sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

União Europeia, se junta ao cerco dos EUA, sobre o regime de JES

Fonte: Angola 24 Horas
Por Orlando Fonseca

Os bancos da Alemanha, que asseguravam a exportação dos Euros, aos Bancos Angolanos, nomeadamente, o Deutsche Bank e o commerzbank, já não vão mais cooperar com Luanda, para o envios de divisas a Angola.

Segundo, o prestigioso jornal Português Expresso, o Barclays Bank, iniciou um cerco, as contas bancarias dos correligionários do presidente Jose Eduardo dos Santos e João Lourenço, particularmente os generais do regime Angolano, tendo intimado a elite Angolana, com vista a recolherem o seu dinheiro naquele Banco, e faze-lo regressar a Angola, em virtude da sua proveniência ser dos roubos do erário público.

Não e demais lembrar aos compatriotas, que o general Manuel Hélder Vieira Dias Junior, “Kopelipa" que na pratica o segundo homem que governa Angola depois de JES, "Kopelipa”, viu recentemente todos os bens roubados pelo criminoso general, aos fundos do Estado Angolano, verdadeiramente congelados em todo mundo, particularmente em Portugal, a pedido dos EUA, seguido da sua proibição de entrada, neste poderoso/generoso pais, os EUA.

O presente congelamento, dos bens de Kopelipa, representa na verdade o primeiro aviso a navegação, dado pelos EUA, aos delinquentes (governantes) de Luanda, antes de começarem eventualmente ser requeridos pela justiça Americana, por haverem descaradamente branqueado/lavado, centenas de milhões de dólares Norte Americanos, corrupção generalizada, suspeitas de financiamento do terrorismo internacional etc. etc.

E preciso que os Angolanos, saibam duma vez por todas, que os EUA/seus aliados e todo o mundo civilizado, estão a muito tempo na posse duma lista negra, com nomes e apelidos, do grosso, dos dirigentes do Movimento Popular de Libertação de Angola(MPLA),incluindo os actuais substitutos do ditador JES, João Lourenço/Bornito de Sousa, pessoas politicamente expostas, que ajudaram JES/seus filhos, a praticar a actual corrupção generalizada em Angola, lavagem de dinheiro, suspeitas de financiamento ao terrorismo internacional, ao mesmo tempo que condenaram e empurraram para um "autentico crucifixo", o resto dos 24 milhões de Angolanos, hoje votados a viver com os míseros 1 dólar e cinquenta centavos, para as sombras da Banca Rota.

Por isso, repito a nomeação dos Sr. João Lourenço/Bornito de Sousa, como presidente e vice Presidente de Angola, em lugar de resolver o que quer que seja em Angola,veio agravar ainda mais as coisas, em virtude de se abrir uma verdadeira avenida, que pode conduzir uma eventual extinção do MPLA, tal como ocorreu com o Movimento Popular da Revolução,(MPR),do finado ex-ditador do Ex-Congo Zaire, actual República Democrática do Congo, extinção essa, que teve lugar logo após a retirada que se seguiu da morte do marechal Wazambanga, que teve lugar em Marrocos.

Pessoalmente, como patriota e amante/torcedor, do nascimento duma verdadeira democracia representativa em Angola, tendo em conta que o MPLA, faz falta para os futuros debates dos temas cadentes da nossa terra, particularmente com o MPLA na oposição, os camaradas deveriam afastar definitivamente o seu actual e descabido orgulho, com vista a seguirem o exemplo daquele MPLA, da era Daniel Chipenda que veio culminar com a reconciliação da chamada família MPLA, de cuja a grande reunião, culminaria ali no Pavilhão da Cidadela em Luanda.

Na verdade, só e só, com o resgate de nomes e apelidos, daqueles bons do MPLA, que não constam desta famosa lista negra, na posse dos EUA e dos seus aliados e que o partido dos camaradas, se salvaria da sua anunciada extinção, sempre e quando, muitos das atuais apostas do partido dos camaradas, incluindo João Lourenço/Bornito de Sousa, comecem a ser eventualmente requeridos pela justiça, pelo mundo civilizado, particularmente pelos EUA.

Voltando a vaca fria, o eminente corte dos Euros a Luanda, depois do secar dos dólares Norte Americanos, no pais da Costa Ocidental de África, vai representar o verdadeiro golpe da misericórdia, ao regime de JES, o que poderá acelerar o asilo de JES, na África do Sul, de cujo o pedido Santos, já formulou, ao seu amigo/aliado, corrupto, polígamo presidente Jacob Zuma.

Por isso, o actual ministro das Finanças de Angola, Archel Mangueira e o governador do Banco Nacional de Angola Walter Filipe, estão a enganar os Angolanos, ao divulgarem nos meios de comunicação, detidos pelos filhos de JES, em Luanda, segundo os quais, a China, vai disponibilizar milhões de dólares, destinados a supostos projetos sociais para Angola, quando a torneira dólares a muito fechou na China.

Em virtude, dos calotes da Isabel dos Santos, que costuma enviar petroleiros para Pequim, de cuja a carga jamais coincidiu com os números dos carregamentos constates nos manifestos dos navios, segundo as queixas de Pequim, ou suposto pedidos de apoios a Roma o Londres, por parte do jovem Walter Filipe, quando na verdade o mundo livre, já se prepara para cortar o pescoço do regime de JES.

Que Deus continue guardando e abençoando Angola e todos os filhos e filhas da nossa terra.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook