segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Notícia falsa leva Paquistão a ameaçar retaliar “ataque nuclear” de Israel

REDES SOCIAIS

188
Israel disse que iria destruir o Paquistão se o país enviasse tropas para a Síria? Não. Mas foi isso que escreveu o site AWDNews, levando o ministro da defesa paquistanês a prometer retaliar.

Paquistão ameaçou retaliar um ataque que Israel nunca teve intenção de lançar: é o ciclo das notícias falsas
AFP/Getty Images
No início de dezembro, Edgar Welsh, um norte-americano de 28 anos, guiou, armado, até uma pizzaria, que fica a oito horas de sua casa, para libertar um grupo de crianças que supostamente estariam a ser utilizadas como escravas sexuais, numa rede de prostituição encabeçada por Hillary Clinton. Bizarro? Talvez. Mas a notícia foi partilhada centenas de vezes. Quando chegou à pizzaria, Welsh começou a disparar para “libertar as crianças”, disse o jovem, mais tarde, em tribunal. A notícia tinha circulado no Facebook e no Twitter todo o dia.
Esta semana, o ministro da Defesa do Paquistão, Khawaja Muhammad Asif, prometeu lançar um ataque nuclear sobre Israel como retaliação por um outro ataque que Israel, de facto, nunca teve intenção de lançar. Um artigo publicado dia 20 de dezembro no site AWDnews diz que o ex-ministro da Defesa de Israel ameaçou destruir o Paquistão num ataque nuclear se o país enviasse tropas para a Síria para combater o auto-proclamado Estado Islâmico (Daesh).
Segundo o ADWnews, Moshe Yaalon terá dito que “se, em alguma circunstância, o Paquistão chegar à Síria saberemos o que fazer: destruí-los com um ataque nuclear”. Aparentemente crente na ameaça do ex-ministro da Defesa israelita, que, de qualquer forma, não poderia ordenar qualquer ataque (Avigdor Lieberman é o atual ministro da Defesa de Israel), Muhammad Asif respondeu, pelo Twitter, lembrando a Israel que “o Paquistão também é um estado nuclear”.
Israeli def min threatens nuclear retaliation presuming pak role in Syria against Daesh.Israel forgets Pakistan is a Nuclear state too AH
O Ministério da Defesa de Israel já veio dizer que as declarações atribuídas ao ex-ministro da Defesa “nunca foram proferidas” e que “as notícias às quais o ministro da Defesa paquistanês de refere são totalmente falsas”.
Um outro caso com ramificações pessoais graves foi o de Kaci Hickox, a enfermeira norte-americana que esteve na Serra Leoa a combater a epidemia de ébola, e que teve que lutar para manter o seu apartamento quando voltou a casa, no Maine, por culpa de uma notícia falsa onde se lia que ela continuava com sintomas e que podia espalhar a doença pela cidade.
Samuel Rodrigo Pinto Um ministro da Defesa de uma potência nuclear reage assim de forma primária a uma notícia falsa? Nem sequer se esforçou por saber se era verdadeira uma alegação tão grave como a que foi noticiada? Esta criatura é um demente, sem perfil para o cargo. Num país sério que não fosse uma ameaça para o mundo, devia ter sido imediatamente demitido, mas de um país muçulmano tudo é possível. Vêm aí dias muito maus para a Humanidade….
Gosto · Responder · 5 · 6 h


Dio Moita Totalmente de acordo. Uma coisa são os anónimos mais ou menos informados que se levam por uma ou outra notícia. Outra coisa são altos responsáveis que não usam os canais apropriados para se informarem devidamente. Resumindo: grande idiota.
Gosto · Responder · 1 · 6 h


Moreira France Borges Qualquer forma o recado está dado
Gosto · Responder · 5 h


Escreve uma resposta...





Ezequiel A. Ribeiro Por duas vezes os árabes levaram a pior quando tentaram combater Israel. O caminho da paz é a reconciliação com o estado judeu. Os judeus voltaram para sua terra para nunca mais serem expulsos.
Gosto · Responder · 2 · 7 h


Joao Pinhel Paquistaneses não são árabes
Gosto · Responder · 3 · 6 h


Richard Sousa Esse gajo è mal informado.
Gosto · Responder · 2 · 6 h


João Luís Ramalho Abegão A terra não é de judeus, nem de árabes nem de cristãos amigo.
Gosto · Responder · 4 · 6 h


Jorge Algarvio Aquela terra já teve nas mãos de todos.
Gosto · Responder · 1 h


Escreve uma resposta...





Marcos Henrique Lopes da Rocha Luiz Lemez Lemez Fabio Santos notícias falsas estão fazendo muito efeito kkk
Gosto · Responder · 1 · 6 h


Susana Assmus Fernandes Mais uma bonita contribuição para o inicio da 3ª guerra mundial. Que tristeza este jornalismo de m3rda
Gosto · Responder · 6 h


Ana Maria Fonseca Estes boatos podem trazer a destruição ao Mundo e ao seu povo.. Quem tem a leviandade de os levantar, devia de ser punido severamente.
Gosto · Responder · 2 · 5 h


João Pinheiro E vocês jornalistas contribuem para tal...
Gosto · Responder · 6 h


Alberto Oliveira Só se atacasse com chamuças.ahahahahahah
Gosto · Responder · 6 h


Carlos Sa O pior terrorismo do mundo, é o jornalixo.
Gosto · Responder · 2 · 6 h


Alexandre Pinho Agora é tudo teorias da conspiração sobre notícias falsas.
Gosto · Responder · 6 h


Pedro Castro Bombas atómicas à descrição!!

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.