segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

E o Moza recomenda-se...

Marcelo Mosse added 2 new photos.



Quando muitos vaticinavam um percurso calamitoso, o Moza Banco está se mantendo firme. O puxão do tapete que lhe fez escorregar, nomeadamente, esse embalo financeiro com fundos pensionistas, foi decisivo (um balão que não se esvazia para outras sumidades do sector bancário, como o BIM). Lembrem-se que o Moza é também um dos credores dos malfadados Tuna Bonds. Os dois factores foram cruciais para a depreciação dos seus rácios de solvabilidade, que levaram à intervenção do Banco de Mozambique, que nomeou o guru João Figueiredo para gerir o banco para vendê-lo.

(Guru? Pois. Este homem, que começou como caixa no antigo Standard Totta, fundiu com sucesso o BIM e o antigo BCM, criou de raiz um novo banco, o ÚNICO, e agora está bem encaminhado no salvamento de um banco).

Banco que eu continuo a reputar como símbolo de um certo nacionalismo do sector financeiro, não só pela maioria acionista da Moçambique Capitais mas também pelo facto de ter entre os seus trabalhadores apenas quatro estrangeiros. Isso é obra. E era bom que assim continuasse a ser. Que da due delligence em curso pela KPMG resulte claramente que a opção de venda pura e simples seja substituída por uma decisão de recapitalização, dando-se primazia aos investidores nacionais (não tenho lá acções como o Fernando Lima e, portanto, estou isento nisto, assim como ele ficou transparente, quando declarou seus interesses, mas iiishhhiii!!!, há quem ainda se esperneia com seu comentarismo apaixonado).

O relatório da KPMG sai daqui a semanas. Até lá, vale a pena recuperar dois factos marcantes na vida da instituição. O primeiro foi o voto de confiança que os acionistas da Moçambique Capitais deram ao antigo PCA Prakash Ratilal, quando alguns andavam a questionar práticas gestão e benefícios da anterior administração do Moza.
E na semana passada, viu-se que os caminhos do Moza estavam bem trilhados. Figueiredo inaugurou quatro balcões, um projeto da anterior administração, e declarou que o Moza era um banco consolidado na sua estrutura, com sistemas de gestão bem implementados, um elogio desvelado à anterior administração. Que mais dizer?


Comments


Milton Machel E a Moçambique Capitais vai retomar em força o seu Moza, "sem jovens turcos e nem moicanos"...só quem não conhece a história de PR podia julgar que o velho homem desfaleceu e atirou a toalha. Há uma certa franja escurinha raça pura que não vai gramar nada disto...vamos ver se o dono do canil não manda seus jagunços, capangas e energúmenos soltarem os cães de raça, "reservoir dogs", excelsos de raiva anti-mozgoeses..."busca, busca, mata, mata"...os bobis e tarecos são nkenhos, ladram mas não mordem...
Like · Reply · 17 · 6 hrs


Marcelo Mosse entao sao mabekos....
Like · Reply · 2 · 6 hrs


Lecuanhane Wa Mutxopi Este Milton é genial!
Like · Reply · 2 · 4 hrs


Nguila Nyangulane Madhowes ou nguehes Marcelo Mosse...
Like · Reply · 4 hrs


Lenon Arnaldo Com que então para si o assunto Moza Banco é um falso assunto: ou melhor, é luta entre moçambicanos de gema e goeses.

PS: tenho impressão de que há um forte protecionismo de uma certa franja de moçambicanos, que por sinal, são os que detém o poder financeiro em moz, que entretanto, perderam o poder político. Exemplo o caso Moza que foi abafado, aliás, outro assunto abafado foi o Panamá papers e mais recentemente o negócio LAM vs Embraer - que a todo custo quer-se branquear os factos e ilibar-se o JV e lixar-se o outro "o agente C".

Milagres que não faz o dinheiro.
Like · Reply · 1 · 1 hr


Carlos E. Nazareth Ribeiro O Milton Machel colocou o dedo na ferida,Marcelo Mosse, embora o seu artigo esteja bom mas é demasiado soft... O Machel espremeu o pús do furúnculo e a coisa pode vir a sarar. Só não concordo com essa de "mozgoeses" porque, antigamente, eram indo-portugueses, hoje são Moçambicanos como quaisquer outros!!!



Milton Machel Mabekos...kakakakaka!
Like · Reply · 4 · 6 hrs


Bruno de Castro Aquele que parece cão mas tem orelhas grandes e malhas no couro....
Também é alto....hahahaha!


Schauque Spirou Que mais dizer? Como disse o Figueiredo,são preciso uns 6 meses pra festejar o retorno do Moza...mas eu gostava de saber se so foram os tais tuna bonds e ou foi também a gestão mal feita dos donos... O Figueiredo assim nao provou (não está a provar) que ha falta de bons gestores ali? Kkkkl sucessos ao banco e que inaugurem a breve trecho o balcão de Lichinga!!
Like · Reply · 1 · 6 hrs


Vasco Jose Meus caros o indicador mais perigoso em banca no curtissimo prazo chama se "Liquidity" que revela a capacidade de fazer face as obrigacoes de curto prazo e nao o indicador de solvencia. Este constitui uma medida de longo prazo e mostra a capacidade do banco absorver perdas . O perigo para o moza chama se liquidity. O Moza tem ou esta a criar activos de curto prazo suficientes para fazer face aos credores ou depositantes no seu dia a dia? Expandir " branch network" pode nao ser uma estrategia correcta na actual conjuntura economica. Ha um outro indicador relevante e chama se " branch profitability". Cada balcao deve adicionar valor sob ponto de Vista de lucratividade. "Guys liquidity kills a bank in seconds"


Marcelo Mosse added 2 new photos.
December 1 at 2:39pm ·


Luis Fuchs contra Jose Viegas
No caso dos alegados subornos da Embraer para conseguir vender duas aeronaves a LAM em 2009, e no que diz respeito a Jose Viegas, parece-me que, de acordo com o documento atribuido ao Ministerio Publico Federal brasileiro, ha apenas um conjunto de declaracoes atribuidas pelo executivo brasileiro, Luis Fuchs, ao antigo PCA da LAM. Sao alegacoes graves para o nome de Viegas e uma investigacao aprofundada eh necessaria para se saber o que de facto aconteceu. As declaracoes de Fuchs, no entanto, nao sao suficientes para que desenrole toda esta onda condenatoria. Eh certo que da mesma forma que Viegas goza de presuncao de inocencia, tambem recai sobre ele uma certa presuncao de culpa. Mas apenas presuncao. Eh por isso que as autoridades mocambicanas devem agir rapidamente. O que implica que Luis Fuchs deve ser ouvido e deve fornecer mais detalhes sobre o envolvimento de Viegas. Tal como estah o documento, a coisa pode morrer como "palavra contra palavra". A palavra de Fuchs contra uma provavel palavra de Viegas. A nao ser que se prove que Viegas recebeu, de facto, dinheiro dessas alegadas transaccoes corruptas. A justica brasileira ainda nao provou isso. Nem sobre ter criado empresas e aberto contas bancarias com esse proposito la fora. A sua condenacao publica parece-se ser apressada.


Comments


Teo Nhangumele Eu adoro gente prudente e esta tua postura é deveras prudente.
Like · Reply · 5 · December 1 at 4:44pm · Edited


Bruno Mayer Há algo que não está bem explicado aí.
Like · Reply · December 1 at 4:51pm


Mauro Manhica É um bom princípio resistir a tentação de tomar partidos ou condenar sem antes ouvir todas as partes. No entanto, ficar a espera que sejam trazidos a terreiro todos os dados, todas as declarações, todas as provas e contraprovas é privilégio só para alguns. A opinião pública e alguma publicada não é feita dessas "paciências". Estamos cansados de escândalos e aqui, sem querer condenar o Eng. Viegas, tomo o partido da maioria, do povo, que não sabe nada do Direito e seus princípios mas sente que o sr. Eng. não pode estar isento de responsabilidades neste caso. Falta-nos saber até onde vai a sua "culpa".
Like · Reply · 23 · December 1 at 4:55pm · Edited


Jasmin Rodrigues 100%
Like · Reply · December 1 at 7:54pm


Mauricio Mahoze Mahoze Assino por baixo...
Like · Reply · December 1 at 9:06pm


Bernardino Victoria Augusto ...sua culpa ou (des)culpa.


Armistício Mulande Eu ainda estou calado sobre Viegas, Marcelo Mosse. Já o mesmo não posso fazer sobre Mateus Zimba. A empresa nas Ilhas Maravilhosas é dele e o dinheiro entrou lá. Os oitocentos mil de que se fala na conversa entre Fuchs e Viegas. Presunção de inocência sim, inocência presunçosa...não!
Like · Reply · 9 · December 1 at 7:00pm · Edited


Lucio Guente Concordo. Presunção presuncosa


Paulo da Conceição Oremos irmãos!
Like · Reply · December 1 at 5:02pm


Joao Mazivila Antonio Este nao tem culpa,a filosofia de Governação do vovo Guepatos era de comissões em tudo,nínguem podia ficar alheio a essas jogadas sobre o risco de ser deitado fora.
Like · Reply · 4 · December 1 at 5:04pm


Lenon Arnaldo Esse é o ponto. E o mais caricato no meio disso tudo, o maior visado é MZ e nem tanto o JV - percebe-se porquê nem.
Like · Reply · 2 · December 1 at 5:05pm


Danilo Tiago Ha um termo que Marcelo Mosse tocou "se ha presuncao de inocencia, ha igualmente presuncao de culpa" e para existir acusacao do Ministerio Publico, tudo inicia com o juizo de suspeita. Deixemos que as autoridades trabalhem. Enquanto JV continuar figura publica, vai haver sempre um julgamento popular enquanto pairar sobre si algum juizo de suspeita sobre uma eventual conduta de improbidade. Deixemos as autoridades trabalhem.
Like · Reply · 1 · December 1 at 5:15pm


Lenon Arnaldo Danilo Tiago fala sério - deixar as autoridades trabalharem 😂👀🙈

Há vezes que duvido sejas tu a escrever: já que estamos no campo das presunções, presumo que seja outra pessoa a escrever por ti kkkkkkkkkk
Like · Reply · 1 · December 1 at 5:24pm


Danilo Tiago Leste por acaso o post do Egidio Vaz? Tem razao, a Justica tem desta vez tudo para mostrar servico. O teu problema Lenon Arnaldo e' usar oculus de madeira. Achas que as acusacoes do Fuchs nao podem dar lugar a que a justica, o MP inicie uma investigaca...See More
Like · Reply · 2 · December 1 at 5:30pm


Lenon Arnaldo Danilo Tiago kkkkkkkkkk duas pessoas numa só. Não é esse Danilo que vi no post do Marcelo Mosse
Like · Reply · 1 · December 1 at 6:12pm


Dionisio Ussaca Ninguém acredita mas vou opinar e espero que
não me levem a mal. Se formos a analisar como
adultos e de acordo com meus conhecimentos e
depois de vários estudos científicos através de
algumas investigações feitas por mim no Google
e em várias bibliotecas reconhecidas
mundialmente podemos chegar a conclusão de
que este meu comentário não tem nada a ver
com nada e eu em particular fico muito feliz por
saber que alguém leu até ao final mesmo sabendo
que não tinha nada haver com nada.Eh o que o nosso MP vai fazer. NADA. Me resta
apenas agradecer...
Abraços.
Like · Reply · 1 · December 2 at 12:26pm


Lenon Arnaldo Dionisio Ussaca kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Dio


Herminio Chivura E no meio de tudo isso, qual é a posição do Viegas? Recebeu ou não. Vai se deixar enlamar inocente e impávido? Processa a embraer ou pelo menos ao Luís Fuchs pelo atentado ao bom nome
Like · Reply · 6 · December 1 at 5:09pm


Edio Matola agora!!!!!


Sergio Baloi Sergio A bomba rebentou
Like · Reply · December 1 at 5:12pm


Nelo Txuma "in dubio pro reo..."
Like · Reply · 1 · December 1 at 5:24pm · Edited


Danilo Tiago In dubio pro reo ocorre depois de comprovada ausencia de juizo de juizo e de culpa sobre um reu. Por enquanto sobre o Engenehiro JV impera o principio da presuncao de inocencia.
Like · Reply · December 1 at 5:16pm


Nelo Txuma esta entre aspas...tsc.é preciso saber interpretar mesmo...


Danilo Tiago Ha um termo que Marcelo Mosse tocou "se ha presuncao de inocencia, ha igualmente presuncao de culpa" e para existir acusacao do Ministerio Publico, tudo inicia com o juizo de suspeita. Deixemos que as autoridades trabalhem. Enquanto JV continuar figura publica, vai haver sempre um julgamento popular enquanto pairar sobre si algum juizo de suspeita sobre uma eventual conduta de improbidade. Deixemos as autoridades trabalhem.
Like · Reply · 4 · December 1 at 5:15pm


Adriano Biza We are just lose time with cleaning service: esses tem emails, registo de chamadas telefonicas e transacoes. A propria Embraer nao ia pagar tanto balurdio para fechar um caso de 'eh palavra de X contra a de Y'. Vamos refocar no essencial
Like · Reply · 5 · December 1 at 5:16pm


Evaristo Cumbane the Americans know it all as they do regarding hidden debts. it is a question of time we will also know the truth.
Like · Reply · 2 · December 1 at 5:28pm


Jr Chauque Todos somos inocentes até prova contrário até esta certo. Mas eu sou MOÇAMBICANO e não acredito na inocência de ninguém neste caso porque a inocência não se prova no tribunal no meu país mas sim nas esquinas e os processos não andam e ficam apagados temos o caso da Emose semana passada o Gabinete de Combate à corrupção diz que não reúne provas para levar ao julgamento sobre desvios do dinheiro .agora pergunto ;até quando todos vão ser inocente a roubarem dinheiro do estado se nem há julgamento para se provar a inocência? Quem vai ao julgamento e prova se a inocência é o "roubador' de carregadores de celular outros não.
Pk a PGR não se mexe e peça a colaboração das outras PGR do Brasil;EUA? E até disse que iriam investigar passa quanto tempo?
Like · Reply · 2 · December 1 at 5:36pm · Edited


Sidonio Bras Qual prudência qual quê. Há crime sim, é o criminosos devem parar na barra do Tribunal. Viegas e seus mandantes pra Cadeia
Like · Reply · 5 · December 1 at 5:36pm


Lucio Guente Muito radical. Gosto


Rrg Magaia Hehehehe ...
Like · Reply · December 1 at 5:48pm


Helio Edmundo Qual o nome onde caiu o dinheiro??? Já diz tudo a falta de prudência. Só nos falta ver uma empresa denominada Saco Azul. Só pelo nome presumo existir matéria para crime...
Like · Reply · December 1 at 6:00pm


Caetano Chicane entao a divida de ematum, sao alegacoes graves ate que se prove......Mas apenas presuncao
Like · Reply · 1 · December 1 at 6:02pm


Desidério EC Chambo A questão é, a PGR está interessada em investigar algo?
Like · Reply · 5 · December 1 at 6:06pm


Celso Morane Cumbe Cá estamos Marcelo Mosse. Estes 2 moçambicanos gozam da presunção de inocência e tem o direito de defender a sua honra e bom nome.
PS: espero que não se repita aquele truque de "não me recordo"
Like · Reply · 1 · December 1 at 6:08pm


Luís Loforte Também acho que deve sempre prevalecer a presunção de inocência. Só que o acusado (Eng. Viegas) devia evitar a ligeireza no encarar dos factos. Segundo a STV, no primeiro jornal e quando confrontado com o problema, terá dito que passou tempo considerável e não se lembra. Ora, muito dificilmente alguém se esquece de uma transacção dessa natureza, para mais tratando-se da compra do principal activo de uma companhia aérea. Sinceramente, desejo que ele diga, com força e empenho, que'" É MENTIRA!".
Like · Reply · 14 · December 1 at 6:54pm


Eliha Bukeni A presuncao de inocencia ate que haja uma sentenca transitada em julgado e uma norma constituicional inquestionavel. Agora, e legitimo reconhecer que existem factos ja apurados pela justica americana, sobre os quais, muito dificilmente se pode alegar que eram de exclusivo dominio dos operacionais. E um facto do City bank americano foram transferidos em 2 tranches 800 mil USD para a CHIHEVELE a ordem da Embraer. E um facto, que na contabilidade da Embraer a trsnsacao esta registada como pagamento de consultoria no processo sa venda de 2 aeronaves a LAM. E um facto que a LAM psgou s Embraer um preco acima do custo de cada aeronave. O Eng. JV era PCA executivo da LAM, nao cabe na cabeca de ninguem que operacionais ordenem o pagamento de 75 milhoes de USD a sua revelia. Quanto e que esse valor representa no balanco da empresa. Come on!
Like · Reply · 9 · December 1 at 7:04pm


Luís Loforte E 8 anos depois se declararem ...esquecidos!


Buene Boaventura Paulo E do homem de Xihevele o que tem a dizer? O brasileiro não me parece ser pessoa que diz coisas por acaso
Like · Reply · December 1 at 7:18pm


Luís Loforte Diz, diz muitas coisas por acaso, sim. Só que desta vez foi obrigado a dizer, amigo. E disso também me valeu aprender uma frase de changane que nunca antes ouvira sequer dizer. Foi ontem, na tv, que fiquei a saber o que significa a tal frase que dá nome à suposta empresa de intermediação...


Vassili Vassiliev Presuncao da inocencia! Somos um povo de presumidos seres humanos. Por isso e tao facil agir como animais irracionais.
Like · Reply · 1 · December 1 at 7:42pm · Edited


Ismael Chutumia Marcelo sorry, tu as vezes sais com cada uma! Um simples cruzamento de informação, dois dedinhos de testa mais a declaração do visado à STV não basta? Qual inocência?
Like · Reply · 4 · December 1 at 8:03pm · Edited


Massurufo Joche Josh Devolver o tako chega de roubos


Armenio Langa E a Xihivele entra no negócio por qual finalidade? E a Embraer para centena de milhoes de dolares sem ter subornado? E se suborno, nao foi a ninguem de cá? Acho até k o esquema pode ter começado do topo: assim ( Lula -???? - ???? - até chegar aos citados. A ser assim, os visados podem ser pessoas usadas dai k acho que a devolucao do roubo seria medida adequada e suficiente para este e para centenas de outros casos.Muitos "gatunos" sao vitimas, neste país.
Like · Reply · 1 · December 1 at 8:42pm


Mauricio Mahoze Mahoze É um facto que ele merece a presunção de inocência...
Entretanto tanto e num momento em que o país acorda quase todos os dias debaixo de um "novo" escândalo... Não será pedir em demasia os Moçambicanos continuem a espera de inquéritos, investigações e processos que depois de levantados desaguam no infinito...

A descontração é tal que até o nome da empresa de consultoria roça a níveis de impunidade adquirida...

Este país tem provado ao longo dos tempos que não há e já mais ouve justiça...

Daí a condenação antecipada...
Like · Reply · 1 · December 1 at 9:19pm


Beto Tembe Não ha fumo sem fogo. Porque o tal de Luís não diz que pagou a comissão a mim por exemplo...
O tal de Luís dormiu e sonhou com o Viegas?? Escolheu o Viegas porque tinha olhos atuais??sejamos razoáveis meu caro Mosse....
Like · Reply · December 1 at 9:37pm


Beto Tembe Olhos azuis....
Like · Reply · December 1 at 9:38pm


Heleno Bombe Não te metas com americanos que todo mal vai sair fora
Like · Reply · 1 · December 1 at 9:54pm


Ana Baptista Esta tudo on tape..
Não é palavra de um contra o outro que aliás nao negou nem admitiu.
Mas admitiu que pode se esquecer de 800 mil USD...
Like · Reply · 3 · December 1 at 10:26pm


Cláudio Chiche Há uma coisa que me enche a cabeça!!! Grande dúvida... SE O AGENTE "C" FOSSE A MARLENE MANAVE O QUÊ ESTARIA A ACONTECER COM ELA? O QUE DIRIA A MÍDIA? Preciso aliviar a minha cabeça...
Like · Reply · 3 · December 1 at 10:35pm


Egidio Vaz Muito estranho.
Like · Reply · 1 · December 1 at 11:02pm


Manuel Moises Americo Esta novela ainda "vai animar"
Like · Reply · December 1 at 11:36pm


Filipe Zivane Marcelo? C'mon Man. E mesmo isso que nos querias escrever?
Like · Reply · 2 · December 2 at 1:03am


Felismino Santos Santos País sem pais, porque de moral nao existe basta ser Moçambicano tudo é possivel, ganguesterismo e o povo vai pagando poupem me com discursos retrogrados
Like · Reply · December 2 at 4:55am


Cle Cle Ok, concordo com isso Marcelo. Mas onde a fumo ha fogo. Facamos entao o mesmo com Guebas, nao ha nenhuma prova no seu envolvimento nas dividas mas esta a ser alvo de condenacoes apressadas... Epah, pensar e dificil... So me resta deitar e esperar ate que a verdade venha
Like · Reply · December 2 at 7:09am


Elves Arnaldo Sidonio Bras, quem deve acusar é o ministério publico e quem deve condenar é o tribunal, após serem reunidas todas as provas. Pela presunção ninguem deve ser acusado, muito menos condenado, mesmo pelo público. O que as pessoas fazem, são especulações, baseadas nos seus pontos de vista, que muitas vezes, dependem dos interesses que defendem, sem observação da lógica dos factos. Vamos ser razoáveis.
Like · Reply · December 2 at 12:29pm · Edited


Filipe Zivane Viva a lógica da razoabilidade que também parece, estranha com tudo que já se sabe. Fossem outros. Quem sabe o discurso nem existisse.


Dionisio Ussaca Ninguém acredita mas vou opinar e espero que
não me levem a mal. Se formos a analisar como
adultos e de acordo com meus conhecimentos e
depois de vários estudos científicos através de
algumas investigações feitas por mim no Google
e em várias bibliotecas reconhecidas
mundialmente podemos chegar a conclusão de
que este meu comentário não tem nada a ver
com nada e eu em particular fico muito feliz por
saber que alguém leu até ao final mesmo sabendo
que não tinha nada haver com nada.Eh o que o nosso MP vai fazer. NADA. Me resta apenas agradecer...
Abraços.


Miro Guarda I rest my case
Like · Reply · December 2 at 8:11pm


Pedro De Carvalho Presunções... Presunções... Uma cambada de presumidos!
Like · Reply · December 3 at 10:27am


Frederico Pereira concorso marcelo, apesar de neste momento,o vento ja nao ser favoravel a viegas e zimba

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook