sábado, 21 de janeiro de 2017

E porquê a morte do Mateus Filipe Chiranga, o delegado político do MDM não me surpreende?

Delegado político do MDM em Manica assassinado mas Polícia desmente
Escrito por Redação  em 20 Janeiro 2017
Share/Save/Bookmark
O delegado político do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), identificado pelo nome de Mateus Filipe Chiranga, foi supostamente morto a tiro, na sua casa, no passado domingo (15), no distrito de Tambara, província de Manica.
O caso deu-se no zona de Nhacafura e corpo da vítima ainda não foi localizado alegadamente porque o mesmo desapareceu com os autores do crime.
Os familiares disseram que viram bastante sangue ao lado da casa do malogrado e as pessoas que presenciaram o assassinato narraram que o cadáver foi levado pelo mesmo grupo que cometeu o acto. Porém, ninguém soube dizer quantas elementos compunham a referida gangue.
O MDM acredita que o seu membro, que também era professor numa das escolas em Tambara, tenha sido morto e estranha que os gestores do estabelecimento de ensino onde estava afecto não tenham dado falta do seu quadro.
Por sua vez, o Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Manica, considerou que Mateus Filipe está fora do convívio familiar e só se pode falar de morte quando o seu corpo for localizado.
A corporação disse também não estar em condições de afirmar que se trata de um assassinato, o que sabe é que a vítima desapareceu de casa na noite do último domingo.

Antonio A. S. Kawaria‎ para Diálogo sobre Moçambique
Ontem às 0:02 ·

Sempre suspeitei e eu sempre comentei que se houver algum pacto entre a Frelimo e a Renamo, os esquadrões da morte, os ditos desconhecidos, se direccionariam ao MDM ou a qualquer partido que fosse uma verdadeira ameaça ao partido no poder. É nisto que a sociedade moçambicana e internacional tem que virar a sua atenção.

Yolanda Costa com Persi Santos e 15 outras pessoas.
Ontem às 9:20 ·



Crescer mais e distribuir melhor

Viva o MPLA - Rumo à vitória

GostoMostrar mais reaçõesComentarPartilhar
44 442 partilhas
Comentários

Jeremias Chilaw Com 6% dos eleitores mocambicano e uma lideranca patrimonialusta e com tendencias autoritarias o MDM esta longe de ser Amerco para ninguem
Gosto · Responder · Ontem às 0:19

Antonio A. S. Kawaria E porquê não me surpreende que seja o Jeremias Chilaw a tentar lavar o local onde jorra o sangue do Mateus? É pela primeira vez que a Frelimo se vira ao MDM, Jeremias Chilaw? Não tem sido assim mesmo em Gaza, em Tete, em Manica, em Nampula? Queres o background?
6% fabricados pela Frelimo e a mesma que já vê que pelos 4 municípios governados por MDM, os mocambicanos já sabem que vale a pena mudanca.
Gosto · Responder · 6 · Ontem às 0:27

Atumane Muenhe Muenhe Atenção, repito que não seriam só esses municípios se não fraude eleitoral, ja teriamos os municípios de Gorongoza, Chimoio, Mocuba, Cidade do Maputo e Matola!
Jeremias Chilaw Nao tenho nada a ver com sangue seja de quem for e nao eh de sangue que estou a falar. Falo da alegada ameaca que o MDM representa nao sei bem para quem. Quero te lembrar que o MDM surgiu como um partido progressista, com ideias modernas como a limitacao de mandatos do presidente do partido, algo muito aplaudido por jovens como eu. Porem, quando se foram os dois mandatos, de forma secreta, a clausula do limite dos mandatos evaporou, a familia Simango tomou o poder, vozes criticas expurgadas do partido. Por isso o desempenho do MDM tem sido uma lastima. Por isso nao faz sentido pensar que alguem se sente ameacado. O MDM eh mais um partido autoritario
Gosto · Responder · Ontem às 0:45

Jeremias Chilaw Ja agora, condene como condenamos a morte do Sr em causa, mas nao a use para criar fantasias
Gosto · Responder · Ontem às 0:47

Antonio A. S. Kawaria E dirias que falas aqui que falas de sangue? Claro que virias com isso que o MDM não ameaca o teu partido, a Frelimo. Mas isso é falacioso porque sabe-se muito bem.
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 0:49

Jeremias Chilaw Veja bem Antonio A. S. Kawaria o presidente do teu oartido nao consegue ganhar as eleicoes presidenciais na cidade da Beira, onde ele eh edil. Vai ameacar alguem a nivel nacional?
Gosto · Responder · Ontem às 0:52

Antonio A. S. Kawaria Jeremias Chilaw, nem vais conseguir desviar aqui o que coloquei quando procuras fazer propagandas falaciosas sobre o MDM. Se fosses honesto dirias mesmo que Frelimo já perde tudo porque é
AURORITÁRIA
ASSASSINA
PARTIDO DE LADRÕES
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 0:55

Jeremias Chilaw Forca nas tuas ilusoes. O facto eh que o teu presidente nao consegue Mais do que 6% dos votos. Significa isto que ele simplemente nao conta para muito
Gosto · Responder · Ontem às 0:57

Antonio A. S. Kawaria E tu mesmo Jeremias Chilaw foste mal ensinado pela Frelimo que ser polícia é matar opositores e a Frelimo tu defenderes.
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 0:58

Jeremias Chilaw Eu nao Sou policia Antonio A. S. Kawaria
Gosto · Responder · Ontem às 0:59 · Editado

Antonio A. S. Kawaria Jeremias Chilaw, a Frelimo assassina ou não membros do MDM? O teu colega matou o Max love em Quelimane, Os teus colegas mataram um membro do MDM na Beira e outro na Ilha de Mocambique nas eleicões de 2014
Gosto · Responder · Ontem às 1:00

Antonio A. S. Kawaria A Frelimo assassinou Manuel Matola em Tete. A Frelimo queimou a Regina em Tete. Diz oh, Jeremias Chilaw se alguma vez a Frelimo fez com o PT partido do Miguel Mabote.
Gosto · Responder · Ontem às 1:02

Jeremias Chilaw Meu amigo, nao tenho Colega que alguma vez tenha morto alguem.
Gosto · Responder · Ontem às 1:04

Antonio A. S. Kawaria Jeremias Chilaw, tu como polícia e pior ainda aqueles assassinatos se deram quando tu estavas a trabalhar ali nas instalacões do Ministério do Interior, sim foram os teus colegas que mataram os membros do MDM.
Gosto · Responder · Ontem às 1:07

Jeremias Chilaw Mano, falsas and qualidades eh crime punido por lei. Nao Sou policia ja te disse e te digo Mais, nunca tive um colega que tenha assassinado alguem. Portanto, lamento te informar que nao Sou a Pessoa ideal para descarregares as tuas frustracoes
Gosto · Responder · Ontem às 1:10

Antonio A. S. Kawaria Jeremias Chilaw o que queres dizer com falsas e qualidades é crime? Pensas em quê e quem mesmo?
Ora, quando o Max Love foi morto em 2013, a polícia matou na Beira e Ilha de Mocambique, a polícia matou em Murrupula e dezenas de mortes por policiais, tu não andavas até no teu perfil com pingo de chuva?
Tenhas virtude, mano. Por causa destas fintas já duvido do ramo da polícia que fazes parte.
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 1:17

Germano Milagre Totalmente de acordo Antonio
Gosto · Responder · 1 · 23 h

Jeremias Chilaw Antonio A. S. Kawaria burro sei que nao es e presumo que nao estas a simular ser um. Nao sei que lingua queres que use para te explicar que nao sou policia e tu insistes. Entao como podes tu duvidar do ramo a que pertenco se repetidamente te digo que nao sou policia? Ja agora, queres discutir profissoes? pelo que eu saiba nunca te perguntei o que fazes e nunca ninguem neste grupo foi obrigado a apresentar a sua profissao. Discuta as ideias. Explique-me, por exemplo, em que reuniao o MDM eliminou a clausula que permite ao Deviz Simango ficar na presidencia do partido por mais de 2 mandatos. Eh disso que estamos a falar, das incongruencias do teu partido que achas que ameaca nao sei bem a quem. Sobre a minha vida privada, que seguramente nao te interessa e nao interessa a ninguem, podes ir ao meu mural, vasculhar as fotos e teras oa o meu historial.
Gosto · Responder · 23 h · Editado

Antonio A. S. Kawaria Estamos a falar dos esquadrões da morte criados pelo teu partido e os assassinatos e tu vens aqui a falar doutras coisas para obstruir o debate sobre os mesmos. E como fazes esse papel, continuo a questionar-te se aqueles assassinatos pela polícia não ocorreram quando estavas a trabalhar naquele edifício do Ministério do Interior em Maputo.
Esqueces que fizeste referência que sou professor. Claro, eu é nunca tive colegas que assassinam mas reconheço que há uns usados para fraudes nas assembleias de mesa como aquele que colaborou com a Fernanda Moçambique em Gurue
Gosto · Responder · 17 h

Anidia Tacaiana Antonio A. S. Kawaria nao vale a pena continuares com essa discussao... o maior cego e quem nao quer ver....

Eduardo Domingos Qdo ideias me faltam eu evito procurar o sexo do anjo
Gosto · Responder · 19 h

Eduardo Domingos Publiquei o rapto e morte desse fulano ha quatro dias. As informaçoes que tive é era membro da renamo. A frelimo começou a muito tempo, mdm nunca reagiu. Se a frelimo descobrir que é facil acabar com mdm usando EdM, fará nos proximos tempos e acho possivel desbaratar mdm por essa via.
Gosto · Responder · 1 · 19 h

Atumane Muenhe Muenhe Não passa ou não consegue 6% de votos, mas vejam aqualidade dos municípios onde MDM está agovernar!
Gosto · Responder · 1 · 18 h · Editado

Antonio A. S. Kawaria E o povo vê isso.
Gosto · Responder · 17 h

Anidia Tacaiana E nao consegue porque a maquina da Frelimo rouba votos...

Paulo Bernardo Phacule Os africanos nunca souberam fazer política,este carácter hereditário está no sangue e é involutário.vejamos a formo como surgem os partido políticos,alguns como forma de retaliação,assim sendo não existe espaço de não conflitos.
Gosto · Responder · 1 · 18 h

Laura Ramos Com certeza o Mdm tem lá os seus problemas como qualquer outro partido ak no pais já k todos eles são dirigidos por seres humanos que de perfeito não tem nada. e por isso existe as quatro paredes pá que cada um resolva os problemas que tem internamente. Quanto à ameaça eu acredito muito que o Mdm é uma grande ameaça pra muitos, se não não sofreriamos grandes ameaças, sequestros e mortes claro. O que se quer de verdade é que exista realmente uma verdadeira democracia no pais pra todos vivermos sem medo de morrer só pk pensamos diferente. todos nós somos seres humanos irmãos, + não somos obrigados a pensar a querer as mesmas coisas. As nossas diferenças fazem de nos grandes seres humanos vamos usar isso ao nosso favor e não contra, e chega de mortes encomendadas
Gosto · Responder · 1 · 16 h

Jah Warrowarro Eu não duvidei sempre previ que os homens armados e desconhecidos de Moçambique estariam no encalse do MDM. Se ainda não tinham começado é porque sabem que somos uma presa fácil de abater
Gosto · Responder · 2 · 8 h

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.