domingo, 1 de janeiro de 2017

Figuras que marcaram de forma positiva 2016



31 de Dezembro, 2016
Fotografia: JA
Alta Diplomacia: José Eduardo dos Santos
Pacificação dos Grandes Lagos
Na procura pela paz e estabilidade no continente africano e no mundo, a diplomacia angolana foi crucial.

O país, mais uma vez, foi placa giratória na busca de soluções duradouras para crises políticas nos Grandes Lagos e na África Central, além de marcar posições no Conselho de Segurança da ONU. O Presidente José Eduardo dos Santos recebeu homólogos e representantes de blocos internacionais, além de enviar missões a vários Estados para levar a sua posição sobre os temas mais candentes da actualidade.

Banca: Valter Filipe

BNA promove compliance e ética


Nomeado governador do BNA em Março, num momento de crise cambial sem precedentes, Valter Filipe adequa o sistema financeiro angolano aos mecanismos de controlo e supervisão do sistema internacional. O jovem jurista impõe rigor no sistema, sanciona a promiscuidade e, ao mesmo tempo, empreende uma diplomacia junto dos bancos centrais dos EUA, para retirar o impasse sobre a venda de divisas a Angola, e da Europa, para evitar que a banca nacional seja posta à margem do sistema internacional.

Empreendedor: Paulo Maló

O cientista do sorriso saudável


Nascido na província do Namibe, Paulo Maló é considerado o protagonista da maior revolução dos últimos 40 anos na área da reabilitação oral. Inventou uma técnica cirúrgica que permite repor os dentes todos, mesmo que o paciente não tenha osso nos maxilares. Depois de “conquistar” o mundo, inaugurou neste ano a sua primeira clínica dentária em Luanda, marcando a entrada em Angola de uma instituição que é referência mundial na reabilitação oral.

Províncias: Paulo Pombolo

O pulsar da vida nas terras do café


Desde que assumiu o cargo de governador do Uíge, em 2009, Paulo Pombolo tem-se destacado em acções destinadas a dar dignidade à população. Por exemplo, a água e a energia há muito que deixaram de ser um problema, sobretudo para os residentes da cidade sede da província. Além disso, boa parte das ruas que circundam a urbe receberam um tapete asfáltico. Na província, foram recuperadas várias infra-estruturas sociais, como escolas, hospitais e as sedes das administrações municipais.

Saúde: Luís Gomes Sambo

Um ministro pragmático


Quando Luís Gomes Sambo foi nomeado ministro da Saúde, Angola vivia uma das maiores epidemias de febre-amarela urbana registadas em África. Luís Gomes Sambo foi nomeado no momento certo para liderar a campanha contra a doença, para cuja luta foi útil a experiência que acumulou no desempenho do cargo de representante em África da OMS. Foi fácil para Angola a mobilização de ajudas externas com Luís Gomes Sambo à frente do Ministério da Saúde.

Sociedade: Paula Oliveira

Investigação de vanguarda


O seu nome volta a aparecer na galeria de personalidades em dois anos consecutivos, durante os quais conquistou duas medalhas de ouro numa feira internacional, pelo mesmo estudo feito pela equipa que lidera e que já deu origem à produção do soro experimental “Murino”. Se for aprovado para uso humano, o soro, feito com veneno de serpentes existentes em Angola, vai elevar a taxa de sobrevivência das vítimas, a maioria localizada nas zonas rurais.

Mundo: António Guterres

Humanista persistente


António Guterres é a personalidade que, a partir de amanhã, assume a chefia da Organização das Nações Unidas, como Secretário-Geral. O antigo primeiro-ministro português e ex-alto comissário da ONU para os Refugiados revela-se um dirigente muito sensível ao sofrimento das pessoas mais vulneráveis. Este humanista, que teve de lidar com a mais grave crise de refugiados desde a II Guerra Mundial, devido à guerra na Síria e no Iraque, bateu na corrida para a ONU 12 candidatos de diferentes países.

Gestão: Isabel dos Santos

Sonangol renova esperanças


Nomeada para evitar o colapso da Sonangol, Isabel dos Santos introduziu disciplina na concessionária nacional do petróleo que gera mais de 80 por cento das receitas do Estado. Num gesto de coragem e de determinação, a nova PCA denuncia a gestão danosa das administrações anteriores, combate a corrupção, suspende investimentos supérfluos e promove a eficiência, baixando o custo da produção do barril em cerca de metade (de 14 para oito dólares). Na Sonangol, os trabalhadores aplaudem a nova gestora.

Música: C4 Pedro

C4 Pedro canta o país ao mundo


Um jovem músico de talento invejável e a dar cartas a nível nacional e internacional, C4 Pedro representou a imagem de Angola além-fronteiras ao tornar-se, este ano, no artista nacional a conquistar o maior número de troféus em concursos no estrangeiro e a assinar um acordo de dois anos com a multinacional Sony Music, para a edição e distribuição do CD King Ckwa, o que lhe valeu o estatuto de residente na Europa. C4 Pedro venceu o prémio de Melhor Artista Masculino do Centro de África, em Dallas.

Cultura: Fernando Alvim

Arte angolana além-fronteiras


O êxito da programação da III Trienal de Luanda, organizada pela Fundação Sindika Dokolo, tem um “rosto”. Trata-se do artista Fernando Alvim, que, incansavelmente, trabalhou para o sucesso da programação, que contou com a realização de mais de 800 eventos em Angola e que se estendeu ao Brasil e Portugal. Para recuperar, valorizar e divulgar as culturas angolana e africana, a organização da III Trienal decidiu prorrogar por mais seis meses as actividades culturais, entre 5 de Janeiro e 30 de Junho de 2017.

Jogo Ciência: Esperança Caxita

A melhor do xadrez africano


A xadrezista Esperança Caxita venceu pela terceira vez o Campeonato Africano de Juniores e é a mais séria candidata do nosso país ao título de Grande Mestre. Caxita venceu tudo o que havia para vencer. O seu domínio nas provas africanas é quase uma garantia do alcance da almejada distinção. O desempenho da xadrezista formada na Escola Macovi, actualmente a jogar pelo 1º de Agosto, motiva muitas jovens angolanas a praticarem a modalidade. É, por isso, a mulher desportista do ano.

Moda: Maria Borges

Sensualidade mostrada ao mundo


Maria Borges destacou-se no mundo da moda. A jovem modelo desfilou e deixou a sua marca em grandes palcos internacionais, engrandecendo o nome da Angola, sendo os seus feitos muito referenciados no país e além-fronteiras. Uma renomada revista brasileira especializada em moda deu grande destaque a esta figura angolana que, neste ano que termina, desfilou pela quarta vez consecutiva no evento de moda mais esperado, o Victoria’s Secret Fashion Show, decorrido em Paris, na França.

Futebol: Gelson Muondo

Uma promessa que já é certeza


Uma promessa que se tornou certeza na terceira época no Girabola, Gelson foi o futebolista que mais adeptos conseguiu mobilizar. Com os seus 23 golos, teve um contributo enorme na conquista do campeonato nacional pelo 1º de Agosto. A grande qualidade técnica, a frieza, o instinto matador  de escolher o momento certo para fazer golos foram os atributos que levaram o Sporting de Portugal a contratá-lo, deixando um vazio na equipa militar e saudades à legião de admiradores.

Andebol: Filipe Cruz

O ano de todas as conquistas


Filipe Cruz, treinador de andebol ao serviço do 1º de Agosto e da Federação Angolana de Andebol, teve um ano cheio de conquistas. Sob o seu comando, a selecção sénior masculina arrebatou o bronze no Cairo, o ouro no CAN feminino e um honroso oitavo lugar nos Jogos Rio'2016, bem como as taças dos campeões africanos Babacar Fall e dos Vencedores das Taças, com a equipa feminina do 1º de Agosto. Internamente, venceu o Campeonato Nacional e a Supertaça Francisco de Almeida.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.