sábado, 21 de janeiro de 2017

Donald Trump: não o tratem como um idiota

OPINIÃO

Donald Trump: não o tratem como um idiota

A América já resistiu a muita coisa. Irá certamente resistir a Donald Trump.
Donald Trump não é um imbecil, e continuar a tratá-lo como se fosse um tontinho que acabou sentado na Casa Branca por mero acaso, ao mesmo tempo que desprezamos o voto, as expectativas e o descontentamento de quem o elegeu, é uma atitude palerma, que tem sido incessantemente repetida por colunistas, humoristas, jornalistas, artistas, intelectuais e milhões de habitantes do planeta Terra. Foi assim durante a campanha. Continuou a ser assim depois da eleição. Nada indica que deixe de ser assim após a tomada de posse. Só que Trump não tomou o poder pela força, e o respeito que nos merece a democracia e o voto popular só é verdadeiramente testado quando nós não gostamos, desprezamos ou até odiamos quem foi eleito.
O boicote dos artistas à cerimónia de inauguração, os anúncios estrepitosos de quem fez questão de dizer que não estaria presente, os apupos que se ouviram durante o juramento presidencial ou os confrontos selvagens com a polícia não mostraram apenas desrespeito por Donald Trump, o que seria inteiramente legítimo. Mostraram também desrespeito pelas instituições democráticas e pela transição pacífica de poder, o que já custa a aceitar. Isto não significa que o novo Presidente dos Estados Unidos não seja um homem perigoso, narcisista, imprevisível, incontrolável, e que pode vir a deixar, com boa probabilidade, um mundo bem pior em 2021 do que aquele que encontrou em 2017. Pelo contrário. É porque ele é tudo isto, e porque os perigos são bem reais, que Donald Trump deve ser levado a sério, como o político profissional que passou a ser, e não como um alienígena alaranjado que assaltou ilegitimamente Washington quando todos estavam distraídos. Ninguém estava distraído. Ele foi gozado, vilipendiado, maltratado e detestado como nenhum outro candidato antes dele. Ainda assim, ganhou.
Até hoje, praticamente só houve espaço para dois discursos sobre Trump: o discurso paródico e o discurso apocalíptico (Nicolau Santos escreveu no Expresso, possivelmente a partir de um abrigo nuclear: “se cumprir tudo o que já prometeu, iniciamos a contagem descrescente para a III Guerra Mundial”). Nenhum destes discursos serve, porque ambos alimentam a visão primária do “nós” (Trump e o povo) contra o “eles” (a elite política e mediática). Foi isso que recentemente se passou com o relatório das alegadas actividades sexuais de Trump em Moscovo, publicado sem qualquer confirmação do seu conteúdo. Nada beneficia mais um mentiroso do que ser acusado de uma falsa mentira. A comunicação social e os seus opositores têm estado diariamente a oferecer-lhe material para construir o casulo que o irá abrigar quando estiver realmente a mentir e a transgredir de forma despudorada.
Se não o tratarmos como um idiota, nem como a encarnação do demo, poderemos ver Trump como ele é: um outsider que se propõe dinamitar o establishment de uma forma que pode ser desastrosa. Só que a América precisa de ver isso com os seus próprios olhos – e ele ganhou legitimidade para o mostrar. Sim, o seu discurso inaugural foi megalómano, populista e isolacionista. Erradicar o terrorismo islâmico da face da Terra? Descrever a economia global como um sugadouro da riqueza americana? Anunciar que a América “vai brilhar” e que “toda a gente a vai seguir”? Um susto do princípio ao fim. Só que é um susto inevitável, que temos todos de levar em nome da democracia. Não há alternativa. A América já resistiu a muita coisa. Irá certamente resistir a Donald Trump. 
João Miguel Tavares: "A América já resistiu a muita coisa. Irá certamente resistir a Donald J. Trump."
Donald Trump não é um imbecil, e continuar a tratá-lo como se fosse um tontinho que acabou sentado na Casa Branca por mero acaso.
PUBLICO.PT|DE JOÃO MIGUEL TAVARES
Comentários
Lia Pereira
Lia Pereira Recusar actuar na cerimónia de tomada de posse configura um desrespeito pelas instituições democráticas em que medida? Julgava que os artistas, tal como qualquer outro profissional convidado, e não obrigado por dever contratual, tinham direito a recusar participar numa cerimónia com a qual não se identificam...
Gosto · Responder · 44 · 18 h
Lia Pereira
Lia Pereira Por outra, se o JMT fosse convidado a "actuar" (discursar, participar, etc) na Festa do Avante, por exemplo, e recusasse, estaria a desrespeitar a democracia?
Gosto · Responder · 11 · 18 h · Editado
Bruno Cabral
Bruno Cabral As peças de opinião que o JMT escreve não devem ser avaliadas do ponto de vista lógico. São um caso de estudo para os cientistas estudarem a evolução da inteligência nos primatas.
Gosto · Responder · 4 h
André Costa Silva
André Costa Silva Como não? Os primeiros minutos de presidência foram ocupados a reverter o plano energético - anos de negociações e avanços difíceis à escala global.
Gosto · Responder · 26 · 19 h
Albano Monteiro
Albano Monteiro Reverter.. faz lembrar alguém cá do burgo..
Gosto · Responder · 6 · 19 h
Edgar Alves
Edgar Alves Albano felizmente.... nunca deviamos ter paffiosos no governo
Gosto · Responder · 19 h
Basilio Garcia
Basilio Garcia Duas vitórias do PSD, depois da bancarrota deixada pelo PS e a última mesmo de depois do sacrifícios do povo. Ou será que devíamos ter a mesma canalhice a destruir o país depois de 2011 com PS, com alguns deles neste governo! Pelo menos seja bem formado na análise porque é raro ser quando se vê apenas um lado
Gosto · Responder · 6 · 19 h · Editado
Zeka Silva
Zeka Silva Mas não é isso que aqui se discute... Isso é perverter
Gosto · Responder · 1 · 19 h
Sérgio Cró
Sérgio Cró Nesses acordos quantos postos de trabalho foram extintos?
Gosto · Responder · 3 · 18 h
Maria Magalhães
Maria Magalhães Basilio Garcia ainda lhe dói? Só mesmo quem se dá mal com a democracia diz tamanho disparate.....
Gosto · Responder · 2 · 17 h
Zeka Silva
Zeka Silva Sérgio Cró quais acordos???
Gosto · Responder · 17 h
Sérgio Cró
Sérgio Cró Do clima.
Gosto · Responder · 14 h
Gabriela Sotto-Mayor
Gabriela Sotto-Mayor Você já leu o acordo?
Gosto · Responder · 6 h
André Costa Silva
André Costa Silva Postos de trabalho extintos... Andam a beber do chá do Trump. Pena não viverem nos EUA para sentirem na pele o que tanto parecem gostar.
Gosto · Responder · 2 h
Lito Sousa
Lito Sousa Não é hábito discordar do JMT,mas desta vez é frontalmente.A democracia funcionou,foi eleito,tomou posse,tudo certo.Agora,se as pessoas que não gostam dele,das ideias que tem,do que pretende fazer na presidência,do estilo,continuam a demonstrá-lo,nos protestos,nos boicotes,nos comentários,tudo certo igualmente.Democracy...
Gosto · Responder · 20 · 19 h
Basilio Garcia
Basilio Garcia Querer que os EUA sejam o que desejamos, só de quem está dependente!
Gosto · Responder · 2 · 19 h
Lito Sousa
Lito Sousa Não sei que tem a ver o meu comentário com isso,mas posso replicar que em relação ao Trump,não escondo que desejo ardentemente que não dure 6 meses como presidente.E sim,o mundo está dependente da concretização do desejo...
Gosto · Responder · 2 · 19 h
Basilio Garcia
Basilio Garcia É um acréscimo ao que diz e não uma critica.
Gosto · Responder · 1 · 18 h
Lito Sousa
Lito Sousa Não é crítica,é desejo mesmo...
Gosto · Responder · 1 · 18 h
Zeka Silva
Zeka Silva Basilio Garcia dependente de quê ou de quém?
Gosto · Responder · 17 h
Miguel Cabrita
Miguel Cabrita Existem análises ao seu vocabulário e à estrutura sintática daquilo que diz que indicam que Trump não deve muito à inteligência, sendo esse aliás um dos seus grandes trunfos e que ajudam a explicar em parte o seu sucesso; 

foi ao não usar o jargão por
 vezes denso de políticos e académicos pelo facto de não o conseguir articular, a apelar frequentemente à emoção e a recorrer ao insulto amiúde e ao afirmar-se como "uma pessoa normal", tudo num discurso simplista e muitas vezes infantil, que Trump venceu. Ele é de facto um idiota, muito perigoso exactamente por isso mesmo, por ser um idiota.
Gosto · Responder · 16 · 19 h
Miguel Cabrita
Miguel Cabrita Pelas mesmas razões foram eleitos Beppe Grillo e o palhaço Tiririca, por serem idiotas.
Gosto · Responder · 2 · 19 h · Editado
Anselmo Damasio
Anselmo Damasio Subscrevo. Menos uma coisa, os artistas vivem num estado democrático, por isso devem ter a liberdade de não querer participar numa cerimónia de um candidato com o qual não se identificam.
Gosto · Responder · 3 · 17 h
Artur Mendes
Artur Mendes não é preciso... ele é ! A democracia não é a escolha dos melhores (e sobre elites, excluamos Portugal por favor...) e a concurso só foi o "estabelecimento" contra o revolucionário anti-sistema cheio de amigos dentro dele. Resultado: um idiota encartado à frente do maior sistema organizado de força do mundo...
Gosto · Responder · 2 · 19 h
Teresa Santos Costa
Teresa Santos Costa Pois Trump não é só imbecil. É também, no minimo, preverso, autocrata e extraordinariamente perigoso! A ver vamos o que aí virá. Fico verdadeiramente admirada com artigos de opinião deste quilate. Na verdade democracia é isto mas... haja paciência!
Gosto · Responder · 9 h
Maria Conde Silva
Maria Conde Silva Alguém trata?Os loucos ou os idiotas não se temem...Quem se recusou a participar são os homens que se mantêm em alerta e que não temem mostrar o temor perante um homem que tem feito os possíveis por dizer ao mundo quem é, como é e o que pensa fazer ! Um idiota provoca o riso ou a compaixão. Não parece ser o caso.
Gosto · Responder · 13 h
Lucilia Moura da Silva
Lucilia Moura da Silva E como os portugueses. Ja resistiram ao Salazar, Marcelo Caetano e agora tem que levar com as cronicas do Joao Miguel Tavares. E dificil, muito,mas como dizia um ilustre banqueiro ª ai aguentam, aguentamª.
Gosto · Responder · 2 · 12 h
Dina Jesus
Dina Jesus Verdade, mas é mais difícil aos portugueses levar com as crônicas do João Miguel Tavares do que os americanos levarem com o
Gosto · Responder · 10 h
Dina Jesus
Dina Jesus o Trump, porque segundo o JMTavares o Trump não é burro , já nos não podemos dizer o mesmo dele
Gosto · Responder · 10 h
Jaime Torrinhas
Jaime Torrinhas É o comportamento normal de quem vê, ouve e lê sobre Trump, ou lê um artigo de uma outra pessoa! As evidências não enganam, é como algodão!!
Gosto · Responder · 17 h
João Mourão
João Mourão Trump é mesmo um imbecil! Mas também um oportunista, que aproveita as fragilidades do sistema democrático, como muitos outros o fizeram no passado, para ter poder. É verdade que o problema está agora no modo como vai utilizar esse poder. Neste momento, há razões de sobra para todos nos preocuparmos!!!
Gosto · Responder · 3 · 19 h
Lino Galveias
Lino Galveias reverter direitos sociais, energéticos, ambientais, humanísticos, nomeação de pessoas ligadas ao armamento privado (o irmão da sec. da educação é fundador da blackwater) e ao petróleo (Rex, da ExxonMobil), da finança, etc.
Gosto · Responder · 6 · 19 h
Rui Carmo
Rui Carmo As análises de JMT...sempre na crista da onda. Feliz ou infelizmente irá um dia ter de engolir tudo isto. No entanto, é jornalista/ colunista e a sua relação com a verdade é coerência do que escreve é, digamos, relativa. Amanhã logo se apressará a desmentir-se.
Gosto · Responder · 4 · 19 h
Pedro Santos
Pedro Santos Os gajos que estão agora a a analisar o que esperar do mandato de Trump são os mesmos que há uns meses riam-se da campanha De Trump e nunca consideraram a hipótese de Hilary perder, não são? Só para saber...
Gosto · Responder · 1 · 17 h · Editado
Carlos Santos
Carlos Santos daqui a 2 anos, todos os algemados aos sistema mediatico estarao resignados nas suas visoes condiçionadas ao actual sistema,......um a um irá calar-se e aos poucos apoiar o renascimento do ocidente.....2 anos
Gosto · Responder · 1 · 19 h
Helder Teixeira
Helder Teixeira E enquanto se gasta energia a apreciar o que se passa.pelas américas...por cá os nossos...andam.à solta
Gosto · Responder · 9 · 19 h
Maria Barros
Maria Barros eles gostam destas pausas de informação nacional.. " trabalham " mais a vontade...
Gosto · Responder · 4 · 17 h
Joaquin Kaz
Joaquin Kaz Convinha aqui salientar que a vitória "democrática" foi manipulada! Distorção da imagem adversário por conveniência na parte final das eleições foi muito conveniente!
Gosto · Responder · 6 h
Miguel Nunes Mpaka Mpanzu
Miguel Nunes Mpaka Mpanzu O Donald ainda vai surpreender os Estados Unidos, as pessoas quiça o mundo pela positiva, isto podem crerem, cada dia que passa, cada um vem uma de Donald Trunp, vamos aguardar ele apenas tomou posse ontem agora nos resta observar de hoje para frente o que vai acontecer, .
Gosto · Responder · 8 h · Editado
Maria Clara Gama Prazeres
Maria Clara Gama Prazeres Ó joão Miguel e atacar as instituiçoes presemtes fisicamente como ex presidentes, supremcourt,congressistas e representantes, declarando que o poder era dado ao povo e nao aos poderes constitucionais.que o representa significa o quê? Instituiu a anarquia, a democracia directa outro desconhecido regime? Gostou? Está no seu direito. Por mim tudo aquilo é lamentável e perigoso e nem o identifico com o verdadeiro partido republicano. Veremos. Fazer futurismo neste momento é inutil. 😐
Gosto · Responder · 1 · 17 h
Jorge Carvalho
Jorge Carvalho Mas isso sabemos nòs. Sò que a campanha jà acabou e jà foi empossado presidente. O homem è sò um grosseiro estupido. O clima de violência racial e social regrediu a nìveis dos anos 60 e Trump no discurso de tomada de posse em vez de fazer um discurso apaziguador foi apenas mais Trump, incendiàrio... Mas um gajo que tem como ideias politicas fazer o contrario de Obama mas näo diz o quê e como, que vai mesmo construir um muro e "papar" a China e, tal como o discurso do Führer, "America über alles"... Pronto, näo è mero acaso o gajo ser tontinho... dizem que è choque de genes...
Gosto · Responder · 3 · 19 h
Manela Bandeira
Manela Bandeira nunca houve tanta repressão policial contra afro-americanos..do que no mandato do obama...informe-se...e depois da demonstração dos "democratas" ,ontem...o Trump ganhou mais adeptos.....
Gosto · Responder · 2 · 19 h
Jorge Carvalho
Jorge Carvalho Manela Bandeira .. Trump vai precisar de adeptos è na proxima eleiçäo e duvido que consiga sequer metade desta
Gosto · Responder · 1 · 19 h
Paula Duarte
Paula Duarte pois não, não é um idiota, nem um tontinho é um esquizofrénico sem noção de limites, sem respeito pelo semelhante e o pior é achar-se superior a tudo e a todos, faz me lembrar um outro alguém. Alemão? Não ele não era alemão, mas era também psicopata
Gosto · Responder · 5 h
Zeca Volt
Zeca Volt Convém de facto reter que Trump não é um idiota. E ainda que alguns dos muitos apoiantes que tem em Portugal também não são palermas inofensivos.
Gosto · Responder · 20 h
Manuel Rodrigues Rodrigues
Manuel Rodrigues Rodrigues Por não ser idiota é que assusta ainda mais!
Petulante e déspota, entre outros "atributos" que tais. . .!
Gosto · Responder · 1 · 17 h
Lucia Capella
Lucia Capella Só espero que o resto do mundo sobreviva sem muitos danos!
Gosto · Responder · 3 · 19 h
Sérgio Cró
Sérgio Cró Os mercados financeiros "assustaram-se" quando Trump no seu discurso incluiu criação de postos de trabalho, distribuição de riqueza.
Gosto · Responder · 2 · 18 h
Mário Morgado
Mário Morgado É difícil não tratar alguém como verdadeiramente é. Como já dizia o professor Manuel Machado, "um vintém é um vintém e um cretino é um cretino".
Gosto · Responder · 18 h
Ricardo Moreira
Ricardo Moreira Só pode ser tratado como tal...Pode ser um idiota perigoso, muito ou pouco,. Mas idiota? Sempre.
Gosto · Responder · 1 · 19 h
Pedro Emauz
Pedro Emauz O JMT é por vezes um imbecil. Esta é uma dessas vezes. Já se torna habitual.
Gosto · Responder · 1 · 16 h
Paulo Dias
Paulo Dias Estou-me pouco a lixar para a América. Importa as grandes alterações num mund cada vez mais fragilizado!!ok iluminado?
Gosto · Responder · 18 h
Vitor C. Clemente
Vitor C. Clemente Não tenho dúvidas que idiota e convencido só à um o puto e parvo JMT.
Gosto · Responder · 8 h
Carlos Martins da Silva
Carlos Martins da Silva Com tanto génio a comentar nem sei como Portugal está como está. Trump está preocupadíssimo com a opinião da esquerda portuguesa...as luminárias que enterram o país...
Gosto · Responder · 13 h
Carlos Lopes
Carlos Lopes Tinha que vir este "faciszoide sopinha de massa" defender o que qualquer pessoa de senso comum sabe que é indefensável.
Gosto · Responder · 2 · 19 h
António Coimbra Vale
António Coimbra Vale Efetivamente, a pior coisa a se pode fazer a um idiota é tratá-lo como idiota.
Gosto · Responder · 19 h
Rui Almeida
Rui Almeida e é isto o que resta do "Público" que democraticamente foi comprando e agora já não
Gosto · Responder · 11 h
Maria Barros
Maria Barros " nós ( povo ) " ... queres voltar as origens? 
" nós contra o sistema " ... um absurdo claro. Não façam isso.. o sistema que nos colocou neste paraiso onde vivemos.. 
realmente o povo está louco..
Gosto · Responder · 1 · 17 h
Alexander Ashford
Alexander Ashford Muito bem conseguido, este artigo. E descreve o que eu já disse- foram os média liberais que puseram Trump no poder.
Gosto · Responder · 2 · 19 h · Editado
Nokas Noronha
Nokas Noronha Li e gostei da análise. Lúcida e contra-corrente. Raramente leio as crónicas de JMT, mas tive curiosidade.
Gosto · Responder · 19 h
Gonçalo Pinto
Gonçalo Pinto Como muito bem diz, o Presidente Trump, não é nenhum idiota ou imbecil. Esses BRONCOS estão todos na política em Portugal. !!!
Gosto · Responder · 1 · 18 h
Raul Oliveira
Raul Oliveira O homem ainda vai ser bom. A imprensa tem esse poder de tranformar uma besta em bestial. Se o homem acabar com a NATO não se perde nada.
Gosto · Responder · 17 h · Editado
Miguel Frazão
Miguel Frazão JMT sempre a tentar contentar uma clientela com clichês de direita De qualquer forma desta vez acredito na veracidade deste texto. Um cretino respeitará sempre um cretino maior. Como é possível ?!?
Gosto · Responder · 5 h · Editado
Edgar Alves
Edgar Alves Idiota é este merdum que escreve neste pasquim
Gosto · Responder · 5 · 20 h
Luis Marques D
Luis Marques D Aqui o joao ainda não se explicou quem o meteu a comentar ...neste caso nem sequer conhece a pessoa em causa....mas quem foi que o meteu a escrever...frases sem articulação....
Gosto · Responder · 15 h
Luis Marques D
Luis Marques D Como se chega a presidente e se fica idiota imagina no teu caso chegar a bobo da corte...
Gosto · Responder · 15 h
Michaell Lange
Michaell Lange Talvez, até um idiota como o Trump deva ser tratado com educação. Mas mais do que educação, ele deve ser tratado com cautela, muita cautela...
Gosto · Responder · 5 h
Antonio Costa
Antonio Costa De acordo com o JMT ...estranhamente :)
Gosto · Responder · 1 · 19 h
Manuela Jorge Nina Jorge
Manuela Jorge Nina Jorge De imbecis estão os governos cheios,mas também contam os votos não é ?
Gosto · Responder · 18 h
José Andrade Nogueira
José Andrade Nogueira Só mesmo tu para defender o Trampa
Gosto · Responder · 11 h
Vasco Sequeira
Vasco Sequeira cala-te belfo idiota.
Gosto · Responder · 13 h
Nair Ferreira
Nair Ferreira parabens joao sempre na mouche
Gosto · Responder · 7 h
Jose Viana
Jose Viana Quando um elogia outro, está tudo dito.
Gosto · Responder · 7 h
Alexandre Teixeira
Alexandre Teixeira Se sobreviveu a 8 anos de Barack Obama, sobrevive a tudo ;)
Gosto · Responder · 2 · 17 h · Editado

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.