quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Tentativa de assalto a hóspede duma pensão acaba em prisão em Nampula


PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  em 25 Janeiro 2017
Share/Save/Bookmark
Dois cidadãos não gozam de liberdade, desde o passado domingo (22), na cidade de Nampula, acusados de invadir uma pensão, onde agrediram fisicamente um hóspede na tentativa de se apoderar do seu dinheiro.
A vítima, que contraiu lesões graves na cabeça, deslocou-se da cidade de Cuamba, no Niassa, para a capital do norte com o objectivo de comprar material escolar para revender.
Ele trazia consigo 415 mil meticais. Não se sabe ao certo como é que o malfeitores tiveram conhecimento de que o cidadão tinha tal montante, mas um deles alegou ter conexões com o guarda da referida pensão. Já o outro declarou-se inocente.
O lesado disse que foi maltratado com instrumentos contundentes por três indivíduos que na altura só exigiam dinheiro.
Por sua vez, um dos supostos bandidos, detido na 1a esquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Nampula, afirmou que não é a primeira que escala a referida pensão residencial.
“O guarda contacta-nos quando chega um hóspede com dinheiro e dá-nos as chaves para entrarmos nos quartos”, contou.
O outro visado defendeu-se nos seguintes termos: “Ele está a acusar-me mas não sei de nada. Eles nunca tiveram uma conversa comigo (...)”.
Zacarias Nacute, porta-voz da PRM naquele ponto do país, confirmou a ocorrência e disse que se fez ao local do crime após uma denúncia de populares.
Enquanto isso, um outro indivíduo que entrou em Moçambique como refugiado está encarcerado na mesma esquadra, indiciado de falsificação da moeda e de identidade.
A Polícia disse que o acusado, de 39 anos de idade, apresentava documentos com três nacionalidades distintas, sendo uma delas moçambicana.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.