yassine, Alfredo Manhiça, Eduardo Sigauque, Filipe Pereira, Jorge Cumbane, Eusébio A. P. Gwembe, Manuel Moreira, Samuel Simango, Xavier Antonio, Hermenegildo Chambal, Egidio Vaz e demais conhecedores da matéria em análise, que xadrez político podemos esperar depois desta derrotas dos ocidentais, visto que são eles pioner no sistema internacional?

Comments

Remove
Carlos Manhics Parabéns
1 · 3 hrsRemove

Remove
Emanuel Picardo parabens ao governo Sirio
2 · 3 hrsRemove

Remove
Lenon Arnaldo A guerra "dos outros" - qualquer semelhança com a nossa realidade é mera coincidência.
1 · 3 hrsRemove

Remove
Bitone Viage Assim evitou-se um Regime Change.
1 · 3 hrsRemove

Remove
Ablahamo Saidone NAO VAO CRUZAR OS BRAÇO, A RUSSIA NAO TEM TACO AI ESTA OS OCIDENTAIS NAO GOSTA DA DERROTA, VAMOS VER.
1 · 3 hrsRemove

Remove
Bitone Viage Está será às segunda a gostar
3 · 3 hrsRemove

Remove
Munguambe Nietzsche Não é sempre quem têm dinheiro vence ou faz a guerra. Lembra da Alemanha do Adolfo Hitler?
1 · 3 hrsRemove

Remove
Ablahamo Saidone AI ESTA QUE VENCEU ADOLFO?SERA QUI ALEMANHA ESTA A FAVOR DA RUSSIA!VIU QUI É PERDER TEMPO ESTAR A FAVOR É RETROCESSO,ATÉ CHEGOU DE PERDER COLONIA AQI EM AFRICA POR EXTREMAR AO OCIDENTE,DE LEMBRAR OCIDENTE TEM MUITOS ALIADOS COM TACO CONTRA RUSSIA E A CHINA PORQUE MENOS FORA CORREA NORTE ESTA VAZIO.
1 · 3 hrsRemove

Remove
Raúl Barata A analise ja foi acima feita por si. Apenas nao consigo entender quando refere que os sirios nao aceitaram ser enganados como foram enganados os iraquianos e libios. E quando fala de povo libio refere-se a quem? Porque obviamente existe uma parte desse povo que nao apoia o regime do Bashar. A publicacao me parece parcial e preconceituosa. Oque tenho a dizer é simples: Em relacoes internacionais o que contam sao interesses. Se a Russia alia-se ao governo do Bashar é porque quer balancar o poder ou exercer um equilibrio de forcas sobre os aliados dos rebeldes sirios, nesse caso, os EUA, que tambem tem os seus interesses nisto tudo. A sua publicacao me pareceu endeusar uns e diabolizar outros. Qual o futuro da Siria? Nao da para prever agora, pois alguns sirios estao satisfeitos com esta dita "vitoria" e outros nao. No fundo quem perde sao os proprios sirios? Quem garante que a continuacao do Assad e sua cla no poder é a melhor escolha?
3 · 3 hrs · EditedRemove

Remove
Tocova Amisse ESSES QUE ESTAVAM CONTRA SAD SAO OS TAIS ENGANADOS COM BOLACHAS, POR MAIS QUE A PESSOA VENHA DE LONGE PARA MINIMIZAR ASSUNTOS DE CASADOS NAO PODE DECIDIR DEVORCIO, QUEM DECIDE SAO OS DONOS DA CSA.
1 · 2 hrsRemove

Remove
Raúl Barata Os rebeldes sao de fora,ne? Ou a Russia é de casa?
1 · 1 hrRemove

Remove
Tocova Amisse Bashar perdeu!
1 hrRemove

Remove
Lyndo A. Mondlane Curioso é patético, ontem levaram a bruxelas o edil de alepo oriental q ja nao tem onde governar, esta todo mundo por estés lados chorando por alepo, justo agora q as armas se calaram.. Muita mentira é propaganda.. Pena muitos cree nesses mafiosos ocidentais.. Por mim viva alepo, aquele espaco necessita paz, e so o governo legítimo a pode garantir...
2 · 3 hrsRemove

Remove
Lenon Arnaldo Nem mais
2 · 3 hrsRemove

Remove
Raúl Barata No Iraque, o povo falou mais alto apesar de ter tido apoio dos EUA que presumivelmente vinham com a desculpa das Armas. Saddam Hussein era um sunita num pais maioriotariamente xiita e curdo. Na siria nao é diferente. Esta guerra é uma guerra de identidades e busca de espacos pelos diferentes grupos que se acham suprimidos ou excluidos. Assad faz agora o mesmo que Saddam fez.
1 · 3 hrs · EditedRemove

Remove
Jorge Silva Liberde paz
1 · 3 hrsRemove

Remove
Luciano Justino Chemane Bom, o que se pode esperar do ocidente é se conformar com esta aparente vitória dos aliados do regime de Bashar, mas também é importante salientar que com a subida ao poder do Trump nos EUA, será pouco provável que haja pretensões do Ocidente em
apoiar os rebeldes visto que o mesmo mostrou ter algumas simpatias com o presidente Russo.
3 · 3 hrsRemove

Remove
Raúl Barata Penso que a Russia nao deve confiar muito nisso. Sao duas superpotencias e procuram estar na linha da frente e o Trump é imprevisível.
1 · 3 hrsRemove

Remove
Samuel Mazivila A fase a seguir sera inevitavelmente a crise economica. Uma vez o icidente insatisfeito com o actual regime nao se podera canalizar nenhum apoio para Siria senao sançoes economicas, onde a Russia descapitalizada nao podera ajudar tanto. Ajuda da Russia termina no armamento e investimento massivo na guerra. Esta lançada a semente da discordia mesmo assim
2 · 3 hrsRemove

Remove
Lyndo A. Mondlane China esta disposta a investir, irao investir, é questao de tempo. Esses so querem petróleo sem importar a sua cor, primeiro terao q digerir o fracasso..
1 · 3 hrsRemove

Remove
Tocova Amisse O inportante é porque teram a paz o resto Deus vai lhes encaminhar. Ocidente esta falir.
2 · 2 hrsRemove

Remove
Eusébio A. P. Gwembe Antes de entrar na discussao proprıamente dıta gostarıa que Munguambe Nietzsche clarıfıcasse o seu entendımento sobre o que é ocidente e quem sao os ocidentais?
3 · 3 hrsRemove

Remove
Luciano Justino Chemane Ilustre Eusébio A. P. Gwembe, sei que a questão não foi direccionada a mim, mas como estou ansioso em ver te a entrar logo na discussão, permita que lhe diga o seguinte: Em relações internacionais quando se diz Ocidente está se a fazer menção a EUA e seus aliados.
1 · 2 hrsRemove

Remove
Munguambe Nietzsche Obrigado ilustre Luciano Justino Chemane talvez acrescentar dizendo a sua excia Eusébio A. P. Gwembe analisa isso : Durante a Guerra Fria, a expressão "Mundo Ocidental" se referia de maneira muito genérica aos países capitalistas desenvolvidos. Esta definição inclui os Estados Unidos, o Canadá, a Europa Ocidental, a Austrália, a Nova Zelândia, e também o Japão e Israel.
3 · 2 hrsRemove

Remove
Ed Mazive Munguambe Nietzsche , na definicao de ocidente pode retirar o Japao porque apesar de rico nao faz parte da cultura ocidental. o ocidente tem a ver com raizes exclusivamente europeus
1 hrRemove

Remove
Lyndo A. Mondlane Aquele país era um exemplo de tolerancia. Cristaos asirios, chiitas, sunitas. Jezedis, bebidas nos bares. Vida nocturna, miudas com vestimentas q melhor lhes convinha, sem veu, so porq o el assal, q nao negó seja ditador, é mais próximo a irao. É aquela base naval de tartus, é zas se lhe monta uma guerra, é difícil se alguem tem q eleger entre EI é bachar.. Agora um país destruido.. O q ninguem esperava é q o exercito governamental resistisse. Claro no verao passado estava colapsado, se nao fosse os russos, teria sido derrotado sem paliativo.. Eu gosto de governos legítimos por mais que não sejam da minha simpatia
1 · 3 hrs · EditedRemove

Remove
Ablahamo Saidone SIMPATIA É POLITICA PORQUE OS AMERICANOS NO SEU TODOS NÃO GOSTA DO PODER VILICIO ELE NÃO VAI GOVERNAR SOZINHO AMERCA.
1 · 3 hrsRemove

Remove
Lyndo A. Mondlane Onde nao gostam??? Na Arabia Saudita??? Em Qatar??? Em malabo???
3 hrsRemove

Remove
Ablahamo Saidone LA NA SIRIA OPOSITOR REVIDICA A DEMOCRACIA,QUE É NAO GOSTA DA DEMOCRACIA?
3 hrsRemove

Remove
Lyndo A. Mondlane Era so para veres as contradicoes dos EUA.. O problema em siria nao é a democracia. O frente al nusra é EI q apoiam nao tem nada de democráticos, o problema é irao é a base naval de tartus.. So isso..
1 · 2 hrsRemove

Remove
Lyndo A. Mondlane Voce conhece oposicao dele quando ver???? Kkkkkk lee um pouco mais eu tentei emtender, aquilo é um caos total, mais de 40 grupos armads é cada qual com suas intencoes.. É difícil, ha q aplaudir o exercito sirio aguentar aquela investida..
1 · 2 hrs · EditedRemove

Remove
Ablahamo Saidone YA,SÃO INTERESSES,SO NAO VAO CRUZAR OS BRANÇOS NAO GOSTA DESTA VERGONHA PODE SER COM ESSA TRANSIÇÃO NOS USA.
2 · 2 hrsRemove

Remove
Raúl Barata Munguambe Nietzsche, o make america great again era mesmo para evitar isto. Que os EUA voltassem a ribalta visto que com o governo do Obama perderam protagonismo no sistema internacional com Russia no volante. Apesar de Trump ter mostrado simpatias com a Russia, este nao deixa de ser um indivíduo altamente imprevisível. Os EUA vao apenas isolar-se aqui. Trump quer concentrar-se mais no seu pais,mas nunca se sabe qual ser o seu posicionamento.
1 · 2 hrsRemove

Remove
Nelson Miguel Abaixo interferencias em outros paises. tudo isto aconteceu pq Assad nao quis estar do lado ocidental para aniquilar Irao. Forca Assad. estabilize o pais e mande de volta o seu povo
1 · 2 hrsRemove

Remove
Raúl Barata O mesmo povo que ele esta a matar? Nao entendo, mas as pessoas veem os rebeldes como estrangeiros? Estes sao tambem sirios, apenas tem apoio do exterior, assim como Assad tambem tem o seu apoio.
1 hr · EditedRemove

Remove
Zivanai Macocove Munguambe Nietzsche o factor fulcral na Síria diferente da do Iraque e Libia foi a forte posição da Rússia para evitar a queda dum regime aliado.... O objectivo principal das lutas no média oriente é destruir o Irão xiita.... Outro factor foi a presença do ISIS que desviou atenção dos ocidentais do regime sírio e garantiu um bom pretexto para participação da Rússia. Acho a lição que fica é de Rússia está de volta no xadrez geopolítico. Nada será como antes....
4 · 2 hrsRemove

Remove
Lyndo A. Mondlane De acordó, resumiste tudo
1 · 2 hrsRemove

Remove
Ablahamo Saidone AI ESTA, SO QI O RECE ELEITO VAI QUERER ABRIR CAMINHO NA POLITICA EXTERNA VISTO QI OBAMA NAO AGUENTOU, PORQUE AMERICA COMBATE O SEU INIMIGO FORAM DO SEU TERRITORIO.
1 · 2 hrsRemove

Remove
Lyndo A. Mondlane Ha 1 ano, creio foi novembro discuti com o amigo Eusébio A. P. Gwembe sobre a intervencao russa, ele era muito exceptico, suponho q com conhecimento de causa. Ao se encontrar naquele momento perto, é tenho entendido q fazia incluso incursoes a irak..kikik (nao me perguntem se a visitar a q grupo ilegal Ai..kakakakakkaak) más nao se necessitava estudar em West point para entender q onde Russia pisa, ja ninguem vai la pelo menos directamente com gastos mínimos em bombas e combustivel de avioes, ademais conhecendo o terreno atraves do governo legítimo, tinham todas para vencer. É estao a vencer..
3 · 2 hrs · EditedRemove

Remove
Artur Jorge Cecilia Capitao Nao sei ate quando o calar das armas vai continuar. O panorama politico mundial vai mudar apartir de 20 de Janeiro. Trump no seu governo esta rodeado de homens de negocio e qud têm claramente objectivos empresariais numa eventual Guerra.
1 · 2 hrsRemove

Remove
Francisco Mutola Eu também digo parabens, os promotores acho que não gostaram porque tinha que ser eles a ganhar a guerra, colocar um governo da sua confiaça para roubar melhor o petróleo.
2 · 2 hrsRemove

Remove
Quiz M Cunga Ora Viva Ilustre Munguambe Nietzsche! Sera que o regime Bachar Al-Assad e' apoiado pelos ocidentais ou pela Rússia?
1 · 2 hrsRemove

Remove
Munguambe Nietzsche Claro pela Rússia e irão como fiz menção
2 · 2 hrsRemove

Remove
Quiz M Cunga Agora compreendi o seu post!
1 · 2 hrsRemove

Remove
Quiz M Cunga Agora compreendi o seu post!
1 · 2 hrsRemove

Remove
Azaria Sitoe Bem elaborado o texto, do resto o conceito "Povo" nao vamos aqui discutir, pok se Siria aguentou, enfrentou as agressoes, è pok tava do seu lado o povo do "Bem' foi esse povo do Bem, que resistiu, que nao vergou, que nao aceitou a invasao, a distituiçao da sua Soberania.
Moscovo dessa vez, dispiu de exitaçoes que tem nos revelado noutras invasoes, e predisposto avançou com a sua maquina arsenalista, esmagou o inimigo ate que baste!
Afinal os nossos amigos russos ainda lembram por povos que abraçaram o socialismo como filosofia valida para a organizaçao dos Estados.
2 · 2 hrs · EditedRemove

Remove
Lyndo A. Mondlane ontem estava ler sobre a base de Hmeymmim, sei la, comos e escreve, hoje por hoje é no "anti-access/area denial" ou seja nada pode voar ai,,porque simplesmente é abatido, e quase a metade do territorio sirio esta com essa denominaçao, so que os russos simplesmente deixam voar, as zonas de exclusao aerea que queriam impor ai, ja existem so que nao postas por eles...
1 · 2 hrsRemove

Remove
Vieira Konare Vieira Agora compeendi o seu posted!!!
1 hrRemove

Remove
Ismael Baptista HALLA seja louvado q manteve os sírios ao lado d seu Governo. Viva o povo inocente com pacato cidadão q quer ser bem governado e nada mais com o meio em condições de sobrevivência
1 · 1 hrRemove

Remove
Xavier Antonio …(Risos), caro Munguambe Nietzsche, o exercício mais difícil e que muitos de nós erramos é saber que não sabe.
Agradeço pelo convite, mas não é fácil fazer coincidir previsão com a realidade no terreno, devido a inexistência do instrumento para aferir quantas vezes a sua previsão coincide com a realidade e a partir daí ponderar. Falamos, falamos, falamos tudo e mais até teorias que não ajudam para o assunto em debate. Por isso, não sou o mais certo para me ajuntar aos melhores da lista. Seja como for faço-o em respeito à sua escolha.
Primeiro, ganhar a batalha não é ganhar a guerra, mas ganhar muitas batalhas conduz a ganhar a guerra. Não entendo bem o desenrolar do conflito sírio do ponto de vista do domínio militar, mas há uma coisa muito importante (interesses das potencias e necessidade de combater ISIS), este, constitui grande perigo para todos do que o regime de Bachar-Al-Assad.
Segundo, ouvir, ler e estabelecer relação com base em várias teorias, algumas das quais nada tem a ver com o funcionamento de mecanismo de resolução de conflitos nem sempre nos apresenta uma previsão próxima do que vai ocorrer. Não quero acreditar que a tomada de Alepo seja a vitória final sobre os rebeldes apoiados pelo ocidente. Posso ter, sim, dificuldades de prever o que vai se seguir, mas o grande problema hoje, que a Rússia serve de pretexto é lutar contra o terrorismo que é uma ameaça mais perigosa para o mundo que Bachar-Al-Assad na Síria, o que poderá levar o ocidente a rever a sua estratégia de apoio aos rebeldes que combatem o regime de Bachar-Al-Assad.
Terceiro, todo o mundo está consciente que a queda dos regimes por meio de apoio aos rebeldes, como aconteceu na Líbia e Tunísia e nos moldes que se projecta na Síria traz problemas mais graves e de difícil controlo. Isto, constitui mais outro factor para o ocidente rever a sua política em relação a Síria.
Finalmente, dizer que as grandes potências procurarão sempre encontrar solução meio-termo fundamentalmente para salvaguardar os seus interesses. Elas não intervêm pelo espírito altruístico como se pode imaginar, têm interesses a defender e terão que se redefinir áreas de domínio, não em função de ideologias políticas, mas do poder militar., porque, desde o fim da guerra fria, aparente o domínio do ocidente, tentando marginalizar a Rússia.
55 mins · EditedRemove

Remove
Henriquem Mabasso Eles têm que vender o petróleo não devem ficar a espera da Rússia é China

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.