segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Divulgado vídeo do presumível autor do atentado na Turquia

TURQUIA


Um vídeo do alegado autor do ataque que vitimou 39 pessoas em Istambul durante a noite de passagem de ano foi divulgado esta segunda-feira. Autoridades acreditam ter desvendado a identidade do autor.
As imagens podem ser consideradas chocantes
As autoridades turcas acreditam ter encontrado novas pistas sobre a identidade do presumível autor do atentado terrorista contra a discoteca “Reina”, em Istambul, durante a noite de passagem de ano. De acordo com as últimas informações divulgadas pela polícia turca, o terrorista será originário da região da Ásia Central e terá cerca de 25 anos.
Entretanto, os órgãos de comunicação social turcos divulgaram um vídeo onde se pode ver o alegado terrorista a passear perto da praça Taksim, no coração de Istambul.
Num outro vídeo, divulgado por órgãos de comunicação social turcos e que mereceu o destaque do jornal espanhol El País, podem ver-se os primeiros momentos do ataque na discoteca turca. As imagens, que podem ser consideradas chocantes, foram captadas por uma câmara de segurança disposta à entrada da discoteca. Já no interior do espaço, o terrorista, munido com uma Kalashnikov AK-47, disparou de forma indiscriminada contra as pessoas que procuravam celebrar a entrada no novo ano. O ataque terá durado cerca de 7 minutos.
Depois de cometido o crime, o atirador deixou a arma do ataque para trás e conseguiu escapar fingindo tratar-se de um civil apavorado, dá conta o mesmo El País.
A polícia turca deteve, esta segunda-feira, em Istambul, oito pessoas alegadamente implicadas no ataque terrorista contra a discoteca “Reina”, na noite da passagem de ano, que matou pelo menos 39 pessoas. De acordo com o jornal turco Hurriyet, os suspeitos foram detidos pela unidade antiterrorista da polícia, numa operação que ainda está a decorrer.
As autoridades turcas impuseram um bloqueio temporário à cobertura noticiosa do ataque, afetando a difusão no país. A polícia centrou a investigação em células do Estado Islâmico provenientes do Uzbequistão e Quirguistão, mas também em ramificações turcas do grupo extremista.
O ataque de domingo foi perpetrado à 1h30 locais (22h30 em Lisboa), numa exclusiva discoteca situada na margem do rio Bósforo, onde várias centenas de pessoas festejavam o Ano Novo.
Além dos 39 mortos, a maioria dos quais estrangeiros, 69 pessoas ficaram feridas. Esta segunda-feira, grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou a autoria do atentado perpetrado na discoteca de Istambul.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.