quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Opositor congolês André Okombi Salissa detido em Brazzaville


PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - África
Escrito por Agências  em 12 Janeiro 2017
Share/Save/Bookmark
O opositor congolês André Okomi Salissa, candidato derrotado nas eleições presidenciais de 20 de março passado, foi detido terça-feira na períferia norte de Brazzaville, a capital do Congo, por "atentado à segurança interna do Estado", anunciou a Polícia nacional congolesa, citada quarta-feira pela rádio pública.
A Polícia precisou que a detenção se fez sem violência, sublinhando ter respeitado o Código de Processo Penal.
Desde a proclamação dos resultados das presidenciais de 20 de Março passado, André Okombi Salissa, deputado de Lékana (norte), vivia na clandestinidade em Brazzaville, e foi lançado um mandado de captura contra ele e os seus "cúmplices".
O procurador da República, André Oko-Ngakala, pediu a 24 de dezembro último o levantamento da sua imunidade parlamentar para que seja julgado por "atentado à segurança interna do Estado e posse ilegal de armas e de munições de guerra".
Este requerimento está a ser examinado pela Assembleia Nacional.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.