quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Rei de piratas somalis condenado a 20 anos de prisão na Bélgica


PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - África
Escrito por Agências  em 14 Dezembro 2016
Share/Save/Bookmark
O pirata somalí Mohamed Abdi Hassan foi condenado a 20 anos de prisão pelo Tribunal Correcional de Bruges, na Bélgica, por ter sequestrado durante 71 dias a tripulação do navio belga “Le Pompei", no Oceano Índico, a caminho das ilhas Seicheles, anunciou quarta-feira fonte oficial.
O pirata obteve um resgate de dois milhões de dólares americanos antes de libertar os reféns, essencialmente marinheiros belgas.
Denominado "o rei dos piratas", Mohamed Abddi Hassan capturou, para elém de « Le Pompei », no mar vários navios dos quais « Le Faina », uma embarcação ucraniana carregada de armas, e um petroleiro saudita que transportava petróleo avaliado em 100 milhões de dólares americanos.
Foi detido no aeroporto de Bruxelas proveniente de Nairobi, no Quénia, onde agentes de informação belgas o convenceram a vir assinar um contrato de várias centenas de milhares de euros para a realização dum filme sobre a sua própria história de pirata de mar.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.